Você está na página 1de 1

 Verso 11 orava de si para si mesmo: em voz baixa, só para Deus

Texto: Lucas 18. 9-14 ouvir


 Ó Deus, graças te dou porque não sou como os demais homens,
Tema: Ficar em paz com Deus roubadores, injustos e adúlteros, nem ainda como este
publicano;
Introdução  Eu sou diferente e melhor que os outros

 Verso 14: desceu justificado para sua casa 3. O renascimento da confiança

 Vimos à Igreja para isso, para ir embora em paz com Deus para  E o publicano? Verso 13: O publicano, estando em pé, longe,
nossas casas, ficarmos bem na foto com Deus não ousava nem ainda levantar os olhos ao céu, mas batia no
peito, dizendo: Ó Deus, sê propício a mim, pecador!
 Jesus nos mostra o caminho: porque todo o que se exalta será
humilhado; mas o que se humilha será exaltado.  Confissão de pecados

 Vamos ver como?  O que você acha que agrada mais a Deus?

1. Confiar demais em si mesmos e desprezar os outros  É surpreendente, Deus quer pecadores arrependidos

 Verso 9: Propôs também esta parábola a alguns que confiavam  Porque?


em si mesmos, por se considerarem justos, e desprezavam os  Porque, com estes ele pode trabalhar, mudar, moldar,
outros: transformar
 Texto com endereçamento: a) confiar em si mesmo; b) se  Quem tá pronto, acabado não precisa de Deus
considerar justo; c) desprezar os outros
 O pecador precisa
 Você é assim?
Conclusão
 O que faço, como vivo, não é pecado
 Colocar-nos diante de Deus para Ele nos transformar
 Os outros que se danem
2. Engraçado, na oração, Deus descobre quem somos
 Verso 10: Dois homens subiram ao templo com o propósito de
orar: um, fariseu, e o outro, publicano.
 A vida espiritual revela quem somos
 O fariseu X publicano