Você está na página 1de 8

O Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas

MAABE Escolares: metodologias de operacionalização


(Parte II)

Acção de Formação: Práticas e Modelos na Auto-


avaliação da Biblioteca Escolar
Formadoras: Fernanda Freitas e Regina Campos
Formanda: Márcia Morgado
Turma: DREN T1

Novembro | 2010
Actividade nº 1

Localizar nos instrumentos propostos pelo MAABE para o Sub-Domínio A2, questões
ou itens que vão ao encontro dos factores críticos definidos para cada um dos seus
Indicadores.

Para a execução deste exercício, utilize a Tabela seguinte, preenchendo a última


coluna (Nota: algumas células podem ficar vazias por o seu preenchimento exigir outro tipo de
instrumentos).

2
Instrumentos
propostos pelo Questões ou Itens dos Instrumentos propostos que ajudam a BE a obter
Indicadores Factores críticos de sucesso
MAABE para evidências e situar-se face aos factores críticos
cada Indicador
 O plano de trabalho da BE inclui actividades de formação QA1: Questão (Q) 7: Já participaste em actividades para aprender a usar a BE…?
de utilizadores com turmas/ grupos/ alunos e com  Questionário
QA1: Q8, Q13
docentes no sentido de promover o valor da BE, motivar aos alunos
para a sua utilização, esclarecer sobre as formas como (QA1). QD1: Q4, Q5 e Q9
A.2.1 Organização
de actividades de está organizada e ensinar a utilizar os diferentes serviços.  Questionário
formação de  Alunos e docentes desenvolvem competências para o uso aos docentes QA1: Q7.1, Q10,
da BE revelando um maior nível de autonomia na sua (QD1). QD1: Q14, Q15.1
utilizadores.
utilização após as sessões de formação de utilizadores.  Observação de O2: itens 2, 3, 4
utilização da BE
 A BE produz materiais informativos e/ ou lúdicos de apoio QA1: Q6.7
(O2).
à formação dos utilizadores. QD1: Q 8.1.1, Q11, Q12
 A BE procede, em ligação com as estruturas de QD1:Q3, Q3.1
coordenação educativa e de supervisão pedagógica, ao
levantamento nos currículos das competências de
informação inerentes a cada área disciplinar/área de
A.2.2 Promoção do conteúdo com vista à definição de um currículo de
ensino em competências transversais adequado a cada nível/ano de  Questionário
contexto de escolaridade. aos docentes
competências de  A BE promove, com as estruturas de coordenação (QD1) QD1:Q 3, Q3.1, Q10
informação. educativa e supervisão pedagógica e os docentes, a
integração de um plano para a literacia da informação no
projecto educativo e curricular e nos projectos
curriculares dos grupos/turmas.
 A BE propõe um modelo de pesquisa de informação a ser QD1: Q 8.1.1
usado por toda a escola.

3
Instrumentos
propostos pelo Questões ou Itens dos Instrumentos propostos que ajudam a BE a obter
Indicadores Factores críticos de sucesso
MAABE para evidências e situar-se face aos factores críticos
cada Indicador
 A BE estimula a inserção nas unidades curriculares, ACND QD1: Q3, Q3.1, Q6
e outras actividades, do ensino e treino contextualizado
A.2.2 Promoção do de competências de informação.
ensino em  A BE produz e divulga, em colaboração com os docentes, QD1: Q8.1, Q11, Q17
 Questionário
contexto de guiões de pesquisa e outros materiais de apoio ao
aos docentes
competências de trabalho de exploração dos recursos de informação pelos
(QD1)
alunos.
informação (cont.)
 A equipa da BE participa, em cooperação com os QD1: Q7
docentes, nas actividades de educação/ensino de
competências de informação com turmas/grupos/alunos.
 Os projectos escolares de iniciativa da BE, ou apoiados por QA1: Q7, Q7.1, Q13
ela, incluem actividades de consulta e produção de
informação e de intercâmbio e comunicação através das
TIC: actividades de pesquisa, utilização de serviços Web,
A.2.3 Promoção do
recurso a utilitários, software educativo e outros objectos
ensino em multimédia, manipulação de ferramentas de tratamento
contexto de  Questionário
de dados e de imagem, de apresentação, outros. aos alunos
competências
 A BE organiza e participa em actividades de formação para (QA1). QA1: Q13
tecnológicas e docentes e alunos no domínio da literacia tecnológica e
digitais. digital.
 A equipa da BE apoia os utilizadores na selecção e QA1: Q8
utilização de recursos electrónicos e media, de acordo
com as suas necessidades.

4
Instrumentos
propostos pelo Questões ou Itens dos Instrumentos propostos que ajudam a BE a obter
Indicadores Factores críticos de sucesso
MAABE para evidências e situar-se face aos factores críticos
cada Indicador
A.2.3 Promoção do  A BE colabora na concepção e dinamização de actividades
ensino em de educação para e com os media.
 Questionário
contexto de  A BE produz, em colaboração com os docentes, materiais QA1: Q6.7
aos alunos
competências informativos e de apoio à adequada utilização da Internet: (QA1).
tecnológicas e guiões de pesquisa, grelhas de avaliação de sítios, listas de
digitais (cont.). apontadores, guias de procedimentos, outros.
 Os alunos utilizam, de acordo com o seu nível/ano de GO2: itens 2, 3, 4, 5
escolaridade, linguagens, suportes, modalidades de T1: 1
recepção e de produção de informação e formas de
comunicação variados, entre os quais se destaca o uso de  Observação de
ferramentas e media digitais.
utilização da BE
 Os alunos incorporam no seu trabalho, de acordo com o (GO2). GO2: itens 1, 2, 3, 4, 5, 6,7, 8, 9, 10, 11
A.2.4 Impacto da
nível/ano de escolaridade que frequentam, as diferentes  Trabalhos T1: 1, 2, 3, 11
BE nas fases do processo de pesquisa e tratamento de escolares dos
competências informação: identificam fontes de informação e alunos (T1).
tecnológicas, seleccionam informação, recorrendo quer a obras de
 Questionário
digitais e de referência e materiais impressos, quer a motores de
pesquisa, directórios, bibliotecas digitais ou outras fontes aos docentes
informação dos
de informação electrónicas, organizam, sintetizam e (QD1).
alunos.
comunicam a informação tratada e avaliam os resultados  Questionário
do trabalho realizado. aos alunos da
(QA1).
 Os alunos demonstram, de acordo c/ o seu nível/ano de
escolaridade, compreensão sobre os problemas éticos,
legais e de responsabilidade social associados ao acesso,
avaliação e uso da informação e das TIC.

5
Instrumentos
propostos pelo Questões ou Itens dos Instrumentos propostos que ajudam a BE a obter
Indicadores Factores críticos de sucesso
MAABE para evidências e situar-se face aos factores críticos
cada Indicador
A.2.4 Impacto da  Os alunos revelam, em cada ano e ao longo de cada  Observação de QA1: Q 9
BE nas nível/ano de escolaridade, progressos no uso de utilização da BE QD1: 15, 16
competências competências tecnológicas, digitais e de informação nas (GO2).
diferentes disciplinas e áreas curriculares/áreas de  Trabalhos
tecnológicas,
conteúdo. escolares dos
digitais e de
alunos (T1).
informação dos
alunos (cont.)  Questionário
aos docentes
(QD1).
Questionário
aos alunos da
(QA1).
 Os alunos aplicam modalidades de trabalho diversificadas GO1: item 3, 5, 6, 7
– individual, a pares ou em grupo – e realizam tarefas
A.2.5 Impacto da diferenciadas, de acordo com a estruturação espacial e
BE no funcional da BE.  Observação de
desenvolvimento utilização da BE
 Os alunos estabelecem entre si um ambiente de confiança (GO1). GO1: itens 3, 5, 6, 7
de valores e e de respeito mútuo, cumprindo normas de actuação, de
 Questionário
atitudes convivência e de trabalho, inerentes ao sistema de
organização e funcionamento da BE. aos docentes
indispensáveis à
(QD1).
formação da  Os alunos revelam valores de cooperação, autonomia e QA1: Q10, Q11
responsabilidade, conformes a uma aprendizagem  Questionário
cidadania e à GO1: itens 1, 5, 6
autónoma, activa e colaborativa. aos alunos
aprendizagem ao (QA1).
longo da vida.  Os alunos demonstram atitudes de curiosidade, iniciativa,
criatividade e reflexão crítica, necessárias a uma
aprendizagem baseada em recursos.

6
Actividade nº 2
A partir da análise dos instrumentos que já realizou e da compreensão do tipo de
informações passíveis de ser obtidas através da sua aplicação, seleccione um Indicador
do Sub-domínio A2 à sua escolha, e escreva livremente três enunciados avaliativos que
hipoteticamente pudesse formular na Coluna das Evidências do respectivo Relatório de
Avaliação, a partir de dados supostamente recolhidos com aqueles instrumentos.

Indicador do Sub-domínio A2:


A.2.4 Impacto da BE nas competências tecnológicas, digitais e de informação dos alunos.

1) Como mostram os dados recolhidos e analisados da Grelha de Observação (GO2) –


Literacias da Informação, tecnológica e digital (cf. anexo 1) e da Grelha de análise
de trabalhos escolares dos alunos (T1) (cf. anexo 2), a utilidade dos workshops
dinamizados pelos Professores Bibliotecários e os guiões produzidos pela equipa da
Biblioteca Escolar sobre como elaborar um trabalho escrito e os passos a ter em
conta na redacção de um trabalho, tiveram um impacto muito positivo na
produção de trabalhos escritos dos discentes dos diferentes níveis de escolaridade.

2) De acordo com o que ficou plasmado facto no item 6 da GO2 (cf. anexo 1), o
workshop dinamizado pela BE relativamente às referências bibliográficas, segundo
a norma APA, com recurso ao MS Word por todos os alunos e docentes do
agrupamento, processo ratificado pelo Conselho Pedagógico, permitiu sensibilizar
todos os docentes e discentes para uma uniformização de uma norma a seguir.
Esta iniciativa foi reconhecida como uma prática de referência e uma actividade de
excelência.

3) Atendendo aos resultados colhidos na questão 15 e 16 do Questionário aos


Docentes (QD1), anexo 3, e as respostas obtidas na pergunta 9 do Questionário aos
alunos (QA1), anexo 4, conclui-se que a eficácia das formações desenvolvidas em
Estudo Acompanhado acerca das competências tecnológicas, digitais e de
informação causou efeitos muito satisfatórios na aprendizagem e desenvolvimento
dos alunos nas literacias.

7
Actividade nº 3

Imagine que uma destas ideias do Sub-domínio A2, sobre o qual temos vindo a
concentrar o nosso olhar, a título exemplificativo, se enquadra naquilo que deve ser a
aposta futura de melhoria da sua biblioteca num determinado tópico.
Identifique-a e procure operacionalizá-la de um modo mais efectivo, de modo a que se
possa constituir como uma verdadeira proposta de melhoria.
Lembramos, contudo, que, integrando o relatório de auto-avaliação, esta enunciação
de propostas deve ser feita de forma sintética, de modo a não sobrecarregar o
Relatório. Tente, por isso, ser o mais objectivo possível.

Acção de melhoria concretizada


Produzir e partilhar materiais para a formação com outras escolas e BE

Com o intuito de apoiar e reforçar a formação de utilizadores, ao longo do próximo


ano lectivo, os professores Bibliotecários, em conjunto com os docentes da equipa da
BE, irão recolher e produzir materiais digitais para cada disciplina, de acordo com o
nível de escolaridade, para disponibilizar no LMS do Agrupamento (Moodle), com
ligação ao Blogue da BE, para promover partilha de recursos educativos digitais.