Você está na página 1de 8

GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL

POLÍCIA CIVIL DO DISTRITO FEDERAL


DIVISÃO DE ARQUITETURA E ENGENHARIA

RELATÓRIO DE VISTORIA REALIZADA – ENGEMIL

Sumário
1. MEDIÇÃO CEB ..............................................................................................................................2
2. CIRCULAÇÃO PERPENDICULAR AO SIC ..............................................................................3
3. CIRCULAÇÃO PERPENDICULAR AOS CARTÓRIOS ..........................................................4
4. PLANTÃO .......................................................................................................................................5

“Brasília – Patrimônio Cultural da humanidade”


GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL
POLÍCIA CIVIL DO DISTRITO FEDERAL
DIVISÃO DE ARQUITETURA E ENGENHARIA

RELATÓRIO DE VISTORIA REALIZADA – ENGEMIL

A vistoria foi realizado no dia 01/07/2019 das 14:00h as 15:30h, o dia estava frio.
A DP tem 13 equipamentos de ar condicionado que estão instalados e não tem
alimentação elétrica.

1. MEDIÇÃO CEB
A medidor da CEB está localizado do lado esquerdo da entrada da 33A DP, à 20m da
edificação da DP.
 Disjuntor geral de 70A;
 Cabo de alimentação do QGBT é de #50mm2;
 A fases medidas com a DP em carga foi: R=10A, S=16A, T= 14A

Figura 1) Vista frontal da medição CEB

“Brasília – Patrimônio Cultural da humanidade”


GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL
POLÍCIA CIVIL DO DISTRITO FEDERAL
DIVISÃO DE ARQUITETURA E ENGENHARIA

2. CIRCULAÇÃO PERPENDICULAR AO SIC


 Quadro antigo;
 Barramento de terra e neutro são o mesmo;
 Disjuntor geral tripolar de 40A;
 20 disjuntores monopolares;
 Fiação fora de norma (cor dos fios);
 01 disjuntores jumpeado;
 02 disjuntores sendo utilizados para mais de um circuito.

Figura 2) Vista frontal

“Brasília – Patrimônio Cultural da humanidade”


GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL
POLÍCIA CIVIL DO DISTRITO FEDERAL
DIVISÃO DE ARQUITETURA E ENGENHARIA

Figura 3) Vista frontal – detalhe do barramento

3. CIRCULAÇÃO PERPENDICULAR AOS CARTÓRIOS


 Quadro antigo;
 Fiação fora de norma (cor dos fios);
 Disjuntor geral tripolar de 40A;
 18 disjuntores monopolares.
 03 Disjuntores monopolares sendo utilizados no lugar de disjuntor tripolar;
 Tem existem fios em espera;

“Brasília – Patrimônio Cultural da humanidade”


GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL
POLÍCIA CIVIL DO DISTRITO FEDERAL
DIVISÃO DE ARQUITETURA E ENGENHARIA

Figuras 4) Vista frontal

4. PLANTÃO
 Quadro antigo;
 Fiação fora de norma (cor dos fios);
 Disjuntor geral tripolar de 40A;
 09 disjuntores monopolares;
 01 disjuntores monopolares sendo utilizados para mais de um circuito;
 04 disjuntores jumpeados;
 Não tem barramento de terra, toda a fiação foi conectada ao um único fio para
o aterramento;

“Brasília – Patrimônio Cultural da humanidade”


GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL
POLÍCIA CIVIL DO DISTRITO FEDERAL
DIVISÃO DE ARQUITETURA E ENGENHARIA

Figuras 5) Vista frontal

5. QGBT
 Quadro antigo;
 Fiação fora de norma (cor dos fios);
 Disjuntor de 100A;
 05 disjuntores tripolares de 40A;
 01 disjuntor tripolar de 16A;
 01 disjuntor tripolar de 20A;

“Brasília – Patrimônio Cultural da humanidade”


GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL
POLÍCIA CIVIL DO DISTRITO FEDERAL
DIVISÃO DE ARQUITETURA E ENGENHARIA

Figuras 6) Vista frontal

“Brasília – Patrimônio Cultural da humanidade”


GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL
POLÍCIA CIVIL DO DISTRITO FEDERAL
DIVISÃO DE ARQUITETURA E ENGENHARIA

Figuras 7) Vista frontal

“Brasília – Patrimônio Cultural da humanidade”