Você está na página 1de 2

RESUMO DE PROCESSO PENAL – INQUÉRITO POLICIAL

Do Inquérito Policial - É um Procedimento administrativo precedido pela policia judiciária,


que tem como adjetivos detectar a autoria e materialidade de uma infração penal.
É um procedimento destinado a colheita de provas.

Procedimento Administrativo – preparatório para um futuro possível processo penal.


Precedido pela policia judiciária-Quando tiver interesse da União fica competente à
Policia Federal. Quando não tiver interesse da União fica competente à Policia Civil.

Características do IP

1. O IP é ESCRITO
2. O IP é INQUISITIVO (Inquisitório) – ele não tem contraditório e ampla defesa.
3. O IP é SIGILOSO – A Autoridade assegurará no inquérito o sigilo necessário à
elucidação do fato exigido pelo interesse da sociedade (art. 20 CPP). Autoridade
Policial assegurará o sigilo. O delegado de policia que assegurara o sigilo. Não
poderá ser sigiloso ao juiz, ao MP e ao Advogado.
4. O IP é DISPENSÁVEL – Ninguém pode ser processado sem provas.
5. O IP é DISCRICIONÁRIO – O ofendido, ou sem representante legal, e o indiciado
poderão requerer qualquer diligência, que será realizada, ou não, a juízo da
autoridade (art.14 da CPP). Possui liberdade para prosseguir nas investigações da
maneira mais propicia, seguindo diferentes sentidos, devendo obedecer ao
prescrito em lei (Sumula Vinculantes 14). A autoridade policial comanda as
investigações como achar melhor.
6. O IP é OFICIAL - Somente órgãos de direito público podem realizar o inquérito
policial. Ainda quando a titularidade da ação penal é atribuída ao particular
ofendido (ação penal privada), não cabe a este a efetuação dos procedimentos
investigatórios.
7. O IP É INCOMUNICABILIDADE – O indiciado não pode se comunicar com ninguém.
A incomunicabilidade do indiciado dependerá sempre de despacho nos autos e
somente será permitida quando o interesse da sociedade ou a conveniência da
investigação o exigir.

Prazos

1) SOLTO: Pra o cidadão que está solto o prazo será de 30 dias.


Quando o indiciado está solto o prazo será de 30 dias, e esse prazo poderá ser
prorrogado. Pode ser interrogado por infinitas vezes desde que haja provas de
desde que o crime não esteja prescrito.
2) Preso: Pra o cidadão que está preso o prazo será de 10 dias.
Quando o indiciado está preso o inquérito deverá durar 10 dias e esse prazo não
poderá ser prorrogado.
3) A lei de drogas tem um prazo diferenciado.
Na lei de drogas pra o indiciado que está solto o prazo será 90 dias e para o que
estiver preso será de 30 dias.
O Juiz pode duplicar o prazo para conclusão do Inquérito Policial, se houver requerimento
do delegado.

Conclusão

O Inquérito Policial é concluído pela convicção de um relatório conclusivo. Repata tudo


que ocorreu no inquérito. Obs. Esse relatório não pode conter juízo de valor, opinião
pessoal.

Se for pública:

1º Opção – Denúncia
 Juiz – MP 2º Opção – Diligência
3º Opção – Arquivamento do I.P.

O Juiz recebe a denúncia.


Deferido Indeferido

Os autos são encaminhados para o Procurador Geral. Quem é o procurador geral? É o


chefe do MP.

Denúncia Designar outro promotor Insistir no pedido de arquivamento.