Você está na página 1de 14
Das sociedades recolectoras às primeiras civilizações Filosofia da Cultura Angra do Heroísmo (2010-2011)

Das sociedades recolectoras às primeiras civilizações

Filosofia da Cultura

Angra do Heroísmo (2010-2011)

A pré – História  É o período mais antigo e mais longo do passado

A préHistória

É o período mais antigo e mais longo do passado da Humanidade.

Desenrolou-se ao longo de milhões de anos desde o aparecimento dos primeiros hominídeos até à invenção da escrita (5000 a.C. / 3500 a.C.).

No

decorrer

socialmente.

desta

longa etapa,

o Homem

evoluiu física,

mental e

Começou por viver da caça, da pesca, da coleta de frutos, sementes e raízes (economia recolectora). Progressivamente, ao longo de milénios modificou o seu modo de vida, tornando-se agricultor e sedentário. Ao

mesmo tempo, os instrumentos que utilizava, as manifestações

religiosas e artísticas foram, também, evoluindo.

1.1 O processo de hominização Australopiteco Homo Habilis Homo Erectus Homo Sapiens Homo Sapiens Sapiens

1.1 O processo de hominização

1.1 O processo de hominização Australopiteco Homo Habilis Homo Erectus Homo Sapiens Homo Sapiens Sapiens

Australopiteco

Homo Habilis

Homo Erectus

Homo Sapiens

Homo Sapiens Sapiens

Algumas das espécies de hominídeos que nos precederam extinguiram-se ao longo do processo evolutivo. O

Algumas das espécies de hominídeos que nos precederam extinguiram-se ao longo do processo evolutivo. O Homem actual, o Homo Sapiens Sapiens, é o resultado de um lento e

progressivo desenvolvimento das espécies mais bem

preparadas.

De início o hominídeo

distinguiu-se do chimpanzé, não pelo peso do cérebro, nem pelas suas aptidões intelectuais, mas pela locomoção

bípede e postura vertical. A posição erecta libertou as mãos da função locomotora. O bipedismo abriu a possibilidade da

evolução que conduziu ao

Homo Sapiens.

libertou as mãos da função locomotora. O bipedismo abriu a possibilidade da evolução que conduziu ao
A Bipedia Foi a capacidade de se deslocar de maneira permanente sobre os dois membros

A Bipedia

A Bipedia Foi a capacidade de se deslocar de maneira permanente sobre os dois membros inferiores,

Foi a capacidade de se deslocar de maneira permanente sobre os dois membros inferiores, que proporcionou a aquisição da posição vertical.

Vantagens :

Desenvolvimento da habilidade para o transporte de alimentos entre lugares

Libertação das mãos para diferentes usos

Decréscimo do consumo de energia em caminhadas a velocidades normais

Aumento

do

predadores

horizonte

de

visão

e

melhoria

da

protecção

contra

O Paleolítico Economia Reflectora – foi o tipo de organização económica característica das primitivas sociedades

O Paleolítico

Economia

Reflectora

foi

O Paleolítico Economia Reflectora – foi o tipo de organização económica característica das primitivas sociedades

o

tipo

de

organização

económica

característica das primitivas sociedades humanas, que se limitava a:

colectar (ou recoletar), para a sua subsistência, aquilo que a Natureza lhe proporcionava (frutos silvestres, grãos, sementes,

plantas e raízes, caça, pesca e colecta de moluscos).

Caçar e pescar

O domínio da Natureza Os antepassados utilizavam a pedra, a madeira, o osso e o

O domínio da Natureza

O domínio da Natureza Os antepassados utilizavam a pedra, a madeira, o osso e o marfim

Os

antepassados

utilizavam a pedra, a madeira, o osso e o marfim para fabricarem os seus utensílios

nossos

Mesmo

utensílios

um

reflectido,

havendo uma estreita relação

pensamento

rudimentares

o

fabrico

de

pressupõe

entre

o

fabrico

de

instrumentos

e

o

desenvolvimento do cérebro

O fabrico de instrumentos Biface Arpão em osso Propulsor

O fabrico de instrumentos

Biface

O fabrico de instrumentos Biface Arpão em osso Propulsor

Arpão em osso

O fabrico de instrumentos Biface Arpão em osso Propulsor

Propulsor

O fabrico de instrumentos Biface Arpão em osso Propulsor
O fabrico de instrumentos Agulhas Folha de Loureiro

O fabrico de instrumentos

Agulhas

O fabrico de instrumentos Agulhas Folha de Loureiro

Folha de Loureiro

O fabrico de instrumentos Agulhas Folha de Loureiro
O fabrico de instrumentos Agulhas Folha de Loureiro
O domínio do fogo O domínio do fogo alterou a vida do homem primitivo pois

O domínio do fogo

O domínio do fogo alterou a

vida do homem primitivo pois veio permitir-lhe:

aperfeiçoar

os

instrumentos utilizados

na caça e na pesca

cozinhar os alimentos, até aí comidos crus

defender-se melhor dos animais

iluminar as cavernas, de

que ocasionalmente se servia

até aí comidos crus  defender-se melhor dos animais  iluminar as cavernas, de que ocasionalmente
Arte e religião Pintura rupestre (arte parietal)

Arte e religião

Pintura rupestre (arte parietal)

Arte e religião Pintura rupestre (arte parietal)
Arte e religião Pintura rupestre (arte parietal)
Arte e religião Vénus Cavalo em marfim Pato em marfim

Arte e religião

Arte e religião Vénus Cavalo em marfim Pato em marfim

Vénus

Cavalo em marfim

Arte e religião Vénus Cavalo em marfim Pato em marfim

Pato em marfim

Arte e religião Vénus Cavalo em marfim Pato em marfim
Arte e religião Não se sabe muito sobre os ritos mágicos na pré-história. Os documentos

Arte e religião

Arte e religião Não se sabe muito sobre os ritos mágicos na pré-história. Os documentos indicam

Não se sabe muito sobre os ritos mágicos na pré-história. Os

documentos indicam que eles eram praticados como forma de dominar a natureza e de salvaguardar a sua sobrevivência após a morte.

O Homo Sapiens terá sido o primeiro a enterrar os seus

mortos.

O culto dos mortos está presente nas sepulturas. O cadáver era enterrado em posição fetal, pintado, coberto de flores e com adornos.

O Nomadismo Os homens do Paleolítico eram semi-nómadas. Não tinham um lugar fixo para viverem.

O Nomadismo

Os homens do Paleolítico eram semi-nómadas. Não tinham um lugar fixo para viverem. Fixavam-se em locais da sua conveniência como, por exemplo, junto aos rios. No início viviam em grutas ou ao abrigo de paredões rochosos.

da sua conveniência como, por exemplo, junto aos rios. No início viviam em grutas ou ao
da sua conveniência como, por exemplo, junto aos rios. No início viviam em grutas ou ao