Você está na página 1de 14

ESCOLA BAHIANA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA

CURSO TÉCNICO EM ELETROTÉCNICA

CRISTIANO RAMOS
LUCAS SANTOS
LUCIANO LUIS
LUCIANO MOTA
MARCIO CARDOSO

ALARME: Segurança residencial e comercial

Salvador
2009

sob a orientação do professor Silvio. do curso Técnico em eletrotécnica da Escola Bahiana de Ciência e Tecnologia. CRISTIANO RAMOS LUCAS SANTOS LUCIANO LUIS LUCIANO MOTA MARCIO CARDOSO ALARME: Segurança residencial e comercial Trabalho apresentado como requisito parcial para avaliação da disciplina Projetos e Pesquisas. módulo 03. Salvador 2009 .

fotografias. SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO 4 2 DESENVOLVIMENTO 5 2.2 Objetivos Específicos 5 2.1 Objetivo Geral 5 2.3 METODOLOGIA 7 3 CRONOGRAMA 8 4 ORÇAMENTO 9 5 REFERÊNCIAS 10 6 ANEXOS 11 (memorial de cálculo.2 JUSTIFICATIVA 6 2. gráficos.4.) .1 OBJETIVOS 5 2. descritivo etc.4.

objeto. o imóvel será muito mais valorizado e com segurança de qualidade. mobília. 4 1. O sensor é ideal para a segurança de empresas e residências. manterá acesas as luminárias controladas. conforme o mecanismo de detecção sensível à radiação infravermelha (iluminação) e sensível ao ultra-som. estará também garantindo a segurança do patrimônio. custo não muito elevado e de fácil instalação. podendo diminuir os custos com pessoal. contribuindo ao máximo com custo/benefício. Estes sistemas são muito bem-vindos na vida das pessoas que estejam largamente dependentes de outros para realizar até as mais simples das atividades. as ondas refletidas sofrem alterações que são detectadas pelo dispositivo. . Podendo ser acoplado facilmente em qualquer porta e em qualquer ambiente. paredes. Alem de adquirir um produto de grande eficácia. Alarme ou sensores de presença são dispositivos eletrônicos que acionam o sistema de iluminação ou sonoro dos ambientes monitorados. teto e piso do ambiente. evitando a presença de pessoas estranhas e más intencionadas. Com o sensor de presença.INTRODUÇÃO. onde os pagamentos dos impostos são bastantes elevados e se permitindo a economia considerável de energia. Existem basicamente dois tipos de sensores. Um sensor sensível ao ultra-som emite e monitora ondas sonoras com freqüência entre 25 e 40 kHz. As ondas emitidas são refletidas nos usuários. emitindo som e caso tenha dispositivo conjunto de iluminação. É um produto prático. pequeno.

11).DESENVOLVIMENTO. A finalidade do alarme residencial é a proteção do imóvel.OBJETIVO. tais como: Através da abertura de portas. Também o usuário tem a opção de incrementar ou ampliar a segurança do seu patrimônio.3.1.2 – Objetivo geral O objetivo deste trabalho é desenvolver um sistema se segurança com a finalidade de controle e monitoração de um imóvel através de dispositivo móvel. O sistema desenvolvido permite que qualquer invasão estranha ao domicílio acione uma sirene que será ouvida num raio de 02 quilômetros. habilitando o acionamento de uma quantidade programada de lâmpadas.1. 2. 2. Além disso. 2. o 190 da polícia será imediatamente acionado. bem como possibilitará chamadas para números de telefones especificados. Será apresentado os componentes utilizados (anexo figura 1 pag.Objetivo específico O objetivo específico desse trabalho é monitorar um imóvel à distância. utilizando sensores de presença. 5 2.1. .

daí alguns Técnicos de Eletrotécnica e Eletrônica vem se empenhando na pesquisa de produtos para o mercado. Em destaque tem-se o uso de alarmes para ajudar na segurança. tais como: Assaltos e arrombamentos de residências e automóveis e inúmeras outras utilidades. com tecnologia e custo baixo. Há centenas de anos o homem se empenhou a pesquisar e a desenvolver muitas tecnologias. alguns estudantes do Curso de Eletrotécnica. com botão liga e desliga que aciona o sensor. buscaram estudar e construir este projeto “alarme residencial”. vamos desenvolver uma experiência tecnológica que venha ser útil a sociedade e que tenha custo menos elevado e com excelente qualidade. Desarmando ou armando o circuito.JUSTIFICATIVA. tratando-se de segurança do país deixa muito a desejar. O material apresentado é um dos inventos mais primordial da atualidade.2. . 1 chave fim de curso. ciência que integra eletricidade e eletrônica. O advento de novas tecnologias tem proporcionado grande facilidade na vida cotidiana. Pensando da vasta possibilidade de soluções oferecidas pelos avanços eletrônicos. O alarme é acionado através de controle remoto.2 lâmpadas. para oferecer melhoria de qualidade de vida para a população. para que cheguem as mãos da classe mais baixa. Devido o alarme ter um custo muito elevado. 1 sirene. que é composto por 2 relés. 6 2. conectores e 1 bateria de 12V.

Se houver falta de energia automaticamente a bateria de 12V entra em ação. As pessoas buscam cada vez mais segurança para se livrar desse tipo de violência. Ao disparo da sirene é preciso que desliguemos no interruptor que fica de posse do proprietário do imóvel. Seu principio de funcionamento é alimentado com fonte de 12V. a fim de evitar perdas. na área medicinal.METODOLOGIA.3. as luzes ficam piscando e uma lâmpada fica acesa. . O alarme no qual estamos apresentando é muito fácil de instalar e com custo bem acessível. não deixando de manter protegida a área monitorada. Ao abrir aporta a sirene dispara. Este projeto irá simular um sistema de alarme implantado em uma residência. largamente utilizados na área da indústria em geral. A eletrônica é uma ciência que está a desbravar todos os caminhos de controles automotivos e residenciais. 7 2. ligado positivo ao interruptor (botão liga/desliga). Os relés que usaremos são relé de pisca e o relé de estacionamento e chave fim e curso com contatos NA e NF. segurança de imóveis e automóveis. Quando os relés são alimentados à saída do relé é ligada a lâmpada e a chave fim de curso ligado a sirene no contato NA. o motivo pelo qual o grupo decidiu elaborar esse sistema de alarme foi o aumento constante de arrombamento de imóveis. Um dos meios tecnológicos mais utilizados pela sociedade é implantação de alarmes em seus imóveis.

CRONOGRAMA. 8 3. MES/ETAPAS mar/10 Abr/10 mai/10 jun/10 jul/10 ago/10 set/10 Escolha do tema X Levantamento X bibliográfico Elaboração do X X X anteprojeto Apresentação do X projeto Coleta de dados X X X X X Análise dos dados X X Organização do X X roteiro/partes Redação do trabalho X Revisão e redação X final Entrega do projeto X .

00 TOTAL R$ 340.00 .00 R$ 20.RABICHO R$ 1. VALOR COMPONENTE QUANTIDADE DESCRIÇÃO UNITÁRIO TOTAL BATERIA 1 12V R$ 150.00 RELÉS 2 5 PINOS – 40A R$ 6.00 EMPRESTADA BUZINA 1 SIRENE R$ 25.00 R$ 15.00 EMPRESTADO CONTROLE 1 R$ 40.00 R$ 28. 9 4.00 SENSORES 2 ULTRA-SOM R$ 28.00 R$ 12.50 R$ 6.00 EMPRESTADO LÂMPADAS 2 12 V .00 CHAVE FIM DE CURSO 1 R$ 20.50 R$ 81.00 CONECTORES 1 R$ 15.ORÇAMENTO.00 EMPRESTADO CONVERSOR 1 R$ 55.

Érica 2001. Tecnopprint S. Eletricidade e Eletrônica no automóvel. MARKUS. FANZERES. 10 5.BIBLIOGRAFIA BRAGA. . 4ª ed. São Paulo. Otávio. Corrente Contínua e Corrente Alternada. Apollon. Circuitos elétricos. São Paulo. 5ª Ed.A. Newton C. Érica 2004. Curso Básico de Eletrônica.

Os relés mais simples são construídos de um eletroímã solidário a uma chave NA ou chave NF.ANEXOS. 6. Uma chave NA fica normalmente aberta.2 – Relé Um relé em eletrotécnica é uma espécie de interruptor que ao invés de ser acionado manualmente é controlado por um eletroímã. normalmente aberta ou normalmente fechada. 11 6.1 – TABELA 1 COMPONENTE QUANTIDADE DESCRIÇÃO BATERIA 1 12V BUZINA 1 SIRENE CHAVE FIM DE CURSO 1 CONECTORES 1 CONTROLE 1 CONVERSOR 1 LÂMPADAS 2 12 V . respectivamente. . até que o eletroímã é exercitado e ela se fecha. Uma chave NF é sua contraparte.RABICHO RELÉS 2 5 PINOS – 40A SENSORES 2 ULTRA-SOM 6.

. 6. 12 6. seja ela minúscula (micro ruptor ou microswicht) ou as chaves maiores para serviços pesados. A chave de fim de curso.4 – Chave fim de Curso. quando o portão completar a abertura ou fechamento definido. Exemplo de uma chave FDC (fim de curso) Em um portão. Há diversos tipos e tamanhos. este será desligado pela chave de posição final ou FDC. O número de pólos de reles teoricamente não tem limites. ou seja. ele será desativado pela chave de fim de curso. conforme a aplicação. são dispositivos acionados que abrem ou fecham um circuito elétrico. São interruptores que são acionados pela própria peça monitorada. porém na prática há uma limitação tecnológica para um máximo de 8 pólos. com acionamento por motor elétrico ou qualquer dispositivo acionador por eletricidade quando o mesmo atinge o ponto que foi definido.3 – Relé de Pisca Relé de pisca-pisca com dois circuitos.

3 A 120 dB. 0. 6. É o caso das baterias de telefones celulares. Toda bateria tem uma voltagem especificada. inclusive recarregáveis. Características: Dimensão: 9.5 – Bateria 12V Uma bateria é na verdade um dispositivo que empurra a corrente elétrica através dos fios ligados aos seus terminais.2 X 9. tem 1.2 X 7.5 volts. 13 6. Também são bastantes populares as baterias de 9 volts.0 Aplicação: 12 volts.6 – Sirene Sirene de 120 dB para centrais de alarme e outros. Hoje em dia encontramos vários tipos de baterias com diversas voltagens. por exemplo. As pilhas. .

 Funcionamento Fazendo-se um comando liga o relé D1 será alimentado e ficando retido pelo contacto D1 que. Este circuito de alarme consta de 2 relés. por sua vez vai alimentar a parte de alarmes. uma chave fim de curso. 14 6. A chave fim de curso tem sua função de alimentar D2 que por sua vez através do seu contacto vai alimentar a sirene e a lâmpada. . uma botoeira liga e desliga. alarme sonoro e visual e uma bateria de 12V.7 – Esquema de Funcionamento  Circuito do alarme para alimentação 12V.