Você está na página 1de 1

do complexo ativado seja maior.

Logo, quanto
maior a concentração dos reagentes, maior será
Química a velocidade da reação.
Pressão
Professor Pedro CAMPELO Com o aumento da pressão, aumenta a probabi-
lidade de ocorrerem colisões efetivas. E, conse-
qüentemente, aumenta a velocidade da reação.
Aula 122 Notar que a pressão só influencia quando houver,
pelo menos, uma substância gasosa como rea-
Cinética química gente. Um aumento de pressão num sistema em
A cinética química é uma ciência que estuda a reação implica um contato maior entre os reagen-
velocidade das reações químicas. A velocidade da tes, pois o volume do sistema diminui. Desse
reação recebe, geralmente, o nome de taxa de modo, haverá um número maior de partículas 01. (UFMG 95) O gráfico a seguir representa a
reação. A taxa de reação está relacionada com as reagentes por unidade de volume (a concentração variação de energia potencial quando o
concentrações dos reagentes, o estado particular aumenta), o que possibilita um maior número de monóxido de carbono, CO, é oxidado a
dos reagentes (estado físico, estado nascente dos colisões entre as partículas. Conseqüentemente, a CO2 pela ação do NO2, de acordo com a
gases, estado cristalino ou amorfo dos sólidos, do velocidade da reação se torna maior. O efeito da equação:
fato de os reagentes estarem ou não em solução pressão é considerável apenas quando
substâncias na fase de agregação gasosa CO(g) + NO2(g) CO2(g) + NO(g)
e, nesse caso, a natureza do solvente irá influir na
velocidade da reação), a temperatura, a eletricida- participam da reação. Com relação a esse gráfico e à reação
de, a luz, a pressão, a presença de catalisadores e ENERGIA DE ATIVAÇÃO acima, a afirmativa FALSA é
dos produtos de reação. Energia de ativação é a energia inicial necessária
Sua importância é muito ampla, já que se relacio- para que uma reação aconteça.
na com temas como, por exemplo, a rapidez com Para ocorrer uma reação química entre duas
que um medicamento atua no organismo ou com substâncias orgânicas que estão na mesma
problemas industriais, tais como a descoberta de solução, é preciso fornecer uma certa quantida-
catalisadores para acelerar a síntese de algum de de energia, geralmente na forma de calor, que
produto novo. favoreça o encontro e a colisão entre elas. A
FATORES QUE ALTERAM A VELOCIDADE DAS energia também é necessária para romper
REAÇÕES ligações químicas existentes entre os átomos de a) a energia de ativação para a reação direta é
A rapidez ou a velocidade com que se formam ou cada substância, favorecendo, assim, a ocorrên-
cerca de 135kJmol–1.
se rompem as ligações dependem da natureza cia de outras ligações químicas e a síntese de
uma nova substância a partir de duas iniciais. b) a reação inversa é endotérmica.
dos reagentes.
c) em valor absoluto, o ∆H da reação direta é
Temperatura CONDIÇÕES PARA QUE OCORRA UMA
Temperatura: grau de agitação das partículas que REAÇÃO cerca de 225kJmol–1.
aumenta a probabilidade de colisões. d) em valor absoluto, o ∆H da reação inversa é
Conhecido como modelo de colisão, existem três
Com o aumento da temperatura, também aumen- coisas necessárias, nesta ordem, para que uma cerca de 360kJmol–1.
ta o número de moléculas com energia igual ou reação aconteça: e) o ∆H da reação direta é negativo.
superior à energia de ativação. Havendo mais As moléculas devem colidir para reagirem.
moléculas com energia maior ou igual à de ativa- 02. (Cesgranrio 95) Dado o diagrama de ental-
Contudo, se duas moléculas simplesmente coli-
ção, aumenta a velocidade da reação. Com o dem, elas não irão sempre reagir; portanto a
pia para a reação X+Y→Z a seguir, a ener-
aumento da temperatura, as moléculas se agitam ocorrência de uma colisão não é sempre o sufi- gia de ativação para a reação inversa
mais, fazendo com que a probabilidade de coli- ciente. A segunda exigência é que: Z→X+Y é:
sões efetivas aumente. Assim, a velocidade da Exista bastante energia (energia de ativação)
reação aumenta. Alimentos na geladeira demoram para que as duas moléculas reajam.
muito mais para estragar do que no ambiente. Isso Esta é a idéia de uma transição de estado; se
porque as reações químicas feitas pelos duas moléculas colidem, elas devem afastar-se
microorganismos decompositores são retardadas uma da outra, caso elas não possuam energia
pela temperatura baixa. suficiente para superar a energia de ativação e
Há uma regra que foi formulada no século XIX pelo transpor a transição de estado (ponto de mais
holandês Jacobus Henricus van’t Hoff que diz que alta energia). Finalmente, a terceira condição é:
um aumento de 10 graus Celsius na temperatura A molécula deve ser orientada mutuamente de
do sistema que irá reagir duplica a velocidade da forma correta. a) 60 kcal. b) 35 kcal. c) 25 kcal.
reação. Hoje, sabe-se que essa regra apresenta Para a reação ocorrer entre duas moléculas que d) 10 kcal. e) 0 kcal.
várias exceções, mas ela é, muitas vezes, útil para colidem, elas devem colidir em uma orientação
se fazerem previsões aproximadas do 03. (Fei 95) A combustão do butano (C4H10)
correta e possuir um aporte de energia mínimo.
comportamento da velocidade de certas reações. Quando as moléculas se aproximam, suas correspondente à equação:
Ela é conhecida como Regra de Van’t Hoff. eletrosferas se repelem mutuamente. Para supe- C4H10 + (13/2)O2 → 4CO2 + 5H2O +
Superfície de contato rar essa repulsão, é necessário energia (energia Energia
Se, numa reação, atuam reagentes em distintas de ativação), a qual é tipicamente provida pelo Se a velocidade da reação for 0,05mols
fases, o aumento da superfície de contato entre calor do sistema; isto é, a energia de translação, butano-minuto, qual a massa de CO2 pro-
eles aumenta a velocidade das reações. Consi- vibração e rotação de cada molécula, embora, duzida em 01 hora?
derando, por exemplo, uma reação entre uma algumas vezes, pela luz (fotoquímico) ou campo a) 880g b) 264g c) 8,8g
substância sólida e uma líquida, quanto mais elétrico (eletroquímico). Se existe bastante ener- d) 528g e) 132g
reduzida a pó estiver a substância sólida, maior é gia disponível, a repulsão é superada, e as molé-
a superfície de contacto entre as partículas de Massas atômicas: C=12u; O=16u; H= 1u
culas se aproximam o suficiente para que a atra-
ambas as substâncias e, portanto, maior é a ção entre elas provoque um rearranjo das liga- 04. (UFES 96) Para uma reação de 2ª ordem,
possibilidade de essas partículas colidirem umas ções covalentes em que a concentração é dada em mol/L e
com as outras. Quando as temperaturas são baixas para uma
Presença de um catalisador
o tempo é dado em segundos, a unidade da
reação em particular, a maioria das moléculas
Os catalisadores aumentam a velocidade de uma constante de velocidade será
(mas não todas) não irá ter energia suficiente
reação química, mas não participam da formação a) s–1 b) mol.L–1.s–1 c) mol–1.L.s–1
para reagir. Contudo haverá quase sempre um
dos produtos, sendo completamente regenerados certo número de moléculas com bastante d) mol–2.L–2.s–1 e) mol–2.L–2.s–1
no final. Atuam ao promover rotas de reação com energia a qualquer temperatura, porque a
menor energia de ativação. O reagente acelera a
05. (UFMG 94) A elevação de temperatura
temperatura é uma medida da energia média do
reação, pois diminui a energia de ativação das aumenta a velocidade das reações
sistema, sendo que moléculas individuais podem
moléculas, mas não participa da reação, ou seja, ter mais ou menos energia que a média.
químicas porque aumenta os fatores
não ocorre nenhuma mudança nos elementos Aumentando a temperatura, a proporção de apresentados nas alternativas, EXCETO
químicos da reação, e o catalisador continua moléculas com mais energia do que a energia de a) A energia cinética média das moléculas.
intacto. ativação cresce proporcionalmente , e, b) A energia de ativação.
Concentração dos reagentes conseqüentemente, a velocidade da reação c) A freqüência das colisões efetivas.
O aumento da concentração dos reagentes pro- cresce. Tipicamente, a energia de ativação é d) O número de colisões por segundo entre as
move o aumento do número de colisões entre as considerada como sendo a energia em quilojoule moléculas.
moléculas. Isso faz com que a probabilidade de necessária para que 1 mol de reagente reaja. e) A velocidade média das moléculas.
colisões efetivas acontecerem para a formação