Você está na página 1de 19

Redes de Comunicação - Aula1

ARQUITETURA DE COMPUTADORES EM REDE

Professores : Alexandre Peres


HISTÓRICO

•Blaise Pascal (1623/1662+), matemático, construía no ano de 1642


a sua primeira Máquina com capacidade para somar e subtrair que,
para alguns, era o primeiro computador digital mecânico já
construído.
•Já Von Neumann criou o conceito de programa armazenado
(software) e a arquitetura interna dos processadores. As máquinas
não apenas armazenavam os dados mas como também programas
HISTÓRICO
Em 1887, por exemplo, Hollerith --utilizando um equipamento
especial também desenvolvido por ele -- fazia uso dos cartões
perfurados para agilizar o censo nos Estados Unidos, tornando
assim os trabalhos do censo muito mais rápido e confiável, trabalho
este que levaria 10 anos aproximadamente para ser realizado.

Segundo informações de alguns pesquisadores, Hollerith também


foi o fundador da IBM (International Bussinnes Machine) que
aperfeiçoou a maquina de Von Neumann e deu origem aos
Mainframes, que até hoje existem em grandes companhias.
HISTÓRICO
HISTÓRICO

No período de 1943 e 1946, por exemplo, surgia o pioneiro entre os


grandes computadores já desenvolvidos, era o ENIAC (Electronic
Numerical Integrator and Calculator ou algo como Máquina
eletrônica numérica e integradora). O ENIAC foi desenvolvido --à
pedido do Laboratório de Pesquisas Balísticas, do exército norte-
americano-- por John Mauchy e Johon Presper Eckert Jr, e
construído pela IBM
HISTÓRICO
HISTÓRICO

Por volta de 1950, por exemplo, predominavam os grandes


computadores, conhecidos por Mainframes ou Estrutura principal,
que ocupavam salas inteiras e até edifícios inteiros.
HISTÓRICO

Já na década de 70, teve início a produção e a comercialização dos micro-


computadores. Estes, bem menores que os Mainframes e com preços
também bem menores, fizeram com que as empresas adquirissem seus
próprios microcomputadores.
O QUE É UMA REDE?

Uma vez que tenhamos dois ou mais computadores interligados podemos considerá-
los como em rede. O objetivo básico de se interligar computadores em rede é o
compartilhamento de recursos. Assim, dispondo de um disco rígido de razoável
capacidade, podemos utilizá-lo a partir de vários micros, os quais possuem discos de
capacidade menor; ou, dispondo-se de apenas uma impressora, podemos imprimir a
partir de mais de um equipamento. Enfim, ligar equipamentos em rede significa
minimizar custos de aquisição e maximizar a utilização.
O QUE É UMA
REDE?

A função básica de uma rede de computadores é a de


proporcionar um meio através do qual um usuário localizado
em um determinado local possa acessar recursos presentes
em um outro local, tais como impressoras ou arquivos.
CLASSIFICAÇÃO
DE REDES
LAN
Local Area Network, ou rede local.

WAN
Wide Area Network, ou rede de
longa distância.
Redes Locais ( Local Area
Networks - LANs)

Surgiram dos ambientes de institutos de pesquisa e universidades, o


enfoque dos sistemas de computação que ocorriam durante a década
de 1970 levavam em direção à distribuição do poder computacional.
Redes locais surgiram para viabilizar a troca e o compartilhamento
de informações e dispositivos periféricos( recursos de hardware e
software), preservando a independência das várias estações de
processamento, e permitindo a integração em ambientes de trabalho
cooperativo.
Redes Locais ( Local Area
Networks - LANs)
Pode-se caracterizar uma rede local com sendo uma rede que permite a
interconexão de equipamentos de comunicação de dados numa pequena região
que são distâncias entre 100m e 25Km embora as limitações associadas às
técnicas utilizadas em redes locais não imponham limites a essas distâncias.
Outras características típicas encontradas e comumente associadas a rede locais
são : alta taxas de transmissão (de 0,1 a 100Mbps) e baixas taxas de erro (de 10-8
a 10-11); outra característica é que em geral elas são de propriedade privada.
Redes Locais ( Local Area Networks - LANs)
Redes Metropolitanas (Metropolitan Area Networks - MANs).

Quando a distância de ligação entre vários módulos


processadores começa a atingir distâncias metropolitanas,
chamamos esses sistemas não mais de rede locais, mas de
Redes Metropolitanas (Metropolitan Area Networks -
MANs).
Uma rede metropolitana apresenta características semelhantes
às redes locais, sendo que as MANs em geral, cobrem
distâncias maiores que as LANs operando em velocidades
maiores.
REDES GEOGRAFICAMENTE DISTRIBUÍDAS (WIDE AREA
NETWORKS - WANS)

Surgiram da necessidade de se compartilhar recursos especializados


por uma maior comunidade de usuários geograficamente dispersos. Por
terem um custo de comunicação bastante elevado (circuitos para
satélites e enlaces de microondas), tais redes são em geral públicas,
isto é, o sistema de comunicação, chamado sub-rede de comunicação, é
mantido gerenciado e de propriedade pública.
REDES GEOGRAFICAMENTE DISTRIBUÍDAS (WIDE
AREA NETWORKS - WANS)

Face a várias considerações em relação ao custo, a interligação entre os


diversos módulos processadores em uma tal rede determinará
utilização de um arranjo topológico específico e diferente daqueles
utilizados em redes locais. Ainda por problemas de custo, as
velocidades de transmissão empregadas são baixas: da ordem de
algumas dezenas de kilobits/segundo (embora alguns enlaces cheguem
hoje a velocidade de megabits/segundo). Por questão de confiabilidade,
caminhos alternativos devem ser oferecidos de forma a interligar os
diversos módulos.
REDES GEOGRAFICAMENTE DISTRIBUÍDAS (WIDE
AREA NETWORKS - WANS)
Atividade de Apoio
Data de entrega: Final de Semestre

Escolher um modulo qualquer no programa profissional 5 estrelas


e obter ate a 3 estrela.

http://www.technetbrasil.com.br/cincoestrelas

Não é obrigatório a entrega, porém


será utilizado para ajudar na nota.