Você está na página 1de 14

ARTIGO CIENTÍFICO. Disponível em: < http://www.fag.edu.br/professores/monicalgb/artigocientific o_transparencia.ppt >. Acesso em: 16 maio 2007.

É claro o objetivo de uma comunicação científica: passar para alguém uma informação relevante! Fazer

É claro o objetivo de uma comunicação científica: passar para alguém uma informação relevante!

Fazer uma comunicação é acreditar que você tem algo importante a dizer.

Se nem você acredita que tem algo extraordinário a dizer, não espere isso de outras pessoas.

algo importante a dizer. Se nem você acredita que tem algo extraordinário a dizer, não espere

ARTIGO CIENTÍFICO Orientações para sua elaboração

“Artigos científicos têm por objetivo publicar resultados de um estudo. Mesmo considerando-se seu formato reduzido, trata-se sempre de um trabalho completo, um texto integral.” (FAG, 2006,p.19)

TIPOS DE ARTIGOS

1. Original:

abordagem inédita relatos de experiência de pesquisas / estudos de casos estrutura: centrada na metodologia (apresentação e discussão de resultados) recursos: estatísticas / tabelas / gráficos

2. de Revisão:

analise ou resumo de informações já publicadas embasada em outros autores estrutura: centrada na fundamentação referencial recursos: linha de raciocínio do autor / acréscimo de algumas considerações pessoais

do autor / acréscimo de algumas considerações pessoais ondas gigantes redações vazias “um artigo científico

ondas gigantes redações vazias

“um artigo científico exige sempre o apoio das próprias idéias em fontes reconhecidamente aceitas”.

(MEDEIROS,1997, p.44)

 

“De acordo com a legislação brasileira, informamos que é proibido fumar a bordo desta aeronave, inclusive nos banheiros.”

Característica

Descrição

“Bela caligrafia” / “Abismo sem fim”

 

Objetividade e coerência

abordagem direta do tema

seqüência lógica de idéias

 

coerência na progressão na apresentação tema conforme objetivo proposto

conteúdo apoiado em dados e provas, não opinativo

Clareza e precisão

evitar comentários irrelevantes e redundantes

vocabulário preciso:

 

não prolixo / sem pleonasmos

nomenclatura aceita no meio científico

Imparcialidade

evitar idéias pré-concebidas

não fazer prevalecer seu ponto de vista

Uniformidade

tratamento, pessoa gramatical, números, abreviaturas, siglas, títulos de seções

Conjugação

forma impessoal dos verbos

Descrição dos princípios básicos da redação técnico-científica segundo UFPR (2000).

POR ONDE COMEÇAR?

E ONDE QUERO CHEGAR?

O quê ? Qual assunto?

Por que investigar? Quem fundamenta? Como (metodologia)?

e então

Qual? / Quais?

(considerações finais e implicações)

Qualquer comunicação (boa!) deve ser capaz de responder com sucesso à estas perguntas.

O trabalho deve ser feito em termos de contribuição para o avanço da Ciência, Tecnologia e Sociedade

Ao ler, ver ou preparar um trabalho, faça este teste e veja se ele sobrevive a estas perguntas de forma clara!

ou preparar um trabalho, faça este teste e veja se ele sobrevive a estas perguntas de

Círculo Hermenêutico

PRÉ-TEXTUAIS ou Parte Preliminar

Tema / Título / Autores / Resumo - Abstract / Palavras-chave - Key-words

Tema (assunto geral)

- seleção de um tema (abrangente)

- busca em fontes: livros, periódicos, Internet, fitas de vídeo,etc.

- escolher, como última etapa do trabalho escrito, o Título (restrito)

Título (delimitação do assunto)

- específico e objetivo: não longo (confuso)

- termos simples e ordenados para que a abordagem seja facilmente captada

Sub-título (opcional)

- complementa título com informações relevantes

Autor(es)

- deve incluir nota de rodapé que indique afiliação e/ou endereço de autores

de rodapé que indique afiliação e/ou endereço de autores Título e Subtítulo: são as “portas de

Título e Subtítulo: são as “portas de entrada” do artigo científico Preocupação: convidar o leitor a ‘espiar’ o conteúdo (e depois lê-lo)

Resumo (~

- breve chamada dos principais assuntos abordados no artigo

- apresenta:

palavras)

objetivos metodologia e análise de resultados ou idéias principais encerra com breves considerações finais do pesquisador

- evitar: citações bibliográficas

Palavras-chave (de 3 a 6 palavras-chave)

- idéias centrais do texto: termos simples e compostos ou expressões

Publicação: revista / periódico especializado > Abstract / Key-words (inglês)

especializado > Abstract / Key-words (inglês) Preocupação do autor? que os leitores identifiquem

Preocupação do autor? que os leitores identifiquem prontamente o tema ao ler o resumo e as palavras-chave

TEXTUAIS

TEXTUAIS ou Corpo do Texto

1. Introdução: Relevância e Justificativa (motivação) / Problemática

Hipóteses / Objetivos

2. Revisão de Literatura: Fundamentação Teórica (Considerações?

3. Encaminhamento Metodológico:

)

Materiais e Métodos (ou somente Métodos) Tabulação de dados / Análise de Resultados / Discussão

4. Considerações finais

1. Introdução

- tema apresentado genericamente

- deve formular o problema:

explicar o quê e o porquê do trabalho criar expectativa positiva/interesse no

leitor

- monografias: final da introdução explica seqüência de assuntos do corpo deste - fase introdutória: relevância e justificativa / do tema à problemática / hipóteses / objetivos / abrangência e delimitação / estrutura descritiva

/ do tema à problemática / hipóteses / objetivos / abrangência e delimitação / estrutura descritiva

Relevância e Justificativa

- importância pesquisa: social, científica, acadêmica, pessoal,profissional

- questionamentos:

por que vou pesquisar o assunto? qual sua relevância (contribuição)?

Problemática

- pergunta: qual lacuna do conhecimento pretende-se preencher?

- bom problema > gera hipóteses

- questão ambígua: não gera bom texto

Hipóteses

- possíveis respostas em relação ao problema

- autor acredita confirmar ou não ao final do trabalho

- autor acredita confirmar ou não ao final do trabalho ARQUITETO URBANISTA Objetivos - Para que
ARQUITETO URBANISTA
ARQUITETO URBANISTA

Objetivos - Para que pesquisar? objetivo geral: resultado final verbos no sentido amplo (propor, ponderar, comparar, avaliar, etc.) objetivos específicos: resultados específicos verbos que denotem uma análise (referenciar / interpretar / discutir / investigar / propor / ajuizar (parecer)

2. Revisão de Literatura: Fundamentação Teórica

- debate das idéias e teorias que sustentam o tema análise pormenorizada dos conceitos mais importantes sobre assunto - maior domínio do tema, mais estruturado (“amadurecido”) é o texto

- estrutura lógica de apresentação

é o texto - estrutura lógica de apresentação 3. Encaminhamento Metodológico: - explica como o trabalho
é o texto - estrutura lógica de apresentação 3. Encaminhamento Metodológico: - explica como o trabalho

3. Encaminhamento Metodológico:

- explica como o trabalho foi feito, resultados obtidos e discussão

- metodologia de trabalho:

- estudo de caso, pesquisa laboratorial, teórico-conceitual pesquisa geral (estudo bibliográfico, fontes secundárias) pesquisa específica / de campo: etapas metodológicas / material

- detalhes:

tipo de pesquisa / população, amostragem / instrumentos, técnicas / estatística (gráficos, tabelas, quadros, figuras)

- tabulação de dados / análise de resultados

- discussão: entre resultados, problema e teoria > composição final sem inclusão de pareceres pessoais respostas aos objetivos propostos apontar novas perspectivas para o futuro

4. Conclusão:

- última parte dos elementos textuais de um artigo

-“Considerações finais”, deve:

explica brevemente idéias que predominam no texto, sem polêmicas sensibiliza os leitores sobre fatos importantes sugere decisões urgentes ou práticas coerentes, de pessoas/grupos

- não deve conter: “delírios conclusivos”/ exageros da linguagem determinística

- pode conter (nem sempre):

recomendações gerais acerca de novos estudos tomada de posição de frente à questão levantada

PÓS-TEXTUAIS ou Referencial

Referências Bibliográficas / Glossário / Apêndices / Anexos

Bibliográficas / Glossário / Apêndices / Anexos Referência Bibliográfica / “Referência”:

Referência Bibliográfica / “Referência”: (obrigatória)

- sistema (ordem) alfabético: todos documentos citados

- notação numérica (nota de rodapé) na página onde o documento foi citado

- Glossário: (opcional) termos de interpretação dúbia ou desconhecida acompanhados de fontes / ordem alfabética

- Apêndice: (opcional) elaborado pelo autor do trabalho / letras do alfabeto

- Anexo: textos, documentos não elaborados pelo autor

REDAÇÃO DO TRABALHO

Como escrever um trabalho é na verdade um estilo pessoal, não há regra única ou universal, mas algumas dicas podem ser seguidas, especialmente se você estiver perdido

Você pode começar respondendo brevemente às perguntas sobre seu trabalho (coloque no papel!): O quê? Por quê? Como? Qual? quais? As respostas, mesmo rascunhos, devem guiar a redação.

Tendo as respostas em mente: coloque um título provisório Reúna os dados necessários para escrever o trabalho:

anotações, figuras, tabelas, referências, etc. (rascunho ou figura rabiscada à mão representando os resultados) Escreva a estrutura hierárquica de tópicos e coloque seções

Coloque respostas às perguntas O quê? Por quê? na Introdução (mas agora desenvolva estas respostas num texto claro e objetivo)

Coloque a resposta à pergunta Como? na seção de Métodos (mas agora desenvolva esta resposta num texto claro e objetivo)

Se tiver uma seção de Resultados, não discuta-os, apenas apresente-os (acompanhados dos resultados estatísticos)

Discuta os resultados (seção Discussão) se eles estão de acordo com suas hipóteses iniciais, problema e compare-os com os dados da literatura (atenção! seção difícil, requer análise crítica profunda)

A discussão deve ser finalizada com a resposta à pergunta:

e então

Qual? (isto é, quais são as implicações do seu trabalho?)

Coloque uma seção de Considerações Finais, caso julgue necessário (mesmo sem uma seção específica, seu trabalho deve ter conclusão!)

Cuide das Referências e finalize com Glossário, Apêndice e Anexo

Escreva um Resumo e Abstract apropriados

Se você seguiu estes passos com sucesso, parabéns! Você tem a primeira versão, de muitas, de seu trabalho

Revise e corrija todo o artigo. Adicione ou retire detalhes. Peça para alguém ler e considere as sugestões do leitor

n.º Elemento textual Proporção 01 Introdução 2 a 02 Desenvolvimento 6 a 03 Conclusão ou
n.º
Elemento textual
Proporção
01
Introdução
2
a
02
Desenvolvimento
6
a
03
Conclusão ou Considerações finais
½ a
3 / 10
7 / 10
1 / 10
Total
10 / 10

Proporcionalidade de cada elemento textual em relação ao tamanho total do corpo do texto. Fonte: Santos (2000); UFPR (2000).

REFERÊNCIAS PARA EXPOSIÇÃO ORAL

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6028: resumo. Rio de Janeiro, 1987. BASTOS, Lília et al. Manual para elaboração de projetos e relatórios de pesquisa, teses, dissertações e monografias. 5ª ed. Rio de Janeiro: LTC, 2000. DEMO, Pedro. Educar pela pesquisa. 5ª ed. Campinas: Autores Associados, 2002. LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Marina Andrade. Fundamentos da metodologia científica. 3ª ed. São Paulo: Atlas, 1991. MÁTTAR NETO, João Augusto. Metodologia científica na era da informática. São Paulo: Saraiva, 2002. MEDEIROS, João B. Redação Científica: a prática de fichamentos, resumos e resenhas. 3ª ed. São Paulo: Atlas, 1997. MORIN, Edgar. Ciência com consciência. 6ª ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2002. RAMOS, Paulo; RAMOS, Magda Maria; BUSNELLO, Saul José. Manual prático de metodologia da pesquisa: artigo, resenha, monografia, dissertação e tese. Blumenau: Acadêmica, 2003. SANTOS, Antônio. Metodologia científica: a construção do conhecimento. 3ª ed. Rio de Janeiro: DP&A,

2000.

TAFNER, Malcon; TAFNER, José; FISCHER, Julianne. Metodologia do trabalho acadêmico. Curitiba:

Juruá, 1999. UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ (UFPR). Normas para apresentação de documentos científicos: teses, dissertações, monografias, trabalhos acadêmicos. Curitiba:UFPR, 2000,v.2.

Normas para apresentação de documentos científicos: periódicos e artigos de periódicos. Curitiba: UFPR, 2000b. v.4. Normas para apresentação de documentos científicos: redação e editoração. Curitiba: UFPR, 2000c. v.8.