Você está na página 1de 5

Geografia

1) Classificação das migrações

Forma Espaço Tempo


Tomada de Internas Temporárias
decisão •Êxodo rural •Diária
•Livres •Êxodo urbano •Semanal
•Forçadas •Sazonal

Relação com a lei Externas


•Legais •Intracontinental
Definitiva
•Clandestinas •Intercontinental

2) Causas das migrações (motivos)


 Catástrofes naturais
 Políticas
 Religiosas e culturais
 Turísticas
 Guerras e conflitos
 Perseguições religiosas
 Económicas (emprego, salários, nível de vida)
 Sócioculturais
3) Consequências das migrações

Demográficas

Áreas de partida Áreas de chegada

P.A. diminui - P.A. aumenta +


T.N. diminui - T.N. aumenta +
T.M. aumenta - T.M. diminui +
T.C.N. diminui - T.C.N. aumenta +
Pressão demográfica diminui + Pressão demográfica aumenta -
Estrutura etária envelhecida - Estrutura etária rejuvenescida +
S.M. negativo – S.M. positivo +
Económicas

Áreas de partida Áreas de chegada

Desemprego diminui + Desemprego aumenta -


Salários aumentam + Salários diminuem -
Mão de obra especializada diminui - Mão de obra especializada aumenta +
Depósitos bancários aumentam + Consumo e produção aumenta +
Agricultura – abandono dos campos – Taxa de atividade aumenta +

Socioculturais

Áreas de partida Áreas de chegada

Espírito de iniciativa diminui - Habitação – aumento das rendas -


Grau de transformação social diminui - Nível cultural aumenta +
Rituais e costumes mantêm-se + Espírito empreendedor alto +
Tempo de férias – os emigrantes Integração social – problemas -
regressam + Outras questões sociais – competição -
Infraestruturas sociais – lares da 3ª idade

4) O êxodo rural em Portugal

Anos 60
Causas económicas
Do interior do país
Para o litoral (Porto e Lisboa)
Partida: envelhecimento e diminuição da população
Chegada: rejuvenescimento e aumento da população
Êxodo rural diminuiu porque melhoraram as condições de vida
Êxodo urbano devido à crise económica

5) A emigração portuguesa

1ª fase (até à década de 60)

Destinos

Brasil
EUA
Canadá
Argentina
Características

Intercontinental
Envolvia toda a família
Definitiva

2ª fase (década de 60 e 70)

Origem

Norte e centro de Portugal porque tinham algum capital que resultava da sua pequena
propriedade

Destinos

Europa Central
Alemanha
França
Reino unido
Luxemburgo
Suíça

Porque estes países estavam destruídos resultado da 2ª guerra mundial e necessitavam


de mão de obra para a construção civil e indústria.

Características

Trabalhos na construção civil, indústria e serviços de limpeza


Pesados/pouco qualificados/ pouco reconhecidos/ pouco remunerados
Bidonville
Deslocação do homem em primeiro lugar
Emigração clandestina

PORQUÊ?

Perseguições políticas (PIDE – DGS) Polícia política


Pobreza extrema
Guerra colonial

3ª fase – a partir de 1974

Destinos são mais globais


Angola
Espanha
Reino Unido
França
Alemanha
Características

A emigração passa a ser mais do tipo temporário


Emigração portuguesa diminuiu

4ª fase – após 2010

A emigração portuguesa está mais qualificada


A partir de 2010 a emigração portuguesa volta a aumentar de uma forma espetacular
Emigram para todo o mundo

6) A imigração em Portugal

QUANDO?

Década de 80
No início do séc. XXI o número de imigrantes supera o número de emigrantes
S.M. positivo
RECENTE – últimos 30 anos

QUEM?

PALOP (Cabo Verde, Angola, Moçambique, Guiné)


Brasil
Antiga URSS (Ucrânia, Moldávia, Rússia, Bielorrússia)
Países europeus (França, Alemanha, Suíça)
América anglo-saxónica
Oriente (China, Índia, Paquistão)
Antiga Jugoslávia (Croácia, Sérvia)
Roménia

PORQUÊ?

Entrada de Portugal na CEE


Aumento dos salários e oferta de emprego
Saneamento básico
Desagregação da Jugoslávia e URSS
Guerras em Angola, Moçambique, etc
Condições turísticas atrativas de Portugal
Livre circulação de pessoas na UE
Condições de vida em Portugal são superiores a alguns países de origem
Internacionalização e globalização do país
DESTINOS

Algarve e Lisboa (destinos preferenciais)


Todas as regiões do país receberam imigrantes

VANTAGENS

Aumento do PIB – a população ativa produz


S.M. positivo – rejuvenescimento da população
Diversidade e mudanças culturais
Diminuição da desertificação do interior
mão de obra barata

PROBLEMAS

Aumento do desemprego
Diminuição dos salários
Discriminação social e racial
Imigração clandestina
Aumento da pressão demográfica
Discriminação religiosa

TENDÊNCIA (últimos 3 anos)

Diminuição da imigração devido à crise económica em Portugal (pouca oferta de


emprego, maior pressão para despedir

AS ESTRUTURAS E OS COMPORTAMENTOS
SOCIODEMOGRÁFICOS

1) A estrutura etária

Distribuição da população por idade e sexo


PIRÂMIDE ETÁRIA

Grupos etários
A- Jovens (0-14)
B- Adultos (15-64)
C- Idosos (+65)

Classe etária – barras com amplitude de 5 anos


Classe oca – classes etárias em que a barra superior é mais larga do que a inferior