Você está na página 1de 3

Exame Suficiencia Tec Cont 02/2003

01) Em determinado período, foram produzidas 5.400 unidades, das quais


400 defeituosas, que foram vendidas pelo valor líquido de R$ 64.000,00,
incluídas as despesas diretas com vendas. Sabendo-se que os custos de
fabricação do período importaram em R$ 616.000,00, o custo de cada
unidade de peça perfeita foi de:

a) R$ 102,22 gab CRC


b) R$ 110,40
c) R$ 114,07
d) R$ 123,20 meu gab
02) Numa ordem de produção foram utilizados R$ 280.000,00 de mão-de-
obra direta e R$ 420.000,00 de matéria-prima. Os custos gerais de
produção foram aplicados, a uma taxa de 16% sobre os custos diretos
básicos. O custo da ordem de produção é de:

a) R$ 252.000,00

b) R$ 588.000,00

c) R$ 812.000,00

d) R$ 1.288.000,0
0

03) Uma empresa tinha zerado seus estoques em 01/08/2002. Durante este
mesmo mês realizou as seguintes operações: de entradas: no dia 05 um
montante de 1.500 unidades ao custo unitário de R$ 11,00, no dia 12 um
montante de 1.800 unidades ao custo unitário de R$ 12,00 e no dia 19 um
montante de 600 unidades ao custo unitário de R$ 13,00, de saídas: no dia
09 um montante de 800 unidades, no dia 16 um montante de 1.300
unidades e no dia 23 um montante de 200 unidades. Considerando o
Método PEPS os saldos iniciais dos dias 06.08, 17.08 e 20.08, são,
respectivamente:

a) R$ 16.500,0 ; R$ 14.400,0 e R$ 19.800,0


0 0 0

b) R$ 16.500,0 ; R$ 13.700,0 e R$ 21.500,0


0 0 0

c) R$ 16.500,0 ; R$ 14.064,0 e R$ 21.864,0


0 0 0

d) R$ 16.500,0 ; R$ 14.400,0 e R$ 22.200,0


0 0 0
04) Uma empresa apresentava as seguintes informações no sistema de
controle de estoque, referentes a um item de matéria-prima, em unidades:

Data Entrada Saída Saldo

31/01/2003 450

08/02/2003 390 840

10/02/2003 170 1.010

17/02/2003 140 1.150

18/02/2003 840 310

25/02/2003 160 150

Considerando que o estoque inicial foi comprado a R$ 5,10 a unidade e


as compras a R$ 6,00, R$ 7,50 e R$ 8,90, respectivamente, o Estoque Final,
apurado pelo método PEPS é de:

a) R$ 765,00
b) R$ 1.125,00
c) R$ 1.321,00
d) R$ 1.335,00

05) De acordo com os Princípios Fundamentais de Contabilidade, o Princípio


da Prudência determina que:
a) O registro deve ensejar o reconhecimento universal das variações
ocorridas no patrimônio da Entidade, em um período de tempo
determinado, base necessária para gerar informações úteis ao processo
decisório da gestão.
b) A continuidade influencia o valor econômico dos ativos e, em muitos
casos, o valor ou vencimento dos passivos, especialmente quando a
extinção da entidade tem prazo determinado, previsto ou previsível.
c) A adoção do menor valor para os componentes do Ativo e do maior para
os do Passivo, sempre que apresentarem alternativas igualmente válidas
para a quantificação das mutações patrimoniais que alterem o
Patrimônio Líquido.

d) A avaliação dos componentes patrimoniais deve ser feita com base nos
valores de entrada, considerando-se como tais os resultantes do
consenso com os agentes externos ou da imposição destes.
06) Está diretamente ligado ao entendimento das variações patrimoniais e
sua natureza, o Princípio:
a) Da Continuidade.
b) Da Competência.
c) Da Atualização Monetária.
d) Do Registro Pelo Valor Original.

07) O Princípio Fundamental de Contabilidade que influencia o valor


econômico dos ativos e, em muitos casos, o valor ou o vencimento dos
passivos, especialmente quando a extinção da entidade tem prazo
determinado, previsto ou previsível:
a) Da Continuidade.
b) Da Entidade.
c) Da Prudência.
d) Do Registro pelo Valor Original.

08) O Princípio Fundamental de Contabilidade que reconhece o Patrimônio


como objeto da Contabilidade e afirma a autonomia patrimonial, a
necessidade da diferenciação de um patrimônio particular no universo dos
patrimônios existentes, independentemente de pertencer a uma pessoa, um
conjunto de pessoas, uma sociedade ou instituição de qualquer natureza ou
finalidade, com ou sem fins lucrativos é o:
a) Da Entidade.
b) Da Oportunidade.
c) Da Prudência.
d) Do Conservadorismo.

09) Identifique o Princípio Fundamental de Contabilidade que determina que


o uso da moeda do País na tradução do valor dos componentes patrimoniais
constitui imperativo de homogeneização quantitativa dos mesmos.
a) Princípio da Atualização Monetária.
b) Princípio da Oportunidade.
c) Princípio da Prudência.
d) Princípio do Registro Pelo Valor Original.