Você está na página 1de 2

IDENTIDADE DOCENTE

A entrevista se deu com duas professoras do Ensino Fundamental da Escola Maria


Creusa, situada no Bairro Urbis 4 em Itabuna, .O bairro possui farmácias,mercados,
padarias , escolas privadas,salões , igrejas e fica situada a margem da Br 415.

.A Escola atende a cinco bairro circunvizinho A clientela atendida por essas são de
pais assalariados e os bairros atendidos pela Instituição de ensino ficam situados
próximo ao Centro Industrial local onde estão instaladas fábricas de grande porte
como: TriFil , Nestlé e Empresas Logísticas como Translog entre outras. Grande
parte da renda das famílias que moram nas localidades citadas a cima vem da
empregabilidade gerada por esse segmentos comerciais, Contudo a marginalidade e
o trafico de drogas é uma constante nessas localidades não deixando de refletir na
escola pois, segundo elas a escola tem que solicitar freqüentemente a ajuda policial
para expulsar alunos que tentam adentrar o ambiente com entorpecentes.

As professoras entrevistadas lecionam na Escola ha mais de dez anos,porem já


atuam no magistério mais de vinte as entrevistadas darei o nome de "X" e" Y".

" X" é uma jovem senhora , muito sorridente que mora em outro bairro diferente do
que trabalha. Escolheu ser professora por vocação. Já que no ano que concluiu o
ensino médio , só havia em seu município magistério, contabilidade e científico.No
estágio conta ela, que se apaixonou pela profissão .Durante o período de 1990
houve uma exigência de formar em nível superior para continuar atuando.E la conta
que abraço a oportunidade dado pelo governo e formou-se em Pedagogia. A
Oportunidade referida pela professora X ´faz referência a reforma implementada na
política de formação docente nos anos de 80 a 90 com o objetivo de qualificar o
professor para a construção de conhecimento e teorias sobre a sua prática docente
contextualizando e refletindo com um olhar crítico a realidade educacional.

Ao ser questionada sobre a relação que ela tinha a respeito a formação inicial e
continuada ,ela me respondeu que sua formação inicial se deu no Curso de
magistério que na época aprendia na prática o que ela aprendeu na teoria do Curso
de Pedagogia. Segundo ela Pra ela na formação continuada é parte do fazer
pedagógico, das avaliações que são feitas das aulas semanais para observar o
desempenho tanto do aluno , quanto do professor.

Segundo VEIGA(1998,p. 100) " A formação continuada é um processo dinâmico por


meio do qual ao longo do tempo um profissional vai s adequando sua formação às
exigências de sua atividade profissional".

A Segunda professora "Y". É moradora do mesmo bairro em que trabalha, segundo


ela sua profissão é de vocação, seu sonho de infância que virou realidade.Formada
em Magistério, História e pós graduada em Coordenação pedagógica,ensina História
. O mesmo questionamento feito a X foi feito a Y. Ela foi categórica ao afirmar que
sua formação inicial se deu desde a sua escolha da profissão, apesar dos percalços

por parte dos governantes , a falta de valorização da categoria. Contudo a


identidade docente é formada com o planejamento de suas ações ,o professor é
responsável por formar outras profissões e cidadaos responsáveis por responder
suas ações no meio social que vive. a Identidade docente é construída pela reflexão
crítica de suas práticas . Enfim, ser professor não é se sentir parte da família do
educando , nem psicólogo dos aprendizes ou dos pais. Ser professor é desvelar
caminhos a serem percorrido para educação de qualidade . É se "desconstruir , se
"despira das suas práticas pessoais , para construir uma prática profissional na troca
de convivência com u aluno e o ambiente escolar em que está inserido .