Você está na página 1de 4

HTTPS (Hyper Text Transfer Protocol Secure) é a versão segura do HTTP (Hyper Text Transfer

Protocol). Meios seguros de transferência de dados usando o protocolo https na internet são
necessários para efetuar transações online seguras, como os serviços bancários ou compras
online. Em outras palavras, o HTTPS criptografa a sessão com um certificado digital, utilizando
o HTTP sobre SSL (Secure Sockets Layer) utilizado pelos navegadores.

O SSL (Secure Sockets Layer) usa um sistema de criptografia que utiliza duas chaves
para criptografar os dados, uma chave pública conhecida por todos e uma chave privada
conhecida apenas pelo destinatário. O SSL é a única e eficaz maneira de obter
segurança de dados em comércio eletrônico. Quando um SSL – Certificado Digital está
instalado no website, um icone de um cadeado aparece no navegador e o endereço
começa com https:// ao invés de http:// informando que os dados serão criptografados.

Por que um certificado SSL é necessário?

Com a crescente popularidade da internet, mais oportunidades são criadas para os


setores comerciais e não-comerciais. A maioria das pessoas não enviarão seus dados
confidenciais pela web a menos que saibam que as informações estarão seguras. A
melhor maneira de garantir essa segurança e atrair mais consumidores é instalar um
certificado SSL para comprovar a identidade do seu site.

O que é HTTPS:

HTTPS é a sigla em inglês de Hyper Text Transfer Protocol Secure, que em português
significa “Protocolo de Transferência de Hipertexto Seguro”.

Atualmente, esta é a versão mais segura do protocolo de transferência de dados


entre redes de computadores na internet, pois faz a encriptação dos dados fornecidos,
requer a autenticação dos servidores, entre outras ferramentas que garantam a segurança
dos dados enviados e recebidos pelo usuário.

O HTTPS é a combinação dos protocolos HTTP e SSL (Secure Sockets Layers, em


inglês).

A principal diferença entre um protocolo HTTP e o HTTPS está justamente na comunicação


criptografada deste último, que ajuda a evitar possíveis tentativas de roubo de informações
durante a transmissão dos dados entre o computador do usuário e os servidores dos sites.
O protocolo HTTPS é a versão segura do protocolo HTTP que regula a transferência de
hipertexto, as páginas Web, os smartphones, etc. Vejamos por que é fundamental que
qualquer site disponha deste tipo de certificado de segurança. Esteja atento!

Com a aplicação do Hyper Text Transfer Protocol Secure (HTTPS), acrescenta-se ao


protocolo Hyper Text Transfer Protocol (HTTP) um maior nível de segurança através
do certificado SSL ou Secure Sockets Layer. Desta maneira, a informação entre o
navegador e o servidor de uma página Web é transferida de forma codificada ,com a
finalidade de, se for intercetada por terceiros, ser impossível lê-la.

Este tipo de certificados SSL é expedido por entidades certificadoras que verificam a
legitimidade de uma página Web e o seu domínio. Quando uma página Web é segura,
os utilizadores podem constatar isso facilmente, já que na barra de navegação dos
motores de busca (Google, Chrome, Firefox, etc.), aparece um cadeado verde que
indica que a ligação é segura.

As vantagens deste protocolo imprescindível

Este protocolo é indispensável atualmente, pois cada vez se partilha mais informação
(dados, imagens, vídeos, etc.) e se pretende o maior grau de privacidade em relação
aos dados dos utilizadores . Com o protocolo HTTPS é mais difícil que alguém
intercete essa informação e tenha acesso à mesma sem permissão.

Ao configurar uma página em HTTPS, estas são algumas das vantagens que se
apresentam :

 Aumentar a confiança dos utilizadores quanto à página Web: A proteção de dados


cada vez é mais importante para os utilizadores e a encriptação destes faz com que se
sintam mais seguros quando acedem a um site. Assim, o cadeado verde num site faz
com que o utilizador se sinta protegido e melhore portanto a confiança na marca.

 Evitar a usurpação de identidade: Ao encriptar os dados, é quase impossível que


alguém os possa modificar ou reutilizar. O certificado HTTPS permite blindar a
informação enviada através de uma página Web.

 Melhorar o posicionamento SEO: Há já uns anos que o Google privilegia as páginas


Web com protocolo HTTPS, situando-as nas primeiras posições dos resultados de
pesquisa. Assim, os sites com protocolo HTTPS ficarão à frente dos que têm protocolo
HTTP.

Atualmente, ter um site seguro é imprescindível para garantir a segurança dos


dados dos seus clientes. Lembre-se de que este tipo de páginas é compatível com a
nossa solução de tradução Web AT WebsiteTranslator.
5 Cuidados a Ter Para Evitar o Phishing

Como impedir o phishing é uma preocupação que todos os internautas devem ter. Para
quem se rendeu às novas tecnologias na hora de realizar operações bancárias, há pelo
menos 5 cuidados a ter para evitar o phishing. E assim não permitir que alguém lhe
roube informação pessoal.

Uma janela que se abre a solicitar códigos ou mensagens de correio eletrónico são
apenas algumas das formas usadas pelos hackers para tentarem aceder às contas
bancárias. Mas pode evitar este método conhecido como phishing se tiver estes
cuidados.

Proteger o computador

Firewall ativa, anti-vírus e anti-spyware ou mesmo filtros anti-phishing são algumas


ferramentas que deve ter sempre atualizadas no seu computador.

Verificar o endereço do site

Ao entrar no site do seu banco, certifique-se de que está a utilizar uma ligação segura.
Basta verificar na barra onde digita o endereço se lhe aparece no início “https”, sendo a
letra “s” referente à segurança da ligação.

Além deste pormenor, opte por escrever sempre o endereço ao invés de utilizar
hiperligações.

Não abrir emails suspeitos

Uma mensagem de correio eletrónico de um remetente desconhecido ou de conteúdo


que gera alguma desconfiança nunca é para abrir. A ordem é para eliminar. Da mesma
forma, proteja-se não clicando em nenhuma hiperligação ou ficheiros que possam ser
enviados em anexo.

Consultar os movimentos

Vá controlando os movimentos da conta bancária, não esquecendo de ver as datas e


horas de acesso ao serviço de homebanking. Dessa forma, poderá detetar acessos
indevidos e comunicá-los prontamente à entidade responsável pelo site.

Não divulgar dados

Seja qual for o meio utilizado para a tentativa de lhe “pescarem” o acesso à conta
bancária, nunca revele dados pessoais ou NIB e muito menos os códigos do serviço de
homebanking.

Ao ter estes 5 cuidados não quer dizer que ficará imune a possíveis ataques de
“phishing” mas será certamente mais difícil tornar-se uma vítima desses esquemas.
Veja mais formas de proteger os seus dados pessoais na internet.

Dicas de como evitar o “phishing”


– Não responda ou clique em links em e-mails que peçam informações pessoais, financeiras ou
de contas;
– Verifique os cabeçalhos das mensagens. O endereço no campo De: e a referência Return-
path precisam ser iguais;
– Ao invés de clicar nos links nos e-mails, vá diretamente às páginas digitando o endereço em
seu navegador;
– Caso esteja em uma página segura, procure o “https” no começo do URL e o ícone de um
cadeado em seu navegador;
– Mantenha atualizados o antivirus, spyware, navegador e atualizações de segurança de seu
computador e execute verificações em seu sistema regularmente;
– Revise suas contas regularmente e verifique atividade não autorizada;
– Utilize um navegador que possua um filtro de “phishing”.