Você está na página 1de 3

O sonho de muitas mulheres é desfilar pelos nomes mais conceituados do universo

da moda, é pisar os melhores runways do mundo, é ser fotografada pelos fotógrafos


mais famosos para as revistas de moda mais lidas do setor. Quer ser modelo?
Continue a ler.

Que tipo de modelo?


Não basta ser alta, magra e linda para ser um modelo de sucesso no mundo da
moda. Antes de mais precisa de encontrar o seu nicho, ou seja, que tipo de modelo
é? Em que área da moda se enquadra ou se destaca mais? Ser modelo é utilizar os
seus melhores atributos para “vender” roupa e acessórios, expressando o espírito
das passerelles, das revistas de moda ou da alta-costura. Conheça os diferentes
tipos de modelos existentes e descubra em que perfil se encaixa melhor:

• Modelo de alta-costura: este tipo de modelos são as mais


procuradas pelas casas de moda de alta-costura que requerem modelos
jovens (14-19 anos de idade), com pescoços compridos, maçãs de rosto
elevadas e maxilares quadrados. Em termos de corpo, as exigências são as
seguintes: medidas de 34B-24-34, uma altura de pelo menos 1m80cm; um
peso entre os 49 kg e os 59 kg (desde que seja proporcional à altura); e que
vista entre os tamanhos 36 (S) e 38 (M). Para além de serem muito bem
pagas, este tipo de modelo tem de saber desfilar.
• Modelo editorial: tendo bastantes semelhanças com as modelos de
alta-costura, uma modelo editorial faz exclusivamente fotografia, ou seja, os
seus trabalhos consistem em produções para revistas de moda ou anúncios
publicitários. Embora ganhem menos dinheiro que as modelos de alta-
costura, as modelos editoriais precisam de saber estar e de posar em frente
às câmaras fotográficas.
• Modelo de runway: um dos tipos de modelo mais exigentes, um
modelo de runway tem de ter, para além de pernas compridas e fabulosas,
um corpo com medidas específicas e um andar sólido e digno de qualquer
passerelle de moda.
• Modelo de showroom: este tipo de modelo é contratado para vestir
roupas e mostrá-las numa festa, numa feira ou numa boutique – por norma é
pedido à modelo que circule e que mostre o vestuário, que é o principal
objetivo.
• Modelo comercial/publicitária: uma modelo que trabalha nesta
área normalmente é contratada para exibir determinado produto num
anúncio impresso em revistas, jornais, outdoors, mupis e em autocarros.
Exige-se a este tipo de modelo, a capacidade de exibir uma variedade de
expressões faciais, emoções e poses corporais.
• Modelo de catálogo: tal como o nome indica, as modelos de
catálogo fazem trabalho de catálogo, quer para vestuário, calçado,
acessórios ou outro tipo de produtos; o tipo de corpo exigido (medidas, peso,
altura) varia conforme o público-alvo do próprio catálogo.
• Modelo promocional: uma modelo promocional é aquela que
trabalha em feiras, convenções ou salões, onde exibe determinados
produtos, distribui panfletos informativos e/ou responde a perguntas; este é
um excelente ponto de partida para modelos principiantes.
• Modelo especializado: este tipo de modelo tem uma parte do corpo
excecionalmente bela, caso das mãos, pernas, torso, pescoço, pés ou cabelo;
a modelo exibe exclusivamente essa parte do corpo, como por exemplo, num
anúncio de vernizes se for uma modelo de mãos ou de collants se for uma
modelo de pernas.
• Modelo petite: tem uma altura entre 1m52cm e 1m55cm; veste
entre os tamanhos 32 (XXS) e 34 (XS); este tipo de modelo é utilizado para
trabalhos que tenham em vista o mesmo público-alvo.
• Modelo plus: mede entre 1m52cm e 1m82cm; veste entre os
tamanhos 42 (L) e 44 (XL); este tipo de modelo é utilizado para trabalhos que
tenham em vista o mesmo público-alvo.
• Modelo personagem: uma modelo deste género é aquela que, mais
do que uma beleza estonteante, tem um look familiar, perfeito para retratar
“pessoas normais”.
Criar um portefólio
O portefólio de uma modelo é o seu cartão-de-visita, ou seja, aquilo que vai
apresentar a possíveis clientes na hora de fazer um casting de moda. O portefólio
ou o book da modelo deve ser composto pelas suas melhores fotografias, assim
como por trabalhos já realizados no mundo da moda. Não deve faltar uma
fotografia tipo retrato, uma fotografia de corpo inteiro e uma fotografia em
movimento. Para além disso, devem constar os seguintes dados: peso, altura, cor
de cabelo, cor dos olhos, medidas de busto, cintura e anca, tamanho de roupa e
calçado. O ideal é mostrar uma diversidade de fotografias, tiradas por fotógrafos
diferentes e, de preferência, com estilos diversificados, mostrando a sua
versatilidade enquanto modelo, mas tendo sempre em atenção evidenciar as suas
características mais fortes. Outra dica importante é manter o portefólio sempre
atualizado, renovando periodicamente as fotografias que são, no fundo, o seu maior
e melhor cartão-de-visita no que toca a castings de moda – opte sempre por
qualidade em vez de quantidade no que toca à escolha das fotografias que vão
compor o seu portefólio.

O próximo passo: agências de modelos


As agências de modelos são quem representam as modelos, indicando-as para os
trabalhos que chegam por parte de clientes/anunciantes. Para contactar as
agências de modelos pela primeira vez é importante que tenha algo que possa
deixar na sua posse, ou seja, como não vai deixar o seu portefólio ou book, deve ter
uma amostra do mesmo. Trata-se do “composite card”, que não é nada mais do
que um cartão-de-visita A5 com algumas fotografias suas impressas no mesmo,
assim como os seus dados pessoais e de corpo. Depois, qual a melhor forma de
encontrar uma agência de modelos que a represente? São três: de forma
espontânea (enviar por correio ou entregar pessoalmente na agência o seu
“composite card”); através de marcação (marcar uma reunião onde possa
apresentar pessoalmente o seu portefólio, deixando ainda um “composite card”);
através de um casting para modelos (muitas agências de modelos marcam dias
abertos para fazer casting de modelos e assim conseguir novos modelos).

Cuidados a ter com as agências de modelos


Ser representada por uma boa agência de modelos é uma ótima maneira de entrar
para o mundo da moda, conseguir trabalhos variados, criar um portefólio
interessante e construir uma carreira de sucesso. Aquando da escolha de uma
agência de modelos tenha em consideração os seguintes detalhes:

• Faça sempre uma pesquisa das melhores agências de modelos do seu


país e se possível, peça referências.
• Saiba que as melhores agências de modelos não precisam de fazer
publicidade aos seus serviços, nem devem ostentar que são a melhor do
mercado.
• Desconfie das agências de modelos que garantem trabalho a todos os
seus modelos, com salários exorbitantes – conseguir um trabalho como
modelo depende de inúmeros fatores e os valores de remuneração
envolvidos também variam.
• Tenha cuidado com as agências de modelos que lhe pedem logo
dinheiro: valor de inscrição; oferecem uma sessão de fotografias, mas tem de
pagar a maquilhagem ou as fotos; exigem a frequência de um curso ou aulas
que têm de ser pagas por si…
• Peça que tudo aquilo que acordar com a agência de modelos seja
colocado por escrito e nunca assine qualquer documento sem o ler
previamente e/ou consultar um advogado.
Cuidados a ter como modelo aspirante
Para ser bem-sucedida no mundo da moda, uma modelo precisa de manter a sua
imagem sempre a 100%, afinal de contas, é essa a sua mais preciosa ferramenta de
trabalho. Mas nem só de beleza e de corpo vive uma súper-modelo, é precisa ter
atitude, saber estar e saber sobressair no meio de tantas outras modelos que
procuram o mesmo caminho para o sucesso. Estas são algumas dicas que deve ter
em conta:

• A sua primeira impressão é tudo, por isso, vista-se de acordo com


isso. Saiba quais as roupas que lhe ficam bem, acentuando as suas melhores
características.
• Mantenha sempre a pele, o cabelo, os dentes, as unhas das mãos e
dos pés impecáveis e com um aspeto saudável.
• Saiba como aplicar maquilhagem, mas nunca exagere no seu uso,
principalmente quando for a castings de modelos.
• Siga uma dieta alimentar saudável e beba muita água – mantenha um
corpo são, por dentro e por fora.
• Pratique exercício físico de forma regular, para garantir um corpo
tonificado e em forma, assim como uma boa postura.
• Durma bem e o suficiente, para que nunca se apresente com olheiras.
• Pesquise poses de modelos que goste em revistas de moda e
pratique-as em frente ao espelho. Se for uma modelo de runway, aperfeiçoe
o seu andar.
• Aprenda a trabalhar em frente à câmara fotográfica, ensaiando poses
distintas, treinando a linguagem corporal e as diferentes emoções que possa
ter de fazer transparecer. Pode frequentar algumas aulas de representação
ou dança para a ajudar a manter-se mais natural e flexível quando estiver a
ser fotografada.