Você está na página 1de 9

As articulações unem os ossos do esqueleto.

Classificação das Articulações

Articulações fibrosas (sinartroses): Articulações cartilaginosas Articulações sinoviais (diartroses):


 Fixas ou imóveis; (anfiartroses):  Articulações móveis ou verdadeiras;
 Geralmente se ossificam.  Semi-móveis, com grau de  Com cápsula articular e líquido
movimentos variados. sinovial.

Articulações fibrosas (sinartroses)


 SUTURAS
 União da maior parte dos ossos do crânio.

• Encontradas somente entre os ossos da cabeça.

• Pode sofrer sinostose (ossificação) com a idade.

78

Classificadas de acordo com a união entre os bordos

dos ossos em contato.

SUTURA PLANA

Página 1 de Anatomia
União linear e retilínea
Ex: entre os Ossos Nasais

SUTURA ESCAMOSA

União em bisel
Ex: entre os Ossos Temporal e
Parietal

SUTURA SERRADA

União alternada por processos e


depressões (linha denteada)
Ex: Entre os Ossos Parietais e
entre os Ossos Parietais e o Osso
Occipital.

São conexões ligamentosas encontradas principalmente nos


membros torácicos e pélvicos.

● Articulações de tecido conectivo


• Podem sofrer sinostose (ossificação)
com a idade.
• As peças ósseas se encontram a distância
• Grande quantidade de tecido conjuntivo
formando ligamentos e membranas
Página 2 de Anatomia
com a idade.
• As peças ósseas se encontram a distância
• Grande quantidade de tecido conjuntivo
formando ligamentos e membranas
Ex: entre o rádio e a ulna e entre a tíbia
e a fíbula.

São a articulações em forma de cunha chamadas de articulações dentoalveolares:


implantação dos dentes nos alvéolos dentários.

Alguns autores não a • Pouquíssimo tecido


consideram como
articulação,
pois os dentes não
fazem parte do
esqueleto.
• Articulação de pino e encaixe

• Esta articulação permite leve movimentação.

Articulações cartilaginosas (anfiartroses)


SINCONDROSE SÍNFISE
Articulações de cartilagem hialina . Articulações de cartilagem fibrosa.

• União por cartilagem hialina (sinostose)


• Porção persistente do esqueleto cartilaginoso do embrião
• Tipo temporário de articulação, pois ossifica-se antes da
idade adulta.
• Tipos:
→ Intra-óssea (Epífise de diáfise de um osso longo)
→ Inter-óssea (unem ossos diferentes)
Ex:
 Placa epifisária dos ossos longos.
 Parte basilar do osso occipital
com o osso basiesfenóide.

Página 3 de Anatomia
→ Intra-óssea (Epífise de diáfise de um osso longo)
→ Inter-óssea (unem ossos diferentes)
Ex:
 Placa epifisária dos ossos longos.
 Parte basilar do osso occipital
com o osso basiesfenóide.

• Articulação fibrocartilagínea, na qual é


permitido pequeno grau de movimento.

Ex:
Sínfise pélvica

Articulações sinoviais (diartroses)


Componentes estruturais essenciais (obrigatórios): Demais componentes estruturais ( não
obrigatórios):
 Superfícies ósseas articulares;
 Cartilagens articulares;  Ligamentos;
 Cápsula articular;  Discos articulares;
 Cavidade articular;  Meniscos;
 Líquido sinovial.  Lábios articulares.

• Correspondem às superfícies ósseas que


entram em contato numa articulação.

• Recobertas pela cartilagem articular.

Página 4 de Anatomia
São do tipo hialina:

• Lisa ao toque e a olho nu;


• Irregular à microscopia;
• Indivíduos jovens:
▫ Coloração azulada ou rosada;
A cartilagem articular é fortemente ligada a uma • Torna-se gradativamente branca com a idade
fina camada óssea subcondral adjacente à epífise. • (perda de elasticidade)
Ela não é coberta por pericôndrio e a face • Baixo atrito
voltada para a articulação é bastante lisa. A
• Não apresentam vascularização e enervação
cartilagem articular é delgada no centro de uma
• Nutridas pela sinóvia
superfície côncava, mas espessa no centro de
uma superfície convexa. Algumas áreas da
cartilagem articular de ungulados exibem uma
redução na cartilagem, formando fossas sinoviais

Camada de tecido conjuntivo que envolve


externamente toda a articulação sinovial;

 Apresenta 2 camadas:
 Membrana fibrosa;
 Membrana sinovial.
MEMBRANA FIBROSA MEMBRANA SINOVIAL

 Resistente e mais externa;  Voltada para a cavidade articular;


 Constituída por tecido fibroso e elástico.  Vascularizada e inervada;
 Produz o líquido sinovial (ou sinóvia);
 Apresenta vilosidades que aumentam a sua
superfície.

Página 5 de Anatomia
Espaço delimitado pela cápsula articular e
localizado entre os ossos que se articulam.

Líquido viscoso, incolor,ph levemente alcalino


Produzido pela membrana sinovial, através de ultrafiltração
sanguínea (diálise).
Encontrado nas cavidades articulares, bolsas sinoviais e bainhas
sinoviais

 FUNÇÕES:

 Lubrificação das superfícies ósseas articulares;


 Nutrição das estruturas intra-articulares.

Fortes feixes compostos principalmente de tecido conjuntivo fibroso (branco) e elástico


(amarelo), além de grande quantidade de fibras colágenas.

FUNÇÃO:

Estabilização da articulação, através da sua fixação entre os ossos.

Classificação:

Página 6 de Anatomia
Classificação:

Extracapsulares

Localizados externamente à cápsula articular, aderidos ou não


à mesma.

Temos 5 ligamentos extracapsulares:

ligamento da patela, ligamento colateral fibular, ligamento colateral


tibial, ligamento poplíteo oblíquo e ligamento poplíteo

Intracapsular

Localizados no interior da cavidade articular.

São rodeados pela membrana sinovial.

Placas fibrocartilaginosas intra-articulares, interpostas entre as superfícies articulares.


Funções:

 Melhor adaptação entre as superfícies que se articulam;


 Redistribuição de pressão (“amortecedores”).

Dividem totalmente a cavidade articular em 2 compartimentos distintos.

 Animais domésticos

Presente na articulação teporomandibular (A.T.M.)

Página 7 de Anatomia
 Dividem parcialmente a cavidade articular, formando
Não se comunicam
câmaras intercomunicantes;
 Presentes na Articulação do Joelho (entre os côndilos
do fêmur e os côndilos da tíbia);
 A cápsula articular está parcialmente aderida às suas
laterais .

São cartilagens articulares que se projetam das


margens de superfícies ósseas articulares geralmente
côncavas.
Função:

 Aumento da superfície de contato entre os ossos.


Ex: Lábio Glenoidal e Lábio Acetabular.

Circundução:
 Ocorre quando o eixo de um membro descreve um segmento de cone.

 Rotação:
 Quando um segmento descreve um movimento ao redor do próprio eixo.

Movimentos angulares

 Extensão: quando o ângulo entre dois ossos aumenta.

 Flexão: quando o ângulo entre dois ossos diminui.

 Adução: quando um segmento se aproxima do plano


mediano.

 Abdução: quando um segmento afasta-se do plano mediano.

Página 8 de Anatomia
mediano.

 Abdução: quando um segmento afasta-se do plano mediano.

Página 9 de Anatomia