Você está na página 1de 7

Colégio Galáxia Branca

2018/2019

Plano Anual Sala 1/2 Anos

A brincar explora e conhece o que a rodeia...


“São o dia-a-dia, as relações, as experiências, as mudas de fraldas, as refeições, o treino
do controle dos esfíncteres, o jogo, que contribuem para o desenvolvimento intelectual. E
estas mesmas experiências ajudam a criança a crescer física, social e emocionalmente.”
Gabriela Portugal (departamento de ciências da educação – Universidade de Aveiro)
Introdução

Completado o primeiro ano, a criança aguça a curiosidade por tudo o que a rodeia
e por isso dá início a uma fase de grandes descobertas no seu pequeno vasto mundo.
Faz da boca e das duas mãos os seus instrumentos de exploração. Mais do que um
exercício de exploração e reconhecimento este é também um grande prazer. Daí nada
mais natural para a criança do que usar as mãos para comer, esmagar a comida entre os
dedos, agarrar, separar, entornar, empurrar, puxar, atirar, trepar, ou procurar um miminho.

O Brincar é uma atividade essencial ao desenvolvimento da personalidade da


criança, na qual o brinquedo representa o elemento dialogante com a imaginação , com a
fantasia infantil e com o outro. É a brincar que as crianças crescem, exprimem
sentimentos e resolvem conflitos.

Na creche todos os pequenos momentos são importantes. Desde a ida ao parque,


às brincadeiras espontâneas no faz de conta, aos jogos de psico-motricidade, às
atividades mais orientadas. Em todos os momentos as crianças têm a oportunidade de
crescer e de se desenvolverem.

Dos 0 aos 2 anos ela é o centro do mundo – Período egocêntrico. Durante esta
fase são as brincadeiras paralelas as que predominam naturalmente. Neste período a
criança ainda têm dificuldade em partilhar o que tem iniciando com alguma frequência
conflito e disputa com o outro.

Habitualmente tenta fazer prevalecer a sua vontade e as suas ideias. Percebe que
pode dizer 'sim' mas usa frequentemente o 'não'. 'Meu' é uma das palavras preferidas.

Quando não consegue o que quer (ex. Um brinquedo) empurra, morde ou tira para
de seguida dar um beijinho ou fazer um miminho. Este comportamento é apenas mais
uma fase do processo de crescimento.

Ao longo do dia ocorrem momentos que se repetem diariamente aos quais


chamamos 'rotinas diárias': o acolhimento, os bons dias, o recreio, o almoço, momentos
de atividades orientadas, a higiene, são alguns exemplos.

Esta rotina diária é muito importante para a estabilidade emocional da criança uma
vez que proporciona uma sequência de acontecimentos que ela segue e compreende.
Adquire assim uma estrutura dos acontecimentos do dia, permitindo que antecipe os
acontecimentos, funcionando como uma estrutura de segurança e promovendo a sua
autonomia.

O grande objetivo do trabalho curricular na creche é desenvolver na criança a sua


segurança afetiva e emocional. A confiança em si e nos adultos que a rodeiam, deixando
que esta conquiste a sua própria autonomia e independência.

Temáticas:

Continuamos a trabalhar o tema anual do colégio “Diversidade Cultural e


Tolerância”.
A nossa prática pedagógica incidirá no desenvolvimento de noções e conteúdos
relacionados e associados à Educação para os Valores. Paralelamente, procurar-se-á
fomentar o desenvolvimento da noção de tolerância, respeito, pertença e inter ajuda pelas
diferentes culturas que existem no nosso mundo - Multiculturalidade.
Dar a “conhecer o Mundo”: sensibilizando para criar uma maior consciência de que
todos podemos mudar o mundo – “Nós e o Mundo”, valorizando e incentivando a
curiosidade da criança e o seu desejo de querer saber e compreender o mundo que nos
rodeia.

Ter noção do que é a solidariedade, auto-estima, a amizade, a inter-ajuda e a


tolerância. Que se consiga desenvolver a consciência da criança e mostrar que esta faz
parte de uma sociedade multicultural.

Ao longo do ano lectivo pretende-se abordar as seguintes temáticas:

- Projeto “Estações do ano/ suas caraterísticas”

- Projeto “Os animais da quinta”

- Projeto “Alimentação (Frutos e legumes)”

- Projeto “Higiene”

- Projeto “As cores primárias”

Vamos abordar algumas histórias tradicionais e outras:

- Os três Porquinhos;
- O Capuchinho Vermelho;

Serão trabalhados os seguintes livros:

- “ Muu! Muu! Consegues imitar?” – Jacarandá

- “Um Beijinho e Até Amanhã” – Edicare

- “Voa!” - Edicare

Está ainda prevista a realização de visitas pedagógicas de forma a complementar o


plano de trabalho que atempadamente serão referidas.

Caraterização do Grupo

O grupo é constituído por 14 crianças, 9 meninas e 5 meninos.

Algumas das crianças já frequentaram a instituição o ano anterior e as restantes


frequentam o colégio pela primeira vez.

É um grupo de crianças que na sua maioria está a estabelecer e desenvolver uma


relação afetiva. É um grupo dependente, muito ativo, bem disposto e afectuoso.
Equipa de Sala

Educadora: Maria do Céu Santos

Auxiliar: Luísa Landeiro

Caraterização do espaço
Pretende-se que o espaço da nossa sala esteja organizado de acordo com os
interesses das crianças, a liberdade de escolha e de movimentos, de uma forma segura e
confiante.
O conhecimento do espaço e das suas possibilidades é uma condição do
desenvolvimento da independência e da autonomia da criança e do grupo.

Os espaços existentes neste momento são os seguintes:

- Área de acolhimento

- Área da casinha

- Área dos jogos

- Área da biblioteca

- Área do desenho, pintura e trabalho individual

Organização do Grupo

A par da organização da sala serão utilizados instrumentos que auxiliam a


organização do grupo. Estes instrumentos serão introduzidos de forma gradual para uma
boa interiorização do seu funcionamento. Os instrumentos a utilizar pelo grupo são os
seguintes:

- Quadro do Tempo

- Quadro de Presenças

Objetivos Gerais do Projeto

Formação Pessoal e Social

Objetivos
- Criar um ambiente calmo de inter ajuda e cooperação e fomentar a importância das
relações com os outros;

- Respeitar a individualidade de cada criança;


- Proporcionar à criança estabilidade e segurança afetiva;

- Promover o desenvolvimento da autonomia e autoconfiança;

- Estimular o sentido de responsabilidade;

- Partilhar/trocar brinquedos com os outros;

- Fomentar a aquisição de regras simples;

- Começar a realizar momentos de higiene com e sem ajuda (lavar as mãos e a boca, ir à
sanita);

- Ser capaz de comer sozinho;

- Ser capaz de arrumar a cadeira depois das refeições;

Expressão e comunicação

Objetivos

- Promover situações de jogo simbólico e dramático;

- Dramatizar cenas do quotidiano, situações vividas ou imaginadas;

- Promover o desenvolvimento da criatividade e imaginação;

- Estimular o desenvolvimento do esquema corporal;

- Promover o desenvolvimento do sentido da audição;

- Conseguir que a criança reproduza diferentes sons e ruídos (de animais, do quotidiano,
vozes, sons da natureza);

- Identificar e verbalizar diferentes partes do corpo;

- Desenvolver e estimular o poder da comunicação e a aquisição de vocabulário;

- Promover o desenvolvimento do raciocínio lógico;

- Indicar a sua idade com os dedos;

- Nomear o seu nome e o de amigos e familiares próximos;

- Construir frases com duas ou três palavras;

- Solicitar ajuda para determinadas necessidades;

- Estimular a capacidade de atenção e de memória;


- Identificar o conteúdo de uma imagem simples;

Desenvolvimento Motor (desenvolvimento da motricidade global e fina):

- Realizar diversas habilidades motoras globais e finas como correr, trepar, deslizar,
dançar, subir, descer, saltar, vestir, despir, calçar e descalçar;

- Realizar habilidades sensório espaciais e temporais como parar, seguir em vários ritmos
e direções, para que aprenda a inibir alguns padrões de movimento e/ou a facilitar outros;

- Promover a relaxação;

- Desenvolver a noção de corpo, equilíbrio, espaço e tempo;

- Estimular a componente social, usando o recurso a situações de pequeno e grande


grupo;

- Estimular as capacidades de atenção, criando momentos em que se torna necessário


ouvir, interpretar e seguir instruções;

- Manejar o lápis, o pincel, rasgar, realizar enfiamentos, construir, modelar, empilhar;

Plano de actividades semanal

2ª Feira 3ª Feira 4ª Feira 5ª Feira 6ª Feira


8.00/9.15 Acolhimento

Conversa no Tapete
9.15/9.45 Hora da História
Atividades livres ou orientadas
Domínio
Domínio da Domínio da
Domínio da dos Jogos
9.45/10.15 Expressão Expressão
Música Inglês de
plástica plástica
Movimento
Fruta
10.15/10.45
Higiene
10.45/11.00 Preparação para o almoço
11.00/11.45 Almoço
Brincadeira no parque
11.45/12.45
Higiene
12.45/15.15 Repouso

Lanche
Higiene
15.15/19.00
Brincadeira livre
Entrega dos Alunos
Calendarização

Mês Dias a Festejar

Setembro 22 - Início do Outono


( Adaptação à sala e ao grupo )
Outubro 4 - Dia Mundial do Animal
( Animais da Quinta e Alimentação ) 16 - Dia Mundial da Alimentação
31 - Halloween
Novembro 11 - S. Martinho
( O Outono e o S. Martinho ) 20 - Dia Nacional do Pijama e dos Direitos das
Crianças
Dezembro 21 - Início do Inverno
( O Natal ) 25 - Natal

Janeiro 6 - Dia de Reis


( O Inverno )
Fevereiro 14 - Dia de S. Valentim
( A Higiene )
Março 5 - Carnaval
( A Primavera ) 8 - Dia Internacional da Mulher
19 - Dia do Pai
21 – Dia Mundial da Árvore e da Floresta e início
da Primavera
Abril 21 -Páscoa
( As Cores Primárias )
Maio 5 - Dia da Mãe
( Eu e a minha Família )
Junho 1 - Dia Mundial da Criança
( Eu e os Outros )
Praia

Avaliação
Serão registados os seus progressos em fichas individuais. Os pais receberão duas
avaliações ao longo do ano létivo: uma após o final do primeiro trimestre, outra no final do
ano.

Sempre que seja necessário os pais podem contatar a Educadora para falar sobre
assuntos que os preocupem em relação ao seu educando.

Limitações
O desenvolvimento do projeto também tem as suas limitações. Tem que se ter em
conta o interesse e as dificuldades de cada criança, o seu nível de assiduidade e a hora
de entrada.
É importante que a criança venha cedo. A manhã é mais proveitosa para o
desenvolvimento das atividades dirigidas. As atividades de sala terão diariamente início
pelas 9.15h.