Você está na página 1de 2

Estudo de caso

O método em questão será aplicado em uma empresa de alho manufaturado, é um ramo


de negócio que comercializa alho descascado, triturado e é vendido em potes para
mercados, restaurantes e no varejo também. Essa fábrica está situada no bairro do
Recreio dos Bandeirantes na cidade do Rio de Janeiro-RJ e tem uma capacidade
produtiva que vai de 80.000 kg até no máximo 120.000 kg por mês de alho ao longo do
ano. As vendas estão sujeitas à sazonalidade em que os administradores da fábrica já
conhecem, portanto sabem que em parte do ano não se utiliza sua capacidade na
totalidade.

Esboço do layout e o fluxo do processo:

Figura1: Esboço do layout da fábrica de alho tratado

 O processo de transformação começa no recebimento das caixas de alho que são


logo em seguida estocadas. Normalmente se faz encomenda semanal que oscila
em torno de pedidos que variam entre 20.000 kg à 30.000 kg, dependendo da
demanda.
 A segunda etapa é a estocagem da matéria-prima, que são quilos de alho em
caixas de madeira;
 A terceira etapa é a descascamento, são 10 máquinas que fazem com eficiência
máxima 70 kg por hora, essas máquinas dificilmente atingem essa eficiência, ou
seja, é comum deixarem alho com casca que voltam para o reprocesso gerando
retrabalho, desperdício e perda de tempo;
 Terceira etapa, o alho vai para estoque de produtos em processo;
 Na quarta etapa o alho, já descascado passa pelas máquinas de trituração que
tem uma produção similar as máquinas de descascar;
 Na quinta etapa o alho passa por uma adição de acidulantes e conservantes logo
após sua trituração;
 Em seguida é envasado em potes já rotulados;
 É armazenado em ambiente condicionado;
 E encaminhado para distribuição

O modelo probabilístico será aplicado como teste classificando as máquinas com a


maior probabilidade de estarem perto da produção 95% e 100% de eficiência, somente
para as máquinas de descascar, para presumir um ranking entre as máquinas mais
favoráveis a uma produção eficiente e apontar as máquinas mais problemáticas do
processo. O modelo também contará com um nível mínimo que é calculado pela mesma
probabilidade, ou seja, a máquina que não atingir esse mínimo estará sujeita sair do
processo para manutenção ou compra de outra máquina.

Foram cedidas amostras das dez máquinas de descascar, cada uma tinha a produtividade
de 50 horas trabalhadas. Foram a partir desses dados aplicado o método.

Máquina 1

Máquina 2