Você está na página 1de 2

Correção do Teste de Avaliação n.

º 4

1.
1.1. 1 – plaquetas sanguíneas, trombócitos, 2 – hemácia, eritrócito, glóbulo
vermelho, 3 – leucócito, glóbulo branco, 4 - plasma
1.2. a) 3 ; b) 2 ; c) 1 ; d) 3 ; e) 2 ; f) 4 ; g) 1 ; h) 4 ; i) 2
1.3. O sangue arterial é rico em oxigénio e apresenta uma cor vermelho-vivo e o
sangue venoso é rico em dióxido de carbono e apresenta uma cor vermelho
escuro.

2.
2.1. a) O indivíduo C teria maior dificuldade em viver num ambiente pobre em
oxigénio, uma vez que apresenta uma quantidade mais baixa de glóbulos
vermelhos em relação ao indicado nos valores de referência. Poderá assim, ter
mais dificuldade em respirar.
2.1. b) O indivíduo A poderá ter maior dificuldade em estancar uma hemorragia,
visto que os resultados obtidos no parâmetro das plaquetas estão abaixo dos
valores de referência (valores normais).
2.1. c) O indivíduo B poderia estar mais sujeito a uma infeção, pois apresenta uma
quantidade mais baixa de leucócitos em relação ao indicado nos valores de
referência (tem menos defesas no organismo).

3.
3.1. A - veia B - capilar C – artéria
3.2. I – Capilar B; II – Veia A; III – Artéria C
3.3. As artérias apresentam paredes mais elásticas e resistentes
comparativamente às veias. Por sua vez, só as veias é que possuem uma estrutura
no seu interior, as válvulas.
3.4. As válvulas impedem o retorno do sangue. Possibilitam assim, que o sangue
seja encaminhado até ao coração.

4.
4.1. 1 – veia cava superior; 2 – aurícula direita; 3 – ventrículo direito; 4 –
ventrículo esquerdo; 5 – aurícula esquerda;
6 – veias pulmonares; 7 – artéria pulmonar; 8 – artéria aorta; 9 – septo; 10 – veia
cava inferior.
4.2. c) … separa a metade esquerda da metade direita do coração.
4.3. C, A, B, D
4.4. A parede do ventrículo esquerda é mais espessa porque esta precisa de
contrair com mais força para bombear o sangue arterial para todo o organismo
(exige maior pressão). Já o ventrículo direito, só precisa de impulsionar o sangue
até aos pulmões, não necessitando assim, que o sangue seja bombeado com
tanta intensidade.

5.
5.1. a) F ; b)V ; c) F ; d) F ; e) F ; f) V
5.1.1. a) O miocárdio é o músculo que constitui o coração.
c) O sangue da aurícula direita está separado do sangue da aurícula esquerda
através do septo.
d) As artérias transportam sangue arterial e sangue venoso.
e) Os capilares são vasos muito finos que ligam as artérias às veias.

6.
6.1. __III__ » ___I__ » ___II__
6.2. I – contração dos ventrículos/ sístole ventricular II – relaxamento
geral/diástole III – contração das aurículas/ sístole auricular
6.3. Na fase II (relaxamento geral).
6.4. Durante a contração das aurículas, as válvulas abrem e o sangue passa para
os ventrículos.

7. D, B, A, C
7.1.1. Não concordo com a afirmação. O sangue inicialmente é venoso, mas após
ocorrer as trocas gasosas ao nível dos pulmões - Hematose pulmonar – este
torna-se arterial.
7.1.2. A circulação pulmonar permite a oxigenação do sangue (o sangue fica rico
em oxigénio).
7.2. O trajeto da circulação sistémica começa no ventrículo esquerdo e termina
na aurícula direita. O sangue arterial é bombeado através do ventrículo esquerdo
para a artéria aorta, que se ramifica em capilares sanguíneos, encaminhando o
sangue arterial até às células. Nestas, o sangue liberta o oxigénio e recebe delas
o dióxido de carbono, tornando-se sangue venoso. Seguidamente, as veias cavas
transportam o sangue e levam-no ao coração, até à aurícula direita.
7.3. Nas células.

8.
8.1. A obesidade é o fator de risco das doenças cardiovasculares.
8.2. “A Fundação Portuguesa de Cardiologia recomenda: (…) mais hortícolas,
cereais e peixe. Doces só nas festas.”
8.3. O Enfarte do Miocárdio e o Acidente Vascular Cerebral (AVC), por exemplo.