Você está na página 1de 49

INFORMÁTICA – AMBIENTE WINDOWS

INTRODUÇÃO A INFORMÁTICA

Atualmente a informática está presente em todos os setores e não saber


utilizá-la nos faz perder várias oportunidades tanto na vida pessoal e
principalmente na vida profissional.

 Conceito de Informática

Informática é a automatização da informação, ou seja, o que antes era


realizado manualmente agora é realizado automaticamente, de forma mais
rápida e eficiente.

 O que é um computador?

Computadores são máquinas capazes de realizar uma grande variedade de


tarefas, dependendo de como forem programados pelos usuários.
Essas máquinas são divididas em duas partes.

HARDWARE - Parte física do computador, ou seja, é um conjunto de


componentes eletrônicos e mecânicos. Ex.: teclado, mouse, monitor.
SOFTWARE - Parte lógica do computador. É composto por programas que são
uma seqüência de ordens, instruções. Ex.: Processadores de texto, jogos,
planilhas eletrônicas, etc.

 Características de um computador

- Alta velocidade na execução de suas tarefas.


- Grande capacidade de armazenar informações (memória).
- Capacidade de executar longa seqüência de operações (programas).

 Classificação dos computadores

Podem ser classificados pelo porte:

Mainframes
Considerados de grande porte e se destacam
por ter alto poder de processamento, muita
memória e por controlar atividades com grande
volume de dados. Seu custo é bastante elevado
e são encontrados, geralmente, em bancos,
grandes empresas e centros de pesquisa.

Microcomputadores
Considerados de pequeno porte e são
divididos em duas categorias: desktops ou torres
e portáteis.

 Tipo de Microcomputadores

Introdução a Informática 4
INFORMÁTICA – AMBIENTE WINDOWS

Os microcomputadores atendem a uma infinidade de aplicações. São


divididos em duas plataformas: PC (computadores pessoais) e Macintosh
(Apple).

Desktops - São os computadores mais comuns, dispõe de


teclado, monitor, mouse e gabinete separados fisicamente e
ligados por cabos.
Portáteis - Possuem todas as partes integradas num só
conjunto e podem ser encontrados nos mais diferentes
formatos, tamanhos e tipos de operações.
Laptops ou Notebooks
São produzidos para serem transportados facilmente. Seu nome significa
“computador que cabe no colo de qualquer pessoa”.

Netbooks
São muito parecidos com o notebook, porém, em tamanho reduzido, mais leve,
mais barato e não possuem drives de CD/DVD.

Palmtops
São pequenos e, em geral, não possuem teclado e sua tela é sensível ao
toque.

Smartphones
São telefones celulares de última geração. Possuem alta capacidade de
processamento, grande potencial de armazenamento, acesso à internet,
reproduzem música, vídeos e têm outras funções.

Notebook Netbook Palmtops Smartphones

Introdução a Informática 5
INFORMÁTICA – AMBIENTE WINDOWS

ESTRUTURA INTERNA DO COMPUTADOR

A partir de agora iremos conhecer o computador por dentro e entender


como ele funciona.

 UNIDADE DE SISTEMA ou CPU (Unidade Central de


Processamento): é a parte central de um computador, contém um
conjunto de componentes e dispositivos responsáveis pelo processamento
e funcionamento do computador e equipamentos auxiliares.

 MICROPROCESSADOR: é considerado o “cérebro do computador”,


pois é o responsável pelo gerenciamento do próprio computador, ou seja,
comanda a leitura e gravação dos dados tanto no disco como na memória,
executa os programas, recebe e envia dados para os periféricos de
entrada e saída.

 PLACA-MÃE: principal placa de circuitos do computador, responsáveis


pelo processamento dos dados e pelas trocas de informações no interior e
com o exterior. Seus principais componentes são: microprocessador, as
memórias RAM e ROM.

 FONTE DE ALIMENTAÇÃO: dispositivo


responsável por fornecer energia elétrica aos componentes de um
computador. É um tipo de equipamento que deve ser escolhido e

Introdução a Informática 6
INFORMÁTICA – AMBIENTE WINDOWS

manipulado com cuidado, afinal, qualquer equívoco pode resultar em


provimento inadequado de eletricidade ou em danos à máquina.

 BUS DO SISTEMA: conjunto de circuitos cuja função é transmitir “blocos”


de dados entre a Placa-Mãe e os seus componentes.

 PLACA DE VÍDEO: também conhecida como aceleradora gráfica, é um


componente de um computador que envia sinais deste para o monitor, de
forma que possam ser apresentadas imagens. Normalmente possui
memória própria, mas nos computadores de baixo custo, as placas de
vídeo estão incorporadas na placa-mãe, não possuem memória dedicada,
e por isso utilizam a memória viva do sistema.

 SLOTS DE EXPANSÃO: são conectores localizados na placa principal


(placa mãe), através dos quais, são adicionados itens de hardware como
placa de som, placa de fax-modem, placa de rede, etc.

 CABOS: Podemos encontrar diferentes tipos de cabos dentro do gabinete:


podem ser de energia ou de dados e conectam dispositivos, como disco
rígido, drives de CDs e DVDs, LEDs (luzes), botão liga/desliga, entre outros,
à placa-mãe.

Introdução a Informática 7
INFORMÁTICA – AMBIENTE WINDOWS

 DRIVES: São dispositivos de suporte para mídias – fixas ou removíveis – de


armazenamento de dados, nos quais a informação é gravada por meio
digital, ótico, magnético ou mecânico.

 PORTAS DE ENTRADA E SAÍDA: São as portas do computador nas quais


se conectam todos os periféricos. São utilizadas para a entrada e a saída de
dados. Os computadores de hoje apresentam normalmente as portas USB,
VGA, FireWire, HDMI, Ethernet e Modem. Alguns dispositivos ligados por
essas portas são: modem, monitor, HD externo, scanner, impressora,
microfone, mouse, teclado, etc.

 MEMÓRIA: dispositivos do computador que tem como função armazenar


ou auxiliar o trabalho no PC. São divididos em dois grupos:

1) Memória Principal: Acessada diretamente pelo microprocessador, é


dividida em:

a) Memória RAM (Random Access Memory – Memória de Acesso Aleatório)


Memória onde são armazenados dados em tempo de processamento, isto
é, enquanto o computador está ligado e, também, todas as informações que
estiverem sendo executadas, pois essa memória é mantida por pulsos
elétricos. Todo conteúdo dela é apagado ao desligar-se a máquina, por isso é
chamada também de volátil.
O módulo de memória é um componente adicionado à placa-mãe. É
composto de uma série de pequenos circuitos integrados, chamados chip de
RAM. A memória pode ser aumentada, de acordo com o tipo de equipamento
ou das necessidades do usuário. O local onde os chips de memória são
instalados chama-se SLOT de memória.

Introdução a Informática 8
INFORMÁTICA – AMBIENTE WINDOWS

b) Memória ROM (Read Only Memory – Memória somente de leitura)


É um tipo de memória em que os dados não se perdem quando o
computador é desligado.
Este tipo de memória é ideal para guardar dados da BIOS (Basic
Input/Output System - Sistema Básico de Entrada/Saída) da placa-mãe e outros
dispositivos.

2) Memória Secundária: acessada por controladoras especiais. São


memórias utilizadas para armazenar os arquivos que o usuário gera através
do uso de software, para que possam ser acessados posteriormente.

Os tipos são:
 Disquete
 Fita Magnética
 HD (Interno e Externo)
 CD, CD-R e CD-RW
 DVD, DVD-R e DVD-RW

Introdução a Informática 9
INFORMÁTICA – AMBIENTE WINDOWS

 PenDrive
 Cartão de Memória

PERIFÉRICOS
São dispositivos responsáveis pela entrada de dados para a CPU e pela
saída das informações para o exterior (sempre com a supervisão do
microprocessador); serão agrupados segundo a sua função:

1) Periféricos de entrada (Input): entrada de dados para o computador.

Ex.: Teclado, Mouse, Leitor de código de barra, Scanner, Joystick, Microfone,


Drive de Cd-Rom, Webcam.

2) Periféricos de saída (Output): saída da informação do computador.

Ex.: Monitor, Impressora, Caixa de som.

3) Periféricos de entrada e saída (Input / Output): usado tanto para a


entrada de dados como para a saída de informações do computador.

Ex.: HD, Drive de Disquete, Fax-Modem, Gravador de CD / DVD, Impressora


Multifuncional, PenDrive, Câmera Digital, Tela TouchScreen.

REPRESENTAÇÃO DA INFORMAÇÃO
O computador não é capaz de entender os símbolos que utilizamos na
nossa linguagem comum, logo sente necessidade de traduzi-los e codificá-los
para uma linguagem própria.
Código Binário: linguagem composta apenas por dois símbolos (0 e 1).
Esses dois símbolos são na realidade sinais elétricos onde o 0 (desligado) e o 1
(ligado).
Com o avanço tecnológico, os dados utilizados nos computadores ficam
cada vez mais pesados surge então à necessidade de se representar esse
aumento.

Unidades de Informação: conjunto de unidades de medidas de


informação que nos auxiliará a determinar a capacidade de um equipamento
ou componente. Essas unidades são:

 Bit: é a menor unidade de medida, é justamente o símbolo 0 ou 1 do


código binário.
 Byte: é um conjunto de oito bits, qualquer que seja a combinação. (8 bits
= 1 byte = 1 caracter)
 Kilobyte (Kb): 1 Kb = 1.024 bytes
 Megabyte (Mb): 1 Mb = 1.024 Kbytes = 1.048.576 bytes
 Gigabyte (Gb): 1 Gb = 1.024 Mbytes = 1.073.741.824 bytes

Introdução a Informática 10
INFORMÁTICA – AMBIENTE WINDOWS

 Terabyte (Tb): 1 Tb = 1.024 Gbytes = 1.099.511.627.776 bytes

Existem também as unidades para grande porte:


Petabyte: 1 Pb = 1.024 Tbytes = 1.125.899.906.842.624 bytes
Exabyte: 1 Eb = 1.024 Pbytes = 1.152.921.504.606.846.976 bytes
Zettabyte: 1 Zb = 1.024 Ebytes = 1.180.591.620.717.411.303.424
bytes
Yottabyte: 1 Yb = 1.024 Zbytes = 1.208.925.819.614.629.174.706.176
bytes

Introdução a Informática 11
INFORMÁTICA – AMBIENTE WINDOWS

SOFTWARES
Parte lógica do computador, ou seja, um conjunto de programas que
possibilitam desde o funcionamento e gerenciamento do próprio sistema até a
realização das mais variadas tarefas. Existem dois tipos de softwares:
1) SOFTWARE DE SISTEMA: programas responsáveis pelo funcionamento do
computador e gerenciamento do hardware. Divide-se em dois grupos:
a) Sistemas operacionais
O sistema operacional é o principal programa do computador, serve para
receber e executar os programas que serão usados, gerenciar a comunicação
dos outros programas (aplicativos) com os hardwares, gerenciar os dados,
pastas e arquivos além de supervisionar e gerenciar todo o computador.
Os principais tipos de sistemas operacionais são:
Windows: é o sistema sucessor do Ms-DOS. É o mais usado atualmente
devido a sua facilidade de uso.
Linux: sistema gratuito que foi criado pelo finlandês Linus Torvalds como
uma espécie de clone do Unix.
DOS: sistema operacional em modo texto, não tem layout gráfico.
b) Linguagens de programação.
Linguagem de programação é um método padronizado para expressar
instruções para um computador. É um conjunto de regras sintáticas e
semânticas usadas para definir um programa de computador. Uma linguagem
permite que um programador especifique precisamente sobre quais dados um
computador vai atuar, como estes dados serão armazenados ou transmitidos e
quais ações devem ser tomadas sob várias circunstâncias.
2) SOFTWARE DE APLICAÇÃO: programas que permitem ao computador
executar tarefas práticas e úteis ao dia-a-dia. Divide-se em:
a) Processador de texto
Usado para a criação de documentos simples até mesmo arquivos
profissionais, que são mais complexos. Esse programa simula o
funcionamento de uma máquina de escrever, porém permite utilizar recursos
para modificação, edição e finalização de textos, além da possibilidade de se
trabalhar com imagens e gráficos.
b) Planilha eletrônica
Utiliza tabelas para a realização de cálculos, apresentação de dados e
gráficos comparativos.
c) Banco de dados
Permite o armazenamento de uma grande quantidade de dados podendo
separá-los por assunto ou tarefas para ser utilizado posteriormente da maneira
que for especificado.
d) Computação gráfica
Utilizado para trabalhar imagens em geral e podendo ser aplicada em
diversas áreas.
e) Jogos
Utilizado para entretenimento, trabalha com interface gráfica e
jogabilidade avançadas.

Introdução a Informática 12
INFORMÁTICA – AMBIENTE WINDOWS

SISTEMA OPERACIONAL - WINDOWS XP

Como vimos anteriormente, o Windows é um Sistema Operacional: ele provê


ao usuário e aos outros tipos de programas meios para usar recursos básicos
do computador, incluindo a memória, tempo de processo, discos etc. Também
supervisiona todo o funcionamento do computador e nos dá ferramentas para
organizarmos nossas informações no computador.
Por ser um sistema operacional gráfico os comandos são representados por
figuras e acionados por um dispositivo apontador: o mouse. O uso de uma
interface gráfica apresenta algumas vantagens, entre as quais:

• O layout gráfico se aproxima muito mais da linguagem humana, facilitando o


seu uso e o aprendizado.

• Ambiente multitarefa, ou seja, várias coisas podem ser feitas ao mesmo


tempo. O Windows se encarrega de gerenciar a memória disponível entre os
aplicativos em uso.

• Por ter uma interface gráfica, o Windows é mais fácil de entender que os
antigos sistemas de interface baseados em caracteres (DOS, por exemplo),
onde os comandos eram digitados um a um. Assim, comandos são
transformados em figuras e menus que, quando acionados, executam
instruções.

• Há uma padronização de uso entre o Windows e seus aplicativos; isto é,


respeitando as particularidades de cada aplicativo, no Windows, a maneira de
lidar com um cada programa são semelhantes, facilitando o aprendizado.

• No Windows e nos seus aplicativos, a maioria das tarefas pode ser realizada
com o uso do mouse, que é mais fácil e intuitivo que o teclado (o teclado, por
outro lado, é mais preciso; o que usar em cada programa depende da tarefa e
da preferência do usuário).

• Uma das grandes vantagens do Windows é a possibilidade de intercâmbio de


dados entre os aplicativos.

 Iniciando o Windows

Ao iniciar seu computador surgirá a tela de Login do Windows, onde o


sistema pede que o usuário se identifique escolhendo uma das contas
disponíveis e se for necessário, digite uma senha. Essa é a forma que o sistema
usa para definir prioridades e configurações diferentes para cada usuário.

 Conhecendo a Área de Trabalho

Após o Windows ser carregado a primeira tela que aparece chama-se Área
deÍcones
Trabalho, é a partir dela que o usuário realiza a maioria dos seus trabalhos
como, por exemplo: abrir programas, criar documentos, organizar pastas e até
mesmo desligar o computador.

Sistema Operacional 13

Botão Barra de Notificação


Barra de Tarefas
Iniciar
INFORMÁTICA – AMBIENTE WINDOWS

Na Área de Trabalho encontramos:

Ícones
São pequenas figuras que aparecem na área de trabalho como Meu
Computador, Lixeira, etc... Seus desenhos representam arquivos, programas e
dispositivos do computador.

Barra de Tarefa
Localizada na parte inferior da tela, tem como função informar quais os
programas que estão sendo executados permitindo assim uma melhor
organização das janelas e a possibilidade de se alternar entre elas.

Barra de Notificação
Tem como função informar a hora e alguns ícones de recursos e programas
ativos. O que determina a exibição destes é a configuração do sistema.

 Uso do mouse

Para utilizar o mouse basta deslizá-lo sobre uma superfície plana e não
muito lisa. O ponteiro na tela irá acompanhar os movimentos que forem
realizados.

Apontar: Significa movimentar o mouse até que o ponteiro esteja sobre o


objeto desejado. Na maioria dos casos é exibida uma mensagem com
informações sobre o item.
Clicar: Significa apertar o botão esquerdo do mouse sobre o item desejado.
Caso o usuário seja canhoto, o botão será o direito.
Duplo-clique: Significa clicar sobre um item duas vezes seguidas (sem
interrupção). Esse movimento geralmente é usado para abrir pastas e
programas na área de trabalho.
Arrastar e soltar: Significa apertar o botão esquerdo do mouse sobre o item
desejado e, mantendo pressionado, deslizar o ponteiro até uma nova posição e
então soltar o botão. Esse movimento geralmente é usado para mover objetos
na tela, fazer desenhos e selecionar textos.
Clique inverso: Significa apertar o botão direito do mouse sobre o item
desejado para exibir uma lista de opções. Caso o usuário seja canhoto, o botão
será o esquerdo.
 Botão Iniciar

Sistema Operacional 14
INFORMÁTICA – AMBIENTE WINDOWS

Este botão é o ponto de partida para a execução de, praticamente, todas


as atividades do Windows. Fica localizado na Barra de Tarefas e é ele dá acesso
ao Menu Iniciar e este acesso aos outros menus.
Ao clicar sobre este botão veremos algumas opções para ter acesso a
outros menus (ou seja, aos menus das opções que aparecem um triângulo no
canto direito) bastando apenas posicionar o mouse sobre o triângulo, sem
precisar clicar.

Veja que serão abertas várias opções sequenciais.


Chamamos de menus estes links que nos dão acesso aos programas. O
menu “Todos os Programas” vai nos dar acesso a, como o nome já sugere, a
todos os programas que tenhamos em nosso computador.

 Abrir e fechar programas

Para abrir um programa podemos seguir dois caminhos:

Através da Área de Trabalho:


Localize o ícone do programa desejado e dê um duplo-clique.
Através do Botão Iniciar:
Localize o ícone do programa desejado (caso não o encontre
imediatamente, procure na seção TODOS OS PROGRAMAS) e dê um clique
simples.

Sistema Operacional 15
INFORMÁTICA – AMBIENTE WINDOWS

Para fechar basta clicar no botão com forma de X no canto superior direito
da janela.

 Alterando a Área de Trabalho

Para alterar a área de trabalho de maneira mais rápida, basta dar um


clique com o botão direito do mouse na tela onde não tenha nenhum ícone e
depois clicar na opção Propriedades.
Será aberta uma caixa de diálogos de Propriedades de Vídeo, onde será
possível escolher entre as opções:

Tema: plano de fundo associado a um grupo de sons, ícones e outros


elementos que ajudam a personalizar o computador.

Área de Trabalho: permite personalizar o papel de parede (fundo da tela)


com imagens oferecidas pelo computador ou do próprio usuário.

Proteção de tela: permite alterar o tipo de descanso enquanto o


computador está em espera, pode ser protegido por senha e além de definir o
tempo que irá aguardar para ela aparecer.

Aparência: permite alterar o modelo das janelas, as cores, o tipo e o


tamanho das fontes.

Configurações: permite alterar a resolução e as configurações de cores


do vídeo.

Repare que na caixa de diálogo existe uma imagem de um monitor, esta


imagem reproduz um exemplo de como ficará com as alterações realizadas.
Você pode optar por Aplicar as alterações sem fechar esta caixa ou
simplesmente clicar em OK que aplicará as alterações fechando a caixa de
diálogo e caso não deseje confirmar as alterações clique em Cancelar.

 Desativar, Hibernar e Reiniciar o Windows

Sistema Operacional 16
INFORMÁTICA – AMBIENTE WINDOWS

Depois de clicar na opção Desligar o computador no Menu Iniciar (ou


pela tecla de atalho ALT + F4) escolha a opção que deseja:

Hibernar ou Em espera: significa colocar o sistema “dormindo”, assim


todos os dados serão salvos na memória e quando ligarmos novamente o
computador, todos os programas e documentos que estavam abertos serão
restaurados na Área de Trabalho.
Desativar: significa desativar o sistema para que o computador possa ser
desligado com segurança. Alguns computadores são desligados
automaticamente, junto com o sistema.
Reiniciar: significa desativar o sistema e ativá-lo novamente. Essa opção
normalmente é usada quando alguma configuração é modificada ou quando
ocorre um erro grave no sistema, fazendo com que ele volte a funcionar
corretamente.

JANELAS

No sistema operacional cada programa funciona dentro de uma área


retangular chamada de janela.
As janelas de programa no Windows seguem um padrão denominado
“Padrão Windows”. Por esta razão é necessário conhecer as principais
características de uma janela.

Sistema Operacional 17
INFORMÁTICA – AMBIENTE WINDOWS

Elementos da tela

Barra de Títulos: aparece no topo das janelas e tem o objetivo de


mostrar o nome do programa e do arquivo aberto, se for o caso.

Barra de Menu: permite o acesso aos comandos disponíveis no


programa. Os comandos que são relacionados estão agrupados dentro de um
menu.

Botões de Tamanho: grupo de botões responsáveis pelo tamanho da


janela. São divididos em:

- Botão Minimizar: reduz o tamanho da janela ao menor tamanho


possível, de forma que fique oculta.

- Botão Maximizar / Restaurar: o botão Maximizar amplia a janela para


que ela ocupe toda a Área de Trabalho. O botão Restaurar deixa a janela como
estava antes de ser maximizada.

- Botão Fechar: encerra a execução do programa, retirando-o da memória


principal.

Barra de Ferramentas Padrão: aparece na maioria dos programas e


mostra atalhos para os comandos de menu mais usados.

Barra de Rolagem: estão disponíveis quando o conteúdo do arquivo não


pode ser mostrado por completo na janela. Podem aparecer tanto na vertical,
como na horizontal.

Barra de Status: é uma barra que mostra descrições de ferramentas e


outras mensagens. Varia de programa para programa.

 Mover janelas

Sistema Operacional 18
INFORMÁTICA – AMBIENTE WINDOWS

Pode-se mover as janelas pela área de trabalho, colocando-as onde for


desejado. Primeiro certifique-se que a janela não está maximizada, depois
clique com o mouse na barra de título da janela e mantendo o botão
pressionado, arraste até o local escolhido e então solte o botão.

 Redimensionando janela

As janelas podem ter seu tamanho alterado de acordo com a vontade do


usuário. Para alterar o tamanho, certifique-se que a janela não está
maximizada, aponte o mouse para a borda e quando o ponteiro assumir a
forma de seta dupla pressione o botão e arraste até o tamanho escolhido.

ACESSÓRIOS

No ambiente Windows podemos encontrar dentro do Menu Acessórios


vários programas que acompanham o sistema operacional (alguns até muito
utilizados). Entre eles temos: programa de desenho, digitalização,
processadores de texto, calculadora, criação de uma rede doméstica,
gerenciador de arquivos, entre outros.

 Bloco de Notas

O bloco de notas é um editor de texto muito simples, o que o torna


bastante limitado. Serve praticamente para editar
textos do tipo “.txt”, isto é, os arquivos deste tipo
possuem pouca sofisticação. Como o próprio
nome já diz, deve ser utilizado para pequenas
anotações.
Na janela do programa, se clicarmos nas
barras de menus, encontraremos uma série de
opções que poderemos utilizar.
Para digitar um texto, basta clicarmos com o
mouse na parte “branca” da tela; aparecerá um
“|” piscando; que é o cursor de texto, essa é a
indicação de onde será inserido o texto.

 Calculadora

A calculadora do Windows funciona como uma calculadora normal, sendo


que existem dois tipos: a Padrão e a Científica. Para usá-las, basta clicar sobre
os botões, o ponteiro funciona como o seu dedo sobre a calculadora normal. Se
desejar, o teclado numérico pode facilitar esta operação.
Você também poderá escolher o modo calculadora científica através do
menu Exibir.
Um recurso interessante da calculadora é a auto-ajuda, ou seja, para obter
uma descrição da funcionalidade de algum botão, clique com o botão direito
do mouse sobre o botão da calculadora que deseja obter informações e
quando aparecer o rótulo “O que é isto?”, clique com o botão esquerdo sobre
este texto para ter acesso à ajuda.

Sistema Operacional 19
INFORMÁTICA – AMBIENTE WINDOWS

Tipo Padrão Tipo Científico

 Paint

O Paint é um programa que permite criar e editar imagens gráficas, isto é,


você pode criar desenhos geométricos ou utilizar o mouse como se fosse um
lápis e realizar algumas alterações em um desenho já pronto, neste caso,
poderá acrescentar textos, traços, apagar, mudar a cor etc.

 WordPad
O programa WordPad, diferente do Bloco de Notas por ser apenas um
editor de textos, é considerado um editor de texto não muito poderoso, mas
que praticamente atenderá a maioria das necessidades para edição de um
documento simples. Quase todos os seus recursos estão disponíveis na barra
de ferramentas, o que facilitará muito o trabalho.

 Windows Explorer

O Windows Explorer é um gerenciador de arquivos capaz de oferecer


recursos poderosos no gerenciamento das informações contidas nos seus
discos e nos que estiverem conectados em uma rede de intranet ou Internet.

Sistema Operacional 20
INFORMÁTICA – AMBIENTE WINDOWS

ABRINDO E SALVANDO UM ARQUIVO NO WINDOWS

 Abrindo arquivo

Para abrir um documento no Windows basta clicar no Menu Arquivo e em


seguida no comando Abrir ou clicar diretamente no ícone correspondente ao
comando “Abrir” na barra de ferramentas do programa utilizado.
Após o comando surgirá uma caixa de diálogo, onde o usuário indicará o
local onde o arquivo foi salvo.

Indique o local (pasta) onde foi salvo o arquivo

Mostra as pastas e
arquivos existentes
dentro da pasta
indicada.

 Salvar um arquivo

Para salvar um documento no Windows o procedimento é o mesmo que o


comando abrir, basta clicar no Menu Arquivo e em seguida escolha entre os
comandos Salvar ou Salvar como, ou clique diretamente no ícone
correspondente ao comando “Salvar” na barra de ferramentas do programa
utilizado.
Na primeira vez que for salvar este arquivo, será necessário nomeá-lo, por
isso sempre será aberta a caixa de diálogo “Salvar como”. Nesta caixa

Sistema Operacional 21
INFORMÁTICA – AMBIENTE WINDOWS

indique o local (pasta) onde será salvo o documento e com que nome ele será
gravado.
Indique o local (pasta) onde será salvo

Indique o nome com o qual será gravado

Toda vez que quiser produzir uma cópia do arquivo para fazer novas
alterações sem modificar o original, utilize a opção Salvar como e aparecerá
esta caixa de diálogo. Um arquivo não pode ser salvo com o mesmo nome e a
mesma extensão na mesma pasta; pelo menos um dos elementos deve ser
alterado (local, nome ou extensão).
Se o documento já estiver salvo, ou seja, já tiver um nome e se quiser
salvar apenas as atualizações, basta optar apenas por Salvar e não Salvar
como. Neste caso não aparecerá a caixa de diálogo, apenas voltará para o
arquivo que você estava trabalhando.

Sistema Operacional 22
INFORMÁTICA – AMBIENTE WINDOWS

PAINT

Como já dito anteriormente o Paint é um programa utilizado para a criação


de desenhos. É um aplicativo muito simples de se trabalhar, para iniciá-lo
basta clicar em Iniciar >Todos os programas > Acessórios > Paint.

 Elementos da janela

Além dos elementos que já conhecemos anteriormente (barra de titulo,


barra de menu, etc) temos:

Caixa de Ferramentas: mostra as ferramentas que poderão ser utilizadas


para se criar um desenho.

Caixa de Cores: mostra a lista de cores que poderão ser usadas no


desenho.

 Conhecendo a Caixa de Ferramentas

Para utilizar qualquer ferramenta basta clicar sobre ela. Após o clique, leve
o cursor do mouse para a área de trabalho e clique novamente no botão
esquerdo, mas desta vez mantendo-o pressionado, movimente o mouse.

a) Selecionar forma livre: pode-se selecionar qualquer área de forma livre.


Contorne a área que deseja selecionar como se estivesse usando o lápis.

Sistema Operacional 23
INFORMÁTICA – AMBIENTE WINDOWS

b) Seleção: serve para selecionar uma área da imagem criando um retângulo ao


seu redor. Esta área poderá ser deletada, arrastada para outro lugar, copiada ou
editada com um dos comandos do menu imagem.
c) Apagador: ferramenta utilizada para apagar partes do desenho. O tamanho do
apagador poderá ser escolhido na parte inferior da caixa de ferramentas.
d) Preencher com cor: utilizada para colorir uma área fechada. Após a seleção
de uma cor na caixa de cores clique dentro da área fechada para preenchê-la.
e) Seleciona cor: esta ferramenta permite copiar cores de uma imagem.
f) Lente de aumento: permite aumentar uma determinada área da imagem.
Para reduzir a imagem, selecionamos novamente a lente de aumento e clicamos
sobre a tela.
g) Lápis: utilizada para criar linhas à mão livre.
h) Pincel: utilizada para pintar à mão livre com várias possibilidades de traço. O
formato do pincel poderá ser escolhido na parte inferior da caixa de ferramentas.
i) Spray: utilizada para espalhar uma cor pela tela como se estivéssemos usando
um frasco de tinta spray. Para definir a concentração do spray escolha uma das
opções na parte inferior da caixa de ferramentas.
j) Texto: utilizada para digitar textos em um desenho no tamanho normal. Ao
clicar sobre a ferramenta podemos desenhar uma caixa e dentro dela escrever um
texto. Podemos modificar as características do nosso texto através da Caixa de
ferramentas de texto que será exibida.
k) Linha: utilizada para desenhar linhas retas. Pressionamos a tecla Shift ao
arrastar o mouse para criar linhas de 45 em 45 graus.
l) Curva: utilizada para desenhar linhas que podem ser manipuladas e
transformadas em curvas. Para criar uma curva, clicamos sobre esta ferramenta
e desenhamos uma reta. Depois clicamos sobre ela e arrastamos na direção
desejada.
m) Retângulo: utilizada para criar um retângulo ou um quadrado na área de
desenho. Para criar um quadrado perfeito pressionamos a tecla Shift enquanto
arrastamos o mouse. Você pode criar um preenchimento colorido clicando em um
estilo de preenchimento na parte inferior da caixa de ferramentas.
n) Polígono: utilizada para criar polígonos, como triângulos, pentágonos e
estrelas. Para desenhar o polígono, arraste o ponteiro e clique em cada canto e,
em seguida, clique duas vezes quando terminar. Para utilizar somente ângulos de
45 e 90 graus, mantenha pressionada a tecla SHIFT enquanto arrasta. Você pode
criar um preenchimento colorido clicando em um estilo de preenchimento na
parte inferior da caixa de ferramentas.
o) Elipse: utilizada para criar uma elipse. Para criar um círculo perfeito
mantenha a tecla Shift pressionada enquanto arrasta o mouse. Você pode criar
um preenchimento colorido clicando em um estilo de preenchimento na parte
inferior da caixa de ferramentas.
p) Retângulo arredondado: esta ferramenta trabalha exatamente como o
retângulo, só que com cantos arredondados.
 Criando novas cores

Se quisermos utilizar uma cor que não esteja na Caixa de cores podemos
criá-la clicando no menu Cores > Editar cores.

Sistema Operacional 24
INFORMÁTICA – AMBIENTE WINDOWS

 Menu Imagem

Dentro do menu Imagem encontraremos uma lista de comandos


relacionados a parte de edição de uma área selecionada com as ferramentas
Seleção ou Selecionar forma livre.

Inverter/Girar: neste comando podemos escolher um ângulo para girar a imagem


selecionada ou invertê-la na horizontal ou verticalmente.
Alongar/Inclinar: neste comando podemos mudar o tamanho da imagem
selecionada ou incliná-la. O tamanho é definido em porcentagem e a inclinação
em graus.
Inverter cores: neste comando podemos inverter todas as cores da imagem
selecionada. Em fotos esta opção faz aparecer uma espécie de negativo da
imagem.
Atributos da imagem: neste comando podemos especificar as características
da imagem, como quantidade de cores e tamanho.
Limpar imagem: neste comando apagamos toda a área de desenho.
Desenho opaco: se esta opção estiver ativada a área selecionada terá um fundo
opaco, caso contrário o fundo da imagem será transparente.

WORDPAD

Acessório utilizado para a edição de textos. Com ele podemos criar


documentos com textos em geral e deixá-los com a aparência que quiser
através das ferramentas de formatação, para iniciar basta clicar em Iniciar >
Todos os programas > Acessórios > WordPad.

Barra de Ferramentas Padrão


Barra de Formatação

Régua

Barra de Status

 Elementos da tela
Além dos elementos que já conhecemos anteriormente (barra de titulo,
barra de menu, etc) temos:

Barra de Ferramentas: mostra atalhos para os comandos da Barra de


Menu que são mais utilizados. Neste programa temos: Novo, Abrir, Salvar,
Imprimir, Visualizar Impressão, Localizar, etc.

Sistema Operacional 25
INFORMÁTICA – AMBIENTE WINDOWS

Barra de Formatação: mostra atalhos utilizados na modificação do texto,


como: Fonte, Tamanho da fonte, Estilos, Cores, Alinhamentos e Marcadores.

Régua: mostra a largura do texto, recuos de parágrafo, margens, etc.

 Selecionar textos

Para selecionar o texto leve o cursor do mouse para o início do trecho


escolhido, clique (mantendo o botão do mouse pressionado) e arraste para o
final do trecho escolhido. Uma faixa aparecerá sobre o texto mostrando que
ele está selecionado.
Esse recurso deve ser feito sempre que quiser realizar alguma alteração no
texto, como por exemplo formatação de fonte ou recortar/colar, pois é assim
que será indicado quem se quer alterar.
Para desmarcar a seleção do texto basta clicar em qualquer ponto da
página.

 Formatação de textos
Formatar texto significa deixá-lo com a aparência adequada à sua
finalidade. Para mudar a formatação de um texto devemos primeiro selecioná-
lo e em seguida usar a Barra de formatação ou as opções do menu Formatar.

Através da Barra de Formatação:

Fonte: nesta caixa escolhemos um dos tipos de “letras” disponíveis no sistema.


Preferimos usar o termo fonte porque este se refere não só aos tipos de letras,
mas também aos números e sinais.
Tamanho: nesta caixa escolhemos o tamanho da fonte. Caso o tamanho desejado
não apareça na lista, podemos digitá-lo e teclar Enter em seguida.
Botões de estilo: estes botões permitem escolher entre as opões Negrito, Itálico
e Sublinhado.
Cor: este botão permite escolher uma cor para o texto selecionado.
Alinhamentos: estes botões permitem que o parágrafo seja Alinhado à esquerda,
Centralizado ou Alinhado à direita.
Marcadores: estes botões permitem criar uma lista com marcadores ao lado.
Marcadores são pequenos sinais existentes ao lado de cada item de uma lista.
Através do Menu Formatar:

Todas as opções da Barra de formatação podem ser encontradas no menu


Formatar. Alguns itens estão agrupados dentro de caixas de diálogo que serão
exibidas quando clicarmos em determinado comando.

Fonte: ao clicar neste comando surgirá a caixa de diálogo Fonte, aqui


encontraremos as opções: Fonte, Estilos, Tamanho e Cor, com a vantagem de
poder visualizar as modificações antes de confirmar a alteração.

Sistema Operacional 26
INFORMÁTICA – AMBIENTE WINDOWS

Parágrafo: ao clicar neste comando surgirá a caixa de diálogo Parágrafo onde


será encontrado as opções: Alinhamento (à esquerda, centralizado ou à direita) e
Recuos.
Estilo com marcadores: permite criar uma lista com marcadores ao lado.
Tabulações: ao clicar neste comando surgirá a caixa de diálogo Tabulações onde
podemos determinar em que posição o cursor irá parar quando usarmos a tecla
Tab. Nesta caixa podemos digitar o valor da parada de tabulação e clicar no botão
Definir. Para apagar tabulações existentes há o botão Limpar.

 Recortar e copiar textos

Nos trabalhos que realizamos é comum querer repetir uma digitação ou


mover um trecho para outra parte do texto. Para isso, contamos com os
comandos Recortar, Copiar e Colar. (Esses procedimentos servem para
qualquer programa.)

1. Selecionar o texto que deseja Recortar ou Copiar.


2. Clique no Menu Editar > Recortar ou Copiar ou use as teclas de atalho
Ctrl + X ou Ctrl + C (respectivamente).
3. Coloque o cursor de texto no local onde a cópia do texto deverá aparecer.
4. Clique no Menu Editar > Colar ou use as teclas de atalho Ctrl + V.

Também podemos fazer os mesmos procedimentos utilizando os botões da


Barra de Ferramentas Padrão.

 Imprimir

Para imprimir o documento criado basta clicar no Menu Arquivo > Imprimir.
Será exibida uma caixa de diálogo onde podemos escolher a impressora na
qual desejamos imprimir o texto, o intervalo de impressão (quais páginas
serão impressas) e quantidade de cópias.

Nota: É aconselhável sempre antes de imprimir um documento usar o comando


Visualizar impressão localizado no Menu Arquivo para ver como ele será
impresso. Assim se evitará desperdiçar tempo e dinheiro com uma impressão
errada.

NOÇÕES DO USO DO TECLADO

O teclado é um periférico de entrada muito utilizado para o envio de


informações para o computador. Existem vários tipos de teclados, os mais
utilizados no Brasil são:

 PORTUGUÊS BRASIL PADRÃO ou Teclado Americano Internacional:


ele não possui a tecla Ç e tem teclas de acento em áreas afastadas do seu
centro. Durante muitos anos esse foi o único a ser vendido aqui o que fez
com que ele se tornasse muito popular.

Sistema Operacional 27
INFORMÁTICA – AMBIENTE WINDOWS

 PORTUGUÊS BRASIL ABNT2: foi desenvolvido para o mercado brasileiro,


possuindo a tecla Ç e colocando as teclas de acento nas regiões centrais
para facilitar o seu uso.

 Partes do Teclado

1) Teclado Alfanumérico: é a parte mais utilizada, composta por letras,


números, sinais de pontuação, acentuação e outras teclas específicas.

2) Teclado Numérico: quando é ativado pela tecla NUMLOCK assume as


funções de calculadora e quando está desativado passa a controlar o
cursor.

3) Setas de Direção: permite a movimentação


do cursor de texto de acordo com as setas (Para cima, Para baixo, Esquerda
e Direita).

4) Teclas de Movimentação Rápida: é um conjunto de teclas situado acima


das setas de direção que permitem se movimentar de maneira rápida no
programa.

Sistema Operacional 28
INFORMÁTICA – AMBIENTE WINDOWS

5) Teclas de Funções: conjunto localizado acima do teclado alfanumérico é


numerado de F1 a F12. Suas funções variam de acordo com o programa
utilizado, somente a tecla F1 (Ajuda) que repete a função.

6) Luzes Indicadoras (Leds): Servem para indicar se algumas funções estão


ou não ativadas: Caps Lock (maiúsculas), Num Lock (teclado numérico) e
Scroll Lock.

 Conhecendo cada tecla

Backspace

Ta
b

Shif
t

Barra de Enter
a) Esc (Escape): serve para fechar caixas de diálogo e menus ou cancela um
espaço
processo que está sendo executado.
b) Tab: serve para inserir uma tabulação no início do parágrafo.
c) Caps Lock: ativa/desativa as letras maiúsculas. (Para se certificar que está
ativada basta verificar se o led acima do teclado numérico está acesso,
caso não esteja a tecla está desativada)
d) Shift: serve para fazer a inicial maiúscula de uma palavra. Devemos
manter a tecla pressionada e teclar a letra desejada. Outra função é digitar
os caracteres que estão localizados na parte superior de uma tecla.
e) Ctrl (Control): não funciona sozinha, serve para executar comandos
quando pressionada em conjunto com outras teclas. A tecla complementar
dependerá do programa utilizado e do comando desejado.

Sistema Operacional 29
INFORMÁTICA – AMBIENTE WINDOWS

f) Alt: sua função é semelhante à tecla Control, executa comandos quando


pressionada em conjunto com outras teclas. Quando pressionada sozinha, a
tecla serve para alternar entre a área de trabalho do programa e os menus.
g) Barra de Espaço: serve para inserir espaços entre as palavras do texto.
h) Alt Gr: serve para digitar o terceiro símbolo existente em algumas teclas.
i) Enter: serve para criar um novo parágrafo com início na linha seguinte.
Serve também para confirmar comandos em caixas de diálogo.
j) BackSpace: serve para apagar caracteres localizados a esquerda do
cursor.
k) Delete: serve para apagar caracteres localizados a direita do cursor.
Também pode ser utilizado em outras tarefas, como apagar arquivos,
pastas, etc.
l) Insert: alterna entre o modo de inserção e o modo de sobreposição. No
modo de inserção, os caracteres inseridos empurram o texto já existente,
sem apagá-los. No modo de sobreposição, os caracteres inseridos
substituem o que foi digitado anteriormente.
m) Home: faz com que o cursor se desloque para o início da linha. Se
pressionada juntamente com a tecla Ctrl faz com que o cursor se desloque
para o início do texto.
n) End: faz com que o cursor se desloque para o final da linha. Se pressionada
juntamente com a tecla Ctrl faz com que o cursor se desloque para o final
do texto.
o) Page Up: serve para movimentar a imagem da tela para cima.
p) Page Down: serve para movimentar a imagem da tela para baixo.
q) Print Screen: serve para capturar a imagem que está na tela no momento
que for pressionada, jogando essa imagem para a área de transferência.
r) Num Lock (Number Lock): ativa/desativa o teclado numérico.


` POSIÇÃO DAS MÃOS

A posição correta das mãos no teclado é aquela em que os dedos ficam


pousados na segunda fileira. Observe abaixo que o dedo indicador da mão
esquerda assume as teclas 4, R, F, V, 5, T, G e B, enquanto que o indicador da
mão direita assume as teclas 7, U, J, M, 6, Y, H e N.

Sistema Operacional 30
INFORMÁTICA – AMBIENTE WINDOWS

Uso do dedo polegar

Bate-se o espaço com o dedo polegar quer da mão esquerda, quer da mão
direita, conforme a facilidade de cada aluno para tal emprego.

Colocação dos dedos na segunda fileira do teclado (Teclado Base)

Uso dos dedos da mão esquerda

Para o caractere A, o primeiro dedo da mão esquerda (mínimo).


Para o caractere S, o segundo dedo da mão esquerda (anular).
Para o caractere D, o terceiro dedo da mão esquerda (médio).
Para os caracteres F e G, o quarto dedo da mão esquerda (indicador).

Uso dos dedos da mão direita

Para os caracteres H e J, o quarto dedo da mão direita (indicador).


Para o caractere K, o terceiro dedo da mão direita (médio).
Para o caractere L, o segundo dedo da mão direita (anular).
Para o caractere ;, o primeiro dedo da mão direita (mínimo).

 Dicas importantes sobre digitação

 Não tenha pressa quando se está aprendendo, procure digitar devagar para
poder memorizar a posição das letras.
 O texto muda de linha automaticamente quando esta chega ao final.
Pressione Enter somente para mudar de parágrafo.
 Para acentuar uma letra pressione primeiro o acento desejado e depois a
letra. Se o acento estiver na parte de cima da tecla (como ^ e `) será
necessário manter pressionado a tecla Shift antes de pressionar o acento.
 Para digitar os símbolos localizados na parte superior da tecla também será
necessário manter pressionado a tecla Shift.
 Para apagar qualquer caracter pode-se utilizar as teclas DELETE ou
BACKSPACE, lembrando que:
DELETE: apaga os caracteres à direita do cursor.

Sistema Operacional 31
INFORMÁTICA – AMBIENTE WINDOWS

BACKSPACE: apaga os caracteres à esquerda do cursor.


 Após os sinais de pontuação (vírgula, ponto, ponto-e-vírgula) devemos dar
um espaço, evitando assim que a palavra seguinte fique unida à primeira
através do sinal. A mesma regra vale para ponto de exclamação, ponto de
interrogação, etc.
 Não deve-se usar espaços em branco para deixar um texto no meio da
página, para isso existe um botão próprio para alinhamento centralizado.
 Ao iniciar um novo parágrafo, devemos pressionar a tecla Tab para deixar a
primeira linha recuada. Evite usar espaços em branco para essa finalidade.

 Teclas de Atalhos

As teclas de atalhos são combinações existentes de duas teclas ou mais


que permitem ao digitador ter acesso a uma operações especiais. Essas
combinações fazem com que o digitador passe a trabalhar com maior
velocidade, já que dispensa o uso do mouse para realizá-las.
Essas combinações servem não somente para os processadores de textos
como também para a maioria dos programas existentes.

Combinações com a tecla Ctrl

Ctrl + O  Criar um novo documento


Ctrl + A  Abrir um documento existente
Ctrl + W  Fechar um documento
Ctrl + B  Salvar um documento
Ctrl + Z  Desfazer uma ação
Ctrl + P  Imprimir documento
Ctrl + F2  Visualizar Impressão
Ctrl + N  Aplicar formato negrito
Ctrl + I  Aplicar formato itálico
Ctrl + S  Aplicar sublinhado simples
Ctrl + Shift + D  Aplicar sublinhado duplo
Ctrl + C  Copiar uma seleção
Ctrl + X  Recortar uma seleção
Ctrl + V  Colar uma seleção
Ctrl + T  Selecionar todo o texto
Ctrl + L  Localizar texto, formatação e itens especiais
Ctrl + U  Substituir texto, uma formatação específica e itens específicos
Ctrl + Y  Ir para uma página, um indicador, uma nota de rodapé, uma tabela,
um comentário, um elemento gráfico ou para um outro local
Ctrl + Shift + M  Remover um recuo de um parágrafo à esquerda
Ctrl + Shift + J  Criar um recuo deslocado
Ctrl + Shift + T  Reduzir um recuo deslocado
Ctrl + Q  Remover a formatação de parágrafo

Sistema Operacional 32
INFORMÁTICA – AMBIENTE WINDOWS

Ctrl + BackSpace  Excluir uma palavra à esquerda


Ctrl + D  Alterar formatação de caracteres
Ctrl + Shift + P  Alterar o tamanho da fonte
Ctrl + Shift + >  Aumentar o tamanho da fonte
Ctrl + Shift + <  Diminuir o tamanho da fonte
Ctrl + ]  Aumentar em 1 ponto o tamanho da fonte
Ctrl + [  Diminuir em 1 ponto o tamanho da fonte
Ctrl + Shift + K  Formatar as letras com caixa alta
Ctrl + =  Formatar com subscrito
Ctrl + Shift + +  Formatar com sobrescrito
Ctrl + Shift + Q  Alterar a seleção para a fonte Símbolo
Ctrl + 1  Aplicar espaçamento simples entre linhas
Ctrl + 2  Aplicar espaçamento duplo entre linhas
Ctrl + 5  Aplicar espaçamento de 1,5 linhas
Ctrl + 0  Adicionar ou remover um espaço de uma linha antes de um
parágrafo
Ctrl + E  Centralizar um parágrafo
Ctrl + J  Justificar um parágrafo
Ctrl + G  Alinhar um parágrafo à direita
Ctrl + M  Recuar um parágrafo à esquerda
Ctrl + Delete  Excluir uma palavra à direita
Ctrl + Shift + Seta à direita  Selecionar até o fim de uma palavra
Ctrl + Shift + Seta à esquerda  Selecionar até o início de uma palavra
Ctrl + Shift + Seta Abaixo  Selecionar até o fim de um parágrafo
Ctrl + Shift + Seta Acima  Selecionar até o início de um parágrafo
Ctrl + Shift + Home  Selecionar até o início de um documento

Combinações com outras teclas

Alt + F4  Encerrar o programa em uso ou desliga o computador


Alt + Shift + B  Refaz uma ação
Shift + F3  Alternar as letras entre maiúsculas e minúsculas
Shift + F1 (e, em seguida, clique no texto cuja formatação você deseja revisar)
 Revisar a formatação do texto
Shift + Seta à direita  Selecionar um caractere para a direita
Shift + Seta à esquerda  Selecionar um caractere para a esquerda
Shift + End  Selecionar até o fim de uma linha
Shift + Home  Selecionar até o início de uma linha
Shift + Seta Abaixo  Selecionar uma linha para baixo
Shift + Seta Acima  Selecionar uma linha para cima
Shift + Page Down  Selecionar uma tela para baixo

Sistema Operacional 33
INFORMÁTICA – AMBIENTE WINDOWS

Shift + Page Up  Selecionar uma tela para cima


Alt + Ctrl + Page Down  Selecionar até o fim de uma janela

GERENCIADOR DE ARQUIVOS

Quando trabalhamos com o computador estamos criando diversos


arquivos, que se multiplicam a cada dia. Uma ferramenta de gerenciamento de
disco nos ajuda a manipular arquivos, pastas e discos, deixando o nosso
computador mais organizado e nosso trabalho mais eficiente.
O programa Windows Explorer é o mais usado para esta tarefa, pois
além de nos permitir trabalhar em ambientes como Meu Computador,
Ambientes de Rede e Lixeira, possui uma janela estruturada o que facilita
muito a sua manipulação. Podemos executá-lo em:

Iniciar  Todos os programas  Acessórios  Windows Explorer

Repare que a “área de trabalho” do programa está dividida em duas


partes:

1) Barra de Pastas: mostra uma lista de discos e pastas existentes em nosso


computador. Ao lado de determinados itens encontramos sinais de mais e
menos, que indicam a existência de pastas subordinadas a eles. Clicamos no
sinal de mais (+) para expandir o conteúdo de um item e no sinal de menos (-)
para recolher o conteúdo que está sendo exibido.
2) Área de Conteúdo: é a área onde podemos ver o conteúdo do item
selecionado no lado esquerdo, na lista de discos e pastas.

 Criar novas pastas

As pastas são divisões lógicas que criamos com o intuito de organizar


melhor os nossos arquivos. Podemos criar quantas pastas e subpastas
desejarmos, pois elas não ocupam espaço no disco.
Para criar uma pasta devemos:

Sistema Operacional 34
INFORMÁTICA – AMBIENTE WINDOWS

1. Clicar no local onde ela de ser criada;


2. Clicar no menu Arquivo  Novo  Pasta;
3. Digitar um nome para a pasta.

 Renomear arquivos ou pastas

Podemos alterar nomes de pastas ou arquivos selecionando-os e clicando


em Renomear no menu Arquivo. Outra maneira e clicando com o botão direito
do mouse sobre o item e escolher Renomear ou ainda pressionar F2.

 Selecionar arquivos ou pastas

Para selecionar alguma pasta ou arquivo basta clicar sobre o item.


Caso seja necessário selecionar várias ao mesmo tempo podemos fazer de
duas maneiras:

1) Seleção contínua: Clicar no primeiro item da lista desejada, pressione a


tecla Shift (manter) e clique no último item.
2) Seleção alternada: Clicar no primeiro item da lista desejada, pressione a
tecla Ctrl “Control” (manter) e clique nos itens escolhidos.

 Fazer cópias de arquivos ou pastas

Muitas vezes precisamos copiar um arquivo de um local para outro (pode


ser para um CD, para um disquete).
Para fazer cópias devemos:

1. Clicar sobre o item selecionado.


2. Clicar em Copiar no menu Editar. (Podemos também usar o botão direito
do mouse e escolher Copiar ou usar a combinação Ctrl + C)
3. Clicar no local de destino.
4. Clicar em Colar no menu Editar. (Podemos também usar o botão direito do
mouse e escolher Colar ou usar a combinação Ctrl + V)
 Criar atalhos

Em vez de copiar um item, podemos criar um atalho para ele em um local


onde seja mais fácil acessá-lo.
Para criar um atalho devemos:

1. Clicar sobre o arquivo ou pasta desejada.


2. Clicar em Copiar no menu Editar.
3. Clicar no local onde deve ser criado o atalho.
4. Clicar em Colar atalho no menu Editar.

 Mover arquivos ou pastas:

Mover significa transportá-lo de um local para outro sem deixar cópia no


local de origem.
Para mover devemos:

1. Clicar sobre o item selecionado.

Sistema Operacional 35
INFORMÁTICA – AMBIENTE WINDOWS

2. Clicar em Recortar no menu Editar. (Podemos também usar o botão


direito do mouse e escolher Recortar ou usar a combinação Ctrl + X)
3. Clicar no local de destino.
4. Clicar em Colar no menu Editar. (Podemos também usar o botão direito do
mouse e escolher Colar ou usar a combinação Ctrl + V)

Podemos também simplesmente arrastar o item basta clicar com o mouse,


mantendo o botão pressionado e mover até o local desejado.

 Excluir arquivos ou pastas

Muitas vezes criamos cópias indesejadas ou temos arquivos que não são
mais úteis para nós. Para evitar que ocupem espaço desnecessariamente
podemos apagá-los.
Para excluir devemos:

1. Selecionar o item.
2. Clicar no comando Excluir no menu Arquivo. Podemos também pressionar
a tecla Delete no teclado.

 Lixeira

O Windows usa uma medida de segurança para evitar que arquivos


apagados se tornem inacessíveis: por padrão, todos os arquivos excluídos dos
discos rígidos são enviados primeiramente à Lixeira.

Importante: Os arquivos excluídos de disquetes, CD’s regraváveis não são


enviados para a lixeira.

Para restaurar um item da Lixeira:

1. Clicamos sobre ele para selecioná-lo;


2. Escolhemos o comando Restaurar no menu Arquivo ou no menu que
aparece com o botão inverso do mouse.

Para excluir um item definitivamente:

1. Clicamos sobre ele para selecioná-lo;


2. Escolhemos o comando Excluir no menu Arquivo ou no menu que aparece
com o botão inverso do mouse.

Para excluir todos os itens da Lixeira:

1. Escolhemos o comando Esvaziar Lixeira no menu Arquivo

PAINEL DE CONTROLE

Sistema Operacional 36
INFORMÁTICA – AMBIENTE WINDOWS

Fornece diversas configurações para personalizar seu computador, ou seja,


é o local indicado para instalar novo hardware, adicionar e remover
programas, alterar a aparência da tela e muito mais. Além disso, possui
diversas ferramentas administrativas para controle do seu equipamento.

Menu Iniciar  Painel de Controle

Algumas das principais configurações são:

1) Adicionar hardware: executa uma busca completa em seu computador a


procura de novos periféricos. Dá a opção de escolher entre a detecção
automática ou instalação manual.
2) Adicionar ou remover programas: permite a instalação ou a remoção
de programas ou componentes do Windows de maneira correta.
3) Configurações regionais: personaliza as configurações para a exibição
de idiomas, números, horas e datas.
4) Contas de usuários: altera configurações de contas de usuários e senhas
das pessoas que compartilham o computador.
5) Conexões de rede: permite a conexão do computador a outros
computadores, a rede e a Internet.
6) Data e Hora: permite controlar a data e hora do sistema que será mantida
mesmo após o desligamento do sistema.

Sistema Operacional 37
INFORMÁTICA – AMBIENTE WINDOWS

7) Fontes: permite adicionar, alterar ou gerenciar as fontes instaladas.


8) Ferramentas administrativas: permite o gerenciamento do computador.
9) Impressoras e Aparelhos de Fax: mostra a impressora e aparelhos de
fax que estiverem instalados assim como permite instalar novos.
10) Mouse: permite a alteração de algumas configurações como alternar
botões, velocidade do clique duplo, ponteiros do mouse e velocidade de
movimentação.

11) Opções de energia: permite definir as configurações de economia de


energia para o computador.

12) Sistema: permite obter informações sobre o sistema do computador e


alterar as configurações de hardware, desempenho e atualizações
automáticas.

13) Teclado: permite personalizar as configurações do teclado como, taxa


de intermitência do cursor e taxa de repetição de caracteres.

Sistema Operacional 38
INFORMÁTICA – AMBIENTE WINDOWS

14) Vídeo: permite personalizar a área de trabalho, a proteção de tela e a


aparência do Windows.

Sistema Operacional 39
INFORMÁTICA – AMBIENTE WINDOWS

MICROSOFT WORD
É um processador de textos que permite a criação, edição e manipulação
de diversos tipos de texto. A partir do momento em que um documento é
criado ou aberto, podemos fazer diversas modificações no mesmo e na página
onde ele será impresso.

 Elementos da tela

Barra de título
Ferramentas de acesso rápido Botões de tamanho
Botão
Office
Faixa de
Opções

Réguas
Cursor de texto

Barra de rolagem

Níveis de zoom

1) Botão Office: Substitui o menu Arquivo (existente nas versões anteriores)


e está localizado no canto superior esquerdo do programa. Nele serão
exibidos comandos básicos: Novo, Abrir, Salvar, Salvar Como, Imprimir,
Preparar, Enviar, Publicar e Fechar.
2) Barra de Ferramentas de Acesso Rápido: Localiza-se no canto superior
esquerdo ao lado do Botão do Microsoft Office, é personalizável e contém
um conjunto de comandos independentes da guia exibida no momento.
3) Barra de Titulo: Exibe o nome do programa (Microsoft Word) e, também
exibe o nome do documento ativo.
4) Botões de Tamanho da Janela: Acionando esses botões, é possível
minimizar, maximizar e restaurar a janela do programa.
5) Faixa de Opções: É usada para localizar rapidamente os comandos
necessários para executar uma tarefa. Os comandos são organizados em
grupos lógicos, reunidos em guias. Cada guia está relacionada a um tipo de
atividade como gravação ou disposição de uma página. Para diminuir a
desorganização, algumas guias são exibidas somente quando necessário.
Por exemplo, a guia Ferramentas de Imagem somente é exibida quando
uma imagem é selecionada.

Microsoft Word 40
INFORMÁTICA – AMBIENTE WINDOWS

a) Guias (conhecido também como Menus)


b) Os grupos em cada guia dividem a tarefa em subtarefas.
c) Os botões de comando em cada grupo executam um comando ou exibem
um menu de comandos.
6) Régua: Como uma régua comum, serve para nos ajudar a ver medidas
relacionadas ao texto. Na régua podemos descobrir a largura do texto, as
tabulações, recuos de parágrafo, margens, etc.
7) Cursor de texto: Indica o ponto onde será inserido o texto.
8) Barra de Rolagem: Serve para a movimentação da área de trabalho.
9) Nível de Zoom: Clicar para ajustar o nível de zoom.

 Criando novo documento:


Normalmente ao se iniciar o programa já surge uma página (documento)
em branco na tela. Caso seja necessária uma nova página clique em Botão
Office > Novo assim o usuário poderá escolher entre um “Documento em
Branco” ou “Modelos no meu computador”.

Documento em Branco – página em branco para que se comece uma nova


digitação. Cada vez que for pedido esse documento, ele será apresentado com
um nome temporário de acordo com a quantidade iniciada.
Ex: Documento 1, documento 2, documento 3.
Modelos no meu computador – quando precisar criar cartas, faxes,
memorandos, currículos ou algum outro tipo de documento e não tiver idéia de
como montá-lo (formatá-lo) use um modelo, onde todas as informações já
estão dispostas e você somente terá o trabalho de substituí-las.

Para criar documentos de forma eficiente, vale respeitar a seguinte ordem:

1º. Configurar a página para que, na hora da impressão, não aconteça nenhum
Local onde será salvo.
imprevisto em relação ao tamanho da página, margens ou coisa do tipo.
2º. Digitar todo o texto sem se preocupar com os erros de digitação.
3º. Fazer a correção ortográfica do texto.

 Salvando um documento:

Para salvar um documento basta ir ao Botão Office > Salvar. Aparecerá


na tela uma caixa de diálogo usada para definir o local onde será salvo o
documento e com que nome ele será gravado.
Local onde será colocado o nome.

Microsoft Word 41
INFORMÁTICA – AMBIENTE WINDOWS

 Abrindo um documento:

Para abrir um documento basta ir ao Botão Office > Abrir. Aparecerá na


tela uma caixa de diálogo onde você deverá indicar o arquivo que será aberto.

Local onde o arquivo foi salvo

 Fechando um documento:

Para fechar um documento basta ir ao Botão Office > Fechar, assim o


documento em uso será encerrado e não o programa.

 Configurar a página:

Para fazer a configuração da página, basta ir a Guia Layout da Página >


Grupo Configurar Página, lá encontrará os comandos:

1) Margens: utilizado para definir o tamanho da margem no lado escolhido


(Esquerda, Direita, Superior ou Inferior).
2) Tamanho: definir o tamanho da folha que será utilizada na impressão.
Microsoft Word 42
INFORMÁTICA – AMBIENTE WINDOWS

3) Orientação: definir se a página será usada em retrato ou paisagem.

 Modo de Exibição:

É a forma como visualizamos a página dentro do programa. O modo mais


usado é o layout de impressão. Os modos de exibição que podemos encontrar
são:

Layout de Impressão: é o modo mais utilizado, pois além de ver tudo que
está na página (figuras, margens, cabeçalhos, rodapés, etc) com qualidade,
podemos ter noção de como o documento será impresso.
Layout em Tela Inteira: é o modo utilizado para se visualizar o documento
na tela inteira do computador.
Layout da Web: neste modo podemos visualizar o documento da mesma
forma como ele ficará em uma página da Web.
Estrutura de Tópicos: é o modo por onde se controla a exibição do
documento, ocultando partes do texto (não mostra as imagens utilizadas) e
exibindo somente os títulos e corpo de texto
Rascunho: o documento é exibido com um layout simples. Nesse modo não
se consegue visualizar as figuras, cabeçalhos e rodapés.

 Selecionando um texto:

Para fazer qualquer tipo de alteração em uma seqüência de caracteres, é


necessário que os mesmos sejam selecionados para que o Word saiba onde
aplicar a alteração.
Algumas formas de seleção são:

Com o mouse:
Clique no início da seqüência desejada e arraste o mouse (botão
pressionado) até o final da seqüência.

Com o teclado:
 Selecionar texto inteiro: Ctrl + T
 Selecionar um caractere à direita: Shift + seta direita
 Selecionar um caractere à esquerda: Shift + seta esquerda
 Selecionar uma palavra à direita: Shift + Ctrl + seta direita
 Selecionar uma palavra à esquerda: Shift + Ctrl + seta esquerda
 Selecionar até o início do parágrafo: Shift + Ctrl + seta para cima
 Selecionar até o final do parágrafo: Shift + Ctrl + seta para baixo
 Selecionar até o início do documento: Shift + Ctrl + Home
 Selecionar até o fim do documento: Shift + Ctrl + End

Microsoft Word 43
INFORMÁTICA – AMBIENTE WINDOWS

 Formatando um texto:

Formatar um texto significa deixá-lo num estilo agradável, mudando a cor,


tipo, tamanho, alinhamento, etc. Porém antes de qualquer alteração não
podemos esquecer de fazer a seleção do que será modificado.
Após a seleção vá ao Guia Início > Grupo Fonte lá encontrará os
comandos:

10 11 12 13 14

1) Fonte: mudamos o tipo de letra que está digitado.


2) Tamanho: ajusta o tamanho da fonte escolhida.
3) Aumentar Fonte: aumenta o tamanho da fonte em 1 ponto.
4) Reduzir Fonte: diminui o tamanho da fonte em 1 ponto.
5) Limpar Formatação: limpa toda formatação da seleção, deixando o texto
sem formatação.
6) Estilo Negrito: aplica o negrito no texto selecionado.
7) Estilo Itálico: aplica o itálico no texto selecionado.
8) Estilo Sublinhado: escolher o estilo do traço que passa abaixo do texto.
9) Tachado: desenha uma linha no meio do texto selecionado.
10) Subscrito: cria letras pequenas abaixo da linha de base do texto.
11) Sobrescrito: cria letras pequenas acima da linha do texto.
12) Maiúsculas e Minúsculas: altera todo o texto selecionado para
MAIÚSCULAS, minúsculas ou outros usos comuns de
maiúsculas/minúsculas.
13) Cor do Realce do Texto: faz o texto parecer como se tivesse sido marcado
com um marca texto.
14) Cor da Fonte: altera a cor do texto selecionado.

 Formatação de Parágrafo:

Para ajustar a forma como os parágrafos se comportarão em relação a sua


página, selecione o texto e clique em Guia Início > Grupo Parágrafo.

10 11
1) Marcadores: inicia uma lista com marcadores.
2) Numeração: inicia uma lista numerada.
3) Lista de Vários Níveis: inicia uma lista de vários níveis.
4) Diminuir Recuo: diminui o nível do recuo do parágrafo.

Microsoft Word 44
INFORMÁTICA – AMBIENTE WINDOWS

5) Aumentar Recuo: aumenta o nível do recuo do parágrafo.


6) Alinhamento: define a posição do alinhamento horizontal dos parágrafos
em relação a qualquer formatação de recuo. Pode ser:

˗ Esquerda ( ) : o texto fica alinhado com a margem esquerda da folha.


˗ Centralizada ( ): o texto fica no centro da página.
˗ Direita ( ): o texto fica alinhado com a margem direita da folha.
˗ Justificada ( ): alinha o texto de acordo com as duas margens (esquerda e
direita), adicionando espaço extra entre as palavras se for necessário.

7) Espaçamento entre linhas: altera o espaçamento entre as linhas de texto.


8) Sombreamento: Colore o plano de fundo atrás do texto ou parágrafo
selecionado.
9) Borda Inferior: personaliza as bordas do texto ou das células selecionadas.
10) Classificar: coloca o texto selecionado em ordem alfabética ou classifica
dados numéricos.
11) Mostrar Tudo: mostra marcas de parágrafo e outros símbolos de
formatação ocultos.

 Cópia e movimentação de seleção:

No trabalho com textos é comum querer repetir uma digitação ou mover


um trecho para outra parte do texto. Para isso, contamos com os comandos
Recortar, Copiar e Colar, que são encontrados na Guia Início > Grupo Área
de Transferência.

1) Recortar:

- Selecione o trecho que será recortado.


- na Guia clique no comando Recortar.
- Teclas de Atalho: Ctrl + X
- Leve o cursor de texto até o local onde deseja colar.

2) Copiar:

- Selecione o trecho que será copiado.


- na Guia clique no comando Copiar.
- Teclas de Atalho: Ctrl + C
- Leve o cursor de texto até o local onde deseja colar.
3) Colar:

- Posicione o cursor onde será inserida a seleção.


- na Guia clique no comando Colar.
- Teclas de Atalho: Ctrl + V

CORREÇÃO DE TEXTOS

 Ortografia e Gramática

Durante a digitação de um texto o Word pode verificar automaticamente o


seu documento e sublinhar possíveis erros de ortografia (que serão

Microsoft Word 45
INFORMÁTICA – AMBIENTE WINDOWS

sublinhados em vermelho) e gramática (que serão sublinhados em verde).


Existem duas maneiras de fazer a correção, são elas:

Através do Mouse: essa maneira é mais indicada para textos curtos,


basta clicar na palavra sublinha com o botão direito do mouse e depois clicar
na palavra correta que surgir no menu de atalho.

Através do Comando: essa maneira é mais indicada para textos maiores,


basta clicar no Guia Revisão > Guia revisão de Texto clique no comando
Ortografia e Gramática e conforme os erros forem encontrados surgirá a caixa
de diálogo.

Na caixa de diálogo encontramos:

Não encontrada: contém a palavra ou sentença com erro.


Sugestões: contém as palavras mais próximas que podem ser utilizadas na
correção.
Botão Ignorar uma vez: não faz alteração na palavra apresenta e passa
para o próximo erro.
Botão Ignorar todas: não faz alteração na palavra apresenta e nem nas
próximas contendo o mesmo erro.
Botão Alterar: substitui a palavra apresenta pela escolhida na sugestão ou
digitada.
Botão Alterar todas: substitui todas as palavras com o mesmo erro pela
escolhida na sugestão ou digitada.
Botão Adicionar ao dicionário: acrescenta a palavra encontrada ao
dicionário.

Microsoft Word 46
INFORMÁTICA – AMBIENTE WINDOWS

CABEÇALHO E RODAPÉ

Cabeçalho é o texto que será repetido na parte superior de todas as


páginas de um documento e Rodapé é o texto que será repetido na parte
inferior de todas as páginas de um documento. Esses textos são criados
somente em uma página e automaticamente repetidos nas outras. Podemos
colocar numeração de páginas, data, hora, figuras, etc.
No entanto os textos ficarão em uma área reservada do documento,
separados do texto principal. Para exibir essa área clique na Guia Inserir >
Grupo Cabeçalho e Rodapé.
O conteúdo do cabeçalho será exibido no alto de cada página e o conteúdo
do Rodapé será exibido na parte inferior de cada página.

NUMERAÇÃO DE PÁGINA

A numeração é o processo de aplicação de uma sequência de números


arábicos nas páginas do texto, em conjunto com o cabeçalho ou no rodapé e
que serve para permitir a citação de uma página particular do documento
numerados e facilitar para o leitor para encontrar partes específicas do
documento e saber o tamanho do texto completo (verificando o número do
última página).
Os números de página são uma propriedade da seção e não do documento,
portanto, a numeração de página poderá mudar quando você adicionar uma
quebra de seção.

 Adicionar números básicos de página ao cabeçalho ou ao rodapé

Na Guia Inserir > Grupo Cabeçalho e Rodapé clique no comando


Números de páginas.
Na caixa Posição, especifique se os números de página devem ser
impressos no cabeçalho, localizado na parte superior da página, ou no rodapé,
na parte inferior da página.
Na caixa Alinhamento, especifique como deseja o alinhamento dos
números de página: à esquerda, no centro, ou à direita em relação às margens
esquerda e direita, ou interno ou externo em relação às bordas internas e
externas das páginas que serão encadernadas.
Se não desejar um número na primeira página, desmarque a caixa de
seleção Mostrar número na 1ª página.

Microsoft Word 47
INFORMÁTICA – AMBIENTE WINDOWS

Selecione quaisquer outras opções desejadas.

 Remover números de página

Na Guia Inserir > Grupo Cabeçalho e Rodapé clique no comando


Números de páginas e selecione a opção Remover números de páginas.

TRABALHANDO COM FIGURAS

Quando se insere uma figura em um documento ela serve tanto para


ilustrar como para chamar a atenção, pois é mais fácil entendermos as
imagens do que um conjunto de letras ou números. Para trabalhar com
qualquer tipo de figura, basta clicar na Guia Inserir > Grupo Ilustrações,
nesta guia encontraremos as opções:

 Imagens

Pode-se inserir imagens gravadas no computador. Para inserir uma imagem


é necessário primeiro posicionar o cursor de texto no local onde será colocada,
depois vá à guia e clique no comando correspondente para abrir a caixa de
diálogo. No campo Examinar selecione o local onde está salvo a imagem
desejada, selecione-a e depois clique no Botão Inserir.

 Clip-Art

Clip-Art são figuras de várias categorias disponíveis para trabalho.


Para inserir uma imagem do clip-art é necessário primeiro posicionar o
cursor de texto no local onde será colocada, depois basta ir à guia e clique no
comando Clip-Art para abrir o painel de tarefa.
No campo Procurar por digite o tema da imagem e clique no Botão Ir. Isso
fará com que o Word procure todas as
imagens existentes, para inseri-las basta clicar
na imagem escolhida uma vez.

Microsoft Word 48
INFORMÁTICA – AMBIENTE WINDOWS

 Word-Art

Word-Art são textos artísticos, com efeitos 3D, curvaturas, com luz e
sombra, etc.
Para inserir uma imagem do word-art é necessário primeiro posicionar o
cursor de texto no local onde será colocada, depois basta ir à guia e clique no
comando Word-Art para abrir a Galeria do WordArt. Depois selecione um
modelo na galeria e clique em OK, será aberta a caixa de diálogo para digitar o
texto desejado e clique novamente em OK.

 Formas

Forma é um grupo de formas prontas que incluem formas básicas, como


retângulos e círculos, além de uma variedade de linhas e conectores, setas
largas, símbolos de fluxogramas, estrelas e faixas, e textos explicativos.
Para inserir uma forma basta ir à guia e clique no comando Formas para
abrir a Barra de Formas.
Selecione a forma desejada (clique simples) e no local onde será colocada
arraste o mouse até formar a imagem desejada.

Microsoft Word 49
INFORMÁTICA – AMBIENTE WINDOWS

TABULAÇÃO

As tabulações são marcas na régua horizontal que indicam o tamanho do


recuo ou onde começar uma coluna de texto. Essas marcas permitem que
você alinhe texto à esquerda, à direita, centralizado ou de acordo com um
caractere decimal ou de barra. Você também pode inserir preenchimentos
automaticamente, como pontos ou traços, antes das tabulações.
Há duas maneiras de se definir as marcas da tabulação:

Através da régua

Digite o texto e entre uma coluna e outra pressione a tecla TAB no teclado
(não é espaço)
Selecione o trecho que será tabulado.
Defina o alinhamento clicando sobre o botão existente no canto esquerdo
da régua até encontrar o desejado. Os alinhamentos são:

Esquerdo – O texto ficará alinhado à esquerda em relação à marca.


Centralizado – O texto ficará alinhado ao centro em relação à marca.
Direito - O texto ficará alinhado à direita em relação à marca.
Decimal – Os valores decimais que forem digitados ficarão alinhados
pela vírgula.
Depois da definição do alinhamento clique na régua para definir o local
onde será a marca.

Através do Guia Formatar

Digite o texto e entre uma coluna e outra pressione a tecla TAB no teclado
(não é espaço)
Selecione o trecho que será tabulado.
Vá na Guia Início > Grupo Parágrafo clique
para abrir a caixa de diálogo e depois clique no
botão Tabulação onde serão definidas as marcas.

Parada de Tabulação – onde será digitado em cm


o valor da régua.
Alinhamento – onde será definido qual é o
alinhamento (esquerda, direita, centralizado ou
decimal) do texto em relação à marca.

Microsoft Word 50
INFORMÁTICA – AMBIENTE WINDOWS

Preenchimento – onde será definido qual é o estilo da linha que será


incluído no espaço em branco entre uma coluna e outra.

TABELAS

Em vez de criar longas listas de informações você pode simplesmente


incluir uma tabela no seu documento. As tabelas podem ser usadas para
organizar as informações e criar colunas de texto lado a lado para apresentar
os dados de uma maneira fácil de entender.
Uma tabela é composta por:

 Colunas (vertical);
 Linhas (horizontal);
 Células (encontro de uma linha com uma coluna).

Coluna

Linha célula
Para inserir uma tabela no
texto, deixe o cursor de texto
no local onde a mesma deve ser criada. Clique na Guia Inserir > Grupo
Tabela > Inserir Tabela. Será exibida uma caixa de diálogo onde deverá ser
digitado o número de linhas e o número de colunas da tabela que será criada.

 Inserindo ou excluindo linhas ou colunas

Na Ferramentas de Tabela > Guia Layout > Grupo Linhas e Colunas,


são encontradas as opções:

Excluir: usado para apagar algum item da tabela ou a tabela toda.


Inserir acima: cria uma nova linha acima da linha onde estiver o cursor.
Inserir abaixo: cria uma nova linha abaixo da linha onde estiver o cursor.
Inserir à esquerda: cria uma nova coluna do lado esquerdo da coluna
onde estiver o cursor.
Inserir à direita: cria uma nova coluna do lado direito da coluna onde
estiver o cursor.

 Mesclar ou dividir células

Microsoft Word 51
INFORMÁTICA – AMBIENTE WINDOWS

Mesclar células é a mesma coisa que uni-las. Para unir duas ou mais
células, selecione as células que deseja mesclar e clique na Ferramentas de
Tabela > Guia Layout > Grupo Mesclar > Mesclar células.

Dividir células consiste em dividi-las em duas ou mais colunas ou linhas.


Para dividir duas ou mais células, selecione as células que deseja dividir e
clique na Ferramentas de Tabela > Guia Layout > Grupo Mesclar >
Dividir células

 Formatando uma tabela

Na formatação de uma tabela podemos alterar não somente a parte de


texto como também na própria aparência da tabela, mudando bordas e
sombreamentos. Para isso selecione a tabela e clique na Ferramentas de
Tabela > Guia Design > Grupo Estilos de Tabela e faça as mudanças que
deseja.

Microsoft Word 52