Você está na página 1de 7

CÓPIA NÃO CONTROLADA

International Paper do Brasil Ltda.

SISTEMA DE SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO

Autor do Doc .: Adriano Marchiori


Editores: Adriano Marchiori

T í tulo: A n d a i m e s (B a s e a d a n a N R - 18, do Ministé r i o d o T r a b a l h o )


Tipo do Documento: ORDEM DE SERVIÇO DE HIGIENE SEGURANÇA E MEDICINA DO TRABALHO
SubTipo: Instrução
Nº: OSHSMT-199303-2
Incluir Cancelar
Áreas/ Setores de Aplicaç ão : PPA, CEL, PMD, REC, QUI, UTI, ENG, SST, PDE, UTI_MAN,
CEL_MAN, REC_MAN, ACB_MAN, PPA_MAN 3 E 4, PPA_MAN 5 E 6, MAN_PRD, MAN_CIV, MAN_OIC, MAN_OEC,
MAN_AJU, MAN_USI, MAN_REF, MAN_CMO

Status: Homologado Data do Status: 12/01/2005 15:48:07

Comentários sobre a revisão :

Revisão Anterior: OSHSMT-199303-1

Documentos Complementares

NR 7 NR 8 NR 21
Polí tica RH 15 OSHSMT 198802

Documento: OSHSMT - 199303 - 2

ANDAIMES (BASEADA NA NR - 18, DO MINISTÉRIO DO TRABALHO)

1. Objetivo
2. Definições
3. Instruções
4. Tipos de Andaimes
5. Responsabilidades

1. Objetivo
Orientar aos usuários quanto aos procedimentos seguros para montagem e utilização de
andaimes para trabalhos em altura.

2. Definições
Andaime
Estrutura provisória sólida e que proporcione estabilidade e segurança total de movimentos aos
usuários, quando estiverem trabalhando a uma altura superior a 2 metros.
CÓPIA NÃO CONTROLADA
3. Instruções
3.1. Os andaimes de madeira, tubulares e torres devem ser dimensionados e construídos de modo a
suportar, com segurança, as pessoas que estarão trabalhando sobre eles.

3.2. Os andaimes de madeira devem ser construídos de forma que os vãos entre os pés
direitos não sejam superiores a 1,70m. Estes pés devem ter no mínimo 3" x 3". Para vãos
livres até 1,5m, as tábuas devem ter 1" de espessura. Paravãos livresde 1,5 a 2,0m, as
tábuas devem ter 1 1/2" de espessura.

3.3. Os andaimes tubulares serão construídos com tubos galvanizados de 1.1/2" de diâmetro
e os vãos entre os pés direitos devem ultrapassar a 2m;
Nota: Nos andaimes montados pela Mills o vão máximo é de 2,40 m

3.4. Nos andaimes tipo torre, as tábuas para assoalho deverão ser de 1.1/2" com “stop”
nas extremidades ou fixados seguindo as especificações da NR-18, item 18.15.3:

3.5. Deverá haver uma comunicação prévia quando se tratar de andaimes onde será necessário
colocar materiais e peças, pois os mesmos deverão ser mais reforçados;

3.6. Em dias chuvosos, o trabalho em andaimes montados em áreas ao ar livre só pode ser
feito se houver uma cobertura ou outro tipo de proteção para evitar que as partes do
andaime fiquem molhadas e lisas e sejam capazes de proteger as pessoas contra intempéreis,
conforme NR 21;

3.7. Os andaimes após montados só podem ter sua estrutura alterada pelo responsável pela
montagem.

3.8. Guarda-corpo
Devem dispor de guarda-corpo com altura de 1,10 m para o travessão superior e 0,50 m
para o travessão intermediário quando forem montados andaimes tubulares. Para os
andaimes tipo "quadro" deve ser respeitado o limite de 1,70 para o travessão superior e 0,70
para o intermediário.

3.8.1. Guarda-corpo e área da plataforma em andaimes tubulares


3.8.1.1. A utilização de guarda-corpo também se aplica aos andaimes construídos de módulos
tubulares;

3.8.1.2. A área da plataforma de trabalho terá que ser totalmente preenchida com tábuas de pinho
ou madeira aprovada (madeira de boa qualidade, seca, sem nós e/ou rachaduras), sendo proibido o
uso de pinturas que encubram imperfeições.

3.9. Trava de base dos andaimes tubulares


3.9.1. A base desses andaimes terá que ser travada internamente com a finalidade de impedir que
os módulos movimentem para a parte interna do andaime quando sua altura for superior a 4m;

3.9.2. Para garantir a estabilidade da estrutura, a cada 4m de altura, ele terá que possuir travamento
CÓPIA NÃO CONTROLADA
interno e/ou externo.

3.10. Treinamento
As pessoas responsáveis pela montagem e desmontagem dos andaimes devem ser
devidamente treinadas para a execução deste tipo de atividade.

4. Tipos de Andaimes
4.1. Andaimes Simplesmente Apoiados
4.1.1. Os montantes dos andaimes devem ser apoiados em sapatas sobre base sólida capaz de
resistir aos esforços solicitantes e às cargas transmitidas;

4.1.2. É proibido o trabalho em andaimes apoiados sobre cavaletes que possuam altura
superior a 2,00m e largura inferior a 0,90m;

4.1.3. É proibido o trabalho em andaimes na periferia da edificação sem que haja proteção
adequada fixada à estrutura da mesma;

4.1.4. É proibido o deslocamento das estruturas dos andaimes com trabalhadores sobre eles;

4.1.5. Os andaimes cujos pisos de trabalho estejam situados a mais de 1,50m de altura devem ser
providos de escadas ou rampas.

4.1.6. O ponto de instalação de qualquer aparelho de içar materiais deve ser escolhido de modo a
não comprometer a estabilidade e segurança do andaime;

4.1.7. Os andaimes de madeira não podem ser utilizados em obras acima de 3 pavimentos ou altura
equivalente, podendo ter o lado interno apoiado na própria edificação;

4.1.8. A estrutura dos andaimes deve ser fixada à construção por meio de amarração e
entroncamento, de modo a resistir aos esforços a que estiver sujeita;

4.1.9. As torres de andaimes não podem exceder, em altura, quatro vezes a menor dimensão da
base de apoio, quando não estaiadas.

4.2 Andaimes Fachadeiros


4.2.1. Os andaimes fachadeiros não devem receber cargas superiores às especificadas pelo
fabricante. Sua carga deve ser distribuída de modo uniforme, sem obstruir a circulação de pessoas
e ser limitada pela resistência da forração da plataforma de trabalho;

4.2.2. Os acessos verticais ao andaime fachadeiro devem ser feitos em escada incorporada à sua
própria estrutura ou por meio de torre de acesso;

4.2.3. A movimentação vertical de componentes e acessórios para a montagem e/ou desmontagem


de andaime fachadeiro deve ser feita por meio de cordas ou por sistema próprio de içamento;

4.2.4. Os montantes do andaime fachadeiro devem ter seus encaixes travados com parafusos,
CÓPIA NÃO CONTROLADA
contrapinos, braçadeiras ou similares;

4.2.5. Os painéis dos andaimes fachadeiros destinados a suportar os pisos e/ou funcionar como
travamento, depois de encaixados nos montantes, devem ser contrapinados ou travados com
parafusos, braçadeiras ou similares;

4.2.6. As peças de contraventamento, devem ser fixadas nos montantes por meio de parafusos
braçadeiras ou por encaixe em pinos, devidamente travados contrapinados, de modo que
assegurem a estabilidade e a rigidez necessárias ao andaime;

4.2.7. Os andaimes fachadeiros devem dispor de proteção com tela de arame galvanizado ou
material de resistência e durabilidade equivalente, desde a primeira plataforma de trabalho até pelo
menos 2m acima da última plataforma de trabalho.

4.3. Andaimes Suspensos Mecânicos


4.3.1. A sustentação e andaimes suspensos mecânicos deve ser feita por meio de vigas metálicas de
resistência equivalente a, no mínimo, três vezes o maior esforço solicitante;

4.3.2. É proibido o uso de cordas de fibras naturais ou artificiais para sustentação dos andaimes
suspensos mecânicos;

4.3.3. Os cabos de suspensão devem trabalhar na vertical e o estrado, na horizontal;

4.3.4. Os dispositivos de suspensão devem ser diariamente verificados pelos usuários e pelo
responsável pela obra, antes de iniciados os trabalhos;

4.3.5. Os andaimes suspensos devem ser convenientemente fixados à construção na posição de


trabalho;

4.3.6. Os quadros dos guinchos de elevação devem ser providos de dispositivos para fixação de
sistema guarda-corpo e rodapé;

4.3.7. É proibido acrescentar trechos em balanço ao estrado de andaimes suspensos mecânicos;

4.3.8. O estrado do andaime deve estar fixado aos estribos de apoio e o guarda-corpo ao seu
suporte;

4.3.19. Sobre andaime só é permitido depositar material para uso imediato;

4.3.10. Os guinchos de elevação devem satisfazer os seguintes requisitos:


a) Ter dispositivo que impeça o retrocesso do tambor;
b) Ser acionado por meio de alavancas ou manivelas ou automaticamente, na subida e descida do
andaime;
c) Possuir segunda trava de segurança;
d) Ser dotado de capa de proteção da catraca.
CÓPIA NÃO CONTROLADA
4.3.11. Na posição de trabalho, a fim de se evitar movimentos oscilatórios, os andaimes suspensos
devem ser convenientemente fixados à construção.

4.4. Andaimes Suspensos Mecânicos Pesados


4.4.1. A largura mínima dos andaimes suspensos mecânicos pesados deve ser de 1,50m;

4.4.2. Os estrados dos andaimes suspensos mecânicos pesados podem ser interligados até o
comprimento máximo de 8,00m;

4.4.3. A fixação dos guinchos aos estrados deve ser executada por meio de armações de aço,
havendo em cada armação dois guinchos.

4.5. Andaimes Suspensos Mecânicos Leves


4.5.1. Os andaimes suspensos mecânicos leves somente poderão ser utilizados em serviços de
reparo, pintura, limpeza e manutenção com a permanência de, no máximo, dois trabalhadores;

4.5.2. Os guinchos dos andaimes suspensos mecânicos leves devem ser fixados nas extremidades
das plataformas de trabalho, por meio de armações de aço, havendo em cada armação dois
guinchos;

4.5.3. É proibida a interligação de andaimes suspensos leves.

4.6. Andaimes Móveis


4.6.1. Os rodízios dos andaimes devem ser providos de travas de modo a evitar deslocamentos
acidentais;

4.6.2. Os andaimes móveis somente poderão ser utilizados em superfícies planas;

4.6.3. Durante a movimentação de andaimes, não é permitida a permanência de pessoas


sobre ou sob os mesmos.

4.7. Andaimes em Balanço


4.7.1. Os andaimes em balanço devem ter sistema de fixação à estrutura da edificação capaz de
suportar três vezes os esforços solicitantes;

4.7.2. A estrutura do andaime deve ser convenientemente contraventada e ancorada de tal forma a
eliminar quaisquer oscilações.

4.8. Cadeira Suspensa


4.8.1. Em quaisquer atividades em que não seja possível a instalação de andaimes, é permitida a
utilização de cadeira suspensa (balancin individual);

4.8.2. A sustentação da cadeira deve ser feita por meio de cabo de aço;
CÓPIA NÃO CONTROLADA

4.8.3. A cadeira suspensa deve dispor de:


a) Sistema dotado com dispositivo de subida e descida com dupla trava de segurança;
b) Requisitos de conforto previstos na NR-17 - Ergonomia;
c) Sistema de fixação do trabalhador por meio de cinto.

4.8.4. O trabalhador deve utilizar cinto de segurança tipo pára-quedista, ligado ao trava-quedas em
cabo-guia independente;

4.8.5. A cadeira suspensa deve apresentar na sua estrutura, em caracteres indeléveis, a razão social
do fabricante e o número de registro respectivo no Cadastro Geral de Contribuintes - CGC;

4.8.6. É proibida a improvisação de cadeira suspensa;

4.8.7. O sistema de fixação da cadeira suspensa deve ser independente do cabo-guia do


trava-queda;

4.8.8. Como complemento na aplicação desses procedimentos, consultar a OSHSMT 198802.

5. Responsabilidades
5.1. É responsabilidade da chefia da área/setor orientar seus funcionários quanto ao
cumprimento desta OSHSMT na íntegra.

5.2. É responsabilidade dos prestadores de serviços orientar todos os empregados e


subcontratados quanto ao cumprimento desta OSHSMT na íntegra.

A não observância desta OSHSMT caracteriza ato de indisciplina ou insubordinação,


passível de aplicação de penas disciplinares. Para funcionários da International Paper a
área de Recursos Humanos analisará as ocorrências e aplicará as sanções conforme
legislação vigente ou Política RH 15.
Para os empregados ou subcontratados, os Prestadores de Serviço analisarão as
ocorrências e aplicarão as sanções conforme legislação em vigor ou outra norma
pertinente ao assunto.

Consenso

Consensadores Tempo Limite Enviado em


(dias)
Alcides Junior 5 31/12/2004 09:42:23
Alexandre Soares 5 -
Carlos Tosta 5 -
Cesar Assin 5 31/ 12/ 2004 09:42:24
Charles Lili 5 -
Claudio Tedeschi 5 -
Cleovaldo Tonietti 5 -
Horacildes Lellis 5 -
Marcelo Nale 5 -
Marcio Balzanello 5 -
Paulo Gisloti 5 31/ 12/ 2004 09:42:25
Reginaldo Martini 5 -
CÓPIA NÃO CONTROLADA
Renato Freitas 5 -
Ulisses Ribeiro 5 -
Sandro Gasparoti 5 -
Luiz Macedo 5 04/ 01/ 2005 16:01:15
Lindomar Rosa 5 31/12/2004 09:42:25

Homologação

Homologadores Tempo Limite Enviado em


(dias)
Laudelino Cavenaghi 3 11/01/2005 03:30:39

Histórico

Criado por: Adriano Marchiori em 04/11/2002 16:20:07


Editado por: Adriano Marchiori em 10/01/2005 16:27:40

Pareceres:
Consensado por: Alcides Junior em 31/12/2004 10:50:21 com duração de 1 dia(s) - (Enviado em 31/12/2004 09:42:23)
Consensado por: Alexandre Soares em 23/ 12/ 2004 7:46:53 com duração de 6 dia(s) - (Enviado em 17/ 12/ 2004 13:05:26)
Consensado por: Carlos Tosta em 23/ 12/ 2004 07:01:26 com duração de 6 dia(s) - (Enviado em 17/ 12/ 2004 13:05:27)
Consensado por: Cesar Assin em 31/ 12/ 2004 16:31:41 com duração de 1 dia(s) - (Enviado em 31/ 12/ 2004 09:42:24)
Consensado por: Charles Lili em 23/ 12/ 2004 8:59:47 com duração de 6 dia(s) - (Enviado em 17/ 12/ 2004 13:05:29)
Consensado por: Claudio Tedeschi em 22/ 12/ 2004 12:19:49 com duração de 5 dia(s) - (Enviado em 17/ 12/ 2004 13:05:30)
Consensado por: Cleovaldo Tonietti em 21/ 12/ 2004 8:58:07 com duração de 4 dia(s) - (Enviado em 17/ 12/ 2004 13:05:31)
Consensado por: Horacildes Lellis em 30/ 12/ 2004 17:41:49 com duração de 13 dia(s) - (Enviado em 17/ 12/ 2004 13:05:33)
Consensado por: Marcelo Nale em 17/ 12/ 2004 14:44:54 com duração de 1 dia(s) - (Enviado em 17/ 12/ 2004 13:05:38)
Consensado por: Marcio Balzanello em 17/ 12/ 2004 13:17:05 com duração de 1 dia(s) - (Enviado em 17/ 12/ 2004 13:05:39)
Consensado por: Paulo Gisloti em 03/ 01/ 2005 11:37:02 com duração de 3 dia(s) - (Enviado em 31/ 12/ 2004 09:42:25)
Consensado por: Reginaldo Martini em 17/ 12/ 2004 23:24:14 com duração de 1 dia(s) - (Enviado em 17/ 12/ 2004 13:05:41)
Consensado por: Renato Freitas em 20/ 12/ 2004 08:11:38 com duração de 3 dia(s) - (Enviado em 17/ 12/ 2004 13:05:42)
Consensado por: Ulisses Ribeiro em 17/ 12/ 2004 14:26:22 com duração de 1 dia(s) - (Enviado em 17/ 12/ 2004 13:05:44)
Consensado por: Sandro Gasparoti em 23/ 12/ 2004 07:51:31 com duração de 6 dia(s) - (Enviado em 17/ 12/ 2004 13:05:45)
Consensado por: Luiz Macedo em 06/ 01/ 2005 14:56:18 com duração de 2 dia(s) - (Enviado em 04/ 01/ 2005 16:01:15)
Consensado por: Lindomar Rosa em 31/ 12/ 2004 14:44:58 com duração de 1 dia(s) - (Enviado em 31/ 12/ 2004 09:42:25)
Homologado por: Laudelino Cavenaghi em 12/ 01/ 2005 08:29:49 com duração de 1 dia(s) - (Enviado em 11/ 01/ 2005 03:30:39)

Localização do Documento

Área - Setor >> Pasta - Número - Localizaç ão

FIM DO DOCUMENTO
Propriedade da International Paper

Interesses relacionados