Descrição: O Museu Amazônico da Universidade Federal do Amazonas contém inúmeras exposições que reproduzem aspectos culturais, sociais e históricos

da região Amazônica. No museu existem várias exposições permanentes e temporárias. Também são realizadas periodicamente exposições circulantes, com o objetivo de levar cultura a pessoas de todas as partes. O Museu Amazônico também possue vários setores responsáveis pelo acervo do museu. Existe o set or de museologia, o setor documental e a biblioteca. Também existem as divisões de difusão cultural e científica. Estão disponíveis vários laboratórios com o objetivo de recriar situações da fauna e flora amazônica. O endereço do Museu Amazônico da UFAM é na Rua Ramos Ferreira, 1036, Bairro Centro em Manaus, Amazonas. Telefone: (92) 32337223. Site da Web: http://www.museuamazonico.ufam.edu.br/ Coordenadas: -3.128366, -60.022274 (Latitude, Longitude) Cidade: Manaus Estado: Amazonas País: Brasil

xposição Permanente
Última atualização em Seg, 14 de Fevereiro de 2011 15:20

Uma exposição permanente ocupa o andar superior do prédio do Museu Amazônico, 1036 da Rua Ramos Ferreira, Centro - uma mostra de culturas indígenas e paleoindígenas da Amazônia, que está subdividida em duas seções: artefatos arqueológicos e etnográficos.

de ocupação pré -colonial.Exposição de peças arqueológicas do Museu Amazônico Coleção de peças arqueológicas Os objetos arqueológicos da exposição permanente são peças ou fragmentos que foram coletados através de pesquisa em diversos sítios arqueológicos do Amazonas. por meio de textos e legendas.Projeto Amazônia Central -. os trabalhos desenvolvidos nos sítios arqueológicos. datada entre os séculos XI e XVI D. ou foram cedidos por pessoas que as encontraram ao abrir roçados e poços em comunidades. uma síntese das pesquisas desenvolvidas na Amazônia . relacionada à Fase Guarita. A mostra pretende contar de forma didática através dos objetos líticos. Dentre os artefatos cerâmicos em exposição encontram-se urnas funerárias de diferentes fases arqueológicas. O resultado da pesquisa sugere uma região amazônica anteriormente ocupada por diversos povos que se diferenciam em seu modo de vida dos grupos indígenas atuais. É apresentada na exposição. .C. uma interpretação dos vestígios arqueológicos encontrados nas escavações. cerâmicos e imagens. que acabam por recuperar fragmentos de uma história vivida. uma série de diferentes conjuntos materiais. sendo a mais recente.

e a Máscara do Marowin. . na manufatura da mandioca (cumatá. da etnia Ticuna. balaios. Coleção de peças etnográficas A exposição etnográfica apresenta o cotidiano indígena através de objetos utilizados por grupos étnicos da Amazônia. a Luva da Tucandeira. paneiros). flechas. sarabatanas. Rituais indígenas também estão presentes na exposição através de peças como os artefatos do Ritual da Moça Nova. raladores. tipitis). e peças de artesanato que revelam o talento dos artistas locais. armas (arcos. aturás. Há também as plumárias de diferentes grupos étnicos ± objetos de beleza única que são considerados as jóias dos povos indígenas da Amazônia. armadilhas de pesca (covos).Urna funerária arqueológica ± Fase Paredão Na exposição também se encontram informações sobre qual deve ser o procedimento usado pelo visitante ao encontrar vestígios arqueológicos. artefatos usados na roça (jamaxis. redes de dormir. adornos ecléticos e artefatos confeccionados para a venda. setas envenenadas). da etnia SateréMawé. cestarias de múltiplos usos. da etnia Matis. curare. bancos.

e atua no apoio à pesquisa. ao ensino e à extensão em áreas fundamentais para o .Máscaras do Ritual da Moça Nova ± Etnia Ticuna Toma também espaço na exposição o dia a dia da aldeia Camapã. Institucional Fachada do Museu Amazônico da Ufam. e 14h e 17h. A aldeia Camapã fica localizada no km 122 da BR-317 Amazonas/Acre. da etnia Apurinã. que fica aberto ao público entre 8h e 12h. O Museu Amazônico é um órgão público suplementar da Universidade Federal do Amazonas (Ufam). através de uma mostra sobre as ervas medicinais utilizadas pelo PagéAriukaApurinã.

Luiz Francisco R. Frantomé Bezerra Pacheco Diretora da Divisão de Antropologia . a Divisão de História e Documentação. com vistas à divulgação do próprio acervo e também de materiais cuja guarda pertence a outras instituições. como a Biblioteca especializada em assuntos relacionados à Amazônia. além de exposições artísticas que de alguma maneira dizem respeito ao acervo do Museu. Diversos setores fazem parte da estrutura do Museu. turistas nacionais e internacionais. Com isso. Foi criado em 1975. implementado em 1989 e inaugurado em 1991. Dr. entre estudantes de nível fundamental e médio. composta pelo Setor de Documentação Museológica e Reserva Técnica. Contando com considerável acervo documental.conhecimento da Amazônia e de suas culturas. Msc. etnográfico e arqueológico . em nível de mestrado e doutorado. no Centro Histórico da cidade de Manaus. o Museu Amazônico cumpre a missão de preservação e valorização do patrimônio histórico e cultural daAmazônia. Bitton Telles da Rocha Diretor de Divisão de História e Documentação Museóloga Jane Clotilde Cony Cruz Diretora de Divisão de Museologia Prof. e pelo Setor de Conservação e Restauro. Estima-se uma freqüência de 23 mil visitantes anuais aos espaços de exposição. este último com o Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da Universidade (PPGAS). a Divisão de Difusão Cultural. a Divisão de Museologia. Abaixo está a Ficha Técnica da instituição: Prof.sendo uma ótima fonte para pesquisas acadêmicas . universitários. 1036. B. Desde a sua abertura ao público se localiza na Rua Ramos Ferreira. e a comunidade em geral. e a Divisão deAntropologia . com a Central de Documentação e o Acervo Documental. Dr. Sérgio Ivan Gil Braga Diretor do Museu Amazônico Prof. a Divisão de Arqueologia.o Museu organiza e promove exposições temporárias e permanentes. com o Laboratório de Arqueologia localizado no Setor Sul da Universidade (Mini-Campus).

pesquisas científicas. limpeza. jornais e diversos outros documentos de valor para o Amazonas e para a Amazônia. afiadores. elaboração de roteiros. O acervo do Laboratório é composto basicamente por artefatos cerâmicos (urnas funerárias. que existe desde 1989. e tem se beneficiado da decisão da 1ª Superintendência Regional do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). dissertações. principalmente a partir dos trabalhos realizados peloProjeto Amazônia Central. disseminação e disponibilização de informações e fundos do seu acervo para o público geral. que tem o objetivo de fomentar a permanência de artefatos arqueológicos descobertos e prospectados no Estado do Amazonas. Dr. projetos cinematográficos. que podem conter vestígio de ocupação humana. Esses documentos. lâminas de corte. que em conjunto com a Ufam já identificou e catalogou mais de 150 sítios arqueológicos no Amazonas. A evolução desse acervo é recente. Deise Lucy Oliveira Montardo Diretora de Divisão de Arqueologia Prof. como trabalhos de conclusão de curso. cartas. originais ou réplicas. utensílios de rituais). O objetivo da Divisão é a organização. pontas de projéteis). mapas. restauro e manutenção de peças arqueológicas e históricas. ossos humanos. Dra. vasilhas.Prof. História e Documentação A Divisão de Pesquisa e Documentação Histórica do Museu Amazônico. são fontes de pesquisa em trabalhos de diversas áreas acadêmicas. teses. Sidney Antônio da Silva Diretor de Divisão de Difusão Cultural ------- Laboratório de Arqueologia O Laboratório de Arqueologia do Museu Amazônico está localizado no Setor Sul (MiniCampus) da Universidade Federal do Amazonas. material lítico (machados. adornos. etc. e é responsável pela classificação. e sedimentos. abriga um acervo documental composto por livros. A ampliação da pesquisa arqueológica na Amazônia tem ajudado o Museu Amazônico a aumentar e diversificar seu acervo. relatórios. .

e ainda uma produção audio-visual referente ao imaginário do artista. a caixa de correios que ficava numa coluna da garagem.O conteúdo amazônico do acervo documental da DPDH é composto de registros históricos originais do século XVI ao século XX. 14 de Fevereiro de 2011 15:26 Continua em cartaz no Museu Amazônico da Ufam a exposição ³O Samurai e o Cavalo Marinho da Casa das Coelho´. as salas. Conheça esses e outros fundos que compõem o acervo documental da Divisão de Pesquisa e Documentação Histórica do Museu: O Samurai e o Cavalo Marinho da Casa das Coelho Última atualização em Seg.. sendo dessa maneira importante a sua disponibilização à comunidade em geral. . Quem fez parte desse passado ainda tem na memória o antigo jardim da casa. G. ativa na época áurea da borracha. Araújo & Cia Ltda. mas que inspira lembranças a Sérgio Cardoso. um antigo vizinho e freqüentador da casa 1036 naquele tempo. e define-se como um legado para a região amazônica e para o Brasil. O espaço escolhido para a exposição constitui o motivo pa o trabalho: a casa que é hoje ra sede do Museu Amazônico foi. os objetos. a Família Coelho. as altas grades dos portões. são exemplos da história registrada em papéis. em décadas passadas. artista e cineasta amazonense. São 81 peças em pinturas acrílicas sobre papel e instalação de fotomontagem digital. uma mostra de trabalhos artísticos de Sérgio Cardoso. residência de uma família. Documentos que pertenceram à extinta Comissão de Estudos e Documentação da Amazônia (CEDEAM) e à antiga empresa J. uma estrutura que não é mais a mesma. etc..

Todo o imaginário poético do artista sobre a residência faz parte da produção visual dessa exposição. parte da exposição de Sérgio Cardoso. era uma peça de porcelana chinesa que ficava no jardim da casa jorrando água. pintura acrílica sobre papel. 1036 ± Centro .O Samurai de Kurosawa. O cavalo marinho. e o endereço é Rua Ramos Ferreira. O que: O Samurai e o Cavalo Marinho da Casa das Coelho Quando: À partir de 3 de novembro de 2010. Os horários de visitação são pela manhã e tarde. citado no título. Centro. de 8:00 às 12:00 e de 14:00 às 17:00 Quanto: Entrada Franca Onde: Museu Amazônico Endereço: Rua Ramos Ferreira. 1036. Para mais informações ligue (92) 3305-5200.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful