Você está na página 1de 4

Sistema Digestório

Órgãos do trato digestório


Cavidade Oral

- Boca, faringe, esôfago, estômago, intestino


delgado, intestino grosso, reto e ânus.

Órgãos anexos

- Dentes, língua, glândulas salivares, fígado,


vesícula biliar e pâncreas.

*O comprimento do trato gastrointestinal é de - Glândulas salivares:


aproximadamente 10 a 12 metros (no
*Glândulas Parótidas, submandibulares e
cadáver).
sublinguais. Liberam saliva, que contém a
Características enzima amilase salivar, a qual é responsável
pela degradação de carboidratos (mantém o
- Movimentação dos alimentos pelo TGI: Pode PH da boca + neutro).
ocorrer de forma voluntária (na cavidade oral,
- Cavidade oral propriamente dita:
conduzindo o alimento para a orofaringe) e
involuntária (por meio dos movimentos *Contém a língua, o palato duro e o palato
peristálticos realizados pela musculatura lisa, mole (internalização do alimento).
que carreiam o alimento pelo TGI).
- Vestíbulo da boca:
- Secreção de soluções digestivas: Ocorre de
*corresponde a região entre os dentes e o
forma a estimular/auxiliar na degradação de
lábio.
determinados alimentos (carboidratos,
lipídeos, proteínas...). - Istmo das fauces: Abertura da cavidade
oral para a orofaringe. (onde localizam-se
- Absorção de nutrientes: Uma pequena
as amidalas ou tonsila palatina).
parcela é absorvida no estômago, outra
grande parcela na região do duodeno - Úvula: Sinaliza as estruturas do TGI que
(intestino delgado), e também no intestino irão receber alimento, facilitando no
grosso. processo da deglutição.

- Circulação do sangue pelos órgãos do TGI: - Dentes: Fazem a degradação, dilaceração e


Ex – Fígado: O fígado é um órgão anexo que trituração do alimento, reduzindo-o em
desintoxicar / metabolizar toda alimentação partículas menores, facilitando o processo
carreada para ele através da circulação da digestão.
sanguínea.
- Língua: Apresenta papilas gustativas e
conduz, de forma voluntária, o alimento,
impulsionando-o para a orofaringe.
Para o estômago. É importante para que a
Faringe secreção gástrica não retorne para o
esôfago.
- É dividida em 3 partes (nasofaringe,
orofaringe e laringofaringe), se inicia nas - O estômago é divido em 4 porções: Cárdica,
coanas e se estende até a vértebra C5. intimamente ligada ao esôfago; Fundo do
estômago; Corpo do estômago; Região
- Adito da laringe: Localizado na região da
pilórica, ligada ao intestino delgado.
laringofaringe, é tamponado por uma ação
muscular, de modo que a epiglote feche - Óstio pilórico: Permite a passagem do
essa região impedindo que o bolo alimentar alimento do estômago para o intestino
vá para a região da traqueia, e seja carreado delgado.
para o esôfago.
*O estômago libera o ácido clorídrico,
Esôfago deixando o PH do estômago mais baixo /
ácido, para que o alimento seja degradado e
- Está localizado na região posterior a desinfectado, transformando o bolo
laringe e da traqueia. Se estende da alimentar no quimo (formado pela ação do
laringofaringe até a região do estômago. HCL)

- Hiato esofágico: Local de passagem/ *Quando o HCL é liberado no estômago, ele


“perfuração” do esôfago pelo diafragma. transforma a proteína pepsinogênio em
pepsina, que tem como principal função a
*Hérnia de hiato: Retorno do estômago para degradação das proteínas.
a área de hiato esofágico.
- Funções: Digestão do alimento através da
- É dividido em 3 porções: Cervical produção do ácido clorídrico, que gera o
(intimamente ligado a traqueia), torácica processo de formação do quimo facilitando a
(intimamente ligada ao brônquio esquerdo e digestão; Ativação da pepsina, que irá
a abdominal (passa pelo diafragma e está degradar as proteínas; Secreção do suco
próxima a região do fígado). gástrico e do hormônio gastrina que
estimula a produção do HCL (suco gástrico);
Regulação de transporte de alimento do
estômago para o intestino delgado;
Absorção de pequena parte do alimento, que
terá grande parte absorvida na região do
intestino delgado.

Estômago
- Óstio esofágico: Abre e fecha, na presença
do alimento, para que ele possa ser
conduzido
Intestino Delgado - Apresenta uma divisão em 3 porções: O
ceco (que apresenta um prolongamento
- Se inicia na região do piloro até a junção denominado apêndice vermiforme), os colos
iliocólica ou íleosecólica (devido ao ceco, ascendente, transverso, descendente e
primeira porção do intestino grosso e ao íleo, sigmoide, reto e ânus.
última porção do intestino delgado) com o Reto: Equivale em torno de 16 a 17 cm.
intestino grosso.
Ânus: Equivale em trono de 3 cm. É formada
- Seu tamanho varia de 5 a 8 metros. por 2 tipos de esfíncter de controle da
- O intestino delgado é dividido em 3 porções: musculatura, um de musculatura lisa
Duodeno, jejuno e íleo respectivamente. involuntária, que relaxa ou contrai a região
anal, e outro de musculatura estriada
- Na região do duodeno, o suco pancreático esquelética voluntária, que promove
juntamente com a bile, atuarão no quimo contração e relaxamento do ânus.
ajudando a degradar / digerir carboidratos,
gorduras e proteínas. Na sequência, passa *Funções: Absorção de água e eletrólitos (-
pela região do jejuno e íleo percorrendo o absorção = fezes mais pastosas; +absorção =
intestino, os nutrientes necessários para o fezes mais ressecadas), síntese de bactérias e
organismo serão absorvidos, o que não for vitaminas como a K e B12, armazenamento
considerado necessário vai seguir para o de fezes e sua eliminação.
intestino grosso, por meio da junção
íleocecólica, e será eliminado em forma de
fezes.

Intestino Grosso Fígado


- Se inicia na região íleocecólica e vai até o - 2/3 do seu volume está localizado a direita
ânus.
- Possui 2 faces: Diafragmática (superior) e
- Apresenta calibre maior que o intestino visceral (inferior em contato com as vísceras).
delgado.
- Apresenta 2 lobos, direito (maior) e
- Apresenta determinadas tênias (parte esquerdo
central que percorre o I.G) e haustros
(proeminências no decorrer da estrutura do - A face visceral apresenta 2 lobos: Quadrado
I.G). e caudado

- Apêndices epiplóicos: Células de gorduras - O fígado produz a bile que é armazenada


presentes no intestino grosso. na vesícula biliar.
- O fígado apresenta duas veias, uma que
leva as substâncias que foram digeridas e
captadas no intestino delgado para o fígado
(onde serão metabolizadas e
desintoxicadas), e outra (veias hepáticas)
que posteriormente carreia os nutrientes de
volta para a circulação.

Vesícula Biliar
- Ducto cístico encontra-se com o ducto
hepático formando um terceiro ducto,
chamado de ducto colédoco, dessa forma
comunicando a vesícula com o duodeno.

- O ducto colédoco desemboca no duodeno


levando a bile, que é responsável pela
degradação da gordura.

Pâncreas
- O pâncreas divide-se em cabeça, colo,
corpo (dividido em anterior, posterior,
inferior) e cauda.

- O suco pancreático é composto em grande


parte por bicarbonato de sódio, que é
responsável por tornar básico o PH ácido do
quimo, que agora passa a ser denominado
quilo. (o PH ácido pode lesionar a parede do
intestino). No suco pancreático também está
presente a amilase pancreática (degrada
carboidratos), tripsina e quimiotripsina
(degrada proteínas) e a lipase pancreática
(degrada gorduras).

- Possui relação com a produção de insulina


e glucagon que estão envolvidos no
metabolismo da glicose.