Você está na página 1de 2
 

Aula 03

Temática: Método Científico

 

Até o momento, vimos que a ciência é um empreendimento histórico, apenas parcialmente cumulativo e cujo progresso se dá de maneira errática, com becos sem saída e desvios não previstos. É necessário que você guarde esta descrição, pois ela será retomada na Unidade final do curso.

não previstos. É necessário que você guarde esta descrição, pois ela será retomada na Unidade final

Por agora, entretanto, deveremos tratar com um pouco mais de profundi- dade a questão do método científico.

A física, a química e, atualmente, a biologia têm sido os principais baluar- tes da superioridade da ciência em relação a outros tipos de conhecimen- to. Estas disciplinas têm alcançado resultados surpreendentes, no que diz respeito a mudanças na vida da população em geral. Em aproximadamente um século, o crescimento da expectativa de vida da população (pratica- mente dobrou!) do mundo ocidental pode ser em parte creditada aos de- senvolvimentos científicos, especialmente destas disciplinas.

Mas o que diferencia este tipo de conhecimento dos demais? Esta questão voltará a ser abordada na Unidade IV deste curso; neste momento, basta dizer que, implícita ou explicitamente, presume-se que o diferencial deste conhecimento é sue método, um modo de fazer, uma “receita” que, caso seja seguida, leva a conhecimentos e resultados confiáveis.

Investigações pioneiras sobre o “método científico” foram conduzidas por Francis Bacon (1561 – 1626). De forma simplificada, podemos descrever algumas das premissas e pressuposições centrais que Bacon identificou no desenvolvimento da atividade científica e da natureza da ciência:

a)

A ciência começa por observações: Bacon propôs que a etapa inicial

da investigação científica deveria consistir na elaboração, com base na

experiência, de catálogos de observações dos mais variados fenômenos.

b)

As observações são neutras: Não se deve inicialmente julgar ou bus-

UNIMES VIRTUAL

car explicar os fenômenos, apenas descrevê-los por meio da observação, sem qualquer antecipação especulativa, sem qualquer diretriz teórica. A mente do cientista deve estar limpa de todas as idéias que adquiriu dos seus educadores, dos teólogos, dos filósofos, dos cientistas; ele não deve ter nada em vista, a não ser a observação pura.

16

FILOSOFIA DA CIÊNCIA

c) Indução: As leis científicas são obtidas a partir do conjunto das obser- vações por meio de um processo supostamente seguro e objetivo, cha- mado indução, que consiste na obtenção de proposições gerais (as leis científicas) a partir de proposições particulares (as observações). A lei é, então, uma generalização da experiência.

 

Estas premissas parecem ser corretas, talvez até óbvias. Ou não? Ao longo deste curso veremos que estas foram e continuam a ser contestadas, por diversas correntes de fi- lósofos e cientistas.

deste curso veremos que estas foram e continuam a ser contestadas, por diversas correntes de fi

Neste momento, gostaria apenas de tecer alguns comentários a respeito da primeira delas: a idéia de que a ciência começa por observações. Se analisarmos com um pouco mais de calma esta concepção de origem cla- ramente empirista, logo perceberemos que a premissa é impossível de ser realizada. É impossível observar qualquer fenômeno sem recorrer a alguma concepção teórica! Se não tivermos alguma diretriz para observar os fe- nômenos, não saberemos quais aspectos deveremos observar e quais de- veremos descartar. A própria atividade da observação seria interminável, já que teríamos que considerar uma quantidade potencialmente infinita de fatores.

Quando um cientista vai a campo ou ao laboratório, ele tem alguma idéia, ainda que seja provisória, sobre o que deverá ser controlado, sobre quais variáveis ele deseja verificar, sobre quais tipos de dados ele deseja obter, etc. Esta importante discussão será retomada na Unidade V deste curso, quando perceberemos que diferentes concepções sobre o papel da obser- vação na ciência levarão a diferentes concepções sobre esta última.

Esta foi a última aula da Unidade introdutória do curso. Você deve agora ler o resumo da unidade e fazer os exercícios tan- to para avaliar seu progresso quanto para fixar os conceitos principais da Unidade, que serão revisados ao longo de nossa jornada.

seu progresso quanto para fixar os conceitos principais da Unidade, que serão revisados ao longo de

UNIMES VIRTUAL

FILOSOFIA DA CIÊNCIA

17