Você está na página 1de 21

07/03/2016

Desenvolvimento de Aplicações
para Dispositivos Móveis

Prof º. Adriano Cardoso Barreto

Das aulas....

• Avaliações
– Se não souber como
funciona tem que
voltar para o 1º
Semestre.

Introdução

1
07/03/2016

Introdução
• Toda tecnologia que permite seu uso durante a movimentação
do usuário é uma tecnologia móvel.

• A tecnologia móvel não é apenas uma invenção, ela pode ser


considerada uma revolução, pois foi capaz de atingir o
quotidiano das pessoas e fazer parte da vida delas,
modificando suas rotinas e formas de tomar decisões.

Introdução
O ambiente móvel ou ambiente da computação móvel baseia-
se, na capacidade que os usuários tem de munidos de um
dispositivo móvel (Laptops, Notebook, PDA’s, etc),
comunicarem-se com a parte fixa da rede, e possivelmente
com outros dispositivos móveis, independentemente da sua
localização

2
07/03/2016

História dos
dispositivos móveis
• Começou em meados de 1992, com a introdução no mercado
de um handheld chamado Newton, pela Apple.

• O Newton chegou ao mercado com tela sensível ao toque,


1MB de memória total, e capacidade de transmissão de dados
de 38.5 kbps.

• Em 1996, a U.S. Robotics lançou o (Palm) Pilot 1000 e


5000,dispositivos que tiveram uma grande aceitação no
mercado e lançaram as bases de toda uma plataforma de
Palmtops, que chegaram a atingir 80% do mercado mundial e
existem até hoje.

História dos
dispositivos móveis
• Também em 1996, começaram a surgir dispositivos com o
Windows CE 1.0.

• Até o lançamento do Windows CE 3.0 e da plataforma Pocket


PC, em 2000, a plataforma Windows CE não teve grande
aceitação do mercado.

• Correndo por fora, a empresa Symbiam foi formada em 1998,


e entregou ao mercado o sistema operacional Symbiam.

História dos
dispositivos móveis
• Em 2005 a Google adquiriu uma empresa de software móvel
chamada Andróid, e em 2007 lançou um sistema operacional
baseado em Linux com o mesmo nome Andróid direcionado a
dispositivos móveis, o que permitiu a companhia fazer os
aplicativos móveis da Google chegarem ao máximo de mãos
possíveis.

• Em junho de 2007 é lançado o IPhone.

• Atualmente o mercado está tendendo para a convergência de


recursos nos dispositivos móveis, criando equipamentos que
concentram funções de palmtops, celular, câmera fotográfica,
GPS, Home Banking, etc.

3
07/03/2016

Tablet's
Carro ???

Telefones Celulares
Vídeo Games Portáteis

Navegadores GPS

Notebooks Smartphones
Laptops

handhelds (PDA e Pocket PC)

Características dos
Dispositivos Móveis
• Monitoramento do nível de energia e prevenção de perda de
dados em caso de pane de energia.

• Armazenamento de dados local e/ou remoto, através de


conexão com ou sem fio.

• Sincronização de dados com outros sistemas.

Vantagens da
Mobilidade
• A vantagem mais trivial da mobilidade é a possibilidade de
acessar dados em qualquer lugar e a qualquer momento.

• Reduzir custos de comunicação.

• Reduzir custos de entrada/processamento de dados.

• Otimizar o tempo.

• Aumento de faturamento.

4
07/03/2016

Vantagens da
Mobilidade
• Sincronização das informação entre terminais móveis e fixos;

• Não precisa furar paredes e colocar cabos, tomadas, hubs,


Switches.

Desvantagens da
Mobilidade
• Custo de hardware.

• Pouca infra-estrutura de comunicação.

• Mão de obra insuficiente para desenvolvimento de Aplicações.

• Interoperabilidade.

• Cultura. É a capacidade de um
sistema (informatizado
ou não) de se comunicar
de forma transparente
(ou o mais próximo
disso) com outro
sistema.

Desvantagens da
Mobilidade
Baixo poder de processamento. Como os dispositivos móveis tem
reserva de energia limitada, para garantir uma autonomia de uso
razoável, a saída é cortar em poder de processamento. Isto faz com que
não seja prático realizar certos processamentos mais pesados nos
dispositivos móveis.

5
07/03/2016

Conceito

Sistemas Embarcados são sistemas eletrônicos


micro processados (computadores) encapsulados
e dedicados ao dispositivo em que reside e são
desenvolvidos para exercer especialmente uma
atividade específica.

Redes sem fio

Redes

• O uso de multimídias móveis teve um avanço


significativo nos últimos anos devido ao intenso
desenvolvimento de tecnologias de transmissão de
dados.

• Essas tecnologias evoluíram e se especializaram em


diferentes categorias.

6
07/03/2016

Redes sem fio

Entidades responsáveis por padronizar

• ITU , ISO, IEC.

• ETSI(Europa), ANSI(EUA), TTC(Japão).

• IETF, IEEE (802.x), ATM Forum, etc.

Redes sem fio

• 802.1 – Gestão.
• 802.2 – Ligação entre redes.
• 802.3 – Ethernet.
• 802.4 – Token Bus.
• 802.5 – Token Ring.
• 802.6 – Especificações Redes MAN...
• 802.10 – Segurança entre redes (nível aplicacional).
• 802.11 – Redes sem fios – WiFi (b,g,a,h,i,e,x...)
• 802.14 – Redes coaxiais – CableModem.
• 802.15 – Redes Pessoais sem fios – Ex. Bluetooth
• 802.16 – Redes sem fios alargadas – Ex. WiMax.

Redes

Curto alcance : Bluetooth

Médio alcance: Wi-Fi

Longo Alcance: Radiofreqüência de telefonia celular.

7
07/03/2016

Redes
 Bluetooth é um protocolo aberto utilizado em redes sem
fio;

 Transmissão de dados em distâncias curtas de


dispositivos fixos e móveis, criando redes locais pessoais
(PAN's);

 Concebido originalmente como uma alternativa para os


cabos seriais RS232;

 Pode conectar diversos dispositivos resolvendo


problemas de sincronização.

Redes
 A tecnologia utiliza uma tecnologia de radio chamada ‘Salto de
Freqüência“ (ou Frequency-Hopping Spread Spectrum) que divide os
dados sendo enviados em partes através de até 79 freqüências.

 Dessa forma, obtém uma taxa de transmissão de até 1 Mbit/s.

Redes

 O nome Bluetooth é uma homenagem ao rei da Dinamarca e


Noruega Harald Blåtand | em inglês Harold Bluetooth (traduzido como
dente azul, embora em dinamarquês signifique de pele escura).

Blåtand é conhecido por unificar as tribos norueguesas, suecas e


dinamarquesas. Da mesma forma, o protocolo procura unir diferentes
tecnologias, como telefones móveis e computadores.

O logotipo do Bluetooth é a união das runas nórdicas (Hagall) e


(Berkanan) correspondentes às letras H e B no alfabeto latino.

8
07/03/2016

Redes
• Utilizados em aplicações indoor;
• Destina-se a LANs;
• Meio pode interferir no sinal;
• Vasta utilização:
– Restaurantes;
– Aeroportos;
– Empresas;
– Residências;
– Cafés;

Redes
• 802.11a
– Padrão IEEE para redes wireless a 5 GHz (5.725 GHz to 5.850
GHz) e 54 Mbps
– Mais canais que o 802.11b (freqüências menos lotadas, evitando
as interferências de ondas rádio e microondas)
– 12 m a 54 Mbps 90 m a 6 Mbps
• 802.11b
– Padrão IEEE para redes wireless a 2.4 GHz (2.4 GHz to 2.4835
GHz) e 11 Mbps
– 30m a 11 Mbp e 90m a 1 Mbps
• 802.11g
– Oferece velocidades até 54 Mbps para curtas distâncias
– Funciona a 2.4GHz (compatibilidade com o popular 802.11b)
– 15 m a 54 Mbps e 45 m a 11 Mbps

Redes
• 802.11n
– O padrão 802.11n é capaz de fazer transmissões na faixa de
300 Mb/s e, teoricamente, pode atingir taxas de até 600 Mb/s.

– Em relação à sua freqüência, o padrão 802.11n pode trabalhar


com as faixas de 2,4 GHz e 5 GHz, o que o torna compatível
com os padrões anteriores, inclusive com o 802.11a.

• 802.11ac http://www.5gwifi.org/

– O sucessor do 802.11n deverá ser o padrão 802.11ac, previsto


para ser finalizado no segundo semestre de 2012 e adotado de
maneira massiva a partir de 2013. A sua principal vantagem está
em sua velocidade: de 450 Mb/s a 1 Gb/s (gigabit por segundo).

9
07/03/2016

Redes

• A freqüência de 2,4 GHz é uma faixa liberada no Brasil e em um grande


número dos países, isto é, não é necessário obter nenhum tipo de
autorização junto ao órgão responsável local, o que impulsiona ainda mais
a utilização de tecnologias que utilizam esta faixa, sejam as WLANs
baseadas em 802.11, o Bluetooth (IEEE 802.15) ou outras tecnologias
wireless menos conhecidas.

• A questão que deve ser observada é que um sistema operando no local


pode causar interferência em outro, a ponto de nenhum conseguir
estabelecer comunicação de forma satisfatória. Neste sentido, devem ser
efetuadas medidas com todos os sistemas existentes em funcionamento,
para monitorar o nível de interferência que está sendo gerado. Além de
equipamentos de telecomunicações existem outros equipamentos que
podem causar interferências na faixa de 2,4 GHz, como os fornos de
microondas. Portanto é recomendado que os Access Points e os pontos
locais mantenham uma certa distância deste tipo de equipamento para
uma melhor comunicação.

Redes

• A evolução da telefonia móvel e suas tecnologias adjacentes foram


incorporadas tão rapidamente em nosso dia-a-dia que não se percebe
que hoje cada pessoa possui um ou dois e até mesmo três aparelhos
de celular bem como chips de varias operadoras, esse setor de
telefonia móvel no Brasil passou por varias reestruturações desde o
final da década de 1990 , quando se iniciaram as privatização do
setor, desde então a telefonia celular passou por três gerações
distintas com tecnologias peculiares a cada uma.

Redes

10
07/03/2016

Redes
1º Geração

• A primeira Geração (1G) de celulares transmitia os dados de forma


analógica (AMPS) com uma taxa de transferência de 9.600 bps, nesta
geração de telefonia móvel comercial era apenas fornecida a
transmissão de voz.

• O primeiro sistema telefônico celular comercial do mundo foi


desenvolvido pelo Bell Labs nos Estados Unidos, em 1979, chamado
de AMPS (Advanced Mobile Fone System) oficialmente utilizada no
ano de 1983, foi padronizada na freqüência de 800 MHz

Redes
2º Geração

• A segunda Geração (2G) de celulares transmitia os dados


convertendo o sinal analógico em digital (TDMA, CDMA, GSM) com
uma taxa de transferência de 14.4Kbps.

• Após algumas implementações surgiu a tecnologia intermediaria 2.5G


para suportar o padrão WAP (Wireless Application Protocol) de
acesso a dados por comunicações GPRS (General Packet Radio
Service) e EDGE (Enhanced Data rates for GSM Evolution) com taxas
de transferência de dados de até 115Kbps, a especificação WAP
desenvolvido para prover serviços semelhantes a um navegador web

Redes
3º Geração

• Como característica possui alta taxa de transmissão de dados,


permite assistir TV no aparelho celular, fazer uso de jogos 3D com
múltiplos jogadores, utilizar ferramentas de busca, serviços de
localização, de teleconferência, tornando o celular uma estação móvel
de entretenimento, funcionando a velocidades entre 144 Kbps e 2
Mbps de acesso por comunicações UMTS (Universal Mobile
Telecommunications System), HSDPA (High Speed Downlink Packet
Access), HSUPA (High-Speed Uplink Packet Access) e WCDMA
(Wideband Code Division Multiple Access) com suas variantes.

11
07/03/2016

Sistemas Operacionais para


dispositivos Móveis

Sistemas Operacionais para


dispositivos Móveis
• É um programa de controle do computador. O Sistema Operacional
é responsável por alocar recursos de hardware e escalonar tarefas.
Ele também deve prover uma interface para o usuário - ele fornece
ao usuário uma maneira de acesso aos recursos do computador.
Sobell.

• Um Sistema Operacional pode ser definido como um gerenciador


dos recursos que compõem o computador (processador, memória,
I/O, arquivos, etc). Os problemas centrais que o Sistema
Operacional deve resolver são o compartilhamento ordenado, a
proteção dos recursos a serem usados pelas aplicações do usuário
e o interfaceamento entre este e a máquina.” Stemmer.

Sistemas Operacionais para


dispositivos Móveis
http://www.youmobile.org/blogs/entry/First-pictures-of-Tizen-
OS-Samsung-GT-I9500-will-be-the-first-phone-to-run-it

12
07/03/2016

Sistemas Operacionais para


dispositivos Móveis

Sistemas Operacionais para


dispositivos Móveis

Sistemas Operacionais para


dispositivos Móveis

13
07/03/2016

Sistemas Operacionais para


dispositivos Móveis
• Sua arquitetura se baseia no uso de chipsets INTEL ARM e desde as
primeiras versões está incluso a característica de ser multitarefa e
possuir recursos de proteção de memória.

• No Symbian até a versão 3, o desenvolvimento de aplicações utilizava


a linguagem C++, a partir de então passou a ser desenvolvido na
tecnologia Qt. Tanto o sistema operacional quanto as aplicações que
utilizam o MVC (Model-view-controller) como padrão de
desenvolvimento.

• Pode ser utilizado em outros linguagens como JavaME, Python, Ruby,


e Perl.

Sistemas Operacionais para


dispositivos Móveis
• A Nokia, declarou em nota oficial que a empresa descontinuou a
plataforma “Symbian” no fim de 2011 a Nokia pretende voltar o seu
mercado mais para o SO da Microsoft, o Windows Phone 7.

Sistemas Operacionais para


dispositivos Móveis

14
07/03/2016

Sistemas Operacionais para


dispositivos Móveis
• O iOS deriva do Mac OS X, sendo, portanto, uma
variação de sistema operacional do tipo Unix.

• Aplicativos, tanto oficiais quanto desenvolvidos por


terceiros, são distribuídos através da App Store.

Sistemas Operacionais para


dispositivos Móveis
• Em março de 2008 foi lançado o Software
Development Kit (SDK) para o desenvolvimento de
aplicativos.

• Apesar de liberar o desenvolvimento, para carregar


um aplicativo no aparelho é necessário pagar uma
taxa. Para efeitos de testes, o SDK possui um
“simulador de iPhone”.

• Os aplicativos são escritos utilizando Objective-C.

Sistemas Operacionais para


dispositivos Móveis
 O SDK contém quatro camadas de abstração:

• A Cocoa Touch (para eventos relacionados


com a interface, como toques e o uso do
acelerômetro).

• A camada de mídia (para eventos de


áudio, vídeo e formatos de imagem, bem
como animações).

• A camada Core Services (para eventos de


banco de dados, networking e threads).

• E a camada OS X Kernel (XNU), para


controle de energia, arquivos de sistema e
segurança.

15
07/03/2016

Sistemas Operacionais para


dispositivos Móveis
• Objective-C é apenas um conjunto de
adições à linguagem C. Ela dá ao C
suporte à construções orientadas a
objetos, como as da Smalltalk.

• Objective-C suporta polimorfismo,


posing, categorias, e é uma linguagem
dinâmica, com typing e binding
dinâmicos.

• Objective-C realiza chamadas de


mensagem dinâmicas rapidamente.

Sistemas Operacionais para


dispositivos Móveis

Sistemas Operacionais para


dispositivos Móveis
• O Windows Phone 7 é um sistema operacional móvel,
desenvolvido pela Microsoft, sucessor da plataforma
Windows Móbile (apesar de totalmente incompatível com
esta) que, ao contrário do predecessor, é focado no
mercado consumidor, em vez do mercado corporativo.

• As aplicações e jogos para o sistema operacional têm que


ser baseados em XNA ou numa versão específica do
Silverlight para Windows Phone 7.

16
07/03/2016

Sistemas Operacionais para


dispositivos Móveis
• Para que as aplicações projetadas e testadas no Visual
Studio 2010 ou Visual Studio 2010 Express, a Microsoft
oferece as 'Ferramentas de Desenvolvimento para
Windows Phone' como extensão, extensões essas que só
executa no Windows Vista SP2 ou em versões mais
recentes, não suportando Windows XP e Windows Server
2003.

• A Microsoft ainda oferece o Expression Blend para


Windows Phone sem custos.

Sistemas Operacionais para


dispositivos Móveis
• Expression Blend é baseado XAML (eXtensible
Application Markup Language), que é uma marcação
similar a marcação XML utilizada no Silverlight tanto para
aplicações WEB como para o WP7, também é utilizada
para criar aplicações desktop para o ambiente Windows.

Sistemas Operacionais para


dispositivos Móveis

17
07/03/2016

História
 Plataforma para dispositivos móveis;

 Sistema operacional open source, baseado em Linux;

Desenvolvido inicialmente pela Android inc, hoje mantido


pelo google

Primeira plataforma open source para desenvolvimento de


aplicações móveis;

 Faz parte da Open Handset Alliance.

Android OS
 Móbile OS que mais rapidamente cresceu;

 Mais de 300.000 ativações por dia;

 Superou o iOS (Apple) na metade de 2011;

 Primeira versão surgiu em 2008;

Usado pela Motorola, HTC, Samsung, Sony Ericsson,


entre outros;

 Possui atualizações frequentes.

18
07/03/2016

Versões Android OS

• Android 1.0 – G1
• 1.5 – Cupcake;
• 1.6 – Donuts (CDMA
support);
• 2.0 – Éclair ;
• 2.2 – Froyo;
• 2.3 – Gingerbread;
• 3.0 – Honeycomb;
• 4.0 – Ice Cream Sandwich;
• 4.1 – Jelly Bean
• 4.4 – KitKat

Características
Desenvolvido para tirar o maior proveito do que
os dispositivos podem oferecer;

 Construído em Java;
Não executa byte codes no padrão Java Virtual
Machine.

O que acontece é uma conversão do


bytecode padrão JVM para o
formato do DVM, permitindo que se
possa usar a IDE sem se preocupar
com detalhes do bytecode.

Características
 Dalvik – Máquina virtual;
 Possui um conjunto de bibliotecas C/C++;
 SQLite – Banco de dados relacional;
Redes e comunidades disponíveis pelo
Google;

 Android market.

19
07/03/2016

Android Market
Serviço que facilita encontrar
e instalar aplicativos no

android.

Aplicações de terceiros devem ser submetidas ao Google


e aprovadas antes de serem distribuídas;

As apps podem ser gratuitas ou pagas e utilizar várias


modalidades de licenciamento;

Para publicar sua aplicação é necessário ser registrado


como desenvolvedor no android market .

http://market.android.com/publish

Sistemas Operacionais para


dispositivos Móveis

Sistemas Operacionais para


dispositivos Móveis
 Os aparelhos BlackBerry são desenvolvidos pela RIM
(Research In Motion) e possuem um sistema
operacional próprio, o BlackBerry OS.
 Também possui a sua própria "linguagem" de
desenvolvimento, que na verdade é uma API Java
criada pela RIM para que o desenvolvedor possa
explorar melhor os recursos do aparelho.

20
07/03/2016

Sistemas Operacionais para


dispositivos Móveis
 A plataforma está comprometida com a próxima
geração de sistema operacional e serviços móveis,
bem como com os ambientes de desenvolvimento de
aplicativos em HTML5 e nativo.

Sistemas Operacionais para


dispositivos Móveis

Perguntas ?

21