Você está na página 1de 14

PISCINA – ÁGUA & TRATAMENTO & QUÍMICA - 2019

JORGE MACEDO, D.Sc. www.jorgemacedo.pro.br

REVIEW: COMO DOSAR UM CLARIFICANTE/FLOCULANTE COM O JATA


(Jartest Artesanal) NO TRATAMENTO DA ÁGUA DE UMA
PISCINA

1- INTRODUÇÃO

A responsabilidade ao fazer a dosagem de produtos químicos é muito grande, pois


o tratador e/ou consumidor deve sempre usar a quantidade necessária para o
tratamento, nem mais e nem menos, é um dos princípios da “Piscinologia
Contemporânea”!!
Essa utilização equilibrada de produtos químicos no tratamento de águas de
piscinas é fundamental pois:

A “Precisão” indica o quanto as dosagens repetidas estão próximas umas das


outras e a “Exatidão” indica o QUANTO próximo do valor real (do valor normalmente
aceito como referência), está o valor da dosagem.
A dosagem para a água de uma piscina não existe um valor somente
considerado como correto, existe uma faixa de valores que é aceita para uma
característica química.
É necessário tornar as dosagens indicadas para os produtos químicos da área
de piscinas as mais exatas possíveis daquelas que realmente devem ser utilizadas no
tratamento da água da piscina!! As dosagens de produtos químicos não podem ser
generalizadas, ou seja, a mesma para qualquer piscina no Brasil.
Não existe lógica para as indicações: i) Para piscinas com turbidez elevada
adicione de “X” mL (ÁGUA TURVA??) e “Y” mL (ÁGUA MUITO TURVA??) para cada
1.000 litros (1 m3) de água da piscina; e/ou, ii) Para a manutenção e clarificação da
água adicione semanalmente “W” mL para cada 1.000 litros (1 m3) de água da piscina.
(QUAL A TURBIDEZ DA ÁGUA??).

A “Piscinologia Contemporânea” tem como principais referências:

 O controle da dosagem de produtos químicos, fazendo o


consumidor/piscineiro usar a quantidade o mais aproximada (EXATA) possível
da necessária para o tratamento, nem mais e nem menos!!
 A redução do custo no processo tratamento e menor exposição tratador e dos
usuários das piscinas às substâncias químicas.
 A dosagem do produto químico é definida para as características da água piscina
que está sendo tratada. A água de uma piscina a ser tratada situada no Norte do
Brasil e no Sul do Brasil são diferentes, basta avaliar, por exemplo, apenas um
parâmetro: a temperatura!!

1
PISCINA – ÁGUA & TRATAMENTO & QUÍMICA - 2019
JORGE MACEDO, D.Sc. www.jorgemacedo.pro.br
2- COMO O TRATADOR VAI FAZER A DOSAGEM DE UM PRODUTO
Coagulante/Clarificante/Floculante (CF) QUANDO ESTIVER NA
BORDA DE UMA PISCINA?

2.1- O que precisa?

2.1.1- Dosagem do Coagulante/Clarificante/Floculante Líquido (CFL)

i) Dois frascos conta-gotas, serve qualquer frasco vazio que possua uma
tampa com conta-gotas (ideal com volume de 100 mL ou de 50 mL).

ii) Provetas de plástico de 50, 100 e 250 mL.

É necessário que se tenha disponível 3 (três) frascos graduados com capacidade


de 50, 100 e 250 mL de água. Essa medida deve ser realizada em uma proveta,
instrumento laboratorial de formato cilíndrico que serve para medição de líquidos para
os mais variados fins, que pode ser de vidro ou de polipropileno (plástico), com
capacidade de 50, 100 e 250 mL, que são vendidas na própria loja para produtos de
piscinas, cada proveta de plástico tem custo de variando de R$15 a R$20.

2
PISCINA – ÁGUA & TRATAMENTO & QUÍMICA - 2019
JORGE MACEDO, D.Sc. www.jorgemacedo.pro.br
iii) Um jartest artesanal (JATA)

Faça uma caixa/caixote de madeira e/ou de fibra e/ou de chapa metálica como
indicado na Figura 1, cujas dimensões consiga alocar/guardar 6 frascos de vidro ou de
plástico (polipropileno) transparente com volume/capacidade de pelo menos 300 mL,
podendo ser de até 500 mL, ressaltando que, esses frascos devem possuir tampa que
não permita vazamentos.
O frasco de vidro ou de plástico (polipropileno) não pode ser muito grande, pois
é necessário fazer movimentos com o JATA com os frascos com água da piscina, que
devem conter 250 mL de água.
O tamanho ideal desses frascos é que possuam volume máximo de água de 300
mL. Pode-se usar o mesmo do pote de maionese vazio de vidro ou de plástico
transparente, que tem capacidade de até 500 mL.
Essa caixa/caixote tem que possuir as laterais vazadas, para que se possa ver
os frascos, deve-se enxergar a coluna vertical de água, principalmente o fundo do
frasco. A tampa superior da caixa/caixote deve ser removível, para que se possa colocar
os frascos e depois de fechada não permita o deslocamento dos frascos.

Veja a seguir imagens de um JATA construído/montado com “MDF” e utiliza


frascos de vidro. Esses frascos são os mesmos utilizados para colocar farinha em
restaurantes. O JATA pode ser utilizado para fazer dosagens de qualquer produto
químico para águas de piscinas.

3
PISCINA – ÁGUA & TRATAMENTO & QUÍMICA - 2019
JORGE MACEDO, D.Sc. www.jorgemacedo.pro.br

iv) Soluções diluídas de barrilha (Na 2CO3) e do


Coagulante/Clarificante/Floculante líquido (CFL) de sua preferência

Para fazer a dosagem de qualquer coagulante/floculante/clarificante é


necessário ajustar o pH da água para o melhor processo de floculação e decantação.
No uso do JATA para ajuste de pH será utilizada uma solução diluída de
carbonato de sódio (barrilha) (Na2CO3) com concentração de 2,5% em massa e do
produto de sua preferência é necessária uma solução diluída do CFL com concentração
de 1% em volume.
Para preparo das soluções diluídas é necessário água destilada e/ou
desmineralizada e/ou deionizada, as utilizadas em baterias de automóvel, em geral, é
vendido um 1 Litro. Essa água será utilizada também em outras dosagens de produtos
químicos.

E/OU

4
PISCINA – ÁGUA & TRATAMENTO & QUÍMICA - 2019
JORGE MACEDO, D.Sc. www.jorgemacedo.pro.br
a - Preparo de uma solução diluída 2,5% de Na2CO3
Pese 2,5 g de Na2CO3 e siga as orientações do esquema a seguir.

b) Preparo da solução diluída de clarificante/coagulante/floculante líquido


(SDCFL) 1% em volume.

Os Clarificantes/Coagulantes/Floculantes Líquidos (CFL) vendidos


comercialmente tem que ser diluídos para o teste com o JATA, pois utilizamos volumes
de 250 mL de água da piscina. Para preparar a solução diluída siga o esquema a seguir.

Para medir 1 mL
use um conta-
gotas.
20 gotas = 1 mL

Volume de 1 gota = 0,05 mL

5
PISCINA – ÁGUA & TRATAMENTO & QUÍMICA - 2019
JORGE MACEDO, D.Sc. www.jorgemacedo.pro.br

100 mL da solução diluída SDCFL ------- 1 mL do Clarificante comercial CFL


0,05 mL da solução diluída SDCFL ------- X mL do Clarificante comercial CFL

X = 0,0005 mL do CFL

Logo, cada gota da SDCFL tem 0,0005 mL do CFL.

Com base nas fórmulas de cálculo a seguir, para 1 gota e para 6 gotas da SDCFL
colocam a dosagem do clarificante/floculante comercial líquido (CFL) no teste do JATA
entre 2 e 12 mL do CFL / m3 de água.

2.2- A metodologia/etapas da determinação da dosagem de Clarificante/Floculante


Líquido (CFL) usando o JATA.

1- Utilizando uma proveta de 250 mL, medir 6 amostras de água da piscina,


transfira as amostras para cada frasco do seu JATA (Figura 1). Lave previamente
a proveta e os frascos do JATA com a água da piscina.

250 mL de 250 mL de 250 mL de 250 mL de 250 mL de 250 mL de


água água água água água água

Fonte: MACEDO, 2003.


FIGURA 1- Transferência de 250 mL de água da piscina para cada frasco do JATA.

2- Em cada frasco que já contêm os 250 mL de água da piscina acrescente gotas


SDCFL (Solução Diluída do Clarificante/Coagulante/Floculante Líquido) na Figura 2.
Uma gota-padrão tem volume de cerca de 0,05 mL, ou seja, 1 mL tem 20 gotas
1 gota 2 gotas 3 gotas 4 gotas 5 gotas 6 gotas
SDCFL SDCFL SDCFL SDCFL SDCFL SDCFL
250 mL 250 mL 250 mL 250 mL 250 mL 250 mL
de água de água de água de água de água de água

Fonte: MACEDO, 2003.


FIGURA 2- Representação da dosagem do floculante em cada frasco do JATA.

6
PISCINA – ÁGUA & TRATAMENTO & QUÍMICA - 2019
JORGE MACEDO, D.Sc. www.jorgemacedo.pro.br
3- Feche os frascos e faça o seu travamento dentro do JATA.
4- Depois travada a tampa do JATA, apoia-se a caixa em uma das quinas e faça
um movimento giratório. A água dentro dos frascos irá adquirir um movimento circular,
este movimento deve ser mantido por 4 a 5 minutos, não se esquecendo de inverter o
lado do JATA e fazer o mesmo movimento. Veja figura 3.

Fonte: MACEDO, 2003.

FIGURA 3- Representação da forma de agitação do


equipamento para o ensaio da floculação.

5- Após a agitação, deixe o JATA com os frascos em repouso, por 20 a 30 min.


Esse tempo é uma referência/sugestão, quanto maior o tempo melhor para avaliar o
processo de floculação/decantação.
6- Após o tempo indicado, depois de verificar qual o frasco, em que foi adicionado
o MENOR NÚMERO DE GOTAS, que o processo de floculação/decantação melhor
ocorreu água mais clara (formou mais flocos no fundo) (Faça uma foto com o celular!)
ATENÇÃO!!!!
7- Todo floculante/clarificante consome alcalinidade da água e reduz o pH do
meio aquoso, na escolha da dosagem correta deve-se ajustar o pH e a alcalinidade
da água da piscina.
8- Para ajustar o pH e alcalinidade, na nova etapa de uso do JATA, utiliza-se a
solução diluída 2,5% de Na2CO3 (carbonato de sódio, barrilha leve ou soda ash).
9- Com essa solução vai ajustar o pH e a alcalinidade da água para determinação
da quantidade correta de floculante.
10- ATENÇÃO: Lave por 3 vezes, todos os frascos do JATA com água da própria
piscina.
11- No item 6 foi determinado o menor número de gotas da SDCFL, da sua
preferência, que obtêm o melhor resultado na formação de flocos e na decantação. Será
considerado como “X gotas”.
12- Adicione “X gotas” do floculante em cada um dos frascos do JATA que já
contenha 250 mL de água da piscina. (Lembra-se: X gotas foi determinado no experimento anterior)
X gotas X gotas X gotas X gotas X gotas X gotas
SDCFL SDCFL SDCFL SDCFL SDCFL SDCFL
250 mL de 250 mL de 250 mL de 250 mL de 250 mL de 250 mL de
H2O H2O H2O H2O H2O H2O

Fonte: MACEDO, 2003.


FIGURA 4- Representação da dosagem do floculante em cada frasco do JATA.

7
PISCINA – ÁGUA & TRATAMENTO & QUÍMICA - 2019
JORGE MACEDO, D.Sc. www.jorgemacedo.pro.br

13- Adicione uma 1 gota da solução de Na2CO3 (2,5%) no Frasco 1 do JATA o que
corresponde à dosagem de 5 mg Na2CO3/L de água; 2 gotas no Frasco 2, sendo assim,
no terceiro frasco 3 gotas, no quarto frasco 4 gotas, no quinto frasco 5 gotas e finalmente
no sexto frasco 6 gotas. Estas dosagens correspondem a 5 mg Na2CO3/L de água, 10
mg Na2CO3/L de água, 15 mg Na2CO3/L de água, 20 mg Na2CO3/L de água, 25 mg
Na2CO3/L de água e 30 mg Na2CO3/L de água (Figura 5)
1 gota sol. 2 gotas sol. 3 gotas sol. 4 gotas sol. 5 gotas sol. 6 gotas sol.
Na2CO3 2,5% Na2CO3 2,5% Na2CO3 2,5% Na2CO3 2,5% Na2CO3 2,5% Na2CO3 2,5%
X gotas X gotas X gotas X gotas X gotas X gotas
SDCFL SDCFL SDCFL SDCFL SDCFL SDCFL
250 mL água 250 mL água 250 mL água 250 mL água 250 mL água 250 mL água

FIGURA 5- Representação da dosagem do floculante e auxiliar de coagulação em cada frasco


do JATA.

14- Feche os frascos e faça o seu travamento dentro do JATA.


15- Depois de travada a tampa do JATA, apoia-se a caixa em uma das quinas e faça
um movimento giratório. A água dentro dos frascos irá adquirir um movimento circular,
este movimento deve ser mantido por 4 a 5 minutos, não se esquecendo de inverter
o lado do Jar Test e fazer o mesmo movimento. Veja Figura 6.

FIGURA 6- Representação da forma de agitação do


equipamento para o ensaio da floculação.
Fonte: MACEDO, 2003.

16- Após a agitação, deixe o JATA com os frascos em repouso, por 20 a 30 min.
Esse tempo é uma referência/sugestão, quanto maior o tempo melhor para avaliar o
processo de floculação/decantação.
17- Após o tempo indicado de repouso, verifique o pH da água do frasco (anote o
valor) em que o processo de floculação/decantação que melhor ocorreu com o MENOR
NÚMERO DE GOTAS e MAIOR QUANTIDADE DE FLOCOS NO FUNDO DO
FRASCO.
18- Após o tempo indicado, o frasco que o processo de floculação/decantação
melhor ocorreu, com o MENOR NÚMERO DE GOTAS, é a referência para sua
dosagem de Na2CO3 para ajustar o pH e alcalinidade, referências para valores e níveis
na água da piscina, para o menor consumo de floculante, para um melhor processo de
floculação/decantação e também é referência do valor de pH que melhor ocorre esse
processo de tratamento.

8
PISCINA – ÁGUA & TRATAMENTO & QUÍMICA - 2019
JORGE MACEDO, D.Sc. www.jorgemacedo.pro.br

FÓRMULAS

Massa de Na2CO3 (mg) por 1 m3 de água da piscina para ajustar o pH e a


alcalinidade para fazer o processo de clarificação da água da piscina

Massa mg Na2CO3/VPISCINA (m3) = 5.000 x nº de gotas x VPISCINA (m3)

Cálculo do volume de Clarificante/Floculante Líquido / Volume Total de água da


piscina (m3) após o uso do JATA

2.3- Exemplo de cálculo

REFERÊNCIA: MENOR NÚMERO DE GOTAS e MAIOR QUANTIDADE DE FLOCOS

TESTE COM O JATA:

4 gotas da SDCFL (=X gotas) + 5 gotas da solução de Na2CO3 2,5%

Quantidade barrilha a ser utilizada:

Dosagem de barrilha para uma piscina de 30.000 L = 30 m3

Massa mg Na2CO3/Volume Total (m3) = 5.000 x 5 x 30 = 450.000 mg Na2CO3 /30 m3

Massa g Na2CO3 / 30 m3 = 450 g Na2CO3

Quantidade de floculante líquido a ser utilizado:

VmL CFL / Vpiscina (m3) = 2 x 4 x 30 = 240 mL / 30 m3

VmL CFL / 30 m3 = 240 mL CFL

OBS.: O teste apresentado foi para o produto floculante/clarificante na forma líquida. Caso
você utilize um produto floculante/clarificante sólido, o caminho mais simples é preparar uma
solução com 2,5 g do floculante em 100 mL, ou seja, seria uma solução 2,5% de floculante.
Repita o teste da mesma forma.

9
PISCINA – ÁGUA & TRATAMENTO & QUÍMICA - 2019
JORGE MACEDO, D.Sc. www.jorgemacedo.pro.br

2.4- Dosagem do Coagulante/Clarificante/Floculante Sólido (CFS)

2.4.1- O que precisa?

i) 1 frasco conta-gotas, ideal com volume de 100 mL ou de 50 mL, para


preparo da solução diluída do Coagulante/Clarificante/Floculante
Sólido (SDCFS)

ii) Provetas de plástico de 50, 100 e 250 mL.


As mesmas utilizadas no experimento anterior.

iii) Jartest artesanal (JATA)


O mesmo utilizado no experimento anterior.

iv) Soluções diluídas de barrilha (Na 2CO3) e do


Coagulante/Clarificante/Floculante Sólido (CFS) de sua preferência

a - Preparo de uma solução diluída 2,5% de Na2CO3

Solução diluída de barrilha (Na2CO3) 2,5% já está preparada.

b- Preparo da solução diluída de clarificante/coagulante/floculante sólido


(SDCFS) 2,5% em volume.

Os Clarificantes/Coagulantes/Floculantes Sólidos (CFS) vendidos


comercialmente tem que ser diluídos para o teste com o JATA, pois utilizamos volumes
de 250 mL de água da piscina. Pese 2,5 g de CFS e siga as orientações do esquema a
seguir.

10
PISCINA – ÁGUA & TRATAMENTO & QUÍMICA - 2019
JORGE MACEDO, D.Sc. www.jorgemacedo.pro.br
2.5- A metodologia/etapas da determinação da dosagem de Clarificante/Floculante
SÓLIDO (CFS) usando o JATA.

1- Utilizando uma proveta de 250 mL, medir 6 amostras de água da piscina,


transfira as amostras para cada frasco do seu JATA (Figura 1). Lave previamente a
proveta e os frascos do JATA com a água da piscina.
250 mL de 250 mL de 250 mL de 250 mL de 250 mL de 250 mL de
água água água água água água

Fonte: MACEDO, 2003.


FIGURA 1- Transferência de 250 mL de água da piscina para cada frasco do JATA.

2- Em cada frasco que já contêm os 250 mL de água da piscina acrescente gotas


SDCFS (Solução Diluída do Clarificante/Coagulante/Floculante Sólido), Figura 2.
Uma gota-padrão tem volume de cerca de 0,05 mL, ou seja, 1 mL tem 20 gotas
1 gota 2 gotas 3 gotas 4 gotas 5 gotas 6 gotas
SDCFS SDCFS SDCFS SDCFS SDCFS SDCFS
250 mL 250 mL 250 mL 250 mL 250 mL 250 mL
de água de água de água de água de água de água

Fonte: MACEDO, 2003.


FIGURA 2- Representação da dosagem do floculante em cada frasco do JATA.

3- Feche os frascos e faça o seu travamento dentro do JATA.


4- Depois de travada a tampa do JATA, apoia-se a caixa em uma das quinas e
faça um movimento giratório. A água dentro dos frascos irá adquirir um movimento
circular, este movimento deve ser mantido por 4 a 5 minutos, não se esquecendo de
inverter o lado do JATA e fazer o mesmo movimento. Veja figura 3.

FIGURA 3- Representação da forma de agitação do


equipamento para o ensaio da floculação.
Fonte: MACEDO, 2003.

11
PISCINA – ÁGUA & TRATAMENTO & QUÍMICA - 2019
JORGE MACEDO, D.Sc. www.jorgemacedo.pro.br

5- Após a agitação, deixe o JATA com os frascos em repouso, por 20 a 30 min.


Esse tempo é uma referência/sugestão, quanto maior o tempo melhor para avaliar o
processo de floculação/decantação.
6- Após o tempo indicado, depois de verificar qual o frasco, em que foi adicionado
o MENOR NÚMERO DE GOTAS, que o processo de floculação/decantação melhor
ocorreu água mais clara (formou mais flocos no fundo) (Faça uma foto com o celular!)

ATENÇÃO!!!!
7- Todo floculante/clarificante consome alcalinidade da água e reduz o pH do
meio aquoso, na escolha da dosagem correta deve-se ajustar o pH e a alcalinidade
da água da piscina.
8- Para ajustar o pH e alcalinidade, na nova etapa de uso do JATA, utiliza-se a
solução diluída 2,5% de Na2CO3 (carbonato de sódio, barrilha leve ou soda ash).
9- Com essa solução vai ajustar o pH e a alcalinidade da água para determinação
da quantidade correta de floculante.
10- ATENÇÃO: Lave por 3 vezes, todos os frascos do JATA com água da própria
piscina.
11- No item 6 foi determinado o menor número de gotas da SDCFS, da sua
preferência, que obtêm o melhor resultado na formação de flocos e na decantação. Será
considerado como “X gotas”.
12- Adicione “X gotas” do floculante em cada um dos frascos do JATA que já
contenha 250 mL de água da piscina. (Lembra-se: X gotas foi determinado no experimento anterior)

X gotas X gotas X gotas X gotas X gotas X gotas


SDCFS SDCFS SDCFS SDCFS SDCFS SDCFS
250 mL de 250 mL de 250 mL de 250 mL de 250 mL de 250 mL de
H2O H2O H2O H2O H2O H2O

Fonte: MACEDO, 2003.


FIGURA 4- Representação da dosagem do floculante em cada frasco do JATA.

13- Adicione uma 1 gota da solução de Na2CO3 (2,5%) no Frasco 1 do JATA o que
corresponde à dosagem de 5 mg Na2CO3/L de água; 2 gotas no Frasco 2, sendo assim,
no terceiro frasco 3 gotas, no quarto frasco 4 gotas, no quinto frasco 5 gotas e finalmente
no sexto frasco 6 gotas. Estas dosagens correspondem a 5 mg Na 2CO3/L de água, 10
mg Na2CO3/L de água, 15 mg Na2CO3/L de água, 20 mg Na2CO3/L de água, 25 mg
Na2CO3/L de água e 30 mg Na2CO3/L de água (Figura 5)

12
PISCINA – ÁGUA & TRATAMENTO & QUÍMICA - 2019
JORGE MACEDO, D.Sc. www.jorgemacedo.pro.br

1 gota sol. 2 gotas sol. 3 gotas sol. 4 gotas sol. 5 gotas sol. 6 gotas sol.
Na2CO3 2,5% Na2CO3 2,5% Na2CO3 2,5% Na2CO3 2,5% Na2CO3 2,5% Na2CO3 2,5%
X gotas X gotas X gotas X gotas X gotas X gotas
SDFCL SDFCL SDFCL SDFCL SDFCL SDFCL
250 mL água 250 mL água 250 mL água 250 mL água 250 mL água 250 mL água

FIGURA 5- Representação da dosagem do floculante e auxiliar de coagulação em cada frasco


do JATA.

14- Feche os frascos e faça o seu travamento dentro do JATA.


15- Depois de travada a tampa do JATA, apoia-se a caixa em uma das quinas e faça
um movimento giratório. A água dentro dos frascos irá adquirir um movimento circular,
este movimento deve ser mantido por 4 a 5 minutos, não se esquecendo de inverter
o lado do Jar Test e fazer o mesmo movimento. Veja Figura 6.

FIGURA 6- Representação da forma de agitação do


equipamento para o ensaio da floculação.
Fonte: MACEDO, 2003.

16- Após a agitação, deixe o JATA com os frascos em repouso, por 20 a 30 min.
Esse tempo é uma referência/sugestão, quanto maior o tempo melhor para avaliar o
processo de floculação/decantação.
17- Após o tempo indicado de repouso, verifique o pH da água do frasco (anote o
valor) em que o processo de floculação/decantação que melhor ocorreu com o MENOR
NÚMERO DE GOTAS e MAIOR QUANTIDADE DE FLOCOS NO FUNDO DO
FRASCO.
18- Após o tempo indicado, o frasco que o processo de floculação/decantação
melhor ocorreu, com o MENOR NÚMERO DE GOTAS, é a referência para sua
dosagem de Na2CO3 para ajustar o pH e alcalinidade, referências para valores e níveis
na água da piscina, para o menor consumo de floculante, para um melhor processo de
floculação/decantação e também é referência do valor de pH que melhor ocorre esse
processo de tratamento.

13
PISCINA – ÁGUA & TRATAMENTO & QUÍMICA - 2019
JORGE MACEDO, D.Sc. www.jorgemacedo.pro.br

FÓRMULAS

Massa de Na2CO3 (mg) por 1 m3 de água da piscina para ajustar o pH e a


alcalinidade para fazer o processo de clarificação da água da piscina

Massa mg Na2CO3/VPISCINA (m3) = 5.000 x nº de gotas x VPISCINA (m3)

Cálculo da massa de Clarificante/Coagulante/Floculante Sólido (CFS) / Volume


Total de água da piscina (m3) após o uso do JATA

2.3- Exemplo de cálculo

REFERÊNCIA: MENOR NÚMERO DE GOTAS e MAIOR QUANTIDADE DE FLOCOS

TESTE COM O JATA:

4 gotas SDCFS + 5 gotas da solução de Na2CO3 2,5%

Quantidade barrilha a ser utilizada:

Dosagem de barrilha para uma piscina de 50.000 L = 50 m3

Massa mg Na2CO3/Volume Total (m3) = 5.000 x 5 x 50 = 1.250.000 mg Na2CO3 /50 m3

Massa g Na2CO3 / 50 m3 = 1.250 g Na2CO3

Quantidade de floculante sólido a ser utilizado:

Massa [mg CFS / Vpiscina (m3)] = 5000 x 4 x 50 = 1.000.000 mg / 50 m3

M(g) CFS / 50 m3 = 1.000 g CFS / 50 m3 = 1 Kg CFS / 50 m3

14