Você está na página 1de 11
Arōma Educadores
Arōma
Educadores

C 5

1ª edição

Uso Tópico

e Diluição dos

Óleos Essenciais

DILUIÇÃO EM ÓLEOS CARREADORES

Como você já sabe, ao chegar nesta apostila C5, os óleos essenciais (OEs) são muito concentrados e poderosos. Por este motivo, o uso tópico dos OEs requer cuidados de diluição bastante específicos para sua segurança.

Sempre dizemos que OEs precisam ser puros para serem potentes e terem grau terapêutico, mas

isso NÃO significa que você deva aplicá-los puros em sua pele

por, pelo menos, 4 motivos:

01
01

Oes precisam ser diluídos para não provocarem reações em peles mais sensíveis. Isso inclui pessoas com maior sensibilidade natural ou em razão da idade (ex:

bebês, idosos e crianças), mas também áreas do corpo com maior sensibilidade como o uso facial e em mucosas.

02
02

Alguns OEs são reconhecidamente fortes e capazes de provocar reações mesmo em peles não sensíveis, por exemplo os OEs de: Canela, Cravo, Orégano, Tomilho, Pimenta Preta, Gengibre, Eucalipto, Capim-Limão, Hortelã-Pimenta, Hortelã-Verde, Funcho doce, Gerânio, Limão Tahiti, Bergamota e Cedro.

03
03

Oes contém substâncias químicas voláteis que se perdem no ar rapidamente. Embeber elas em “óleos-vegetais-fixos-graxos-carreadores” (ou, abreviando: OCs) faz com que a volatilização dos componentes úteis seja drasticamente reduzida, permitindo que o OE fique mais tempo em contato com a pele e possa assim ser melhor assimilado pelo corpo. E para que seja ainda melhor absorvido destaca-se o próximo motivo

04
04

Uma gota de OE guarda em si uma imensa potência

orgânicas ativas existentes em uma única gota. Assim sendo, a diluição em OCs permite melhor aproveitamento desta potência, fazendo com que estas moléculas orgânicas ativas dos OEs se espalhem e entrem em contato com uma superfície maior do nosso corpo, o que significa mais células receptoras para assimilar suas propriedades.

são milhões de moléculas

você sabia? As propriedades existentes em uma gota de Hortelã-Pimenta equivalem a que existem acumuladas
você sabia?
As propriedades existentes em uma gota de Hortelã-Pimenta equivalem
a que existem acumuladas em 28 xícaras de chá de hortelã.
Arōma
Educadores
uma gota de Hortelã-Pimenta equivalem a que existem acumuladas em 28 xícaras de chá de hortelã.

A regra, portanto, é sempre diluir OEs em OCs! E é importante lembrar que OEs

são lipossolúveis (lipofílicos), isto é, diluem-se em gorduras como óleos vegetais, cremes, manteigas, etc. Mas não diluem-se em água (hidrofóbicos)

e, por este aspecto, são chamados de “óleos”.

IMPORTANTE:

A regra de sempre diluir tem raras exceções. Por exemplo, a Lavanda ou a Melaleuca podem

ser usadas puras para tratamento de uma área afetada da pele. Mas, ainda assim, para conter

a volatilização, nós costumamos diluir em pelo menos um pouquinho de OC, numa proporção de 1:1 (ou seja 50%).

É importante você considerar que exceções como esta somente devem ser aplicadas quando

orientado expressamente. Do contrário, para uso tópico, o OE deve ser sempre diluído, não apenas por economia destas preciosidades, mas principalmente para melhor impacto positivo na sua saúde e bem-estar.

Costuma-se dizer genericamente que “em termos de diluição, menos é sempre mais”. De um modo geral, pelos motivos já listados acima, isso é verdade! Contudo, no limite da extrapolação deste ditado, uma gota de OE em um oceano de OC não faz muito sentido

Então, é preciso compreender as referências gerais de percentual de diluição (veja na próxima página a Tabela com a ilustração “esquemática” que fizemos, com todo carinho, para você guardar e consultar sempre que precisar).

O QUANTO DEVO DILUIR?

O percentual de concentração dos OEs varia conforme o uso e depende de quem usa. De um modo

geral, as concentrações indicadas variam de 0,5% até, no máximo, 10%. Pode parecer muito pouco, acredite e experimente, não é! Lembre-se sempre que a diferença entre remédio e veneno, muitas vezes, está na dose!

Se tivesse uma concentração padrão, um valor único de referência, ele seria 3%. Esse é o percentual admitido como o limite de uso seguro de qualquer OE. É, também, o percentual utilizado normalmente nos cosméticos naturais que você pode produzir com os óleos essenciais.

também, o percentual utilizado normalmente nos cosméticos naturais que você pode produzir com os óleos essenciais.
3
3
Acima dos 3%, somente para tratamentos de massagem não recorrentes (4%), dores agudas, inflamações sérias

Acima dos 3%, somente para tratamentos de massagem não recorrentes (4%), dores agudas, inflamações sérias e acne severa (5%), e tratamento de problemas crônicos, doenças degenerativas, infecções e inflamações graves (10%).

De outro lado, concentrações abaixo da referência padrão são recomendadas para: peles sensíveis, idosos e massagens recorrentes (2%), crianças, grávidas e pessoas com saúde debilitada (1%) e uso facial, em mucosas e em bebês acima de 3 meses (0,5%).

DIFERENÇAS E SEMELHANÇAS DE OEs E OCs

Destacamos, primeiramente, as semelhanças. Óleos carreadores e óleos essenciais são, ambos, óleos vegetais, ou seja: possuem propriedades ativas fornecidas pela natureza.

Já as duas maiores diferenças entre eles é que OCs não são voláteis e sua extração é muito mais barata. Mas, não se engane buscando o mais barato! Para usufruir de suas propriedades é tão importante ter OCs de boa qualidade quanto é ter os melhores óleos essenciais do mundo!

Os OCs são, quase sempre, obtidos por prensagem a frio das sementes de diferentes oleaginosas. E, portanto, assim como os OEs, possuem propriedades diferentes quando as fontes vegetais são distintas.

4
4

PROPRIEDADES E BENEFÍCIOS DOS OCs

A gente fala bastante da importância da diluição dos OEs em OCs – porque ela é, de fato, muito importante!!! Mas, não pense que os OCs servem, apenas, para diluição de OEs! É isso mesmo! Lembram das semelhanças entre OEs e OCs? Possuem propriedades ativas fornecidades pela natureza! Então, vamos falar das propriedades, dos benefícios e das melhores formas de usar os “óleos-vegetais-fixos-graxos-carreadores” (OCs).

De um modo geral, OCs são ricos em emolientes, que ajudam a evitar a perda excessiva de água da pele. É graças à essa propriedade, que os OCs são capazes de impedir a volatilização rápida dos óleos essenciais. Isso, quando diluímos os OEs na proporção adequada, que proporcionará o melhor resultado de tratamento, sem agredir o organismo com a imensa potência dos OEs.

OCs também exigem cuidados com a armazenagem, pois eles oxidam com mais facilidade, uns até mais que outros, e acabam ficando 'rançosos' com o tempo.

você sabia? Podemos adicionar um pequeno percentual de OEs nos OCs (preparar algumas sinergias diluídas)
você sabia?
Podemos adicionar um pequeno
percentual de OEs nos OCs (preparar
algumas sinergias diluídas) e isso vai
aumentar a vida útil do óleo vegetal fixo.

QUAL OC É O MAIS ADEQUADO?

Imagine que você quer fazer uma massagem com OE de Alecrim, mas não sabe qual OC usar

Seu objetivo terapêutico é, por hipótese, uma massagem que melhore a circulação combatendo as dores nas pernas e fortalecendo o sistema imunológico

as dores nas pernas e fortalecendo o sistema imunológico Neste caso, a melhor indicação seria usar

Neste caso, a melhor indicação seria usar OC de Castanha do Pará chegando a concentração de 5%, com algumas gotinhas de OE de Alecrim e voilá! Incrível, não?!!?

5
5

Mas, como saber qual a melhor combinação em cada caso?

Um dos caminhos possíveis seria abordar a tipificação química dos OCs, separando em ácidos graxos saturados e insaturados e detalhar cada um deles. Escolhemos um caminho mais pragmático para ensinar o básico, para que uma pessoa nova neste universo possa usufruir de forma rápida e fácil dos óleos vegetais em sua totalidade.

Resolvemos, simplesmente, cumprir nossa missão (e responder à pergunta principal) agrupando os óleos por tipos de vitaminas que eles possuem e listar algumas das principais aplicações para determinados fins.

ESCOLHA A PARTIR DAS VITAMINAS

Os óleos vegetais fixos possuem muitas propriedades associadas às suas vitaminas. Alguns dos OCs mais conhecidos e de mais fácil acesso contém vitaminas A, B, D e E.

Como a gente gosta muito de um ABC, vamos falar mais detalhadamente sobre cada uma delas, para te ajudar a fazer as melhores escolhas nas suas diluições e sinergias.

01 Vitamina A:
01 Vitamina A:

Função: Proteção da pele e da mucosa, fortalecimento do sistema imunológico, desenvolvimento e manutenção do organismo, prevenção da oxidação das células.

ONDE ENCONTRAMOS? Óleos de Abacate, Amêndoas doce, Baru, Buriti, Dendê, Germe de Trigo, Maracujá, Oliva, Palma e Urucum.

Dendê, Germe de Trigo, Maracujá, Oliva, Palma e Urucum. você sabia? Bebês com mais de 6
você sabia? Bebês com mais de 6 meses e que começam a ingerir alimentos além
você sabia?
Bebês com mais de 6 meses e que começam a ingerir alimentos além do
leite materno precisam ingerir mais vitamina A, assim como mulheres
gestantes e que estão amamentando.
6
02
02

Vitaminas B (B1, B2, B3, B5, B6, B7, B9, B11 e B12)

Função: O complexo B é responsável pela manutenção da saúde emocional e mental. Ele também atua em casos de depressão e ansiedade. As vitaminas B também otimizam a absorção e ingestão dos nutrientes.

ONDE ENCONTRAMOS? Óleos de Abacate, Amêndoas doce, Avelã, Castanha do Pará, Cenoura, Girassol, Maracujá e Oliva.

03 Vitamina D
03 Vitamina D
você sabia? Aumentar o consumo de vitamina B ajuda a dar aquela turbinada na dieta.
você sabia?
Aumentar o consumo de vitamina B ajuda
a dar aquela turbinada na dieta.

Função: A principal função dessa vitamina é manter o equilíbrio do corpo, principalmente do cálcio. Mais de um terço da população do mundo tem deficiência de vitamina D e, para 'corrigir' essa falta, idealmente as pessoas precisam tomar 15 minutinhos de sol - antes das 10h e sem proteção solar - diariamente.

ONDE ENCONTRAMOS? Óleos de Abacate e Germe de Trigo.

você sabia? Que não deve utilizar alguns óleos essenciais fotossensíveis quando for se expor ao
você sabia?
Que não deve utilizar alguns óleos essenciais
fotossensíveis quando for se expor ao sol, em
especial os óleos cítricos e o OE de Cominho.
04 Vitamina E
04 Vitamina E

Função: Mais potente antioxidante que temos. Ela evita a ação de radicais livres nas células e ainda ajuda a reconstituir as já danificadas.

células e ainda ajuda a reconstituir as já danificadas. ONDE ENCONTRAMOS? Óleos de Abacate, Algodão, Argan,

ONDE ENCONTRAMOS? Óleos de Abacate, Algodão, Argan, Avelã, Barú, Castanha do Pará, Damasco, Gergelim, Germe de Trigo, Girassol, Jojoba, Linhaça, Pracaxi, Rosa Mosqueta, Semente de Uva.

você sabia? Que, se incluir algum OC com vitamina E nas alquimias para rejuvenescimento, você
você sabia?
Que, se incluir algum OC com
vitamina E nas alquimias para
rejuvenescimento, você não irá se
arrepender!!!
7
Que, se incluir algum OC com vitamina E nas alquimias para rejuvenescimento, você não irá se

ESCOLHA PELA APLICAÇÃO

Para concluir, sabemos que vocês ainda devem estar se perguntando sobre outros tantos usos dos OCs. Para ajudar a saciar a sua fome de conhecimento, a gente preparou uma tabela – com aquele nosso carinho que você conhece! Nela, você vai encontrar algumas aplicações práticas, com várias opções em cada caso, para você poder aproveitar ao máximo os OCs que já tem em mãos. Aproveite para planejar com cuidado a aquisição dos seus OCs, de acordo com os resultados que quer alcançar, já que OCs tem o prazo de validade reduzido!

Alergias na pele
Alergias na pele

Óleos de Abacate, Abóbora, Andiroba, Aveia, Chia, Copaíba, Jojoba e Neem

Anti-inflamatórios
Anti-inflamatórios

Óleos de Andiroba, Barú, Buriti Calêndula, Côco (tanto Babaçu como Palmiste), Copaíba, Damasco, Gergelim, Jojoba, Licuri, Neem

Brilho nos cabelos
Brilho nos cabelos

Óleos de Argan, Buriti, Castanha do Pará (ótimo para cabelos escuros), Cártamo, Gergelim, Pracaxi

Celulites
Celulites

Óleos de Cártamo, Damasco, Jojoba, Neem

Cicatrização
Cicatrização

Óleos de Andiroba, Buriti, Calêndula, Castanha do Pará, Copaíba, Germe de Trigo, Linhaça, Rosa Mosqueta

Demaquilantes
Demaquilantes

Óleos de Côco, Amêndoas doce, Argan, Avelã, Semente de Uva

Depressão
Depressão

Óleos de Calêndula, Chia, Gergelim, Linhaça

Queda de cabelo
Queda de cabelo

Óleos de Abóbora, Argan, Côco Babaçu, Jojoba, Pracaxi

Feridas
Feridas

Óleos de Girassol, Germe de Trigo

Repelentes
Repelentes

Óleos de Andiroba, Buriti, Neem

8
8

Perda de peso

Picadas de insetos

Prevenção de estrias

Protetor solar

TPM, Menopausa, climatério (hormônios em geral)

Óleos de Linhaça, Macadâmia

Óleos de Andiroba

Óleos de Abacate, Amêndoas doce, Avelã, Barú (os 3 especialmente para grávidas), Pracaxi, Semente de Uva, Rosa Mosqueta

Óleos de Abacate, Barú, Buriti, Gergelim (baixa proteção), Urucum

Óleos de Calêndula, Groselha Negra, Linhaça, Prímula

Prepare-se! Deixamos o melhor para o final!!!

Falamos até aqui sobre diversas propriedades e benefícios dos óleos carreadores, que você pode usar para potencializar e enriquecer ainda mais as suas diluições e sinergias, certo?

Agora, queremos deixar aqui a nossa dica de ouro! Ela se aplica àqueles momentos em que você estiver fazendo uma diluição ou sinergia para uso aromático em rollon. Nesta caso a dica de ouro é: escolha o Óleo de Coco Fracionado como seu OC.

Vamos explicar melhor: às vezes você pode desejar, por exemplo, fazer uso de um dos óleos essenciais reconhecidamente fortes, por via aromática (aplicando próximo ao nariz para prolongar o tempo de exposição ao aroma).

Nesse caso, seu objetivo é a absorção pela inalação do aroma, certo? Então, o Óleo de Coco Fracionado é a melhor escolha, pois seu processo de fracionamento elimina completamente o odor característico do coco. Sem jamais endurecer, ele vai trazer todo o benefício da diluição sem provocar alteração no aroma final, para que vc possa aproveitar o aroma terapêutico que escolher.

É excelente para fazer seus próprios perfumes (diluição a 3% no máximo, hein?), ou para ser a base de sinergias emocionais para uso aromático, por exemplo!

Esperamos que você experimente as diversas possibilidades dos Óleos Carreadores e que possa se beneficiar cada vez mais da combinação dessas propriedades.

Carreadores e que possa se beneficiar cada vez mais da combinação dessas propriedades. Se cuida e

Se cuida e até a próxima.

9
9
ArōmaEducadores ArōmaEducadores 10% 400 200 120 100 8 0 60 4 0 3 0 2

ArōmaEducadores

ArōmaEducadores

10% 400 200 120 100 8 0 60 4 0 3 0 2 0 1
10%
400
200
120
100
8
0
60
4
0
3
0
2
0
1
0
6
4
2
Doenças crônicas
5%
200
100
6
0
5
0
4
0
30
2
0
1
5
1
0
5
3
2
1
Dor e inflamação
4%
160
8
0
4
8
4
0
3
2
24
1
6
1
2
8
4
Massagem
2
3%
120
6
0
3
6
3
0
2
4
1 8
1
2
9
6
3
Cosméticos
1
2%
8
0
4
0
2
4
2
0
1
6
1 2
8
6
4
2
Pele sensível e idosos
1
1%
4
0
2
0
1
2
1
0
8
6
4
3
2
1
Crianças e gravidez
0,5%
20
10
6
5
4
3
2
1
Uso facial e bebês
A Riqueza dos óleos Essenciais
@riquezadosoleos
200
mL
100 mL
60
mL
AromaEducadores
50
mL
40
mL
30 mL
20 mL
©2018 – Direitos reservados:
15 mL
10 mL
5 mL
3 mL
2 mL
Thais Antonelli e
Rodrigo Gouvêa
1 mL

FORMATO A3

FORMATO A3

D3

D2

D4

E

B1

1

D1

A 2 A 3 A 4 A1 B2 B3 Arōma B1 Educadores B4 B5 IDEA
A 2
A 3
A 4
A1
B2
B3
Arōma
B1
Educadores
B4
B5
IDEA

D5

C2

C3 C4 C11 C12 C13 C14 C15 riquezadosoleos @riquezadosoleos aromaeducadores aromaeducadores.com.br
C3
C4
C11
C12
C13
C14
C15
riquezadosoleos
@riquezadosoleos
aromaeducadores
aromaeducadores.com.br
contato@aromaeducadores.com.br

C5 C8

C6

C7

C9

C10

Fontes Bibliográficas:

A

BÍBLIA DA AROMATERAPIA: o guia definitivo para

o

uso terapêutico dos óleos essenciais – 2015

EMOTIONS & ESSENTIAL OILS: a modern resource for healing | emotional reference guide – 6ª ed. MODERN ESSENTIALS: a contemporary guide to the therapeutic use of essential oils – 9ª ed.

© Copyright 2018 - AromaEducadores - Todos os Direitos Reservados - Proibida a Reprodução