Você está na página 1de 18

ANEXO 1 -10º Edital do Audiovisual de Pernambuco – Funcultura – Ano 2016/2017

USO EXCLUSIVO DO SiC

PROJETO Nº

Governo do Estado de
Pernambuco

Fundo de Incentivo à Cultura do Estado de Pernambuco

FUNCULTURA - 2016-2017

10º Edital do Programa de Desenvolvimento da


Produção Audiovisual de Pernambuco

Projeto Cultural
BILL DO OLHO VERDE E GALEGUINHO DO COQUE
ANEXO 1 -10º Edital do Audiovisual de Pernambuco – Funcultura – Ano 2016/2017

GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO USO EXCLUSIVO DO SiC

FUNDO PERNAMBUCANO DE INCENTIVO À CULTURA PROJETO Nº PÁGINA


FORMULÁRIO PARA INSCRIÇÃO DE PROJETO CULTURAL 01/14
01 TÍTULO OU NOME DO PROJETO
BILL DO OLHO VERDE E GALEGUINHO DO COQUE
02 CATEGORIA DO PROPONENTE 03 PLEITEIA COMPELMENTAÇÃO DE PATROCINIO
PELO FSA/ANCINE? SE SIM INSERIR Nº
CADASTRO DA EMPRESA PRODUTORA NA
ANCINE

X Pessoa Física Pessoa Jurídica de Direito Privado Nº:

CNAE:
04 PROPONENTE DO PROJETO
05 Nome ou Razão Social 06 CPC
Ayla Cristina Alencar de Oliveira 2066/10
07 CPF / CNPJ 08 Nome do Dirigente 09 Cargo/Função
064.709.494-01
10 C.I./RG (nº/Data de Emissão/Org.Exped.) 11 Telefones 12 Fax

6682045 / 08.01.2014 / SDS-PE (81) 997584848


13 Endereço

Rua Bernardo Vieira de Melo, Nº 240, Apt. 302, Bloco C - Quadra D, Bairro do Recife (Comunidade do Pilar)
14 Bairro 15 Cidade 16 UF

Bairro do Recife Recife PE


17 CEP 18 E-mail

52070-130 keysebezerra@gmail.com
19 PROJETOS JÁ BENEFICIADOS OU EM TRAMITAÇÃO NO SIC/ e ou NOS EDITAIS DO AUDIOVISUAL
VALOR
ANO PROJETO SITUAÇÃO
APROVADO
2015 ENTRE PERNAS EM EXECUÇÃO R$ 57.636,80
20CATEGORIA:
LONGA METRAGEM ( )
SUBCATEGORIA: ( ) DESENVOLVIMENTO ( ) PRODUÇÃO E FINALIZAÇÃO ( ) APENAS FINALIZAÇÃO
( ) DISTRIBUIÇÃO ( ) TODAS AS FASES
GÊNERO: ( ) FICÇÃO ( ) DOCUMENTÁRIO ( ) ANIMAÇÃO - FINALIZADO EM : ( ) digital ( ) 35 mm
CURTA-METRAGEM ( X ) OU MÉDIA-METRAGEM ( )
SUBCATEGORIA: ( X ) CURTA ou MÉDIA GERAL ( ) CURTA ARY SEVERO

FASE DE EXECUÇÃO DA SOLICITAÇÃO - ( ) FINALIZAÇÃO OU ( X ) TODAS AS FASES

GÊNERO: ( X ) FICÇÃO ( ) DOCUMENTÁRIO ( ) ANIMAÇÃO - FINALIZADO EM : ( X ) digital ( ) 35 mm

PRODUTOS PARA TELEVISÃO ( )


( ) OBRA SERIADA DE FICÇÃO (MINISSÉRIE OU MICROSSÉRIE) ( ) OBRA SERIADA DE DOCUMENTÁRIOS
DIFUSÃO ( )
( ) MOSTRA OU FESTIVAL DE CINEMA E/OU VÍDEO ( ) PRENSAGEM E DISTRIBUIÇÃO DE DVD
( ) OUTRO - QUAL:
FORMAÇÃO ( )
( ) CURSOS ( ) OFICINAS ( ) SEMINÁRIOS ( ) OUTRO - QUAL:
PESQUISA SOBRE O AUDIOVISUAL PERNAMBUCANO ( )
( ) CRIAÇÃO DE SITE ( ) MANUTENÇÃO DE SITE ( ) LIVRO ( ) DVD ( ) E-BOOK (LIVRO DIGITAL)
( ) OUTRO – QUAL:
PRESERVAÇÃO DO AUDIOVISUAL PERNAMBUCANO ( )
( ) RESTAURAÇÃO DE OBRA(S) AUDIOVISUAL(IS) ( ) ACERVOS AUDIOVISUAIS
ANEXO 1 -10º Edital do Audiovisual de Pernambuco – Funcultura – Ano 2016/2017

21 ENDEREÇO NA INTERNET (SITE CASO TENHA):

GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO USO EXCLUSIVO DO SiC

FUNDO PERNAMBUCANO DE INCENTIVO À CULTURA PROJETO Nº PÁGINA


FORMULÁRIO PARA INSCRIÇÃO DE PROJETO CULTURAL
02/14
22 PERÍODO DE EXECUÇÃO DO PROJETO
INÍCIO: 01 10 2017 TÉRMINO: 30 09 2018

23 LOCAL DE EXECUÇÃO DO PROJETO


Locais: Pais/Estado/Município

Recife Brasil / Pernambuco / Recife

24 EQUIPE PRINCIPAL DO PROJETO


25 Nome do Profissional/Empresa 25.1 Função no Projeto 25.2 Procedência
(Estado)
Ayla Cristina Alencar de Oliveira Direção e Roteiro PE
Marco Antonio Bonachela de Barros Produção Executiva PE
Pedro Toscano Consultoria de Roteiro PE
Rafael Malta Clasen Fotografia SP

26 AÇÕES DE ACESSIBILIDADE PROPOSTAS PELO PROJETO


( ) NÃO ( X ) SIM:
QUAIS: ( X ) LIBRAS ( X ) AUDIODESCRIÇÃO ( ) BRAILLE ( ) LEGENDA PARA SURDOS E ENSURDECIDOS
(LSE)
OUTRAS: _____________________________________

27 COMPOSIÇÃO DE EQUIPE PRINCIPAL (SE NECESSÁRIO, ACRESCENTAR LINHAS)


( X ) NEGRO / NOME E FUNÇÃO NO PROJETO: __Direção e Roteiro______________________
( ) INDÍGENA / NOME E FUNÇÃO NO PROJETO: _____________________________
( ) PESSOA COM DEFICIÊNCIA / NOME E FUNÇÃO NO PROJETO: _____________________________
( ) NÃO APRESENTA PROFISSIONAIS COM ESTE PERFIL

28 OBJETO DO PROJETO

Realização do curta metragem de ficção “Bill do Olho Verde e Galeguinho do Coque”, com 13 minutos de duração.

O filme tem como protagonistas dois jovens moradores da Comunidade do Pilar (Recife Antigo) – Marlon, de 20
anos, e Wilson, de 19. Numa ida a praia comum, entre as longas sessões de videogame e TV, os jovens
encontram fortuitamente os RG´s de dois emblemáticos criminosos do Recife das décadas de 70 e 80: Biu do
Olho Verde e Galeguinho do Coque. Instados por uma notícia de rádio sobre os bandidos e a lendária perna
cabeluda, Wilson e Marlon mergulham num frenético “corre” pela cidade, realizando uma série de intervenções
urbanas: começam por simples gravuras em stencil, culminando com o projeto de um grande mural em graffiti
ilustrando a lenda urbana. A ação final transcorre exatamente na execução desse mural, quando são flagrados e
ostensivamente perseguidos pela polícia.

O projeto, rodado e distribuído em suporte digital, prevê a realização de todas as etapas de produção do filme,
assim como sua distribuição em mostras e festivais de cinema e posterior licenciamento para TV. Estão garantidos
recursos de acessibilidade comunicacional à produção: uma versão com janela de Libras, modo destacadamente
preferido pela comunidade surda (bem mais que a LSE) e outra audiodescrita, voltada para cegos. “Corre ou Bill
do Olho Verde e Galeguinho do Coque” é o segundo filme de Ayla Alencar e segue “Entre Pernas”, sua primeira
produção (já em processo de finalização), que contou com o apoio do Funcultura 2014/2015 na modalidade Ary
Severo.

GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO USO EXCLUSIVO DO SiC


ANEXO 1 -10º Edital do Audiovisual de Pernambuco – Funcultura – Ano 2016/2017

FUNDO PERNAMBUCANO DE INCENTIVO À CULTURA PROJETO Nº PÁGINA


FORMULÁRIO PARA INSCRIÇÃO DE PROJETO CULTURAL
03/14
29 JUSTIFICATIVA DO PROJETO
Esse projeto surge num momento bem específico da produção contemporânea no Recife: um ponto em que o(s) lugar(es), a
cidade e seus signos assumem um papel de relevante protagonismo nas narrativas audiovisuais. O contexto, naturalmente, é
bem diverso do “realismo vernacular” (Phryston, 2012) do cinema de retomada:

No caso de Pernambuco, é importante sublinhar a ênfase regionalista de grande parte dos realizadores que
começaram nos 80 e 90: de “O Baile Perfumado” de Paulo Caldas e Lírio Ferreira; passando por “Amarelo
Manga” de Cláudio Assis (2003); “Árido Movie” (2005) de Lírio Ferreira e “Cinema, aspirina e urubus” (2006). Tal
ênfase estava conjugada de modo geral a outro traço estético, um naturalismo que tendia ao grotesco,
especialmente nas obras de Cláudio Assis e Lírio Ferreira. Sem deixar de ser realista, o cinema mainstream de
Pernambuco buscou afirmar uma espécie de sotaque fílmico (Nacify, 2001) através da caricatura, através do
estranhamento, através do excesso de caráter local. (Phryston, Angela. O real e o banal no cinema
pernambucano contemporâneo)

O que observamos na nova geração de realizadores são outras questões sobre o lugar – da cidade como um campo potencial
de ocupação, expressão e identidade – no qual o cotidiano, o banal e o surreal desvelam marcadamente uma cidade-território,
em suas particularidades estéticas e políticas, fragmentada até em bairros ou mesmo circunscrita a imóveis. A pesquisadora
Louise Bernard, numa curadoria recente para o cineclube do INCITI, destacou uma filmografia que batizou como “filmes de
prédios”, reunindo produções como Eiffel, Velho Recife Novo e Menino Aranha, além de citar em entrevistas a produção de
Kleber Mendonça Filho, por exemplo.

“É uma tentativa de compreender a recorrência quase obsessiva da temática da cidade no cinema recifense
contemporâneo (...) Me pergunto se (...) o conceito de “arquitetura subjetiva” pode ser aplicado numa filmografia
recifense mais larga, e também se os filmes e o jeito de filmar a cidade, constituem na produção de uma
‘heterotopia’, no sentido do conceito criado por Michel Foucault” (entrevista ao Portal Cultura PE)

“Bill do Olho Verde e Galeguinho do Coque” é um filme sobre Marlon e Wilson, moradores da Comunidade do Pilar (também
conhecida como Favela do Rato) situada entre o Cais do Porto e a Prefeitura do Recife. A configuração mais recente da
comunidade surge a partir da ocupação de terrenos desabitados, originalmente de propriedade da Marinha, marcada por
décadas de descaso total do poder público e condições precárias de saneamento e habitação. É um exemplo icônico do
extenso processo de gentrificação e reurbanização do “Novo Recife”, um modelo de organização socioespacial que
notadamente se liga as concentrações de rendas e legitima as desigualdades sociais. A comunidade do Pilar é o lugar de fala
desse filme. Esse é o lugar de fala, inclusive, de sua realizadora.

Marlon e Wilson são jovens comuns do Pilarx: estudam, jogam GTA, se alimentam de modo precário, veem TV, dão os seus
“rolês”. Numa ida a praia comum os jovens encontram fortuitamente os RG´s de dois emblemáticos criminosos do Recife das
décadas de 70 e 80: Biu do Olho Verde e Galeguinho do Coque. Os dois criminosos representam um case simbólico de mídia:
estampavam matérias de jornais impressos e de TV, além de boletins de rádio durante o intervalo. O magnetismo das
narrativas sobre os dois acabam por refletir um elemento identitário bem local: certo fascínio pelos anti-heróis, a imagem do
“cangaceiro”, narrativas fantásticas e lendas (normalmente aterradoras) de um “Recife Velho”, enfim o “banditismo por uma
questão de classe” de Chico Science. Biu (João Vicente Valentim Silva) aterrorizava os moradores de Olinda e Recife em
meados de 70, sendo sua marca registrada beliscar os bicos dos seios de suas vitímas ou mesmo mutilações com alicate: vale
ressaltar, para que se entenda a dimensão simbólica revestida sob o personagem, que sequer as vítimas de Biu confirmavam
o fato. Galeguinho (José Everaldo Brito) realizava assaltos a mão armada e se destacava na verdade pelo volume de
“operações”. O detalhe pitoresco de sua biografia foi que, décadas depois, ressurgiu no noticiário como pastor evangélico, com
emprego na Câmara dos Vereadores de Jaboatão. O encontro dos RG´s, seguido pela noticia ouvida no rádio pelos jovensde
Marlon e Wilson com estes personagens instaura uma situação de epifania:

Ao ouvir a notícia sobre os dois bandidos e a lendária perna cabeluda

Diretora

Instados por uma notícia de rádio sobre os bandidos, Wilson e Marlon mergulham num frenético “corre” pela cidade, realizando
uma série de intervenções urbanas: começam por simples gravuras em stencil, culminando com o projeto de um grande mural
em graffiti ilustrando a lenda urbana. A ação final transcorre exatamente na execução desse mural, quando são flagrados e
ostensivamente perseguidos pela polícia.

A ideia de lugar (mais frequentemente relacionada à etnia, gênero e classe social)


LEITMOTIV AYLA: a musica, o lugar e a identidade

Há, de modo muito marcante nesse roteiro e também em seu primeiro curta (“Entre Pernas”, atualmente em processo de
produção através do apoio do Funcultura na modalidade Ary Severo)
ANEXO 1 -10º Edital do Audiovisual de Pernambuco – Funcultura – Ano 2016/2017

GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO USO EXCLUSIVO DO SiC

FUNDO PERNAMBUCANO DE INCENTIVO À CULTURA PROJETO Nº PÁGINA


FORMULÁRIO PARA INSCRIÇÃO DE PROJETO CULTURAL
04/14
30 OBJETIVOS E METAS DO PROJETO
GERAL:

ESPECÍFICOS:

31 REALIZAÇÃO DO PROJETO
Tiragem: do produto cultural como Filme, DVD´s , vídeos, etc. Plano de distribuição do produto cultural

>> 1 curta-metragem (.MOV HD 16:9) “Corre ou Bill do Olho Verde e Galeguinho do Coque” tem como foco
a distribuição em festivais e mostras nacionais e internacionais. Prevê
>> 1 curta-metragem com janela de Libras e Audiodescrição (.MOV HD o posterior licenciamento para TV. O teaser/trailer tem como suporte
16:9) prioritário a Internet.

>> 1 teaser/trailer de divulgação (.MOV HD 16:9)

Duração em minutos (quando for produção audiovisual): Estimativa de Receitas:

Filme - XX minutos O licenciamento para TV prevê receita média de R$2.500,00


Teaser/trailer – entre 45 segundos e 1 minuto

32 VALOR ESTIMADO DO PREÇO DE VENDA DO PRODUTO CULTURAL


Com Incentivo do Funcultura: Sem Incentivo do Funcultura:
0,00 VALOR TOTAL DO PROJETO

33 ESTIMATIVA DE PÚBLICO ALVO: (camadas da população / quantidade / faixa etária)

“Corre ou Bill do Olho Verde e Galeguinho do Coque” dirige-se a um público de jovens (18 a 23 anos), adultos
jovens (23 a 30 anos) e adultos (31 a 50 anos), sem focos claros de distinção entre gêneros (tanto homens quanto
mulheres), das diversas camadas socio-político-econômicas.

Com distribuição prevista em festivais e mostras nacionais e internacionais, Estima-se um público de mais de 100
mil expectadores.

GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO USO EXCLUSIVO DO SiC

FUNDO PERNAMBUCANO DE INCENTIVO À CULTURA PROJETO Nº PÁGINA


FORMULÁRIO PARA INSCRIÇÃO DE PROJETO CULTURAL
05/14
34 GERAÇÃO DE RENDA
35 Empregos Diretos: 36 Empregos Indiretos:
ANEXO 1 -10º Edital do Audiovisual de Pernambuco – Funcultura – Ano 2016/2017

Além dos profissionais contratados para integrar a


equipe de realização do filme, o projeto envolverá
prestação de serviços indiretos como os serviços de
transporte, alimentação, papelaria e gráfica, postagem,
locação de equipamentos, estúdio de gravação de trilha
Sonora,empresa finalizadora de imagem, empresa
finalizadora de som, lojas de acessórios para
equipamentos de edição e finalização de som e
imagem, estacionamento de carros,postos de gasoline,
alimentação,Imprensa,funcionários de agência bancária,
empresa de telefonia.

Total estimativo: aproximadamente 11 fornecedores e 100


empregos indiretos

37 RECURSOS UTILIZADOS NO PROJETO


FONTE DOS RECURSOS
Nº DA VALOR (R$) %
ESPECIFICAÇÃO DA FONTE
FONTE
001 RECURSOS PRÓPRIOS DO PROPONENTE
002 PATROCÍNIOS OU DOAÇÕES SEM INCENTIVO FISCAL

003 INCENTIVO ORIGINÁRIO DO MINC

004 INCENTIVOS ORIGINÁRIOS DE OUTROS ESTADOS (LEIS DE INCENTIVO)

005 INCENTIVOS ORIGINÁRIOS DE PREFEITURAS (LEIS DE INCENTIVO)

006 VALOR DO INCENTIVO PLEITEADO AO FUNCULTURA 2016/2017


007 RECURSOS DA FUNDARPE - de outras edições do Edital do Audiovisual
RECURSOS DA SECULT e/ou FUNDARPE ou OUTROS – outros editais ou patrocínios
008
diretos - citar qual(is)
RECURSOS PROVINDOS DO GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO - que não das
009
SECULT e/ou FUNDARPE – outros editais ou patrocínios diretos - citar qual(is)
FINANCIAMENTO PELO FUNDO SETORIAL DO AUDIOVISUAL/ ANCINE –
010 VIA CHAMADA DE ARRANJOS REGIONAIS –
APENAS NAS CATEGORIAS LONGA-METRAGEM E PRODUTOS PARA TV
011 OUTRAS FONTES (especificar):

012

013

TOTAL

GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO USO EXCLUSIVO DO SiC

FUNDO PERNAMBUCANO DE INCENTIVO À CULTURA PROJETO Nº PÁGINA


FORMULÁRIO PARA INSCRIÇÃO DE PROJETO CULTURAL
06/14
38 ESTRATÉGIA DE AÇÃO Enumere e descreva as atividades necessárias para atingir o(s) objetivo(s) desejado(s) e explique como pretende desenvolvê-las.
ANEXO 1 -10º Edital do Audiovisual de Pernambuco – Funcultura – Ano 2016/2017

PRÉ-PRODUÇÃO (4 meses)
 Revisão do roteiro
 Elaboração de roteiro técnico;
 Reuniões da equipe principal do projeto para planejamento das etapas de pré-produção, produção e pós-
produção do filme;
 Contratação da equipe técnica;
 Visita às locações e mapeamento técnico preliminar: Cais da Alfândega, Comunidade do Pilar, Marco
Zero, Rua da Aurora, Cemitério de Santo Amaro, Cais José Estelita, Bairro de São José, R. Mamede
Simões, Bacia do Pina, Ponte do Limoeiro, Nascedouro de Peixinhos, Encruzilhada, Av. Beira Rio, Alto
Santa Izabel, Tunel Chico Science, Açude de Apipucos, Av. General Polidoro, Praça do Carmo e Coque;
 Elaboração da decupagem da equipe técnica;
 Elaboração da decupagem de produção;
 Análise técnica do plano de filmagem;
 Planejamento da logística, com enfase sobretudo em transporte e segurança (levando em conta a grande
de locações e o fato de serem logradouros públicos);
 Produção de arte;
 Aluguel de equipamentos;
 Contratação dos serviços de transporte e alimentação;
 Ensaio e preparação do elenco;

PRODUÇÃO (1 semana)
 Checagem dos itens referidos na decupagem de produção;
 Preparação de ordens do dia;
 Filmagens;
 Acompanhamento e atualização dos cronogramas;

PÓS-PRODUÇÃO / FINALIZAÇÃO (4 meses):


 Decupagem geral do material bruto captado;
 Montagem e edição de imagens;
 Análise e correção de cor;
 Edição (mixagem, sincronização);
 Elaboração de projeto gráfico;
 Finalização;
 Gravação de audiodescrição e libras / produção de legendagem descritiva;

DISTRIBUIÇÃO / PRESTAÇÃO DE CONTAS (4 meses)


 Inscrição em mostras e festivais nacionais e internacionais de cinema;
 Criação e customização de perfis em redes sociais, adaptação das artes (logo, cores, ilustrações ou
imagens) e definição de cronograma/fluxo de postagens;
 Licenciamento para canais de TV (em momento posterior
ANEXO 1 -10º Edital do Audiovisual de Pernambuco – Funcultura – Ano 2016/2017

GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO USO EXCLUSIVO DO SiC

FUNDO PERNAMBUCANO DE INCENTIVO À CULTURA PROJETO Nº PÁGINA


FORMULÁRIO PARA INSCRIÇÃO DE PROJETO CULTURAL
07/14
39 SINOPSE OU ARGUMENTO
ANEXO 1 -10º Edital do Audiovisual de Pernambuco – Funcultura – Ano 2016/2017

GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO USO EXCLUSIVO DO SiC

FUNDO PERNAMBUCANO DE INCENTIVO À CULTURA – PROJETO Nº PÁGINA


FUNCULTURA 08/14
FORMULÁRIO PARA INSCRIÇÃO DE PROJETO CULTURAL
40. RESUMO GERAL DO ORÇAMENTO (Preencher de acordo com o que foi descrito na planilha de orçamento – VALOR TOTAL DO PROJETO)
ATIVIDADE DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES CUSTO POR ETAPA
1 PRÉ-PRODUÇÃO/PREPARAÇÃO
2 PRODUÇÃO/EXECUÇÃO
3 PÓS-PRODUÇÃO-FINALIZAÇÃO
4 DIVULGAÇÃO/COMERCIALIZAÇÃO
5 CUSTOS ADMINISTRATIVOS/ELABORAÇÃO
6 IMPOSTOS, TAXAS E RECOLHIMENTOS (INSS ETC)
VALOR DO PROJETO: (R$)

40. CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO DO PROJETO


PERÍODO MÊS 1 MÊS 2 MÊS 3 MÊS 4 MÊS 5 MÊS 6 MÊS 7 MÊS 8 MÊS 9 MÊS 10 MÊS 11 MÊS 12
ETAPA OU _______/ _______/ _______/ _______/ _______/ _______/ _______ _______/ _______/ _______/ _______/ _______/
FASE/ATIVIDADE 2017 2017 2017 2017 2017 2017 2017 2017 2017 2017 2017 2017
ANEXO 1 - 9º Edital do Audiovisual de Pernambuco – Funcultura – Ano 2015/2016

GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO USO EXCLUSIVO DO


SiC
FUNDO PERNAMBUCANO DE INCENTIVO À CULTURA – FUNCULTURA PROJETO Nº PÁGINA
FORMULÁRIO PARA INSCRIÇÃO DE PROJETO CULTURAL
09/14
41 PERÍODO DE EXECUÇÃO DO PROJETO

42 Datas Previstas: INÍCIO: 01 10 17 TÉRMINO: 30 09 18 43 Duração Prevista: 12 MESES ou SEMANAS

44 ORÇAMENTO ANALÍTICO DE EXECUÇÃO DO PROJETO - VALOR TOTAL DO PROJETO


Detalhe aqui os itens de despesa necessários à execução do projeto, dando as especificações técnicas (pode inserir quantas linhas forem necessárias)
45 46 Etapa 47 Especificação 48 Duração 49 Indicador 52 Custos (R$) 55 - Custo Total 56- Fonte dos
Meta ou Fase (Etapa ou Fase) Físico (Atividade) da Etapa ou Recursos
(Meta/ Etapa ou Fase/ Atividades)
(Atividade) Fase Nº da Fonte
50–Unid. 51–Qtd. 53 – Unitário 54 – Total (R$)
1 PRE-PRODUÇÃO PREPARAÇÃO
1.1 Roteiro 3 meses texto 1 R$ 1.200,00 R$ 1.200,00
1.2 Direção 3 meses serviço 3 R$ 600,00 R$ 1.800,00
1.3 Produção executiva 3 meses serviço 3 R$ 600,00 R$ 1.800,00
1.4 Direção de produção 2 meses serviço 2 R$ 600,00 R$ 1.800,00
1.5 Assistência de Produção 2 meses serviço 2 R$ 500,00 R$ 1.000,00
1.6 Direção de fotografia 2 meses serviço 2 R$ 500,00 R$ 1.000,00
1.7 Preparação de Elenco 2 meses serviço 2 R$ 500,00 R$ 1.000,00
Direção de arte 2 meses serviço 2 R$ 500,00 R$ 1.000,00
Caixa de arte 2 meses verba 1 R$ 3.000,00 R$ 3.000,00
Costureira 1 mês serviço 1 R$ 600,00 R$ 600,00

TOTAL PRÉ-PRODUÇÃO - PREPARAÇÃO


2 PRODUÇÃO
2.1 Direção 1 semana Serviço 1 3.000,00
2.2 Ass. De direção 1 semana Serviço 1 2.000,00
2.3 Prod Executivo 1 semana Serviço 1 2.000,00
2.4 Dir. Produção 1 semana Serviço 1 1.500,00
2.5 Ass de Produção 1 semana Diária 5 250,00
2.6 Dir. Arte 1 semana Serviço 1 2.000,00
2.7 Ass de arte 1 semana Diária 5 250,00
2.8 Dir. De fotografia 1 semana Serviço 1 2.000,00
2.9 1º ass de fotografia 1 semana Diária 5 250,00
2.10 Maquiador 1 semana Diária 5 250,00
2.11 Eletricista 1 semana Diária 5 250,00
2.12 Fotógrafo still 1 semana Diária 5 300,00
2.13 Técnico de som direto 1 semana Diária 5 350,00
2.14 Microfonista 1 semana Diária 5 250,00
ANEXO 1 - 9º Edital do Audiovisual de Pernambuco – Funcultura – Ano 2015/2016
2.15 Elenco principal 1 semana Diária 10 500,00
2.16 Elenco secundário 1 semana Diária 30 150,00
2.17 Segurança 1 semana serviço 1 R$ 2.000,00
2.18 Pacote de locação de equipamento – iluminação 1 semana Locação 5 300,00
2.19 Pacote de locação de equipamento – áudio 1 semana Locação 5 200,00
2.20 Pacote de locação de equipamento – câmeras, lentes 1 semana Locação 5 350,00
e tripés
2.21
2.22 Caixa de locações / espaços de gravação 1 semana verba 1 2.000,00
2.23 Material sensível – HD externo (2TB) 1 semana unidade 1 450,00
2.24 Alimentação 1 semana Diária 5 500,00
2.25 Água 1 semana verba 1 150,00
Transporte – van de produção (c/ motorista) 1 semana Diária 5 450,00

TOTAL PRODUÇÃO
3 PÓS-PRODUÇÃO/FINALIZAÇÃO
3.1 Direção 2 meses Serviço 2 1.500,00
3.2 Produção executiva 2 meses Serviço 1 2.000,00
3.3 montador 2 meses Serviço 2 2.500,00
3.4 Colorista 1 mês Serviço 1 3.000,00
3.5 Edição de som e mixagem 1 mês Serviço 1 3.000,00
3.6 Acessibilidade comunicacional – audiodescrição 1 mês Serviço 1 2.500,00
3.7 Acessibilidade comunicacional – libras 1 mês Serviço 1 2.500,00
3.8 Acessibilidade comunicacional – legendagem 1 mês Serviço 1 1.500,00
audiodescritiva
3.9 Trilha Sonora 2 meses Serviço 2 1.500,00

TOTAL PÓS-PRODUÇÃO / FINALIZAÇÃO


4 DIVULGAÇÃO
4.1 Gestão de conteúdo e mídias sociais 2 meses Serviço 2 1.200,00
4.2 Assessoria de comunicação e clipagem 2 meses Serviço 2 1.000,00
4.2 Design gráfico 1 mês Serviço 1 3.000,00
4.3 Teaser 1 mês Serviço 1 1.000,00
4.4 cartazes 1 mês Confecção 100 3,50
4.5

TOTAL DIVULGAÇÃO
5 CUSTOS ADMINISTRATIVOS/ ELABORAÇÃO
5.1 Elaboração do projeto 2 meses Serviço 1 1.000,00
5.2 Assessoria contábil 7 meses Serviço 7 200,00
Telefone (81) 999777470 verba 1 R$ 120,00 R$ 120,00
Telefone (81) 997584848 verba 1 R$ 120,00 R$ 120,00

TOTAL CUSTOS ADMINISTRATIVOS / ELABORAÇÃO


6 IMPOSTOS E RECOLHIMENTOS
6.1 Taxas bancarias 7 meses taxa 11 25,00
ANEXO 1 - 9º Edital do Audiovisual de Pernambuco – Funcultura – Ano 2015/2016

57 TOTAL GERAL(R$):
GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO USO EXCLUSIVO DO
SiC
FUNDO PERNAMBUCANO DE INCENTIVO À CULTURA – FUNCULTURA PROJETO Nº PÁGINA
FORMULÁRIO PARA INSCRIÇÃO DE PROJETO CULTURAL
10/14
58 PERÍODO DE EXECUÇÃO DO PROJETO

59 Datas Previstas: INÍCIO: 01 10 17 TÉRMINO: 30 09 18 60 Duração Prevista: 12 MESES ou SEMANAS

61 ORÇAMENTO ANALÍTICO DE EXECUÇÃO DO PROJETO - VALOR INCENTIVADO PELO FUNCULTURA - RECURSOS FONTE 006 Detalhe
aqui os itens de despesa necessários à execução do projeto, dando as especificações técnicas (pode inserir quantas linhas forem necessárias)
62 63 Etapa 64 Especificação 65 Duração 66 Indicador 69 Custos (R$) 72 - Custo Total 73- Imposto
Meta ou Fase (Meta/ Etapa ou Fase/ Atividades) (Etapa ou Fase) Físico (Atividade) da Etapa ou INSS
(Atividade) Fase
67–Unid. 68–Qtd. 70 – Unitário 71 – Total (R$)
1 PRE-PRODUÇÃO PREPARAÇÃO

TOTAL PRÉ-PRODUÇÃO - PREPARAÇÃO


2 PRODUÇÃO

TOTAL PRODUÇÃO
3 PÓS-PRODUÇÃO/FINALIZAÇÃO

TOTAL PÓS-PRODUÇÃO / FINALIZAÇÃO


4 DIVULGAÇÃO

TOTAL DIVULGAÇÃO
5 CUSTOS ADMINISTRATIVOS/ ELABORAÇÃO

TOTAL CUSTOS ADMINISTRATIVOS / ELABORAÇÃO


6 IMPOSTOS, TAXAS E RECOLHIMENTOS
ANEXO 1 - 9º Edital do Audiovisual de Pernambuco – Funcultura – Ano 2015/2016
74 TOTALGERAL(R$):

USO EXCLUSIVO DO SiC


GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO
FUNDO PERNAMBUCANO DE INCENTIVO À CULTURA - FUNCULTURA PROJETO Nº PÁGINA
FORMULÁRIO PARA INSCRIÇÃO DE PROJETO CULTURAL 11/14
75 CRONOGRAMA FÍSICO-FINANCEIRO – VALOR TOTAL DO PROJETO
76 Etapa 77 Especificação 78 CUSTO
ou Fase TOTAL 79 CUSTOS EM MESES OU SEMANAS MESES SEMANAS
(R$)
1º (ª) 2º (ª) 3º (ª) 4º (ª) 5º (ª) 6º (ª)

TOTAL(R$):

80 CRONOGRAMA FÍSICO-FINANCEIRO DE DESEMBOLSO – RECURSOS FONTE 006 - FUNCULTURA


81 Etapa 82 - Especificação 83 - CUSTO TOTAL 84 VALORES DAS PARCELAS
ou Fase (R$)
1ª 2ª 3ª 4ª 5ª 6ª

TOTAL(R$):
ANEXO 1 - 9º Edital do Audiovisual de Pernambuco – Funcultura – Ano 2015/2016

USO EXCLUSIVO DO SiC


GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO
FUNDO PERNAMBUCANO DE INCENTIVO À CULTURA - FUNCULTURA PROJETO Nº PÁGINA
FORMULÁRIO PARA INSCRIÇÃO DE PROJETO CULTURAL 12/14

PLANO BÁSICO DE DIVULGAÇÃO Projeto Cultural Nº


Comprometo-me a fazer constar as locuções, os nomes e as logomarcas do Governo do Estado de Pernambuco/Secretaria de Educação e do FUNCULTURA em todos os produtos, peças gráficas e de
propagandas referentes à mídia e divulgação de todo o projeto supracitado, de acordo com o que determina o Manual de Identidade Visual e de Aplicação de Marcas, conforme abaixo especificado.
Peça de Veículo de Tamanho / Logomarcas Governo do Estado / Logomarcas de Outros Incentivadores Visualização /
Divulgação Divulgação Duração Funcultura-SIC Dimensão / Posição Marca do Projeto
Indique as dimensões, a posição onde serão inseridas e a proporção em Indique o documento constante
da Peça Formato / Dimensão / Posição relação às marcas do Governo do Estado e do FUNCULTURA/SIC,
Indique a peça. Indique o veículo. Indique o formato - horizontal ou vertical, as dimensões e a posição onde serão do projeto cultural onde está
Indique as dimensões inseridas - parte superior, inferior, centro, respeitado as dimensões mínimas contidas no respeitado o disposto no Art. 33 do Decreto nº 25.343/2003 visualizada, pelo menos, a
Ex.: folder, cartaz, Ex.: jornal, revista, Manuel de Identidade Visual e de Aplicação de Marcas.
comerciais de TV, outros. rádio, TV, outros. ou a duração da peça. versão preliminar da peça
relacionada, inclusive com a
Formato Dimensões Posição Dimensões Posição Proporção marca do projeto que será
utilizada na divulgação.
ANEXO 1 - 9º Edital do Audiovisual de Pernambuco – Funcultura – Ano 2015/2016

Local e Data: Assinatura:

USO EXCLUSIVO DO SiC


GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO
FUNDO PERNAMBUCANO DE INCENTIVO À CULTURA - FUNCULTURA PROJETO Nº PÁGINA
FORMULÁRIO PARA INSCRIÇÃO DE PROJETO CULTURAL 13/14

PLANO DE DISTRIBUIÇÃO DE PRODUTOS CULTURAIS


Quantidade Total Disponível Valor Unitário (R$) Receita Prevista (R$)
Nº de Exemplares/ Distribuição Gratuita Total para a Venda Preço Preço Venda
Nome do Evento/Produto Venda
Ingressos Normal Promocional Promocional
Venda Venda Normal
Patrocinador Outros (*)
Normal Promocional
ANEXO 1 - 9º Edital do Audiovisual de Pernambuco – Funcultura – Ano 2015/2016

(*) Especifique aqui o público-alvo a ser beneficiado com a distribuição Receita total Prevista(R$)
gratuita: (venda normal + venda promocional)

Local/Data : Assinatura do Proponente


ANEXO 1 - 9º Edital do Audiovisual de Pernambuco – Funcultura – Ano 2013/2014

GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO USO EXCLUSIVO DO SIC

SISTEMA DE INCENTIVO À CULTURA – SIC PROJETO Nº PÁGINA


FORMULÁRIO PARA INSCRIÇÃO DE PROJETO CULTURAL
14/14
86 TERMO DE RESPONSABILIZAÇÃO

________________________________, produtor do Projeto Cultural, compromete-se em especial a:


(nome do produtor cultural)
I - realizar o projeto cultural incentivado, obrigando-se a veicular e fazer inserções dos nomes e
símbolos do Governo do Estado de Pernambuco e do FUNCULTURA, em todo o material de
apresentação e divulgação do mencionado projeto, conforme disciplinado em norma específica;

II - destinar os valores repassados pelo FUNCULTURA, exclusivamente para atender às despesas com
o projeto aprovado;

III - cumprir as exigências previstas na Lei nº 12.310, de 19 de dezembro de 2002, e alterações; no que
couber, do Decreto nº 25.343 de 31 de março de 2003, e alterações; no que couber, do Decreto nº
34.474/09 de 29 de dezembro de 2009, e alterações; Portarias e Atos Normativos, publicados até o
início das inscrições deste Edital; e da Lei nº 15.307, de 4 de junho de 2014.

IV - permitir o livre acesso e colaborar com os membros das Comissões do FUNCULTURA e dos
agentes do SIC responsáveis pelo acompanhamento e pela fiscalização da execução do projeto.

Por fim, declara, sob as penas da lei, que as informações e os dados constantes do projeto
apresentado e de seus eventuais anexos expressam a verdade, passando a assinar o presente termo
em 03 (três) vias de igual teor e para o mesmo fim impressas, e 04 (quatro) vias digitais.

______________________________ ____________________________
Local e Data Assinatura do Produtor Cultural
ANEXO 1 - 9º Edital do Audiovisual de Pernambuco – Funcultura – Ano 2013/2014