Você está na página 1de 17

Matemática Aplicada: Aula 2

Salvador (UNIP) Aula 2 17/03/2020 1 / 17


Equações

Equações: Introdução
Equação é uma sentença matemática expressa por uma igualdade e
apresenta pelo menos um valor desconhecido representado por uma
letra denominada incógnita.
Equação tem o prefixo equa, que em latim quer dizer ”igual“.
Exemplo 2.1: • 2x + 8 = 0 é uma equação, e a incógnita é x
• 5y − 4 = 6y + 8 é uma equação, e a incógnita é y .
• 3a − b − c = 0 é uma equação, e as incógnitas são a, b e c.
Observação: Não são equações:
• 4 + 8 = 5 (Não tem incógnita)
• x − 5 < 3 (Não é igualdade)
• 5 6= −2 (Não é igualdade)
Agora, vamos considerar a equação: 2z − 8 = 3z − 10. Nessa equação,
a incógnita é z.
A expressão que está à esquerda do sinal = denomina-se 1◦ membro, e
a expressão que está à direita do sinal = denomina-se 2◦ membro.
2z − 8 = 3z − 10
| {z } | {z }
1◦ membro 2◦ membro

Salvador (UNIP) Aula 2 17/03/2020 2 / 17


Equações do primeiro grau

Equações do 1◦ grau com uma incógnita


Uma equação é de 1◦ grau se o maior expoente da incógnita for igual a 1.
Exemplo 2.2: • 2z + 1 = 0 é uma equação de 1◦ grau, pois o expoente
da incógnita z é 1.
• 2x 2 − 5 = 16x não é uma equação de 1◦ grau, pois o maior expoente
da incógnita x é diferente de 1.

Raiz de uma equação


A incógnita de uma equação pode assumir diversos valores, mas a
sentença obtida pode não ser verdadeira para alguns desses valores. Se
um desses valores torna a sentença verdadeira, ele é chamado de raiz
da equação.
Podemos verificar se um número é ou não raiz de uma equação
substituindo a incógnita por esse número.
Exemplo 2.3: • Considere a equação x + 2 = 5. Substituindo x por 3,
obtemos uma sentença verdadeira:
3+2=5
Portanto, o número 3 é a raiz da equação x + 2 = 5.
Salvador (UNIP) Aula 2 17/03/2020 3 / 17
Equações do primeiro grau

• Verificar se o número 2 é raiz das equações.


I. 2x − 3 = 1
2.2 − 3 = 1
4−3=1
1 = 1 (−→ sentença verdadeira)
Logo, 2 é raiz da equação 2x − 3 = 1
II. 2x + 1 = 6
2.2 + 1 = 6
4+1=6
5 = 6 (−→ sentença falsa)
Logo, 2 não é raiz da equação 2x − 3 = 1

Conjunto universo e solução de uma equação


O conjunto universo é formado por todos os valores que uma incógnita
pode assumir, e é indicado por U.
A solução de uma equação corresponde apenas aos valores do
conjunto universo que tornam a sentença verdadeira. Resolver uma
equação é o mesmo que encontrar sua solução.

Salvador (UNIP) Aula 2 17/03/2020 4 / 17


Equações do primeiro grau

Resolução de equações do 1◦ grau


com uma incógnita
Quando duas equações têm o mesmo conjunto universo e as mesmas
raı́zes, elas são chamadas de equações equivalentes.
Quando uma mesma quantidade é adicionada aos dois membros de
uma equação ou subtraı́da dos dois membros de uma equação,
obtém-se uma equação equivalente à equação dada. Esse é o princı́pio
aditivo das igualdades.
Exemplo 2.4: Resolver a equação x − 6 = 10, sendo U = Q, utilizando o
princı́pio aditivo das igualdades.
x − 6 = 10
x − 6+6 = 10+6 ←− Adicionamos 6 unidades a cada membro.
x = 16
Multiplicando ou dividindo os membros de uma equação por um mesmo
número diferente de zero, obtemos uma equação equivalente à equação
dada. Esse é o princı́pio multiplicativo das igualdades.

Salvador (UNIP) Aula 2 17/03/2020 5 / 17


Equações do primeiro grau

Exemplo 2.5: Resolvendo a equação 3y = 15 utilizando o princı́pio


multiplicativo das igualdades, temos:
3y = 15
3y 15
= ←− Dividimos cada membro por 3.
3 3
y =5

Resolução de problemas
Alguns problemas podem ser resolvidos se escrevermos em linguagem
matemática as sentenças dadas. Observe a seguir como o problema foi
resolvido com o uso de equações.
Luı́s é um excelente atleta de natação. Ele já conquistou medalhas de
ouro, prata e bronze, em um total de 63. Determine o número de
medalhas de cada tipo conquistadas por Luı́s, sabendo que os números
são consecutivos e que a maior parte das medalhas conquistadas é de
ouro e, a menor, de bronze.

Salvador (UNIP) Aula 2 17/03/2020 6 / 17


Equações do primeiro grau

Neste problema, podemos considerar que x corresponde ao número de


medalhas de bronze. Então, sabendo que obtemos o consecutivo de um
número quando adicionamos 1 unidade a ele, temos:
• número de medalhas de prata: x + 1
• número de medalhas de ouro: x + 2
Escrevemos a equação que representa o problema e a resolvemos:
x + x + 1 + x + 2 = 63
3x + 3 = 63
3x = 63 − 3
3x = 60
60
x=
3
x = 20
Então:
• número de medalhas de bronze: x = 20
• número de medalhas de prata: x + 1 = 20 + 1 = 21
• número de medalhas de ouro: x + 2 = 20 + 2 = 22
Logo, Luı́s conquistou 22 medalhas de ouro, 21 medalhas de prata e 20
medalhas de bronze.

Salvador (UNIP) Aula 2 17/03/2020 7 / 17


Equações do segundo grau

Equação do 2◦ grau com uma incógnita


Denominamos equação do 2◦ grau na incógnita x aquela que pode ser
reduzida a uma equação do tipo ax 2 + bx + c = 0, sendo a, b e c
números reais, com a 6= 0.
Exemplo 2.6: • x 2 − 5x + 6 = 0 é uma equação do 2◦ grau, com a = 1,
b = −5 e c = 6;
• 6x 2 − x − 1 = 0 é uma equação do 2◦ grau, com a = 6, b = −1 e
c = −1;
• 7x 2 − x = 0 é uma equação do 2◦ grau, com a = 7, b = −1 e c = 0;
• x 2 − 36 = 0 é uma equação do 2◦ grau, com a = 1, b = 0 e c = −36;
Nas equações escritas na forma ax 2 + bx + c = 0 (equação do 2◦ grau
na incógnita x), chamamos a, b e c de coeficientes.
Observação: Não são equações do 2◦ grau com uma incógnita:
• x 2 + 2y 2 = 8 (possui duas incógnitas: x e y)
• x 3 + 4x 2 − x = −7 (o maior expoente da incógnita é 3)
• 9x 4 − 12x 2 + 4 = 0 (o maior expoente da incógnita é 4)

Salvador (UNIP) Aula 2 17/03/2020 8 / 17


Equações do segundo grau

Equações completas e incompletas


Uma equação do 2◦ grau ax 2 + bx + c = 0, na incógnita x, é completa
quando todos os seus coeficientes(a, b, c) são diferentes de zero.
 a =1
Exemplo 2.7: • x 2 − 9x + 20 = 0 b = −9
c = 20


 a = −1
• −x 2 + 10x − 16 = 0 b = 10
c = −16

Quando b ou c ou esses dois coeficientes são iguais a zero, dizemos
que a equação do 2◦ grau é incompleta.

 a =1
Exemplo 2.8: • x 2 − 36 = 0 b =0
c = −36

 
 a = 1  a =4
• x 2 − 10x = 0 b = −10 • 4x 2 = 0 b =0
c =0 c =0
 

Salvador (UNIP) Aula 2 17/03/2020 9 / 17


Equações do segundo grau

Raiz de uma equação do 2◦ grau


Podemos verificar se um número é ou não raiz de uma equação do 2◦
grau. Para isso, substituı́mos a incógnita pelo número dado: se a
sentença obtida for verdadeira, o número dado será raiz da equação; se
a sentença for falsa, o número não será raiz da equação.
Exemplo 2.9: Verificar se −1, 0, 1 e 2 são raı́zes da equação
x 2 − x − 2 = 0.

Para x = −1 Para x = 1
x2 − x − 2 = 0 x2 − x − 2 = 0
(−1)2 − (−1) − 2 = 0 12 − 1 − 2 = 0
1+1−2=0 1−1−2=0
0 = 0 (sentença verdadeira) −2 = 0 (sentença falsa)

Para x = 0 Para x = 2
x2 − x − 2 = 0 x2 − x − 2 = 0
02 − 0 − 2 = 0 22 − 2 − 2 = 0
0−0−2=0 4−2−2=0
−2 = 0 (sentença falsa) 0 = 0 (sentença verdadeira)

Salvador (UNIP) Aula 2 17/03/2020 10 / 17


Equações do segundo grau

Verificamos que −1 e 2 são raı́zes da equação e que 0 e 1 não são


raı́zes da equação.

Resolução de equações do 2◦ grau


Resolver uma equação do 2◦ grau é descobrir suas raı́zes, que devem
pertencer a um dado conjunto universo U. Essas raı́zes também são
chamadas de soluções da equação em um conjunto universo.

Resolução de uma equação do 2◦ grau


incompleta
Vamos resolver algumas equações do 2◦ grau incompletas.
Exemplo 2.10: Determinar as raı́zes reais ou soluções da equação
2x 2 − 72 = 0, sendo U = R.
2x 2 = 72
72
x2 = = 36
√2 √
x = 36 = 6 ou x = − 36 = −6
Portanto, as raı́zes reais da equação são 6 e −6.
Salvador (UNIP) Aula 2 17/03/2020 11 / 17
Equações do segundo grau

Exemplo 2.11: Resolver a equação 3x 2 + 6 = 0, sendo U = R.


3x 2 = −6
6
x 2 = − = −2
3
x 2 = −2
Como não existe um número real que elevado ao quadrado seja igual a
−2, dizemos que a equação não tem raı́zes reais.
Exemplo 2.12: Determinar as raı́zes ou soluções da equação −3x 2 = 0,
em R.
0
x2 =
−3
x2 = 0
x = −0 = 0 ou x = +0 = 0
Portanto, a equação tem duas raı́zes iguais a zero.
Exemplo 2.13: Resolver a equação x 2 − 8x = 0, em R.
Inicialmente, colocamos o fator comum x em evidênncia:
x.(x − 8) = 0
Como o produto dos fatores x e (x − 8) é zero, pelo menos um deles é
zero. Assim:
x = 0 ou x − 8 = 0 =⇒ x = 8
Portanto, as raı́zes reais da equação são 0 e 8.
Salvador (UNIP) Aula 2 17/03/2020 12 / 17
Equações do segundo grau

Resolução de uma equação do 2◦ grau


completa
A fórmula resolutiva de equações do 2◦ grau ax 2 + bx + c = 0, em que a,
b e c são números reais com a 6= 0 é dada por:

−b ± b2 − 4ac
x=
2a
Essa fórmula resolutiva de equações do 2◦ grau, conhecida como
fórmula de Bhaskara, permite calcular as raı́zes conhecidos os
coeficientes.
Assim, concluı́mos que as raı́zes da equação do 2◦ grau
ax 2 + bx +√ c = 0 são: √
−b + b2 − 4ac −b − b2 − 4ac
x1 = e x2 =
2a 2a

Salvador (UNIP) Aula 2 17/03/2020 13 / 17


Equações do segundo grau

Exemplo 2.14: Calcular as raı́zes da equação 7x 2 + 13x − 2 = 0.


Aplicando ap fórmula resolutiva para a = 7, b = 13 e c = −2, temos:
−13 ± 132 − 4.7.(−2)
x=
√ 2.7
13 ± 169 + 56
x=
14

−13 ± 225
x=
14 
−13 + 15 2 1
−13 ± 15  x1 = = =

x= 14 14 7
14  x2 = −13 − 15 = − 28 = −2

14 14
1
Portanto, as raı́zes da equação são −2 e .
7

Salvador (UNIP) Aula 2 17/03/2020 14 / 17


Equações do segundo grau

Discriminante
A expressão b2 − 4ac é chamada de discriminante da equação do 2◦
grau ax 2 + bx + c = 0 e é representada pela letra grega ∆ (delta).
∆ = b2 − 4ac
Então, a fórmula resolutiva pode ser escrita assim:

−b ± ∆
x=
2a
Podemos verificar se uma equação tem ou não raı́zes reais analisando o
discriminante. √
• Quando ∆ > 0, o valor de ∆ é real e a equação tem duas raı́zes reais
diferentes: √ √
−b + ∆ −b − ∆
x1 = e x2 =
2a 2a√
• Quando ∆ = 0, o valor de ∆ é nulo e a equação tem duas raı́zes
reais iguais:
b
x1 = x2 = −
2a

Salvador (UNIP) Aula 2 17/03/2020 15 / 17


Equações do segundo grau


• Quando ∆ < 0, o valor de ∆ não é um número real e a equação não
tem raı́zes reais.

Resolução de problemas
Na resolução de problemas com equações do 2◦ grau, podemos seguir
as etapas:
1a ) estabelecer a equação que traduz o problema;
2a ) resolver a equação;
3a ) interpretar as raı́zes encontradas, verificando se são compatı́veis
com os dados do problema.

Salvador (UNIP) Aula 2 17/03/2020 16 / 17


Bibliografia

Bibliografia

[1] KIME, Linda Almgren Álgebra na Universidade - um curso pré-cálculo,


LTC, Rio de Janeiro, 2014.
[2] OLIVEIRA, Carlos Alberto Maziozeki D. Matemática, InterSaberes,
Curitiba, 2016.
[3] SILVA, Luiza Maria Oliveira D. Matemática Aplicada à Administração,
Economia e Contabilidade: funções de uma e mais variáveis, Cengage
Learning, São Paulo, 2014.

Araraquara, 16 de março de 2020.

Salvador (UNIP) Aula 2 17/03/2020 17 / 17