Você está na página 1de 4

FOLHA: 4

Enteuxes Engenharia Ltda.


ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO – APR
EMPREENDIMENTO:
NUMERO: 004 EDIFÍCIO SENADO
COMPARTILHADO/RSUD/SI/SOM
SISTEMA: Manutenção e Instalação - Corte de Piso
DESCRIÇÃO DA
ATIVIDADE:
Corte de Piso elevado (com uso de ferramenta rotativa de corte e esmerilhadeira)
LOCAL: 4ª Subsolo
FOLHAS: 1/2 DATA: 12/4/2013 VALIDADE: 60 DIAS

AVALIAÇÃO
CAUSA OU NATUREZA DO POSSÍVEIS
ETAPAS DO SERVIÇO TIPO DE RISCO
RISCO
FONTE GERADORA
CONSEQUÊNCIAS
QUALITATIVA MEDIDAS DE CONTROLE / MITIGADORAS* RESPONSAVEL / OBSERVAÇÕES
S P CR

Não transportar material manualmente


com peso acima de 23 KG com distância
superior de 60m, Revezamento na
Lombalgia, Fadiga, Antes de iniciar as tarefas, deverá ser lida e
Esforço físico, Transporte Peso do Material (ferramentas realização das atividades se necessário,
ERGONÔMICO Desgaste físico, Dores II B T evidenciadas em DDSMS as instruções de
manual de peso e equipamentos) Utilizar carrinhos de transporte quando
musculares segurança contidas nesta APR.
possível, Providenciar pausas durante
atividades continuadas e/ou repetitivas se
Transporte de todo necessário.
material envolvido na
execução da
atividade e
As ferramentas deverão ser transportadas 01-) A área de trabalho deverá ser isolada e
organização do local.
em bolsas apropriadas. E ter atenção sinalizada com placas de advertência (Atenção,
(Piso) Impacto Contra Ferramentas e Equipamento Escoriações e Contusões II B T
quanto às condições de segurança dos Cuidado, Em manutenção, Cones ou correntes
equipamentos Zebradas, etc.)
ACIDENTE

02-) O serviço somente poderá ser realizado


Superficie de sustentação Observar os obstáculos e os desníveis no
Queda do mesmo nível Escoriações e contusões II B T mediante a procedimento específico adequado,
(Piso) piso
atualizado e assimilado pelo encarregado;

Lombalgia, Fadiga, Os profissionais não deverão permanecer 03-) Antes de iniciar os serviços, o responsável
Posição para realização dos
ERGONÔMICO Postura inadequada. Desgaste físico, Dores II B T em uma posição incomoda por mais de 20 deverá - Avaliar as condições do local quanto a
serviços
musculares minutos para evitar lesões iluminação, ferramentas e EPI's

As ferramentas deverão ser transportadas


04-) Revisar todos os procedimentos
em bolsas apropriadas. E ter atenção
Impacto contra Ferramentas e Equipamento Escoriações e contusões II B T programados e planejar as ações que serão
quanto às condições de segurança dos
executadas;
equipamentos

Inspeção na bancada da máquina de


ACIDENTE 05-) Alertar sobre outros riscos possíveis
Choque elétrico seguido corte, verificar o terramento e os cabos
Eletricidade Máquina rotativa de corte III B M observados no decorrer da execução da
de queimaduras não poderão ter emendas e verificar a
atividde;
voltagem antes de liga-la
Corte do Piso
elevado (Uso da 06-) Em caso de qualquer imprevisto que possa
máquina de bancada Superficie de sustentação Observar os obstáculos e os desníveis no
Queda do mesmo nível Escoriações e contusões II B T potencializar um acidente deverá paralizar
corte) (Piso) piso
imediatamente a atividade;

07-) Uso obrigatório de EPI's: óculos de


Doenças do aparelho
Evitar o acumulo excessivo de água. segurança incolor, máscara facial, calçados de
respiratório, doença de
Umidade Processo de corte do piso II B T Fazendo disso procedimento a ser mantido segurança PVC, Avental de PVC, Protetor
pele e doenças
(uso de bota de PVC e avental) Auricular tipo concha, luva de PVC e luva
circulatórias
FISICO pigmentada;

Perda auditiva e Realizar pausa durante o trabalho (uso de 08-) O colabora é treinado para uso de
Ruido Máquina rotativa de corte III B M
desconforto sonoro protetor auricula de tipo concha) ferramentas rotativa de corte;
FOLHA: 4

Corte do Piso
elevado (Uso da Enteuxes Engenharia Ltda.
máquina de bancada
ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO – APR
corte)
EMPREENDIMENTO:
NUMERO: 004 EDIFÍCIO SENADO
COMPARTILHADO/RSUD/SI/SOM
SISTEMA: Manutenção e Instalação - Corte de Piso
DESCRIÇÃO DA
ATIVIDADE: Corte de Piso elevado (com uso de ferramenta rotativa de corte e esmerilhadeira)
LOCAL: 4ª Subsolo
FOLHAS: 1/2 DATA: 12/4/2013 VALIDADE: 60 DIAS

AVALIAÇÃO
CAUSA OU NATUREZA DO POSSÍVEIS QUALITATIVA
ETAPAS DO SERVIÇO TIPO DE RISCO
RISCO
FONTE GERADORA
CONSEQUÊNCIAS MEDIDAS DE CONTROLE / MITIGADORAS* RESPONSAVEL / OBSERVAÇÕES
S P CR

Irritação na pele, nos


Atender as exigências anteriores e fazer
No uso da máquina rotativa olhos e vias respiratórias, 09-) Permanecer no local somente pessoas
QUÍMICO Poeiras III C M uso inclusive do EPI (Mascara semi Facial
de corte intoxicação, Dor de envolvida diretamente na atividade;
PFF2 para poeiras)
cabeça
FOLHA: 4
Enteuxes Engenharia Ltda.
ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO – APR
NUMERO: 004
EMPREENDIMENTO:
EDIFÍCIO SENADO
COMPARTILHADO/RSUD/SI/SOM
SISTEMA: Manutenção e Instalação - Corte de Piso
DESCRIÇÃO DA
ATIVIDADE:
Corte de Piso elevado (com uso de ferramenta rotativa de corte e esmerilhadeira)
LOCAL: 4ª Subsolo
FOLHAS: 2/2 DATA: 12/4/2013 VALIDADE: 60 DIAS

AVALIAÇÃO
CAUSA OU NATUREZA DO POSSÍVEIS
ETAPAS DO SERVIÇO TIPO DE RISCO
RISCO
FONTE GERADORA
CONSEQUÊNCIAS
QUALITATIVA MEDIDAS DE CONTROLE / MITIGADORAS* RESPONSAVEL / OBSERVAÇÕES
S P CR

Os profissionais não deverão permanecer


Extensão e flexão do tronco e Cansaço muscular e 10-) Atenção ao Anexo I (SMS) e Anexo II (Plano de
ERGONÔMICO Postura inadequada. II B T em uma posição incomoda por mais de 20
membros desgaste físico Manutenção preventiva mensal)
minutos para evitar lesões

Inspeção do gabinte da esmerilhadeira, os


Choque elétrico seguido 11-) Fazer um check list na máquina antes de começar a
Eletricidade No uso da Esmerilhadeira III B M cabos não poderão ter emendas e verificar
de queimaduras atividade de corte;
a voltagem antes de ligar

Utilizar ferramentas adequadas para os


Escoriações, contusões e 12-) Verificar discos de corte, correias, fios de alimentação e
Impacto Contra Ferramentas e equipamentos III C M serviços e ter atenção quanto ao manuseio
ACIDENTE corte verificar o aterramento;
dos equipamentos.
Retirada das Rebarbas
do piso elevado (Uso 13-) Ao realizar substituição de componentes da Maquinas
de esmerilhadeira) Rotativas de Corte (Discos) verificar a compatibilidade de
Superficie de sustentação Observar os obstáculos e os desníveis no
Queda do mesmo nível Escoriações e contusões II B T rotação e encaixe não improvisar, desligue o disjuntor de
(Piso) piso
segurança e coloque a alavanca liga e desliga na posição de
segurança;

Perda auditiva e Realizar pausa durante o trabalho (uso de 14-) As máquinas possuem disjuntores dimensionados para
FISICO Ruido Máquina rotativa de corte III B M
desconforto sonoro protetor auricula de tipo concha) segurança e evitar aquecimento dos motores;

Irritação na pele, nos


Atender as exigências anteriores e fazer
No uso da máquina rotativa olhos e vias respiratórias, 15-) Ao termino da atividade verificar se a área esta
QUÍMICO Poeiras III B M uso inclusive do EPI (Mascara semi Facial
de corte intoxicação, Dor de totalmente organizada e limpa;
PFF2 para poeiras)
cabeça

Extensão e flexão do tronco e Os profissionais não deverão permanecer 16-) Não poderar haver residuos de mais de 30 placas no
Cansaço muscular e
ERGONÔMICO Postura inadequada. membros superiores e II B T em uma posição incomoda por mais de 20 local, chegando nesse total deverá ser descartado nas
desgaste físico
inferiores minutos para evitar lesões caçamba;

Lesões ns olhos, nas vias 17-) Ter um extintor de CO2 proximo ao local;
Uso obrigatório do Respirador Descartável
QUÍMICO Poeiras Poeiras existentes nos locais respiratórias e alergia II B T 18-) Utilizar a maquina de corte somente com proteção
contra poeiras e gases PFF2
cutânea coletiva;

Arrumação e Limpeza Telefones Úteis:


Utilizar ferramentas adequadas para os Em caso de emergência: 8800
Impacto Contra Ferramentas e equipamentos Escoriações e contusões II B T serviços e ter atenção quanto ao manuseio
dos equipamentos. Seg. Patrimonial 1090

ACIDENTE

Superficie de sustentação Observar os obstáculos e os desníveis no SMS/Enteuxes 9667-3076 / 8214-


Queda do mesmo nível Escoriações e contusões II B T
(Piso) piso 1864
Encarregado 8214-3959 / 8214-3856 / 8214-3847
Severidade (S): I - Desprezível, II - Marginal, III - Média, IV - Crítica, V - Catastrófica.
Probabilidade (P): A - Extremamente remoto, B - Remoto, C- Pouco Provável, D - Provável, E - Freqüente.
Categoria de Risco (CR): T - Tolerável, M - Moderado, NT - Não Tolerável.

*As medidas de controle/mitigadora seguiram a seguinte hierarquia: eliminação; substituição; controle de engenharia; sinalização/alerta e/ou controles administrativos; EPI.

RESPONSÁVEL PELA ATIVIDADE SEGURANÇA DO TRABALHO INFRAESTRUTURA SMS/SMA


FOLHA: 4

Enteuxes Engenharia Ltda.


ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO – APR
NUMERO: 004
EMPREENDIMENTO:
EDIFÍCIO SENADO
COMPARTILHADO/RSUD/SI/SOM
SISTEMA: Manutenção e Instalação - Corte de Piso
DESCRIÇÃO DA
ATIVIDADE: Corte de Piso elevado (com uso de ferramenta rotativa de corte e esmerilhadeira)
LOCAL: 4ª Subsolo
FOLHAS: 2/2 DATA: 12/4/2013 VALIDADE: 60 DIAS

AVALIAÇÃO
CAUSA OU NATUREZA DO POSSÍVEIS QUALITATIVA
ETAPAS DO SERVIÇO TIPO DE RISCO
RISCO
FONTE GERADORA
CONSEQUÊNCIAS MEDIDAS DE CONTROLE / MITIGADORAS* RESPONSAVEL / OBSERVAÇÕES
S P CR