Você está na página 1de 4

ATRIBUIÇÃO DO DISTINTIVO

Mensageiros da Paz
1

1. O quê?

A atribuição do distintivo do Mensageiros da Paz exige o desenvolvimento e participação em um


projeto comunitário de serviço, enquadrado nos seguintes âmbitos: Promoção de projeto específico de
paz, apoio a jovens que vivam uma situação de conflito e aplicação da cultura educacional prevencionista.

2. Quando e onde?

O projeto deverá ser desenvolvido a nível local, aplicado e coordenado diretamente por jovens e
adultos do Grupo Escoteiro do Fogo Charlie Bravo Zero 193/AL, sendo devidamente enquadrada numa
atividade de núcleo regional. Sendo realizado na praia de Pajuçara, um dos principais cartão postal da
cidade de Maceió/AL, atendendo e impactando positivamente diretamente os turistas e banhistas da
região como o público-alvo do projeto, impulsionando assim a cultura da paz no âmbito prevencionista a
diversos estados do país, otimizando assim o universo impactado, visto a indústria do turismo existente e
participe na localização estrategicamente escolhida.

3. Quem e para quem?

O projeto será realizado exclusivamente por jovens e adultos do 193/AL, em conjunto com
militares do CBMAL, pois devemos ressaltar a parceria e o devido apoio logístico/funcional do Corpo de
Bombeiros Militar de Alagoas.

Em relação ao público-alvo do projeto a desenvolver, esta definido no quadro da comunidade


turista e local (crianças, jovens, adulto e idosos, decorrente primeiramente do levantamento das
necessidades e da definição de objetivos.

4. Como?

Como qualquer projeto, o mesmo - para atender aos requisitos do distintivo do Mensageiros da
Paz - deverá ter as seguintes etapas:

a. Idealização:

O litoral do estado é destino de muitas famílias alagoanas e de outras regiões do Brasil


para passar o Réveillon. A estimativa da Polícia Militar de Alagoas é de que 50 mil pessoas
assistiram ao show pirotécnico na orla de Maceió. Em meio a tanta gente, qualquer menor
descuido poderia gerar situações desconfortáveis, como foi o caso de 48 crianças que se
perderam e com a ajuda do Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas (CBMAL) conseguiram
reencontrar a família.
(Ascom - CBMAL)

No princípio, e em face do levantamento de necessidades apontadas conforme o texto acima ,


teremos como objetivos concretos a distribuição de pulseirinhas com identificação do responsável, na
praia de pajuçara, bem como informações de segurança durante o verão de 2019.
ATRIBUIÇÃO DO DISTINTIVO
Mensageiros da Paz
2

O conceito de paz, nesse contexto, se compara a três diferentes dimensões baseadas nos
princípios fundamentais do Escotismo definidos por nosso fundador Baden-Powell: A dimensão de
Comunidade: a paz como oposição à hostilidade, à violência e ao conflito nas comunidades.

FATO - Os Escoteiros são uma Rede Global de Serviço que capacita jovens como VOCÊ a se
tornarem cidadãos ativos e líderes de mudança positiva através do serviço comunitário.

Um dos maiores medos de todos que têm filhos: perder a criança em um local público. No verão,
com praias lotadas, esse medo ganha novas proporções e precisam de medidas de mitigação urgentes.

Nós, como Escoteiros, estamos criando um mundo melhor através de nossas


ações. Podemos fazer uma mudança positiva no mundo nos tornando cidadãos
ativos em nossa comunidade. Temos feito isso por mais de 100 anos e queremos
que outros se juntem a nós neste esforço. Escoteiros fazem boas ações e ajudam
outros porque é parte dos valores e princípios que adotamos. E também porque é
bom ajudar os outros e fazer a diferença, mesmo que seja somente uma pequena
ação.
(Orientações da Iniciativa dos Mensageiros da Paz - Brasil)

Sendo assim decidimos fazer nossa parte com uma simples e importante ação para minimização
dos riscos de violência, perturbação da ordem pública, traumas psicossomáticos e principalmente a busca
da paz. Sabendo o quanto pode ser psicologicamente afetada tanto a criança, como sua família, no
tocante aos medos e consequências diante do problema exposto, promovendo assim o desenvolvimento
de uma cultura de paz

Fonte: (Ascom - CBMAL)


ATRIBUIÇÃO DO DISTINTIVO
Mensageiros da Paz
3

b. Planejamento:

A Rede Local dos Mensageiros da Paz atua para inspirar e empoderar os jovens a
começarem a identificar as necessidades de sua própria comunidade, de maneira
que possam criar projetos de serviço em concordância com as suas capacidades e
seus recursos disponíveis, com a participação dos membros da comunidade e de
sua Unidade Local.
(Orientações da Iniciativa dos Mensageiros da Paz - Brasil)

Entrega e cadastro de pulseira descartável, para devida identificação da criança e contato do


familiar responsável, atendendo os banhistas e turistas, dispostos na praia de Pajuçara, Maceió/AL.
Devendo os jovens realizar o pedido e separação do material, visitar o Grupamento de Salvamento
Aquático ​(GSA) para receber o material e atualizar o portfólio de dicas de segurança aos banhistas.
Ficando a ​Corte de Honra responsável pelo contato com o grupamento e coleta do material. Deverá
tambem ser feito contato com a ASCOM - CBMAL para providências no tocante a cobertura da ação e
contato com a imprensa local, competência da ​Patrulha Leão, efetivação do lanche coletivo coordenado
pela ​Patrulha Águia e finalmente a correlação com o mensageiros da paz na apresentação do relatório
final, com as devidas fotos e registros, a cargo da ​Patrulha Raposa.

c. Execução:

Membros Juvenis - Deverão ser os principais atores e aqueles que gerenciam a


rede. Fazendo parte do planejamento e realizando a execução direta.

Escotistas - São as figuras principais de inspiração para incentivar jovens os


Escoteiros a explorarem o que eles podem fazer para apoiar sua comunidade.

Grupo Escoteiro - Fornece condições para Escoteiros e Escotistas trabalharem


com as partes interessadas da comunidade, implementando e promovendo os
objetivos do Mensageiros da Paz de empreendedorismo social em diferentes
níveis para desenvolver habilidades e valores de seus membros.

Após discutido e planejado as etapas na Corte de Honra e com a realização das etapas prévias,
as patrulhas irão se dividir na faixa de praia identificando corretamente todas as crianças independente de
qualquer fator social. Ao cadastrar e identificar a criança o jovem deverá transmitir dicas de segurança e
endereçar o posto de bombeiros para caso de emergências.

d. Avaliação:

No final da ação, deve-se promover a avaliação do projeto, contrapondo os resultados obtidos aos
objetivos previamente definidos. Sendo realizada por todos os membros participantes: escotistas,
escoteiros e demais convidados.
ATRIBUIÇÃO DO DISTINTIVO
Mensageiros da Paz
4
e. Relatório final:

Alcançar a paz, seja em um âmbito local, nacional ou mundial tem a ver com criar
uma mudança positiva. Na maior parte do tempo a paz está relacionada com a
ausência de guerra ou conflito, mas a paz também é o resultado de ações de
boa-vontade diárias. De fato, se adotarmos e promovermos o diálogo,
compreensão e bondade em nossas vidas diárias, a chance de haver conflitos e
guerra é muito menor. Se formos bem sucedidos, uma mudança positiva e um
ambiente de paz, se tornarão naturais em nossa cultura e tradições locais.

“Portanto, promover a ideia da paz é tão importante em um ambiente de guerra quanto em nossa
vida diária, para garantir que aqueles valores sejam gravados em nossa cultura.”

Isto significa que, como Escoteiros, somos Mensageiros da Paz com nossas boas ações. É parte
de nossa Promessa e Lei Escoteira. Podemos assim, convidar outras pessoas para fazerem boas ações,
inspirando pessoas em nossa comunidade global e criando um impacto positivo mundial.

Após sua realização, o relatório detalhado do projeto deverá ser cadastrado no PAXTU Adinistrativo.

Todos os campos solicitados devem ser preenchidos. O relatório deve conter o máximo de informações
possíveis, incluindo fotos e links de matérias (se for divulgado para a mídia), etc.

Interesses relacionados