Você está na página 1de 16

CURSO ON-LINE

ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E NOÇÕES DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA - MPU


ANALISTA E TÉCNICO - CARGOS 1 E 46
TEORIA E EXERCÍCIOS
PROFESSOR: ERICK MOURA

APRESENTAÇÃO
Estimados(as) Concurseiros(as),
Bom encontrá-los aqui para nossa jornada em busca de um bom
resultado nas provas sobre a disciplina de ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E
NOÇÕES DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA PARA O MPU.
Antes de me apresentar melhor e de lhes passar algumas dicas,
gostaria de trazer alguns esclarecimentos sobre este curso.
Iremos abordar os assuntos previstos no Cargo 1 – Analista
Administrativo, Tópicos 1 a 6 da disciplina da ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA,
assim como os temas do Cargo 46 – Técnico Administrativo, Tópicos 1 a 7
da disciplina NOÇÕES DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA.
Para cobrirmos o edital no tópico 7 do Cargo 46, iremos conduzir
uma Aula Extra sem custo para os alunos de ambos os cargos.
Bem, agora, vamos passar algumas dicas e me apresentar melhor.
Sou Erick Moura estou no serviço público federal desde fevereiro
de 1988, quando, com apenas 15 anos, ingressei na Marinha do Brasil por
meio de concurso público prestado para o Colégio Naval.
Graduei-me em Ciências Navais, pela Escola Naval, no ano de 1994
e nesses longos anos de serviço público, o estudo sempre foi presente em
minha vida.
Assim, não poderia deixar de ser diferente o gosto pelo desafio dos
Concursos Públicos nos quais colecionei sucessos ao longo de minha trajetória.
Atualmente, após alguns concursos prestados, estou na
Controladoria-Geral da União - CGU, onde exerço o cargo de Analista de
Finanças e Controle, considerado um dos melhores cargos do serviço público
federal.
Após algum tempo em exercício na CGU, decidi contribuir para as
pessoas que ainda não obtiveram êxito em alcançar a aprovação em um
concurso público.
Desta forma, iniciei trabalhos de coordenação em renomados
cursos preparatórios de Brasília e do Rio de Janeiro, onde convivi com
candidatos e professores, muitos destes autores de livros nos quais estudei.

1
Prof. Erick Moura www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E NOÇÕES DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA - MPU
ANALISTA E TÉCNICO - CARGOS 1 E 46
TEORIA E EXERCÍCIOS
PROFESSOR: ERICK MOURA

Neste convívio aprendi muito com todos, principalmente com os


alunos, e vi o quanto é importante o auxílio de alguém que queira efetivamente
contribuir.
Durante essa experiência gratificante, recebi da família, dos ami-
gos, dos alunos, dos professores e dos diretores de cursos um grande incentivo
para iniciar uma nova trajetória: ministrar aulas.
Assim, avalio que é chegada a nossa hora de fazermos um trabalho
de colaboração, em uma via de duas mãos, onde estaremos juntos na busca de
um objetivo: aprender a fazer prova.
Isso mesmo! Concurseiro(a) não precisa aprender a matéria,
precisa aprender a FAZER A PROVA DE DETERMINADA MATÉRIA!
É bom que o(a) Concurseiro(a) se conscientize de outra regra
básica: NÃO PODE “BRIGAR” COM A BANCA !
Torne-a sua amiga. Veja suas tendências de abordagens. Não seja
teimoso em deixar que sua visão seja a mais brilhante de todas, pois é preciso
ter humildade ao se fazer uma prova de concurso público.
Então, humildemente me proponho a iniciar um trabalho com vocês
em ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E NOÇÕES DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA
PARA O MPU.
Aceitam o convite?
Desencane de vez com essa matéria !
Erick, como é que funciona esse curso ?
A metodologia desse produto é baseada em uma linguagem
simples e objetiva, onde se priorizam quadros e esquemas, a fim de facilitar
uma rápida recuperação da informação teórica.
Erick, muito legal isso, mas como funciona esse resgate ?
É como um filme. Se formos falar sobre aquele filme onde o casal
se abraça ao vento na proa de um navio, logo lembramos do título
de determinado filme (não posso falar, porque vão me cobrar direitos
autorais. ..rs, mas vocês sabem, certo ?).
Nossos quadros e esquemas servirão para facilitar seu cérebro em
recuperar a teoria e resolver a questão.

2
Prof. Erick Moura www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E NOÇÕES DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA - MPU
ANALISTA E TÉCNICO - CARGOS 1 E 46
TEORIA E EXERCÍCIOS
PROFESSOR: ERICK MOURA

Assim como no filme baseado na vida de John Nash, vocês vão


perceber que as palavras destacadas virão à sua mente na hora da prova.
Além disso, traremos nesse curso Questões Comentadas dos
assuntos da aula, com enfoque em diversos concursos, inclusive com questões
inéditas criadas pela Banca “ERICK”.
Assim, ao final do curso, teremos, além das questões comentadas,
uma Teoria tratada da forma mais descomplicada possível.
Bem, nosso curso será baseado no EDITAL Nº 1 – PGR/MPU, DE
30 DE JUNHO DE 2010 que apresenta os seguintes tópicos PARA OS
CARGOS 1 E 46, RESPECTIVAMENTE, DE ANALISTA E DE TÉCNICO DO
MPU:
9 Características básicas das organizações formais modernas:
o tipos de estrutura organizacional
o natureza, finalidades e critérios de departamentalização.
9 Processo organizacional: planejamento, direção, comunicação, controle
e avaliação.
9 Organização administrativa:
o centralização, descentralização, concentração e
desconcentração
o organização administrativa da União
o administração direta e indireta
o agências executivas e reguladoras
9 Gestão de processos.
9 Gestão de contratos.
9 Planejamento Estratégico.
9 Noções de Processos Licitatórios. (APENAS PARA TÉCNICO
ADMINISTRATIVO)
A sequência das aulas se adequou à melhor didática para
compreensão do assunto.
Enfim, espero colaborar para a aquisição de um conhecimento
compatível para esse concurso.
3
Prof. Erick Moura www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E NOÇÕES DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA - MPU
ANALISTA E TÉCNICO - CARGOS 1 E 46
TEORIA E EXERCÍCIOS
PROFESSOR: ERICK MOURA

Ao todo serão 6 Aulas, além dessa Aula Demonstrativa, cuja


distribuição por assuntos será a seguinte:
AULA 1 – 14/07/2010 - Organização administrativa:
centralização, descentralização, concentração e desconcentração; organização
administrativa da União; administração direta e indireta; agências executivas e
reguladoras – 2ª Parte.
AULA 2 – 21/07/2010 - Características básicas das organizações
formais modernas: tipos de estrutura organizacional, natureza, finalidades e
critérios de departamentalização.
AULA 3 – 28/07/2010 - Processo organizacional: planejamento,
direção, comunicação, controle e avaliação.
AULA 4 – 04/08/2010 - Gestão de processos. Exercícios de
Revisão – 1ª Parte.
AULA 5 – 11/08/2010 - Gestão de contratos. Exercícios de
Revisão – 2ª Parte.
AULA 6 – 18/08/2010 - Planejamento Estratégico. Simulado de
Revisão.
AULA EXTRA – 25/08/2010 - Noções de Processos Licitatórios.
(INTERESSA APENAS PARA O CARGO 46 DE TÉCNICO
ADMINISTRATIVO)

AULA DEMONSTRATIVA – TÓPICOS

1 – Organização administrativa: centralização, descentralização,


concentração e desconcentração; organização administrativa da
União; administração direta e indireta; agências executivas e
reguladoras – 1ª PARTE.
2 - Revisão por tópicos e palavras-chave.
3 – Questões deste Capítulo.

4
Prof. Erick Moura www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E NOÇÕES DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA - MPU
ANALISTA E TÉCNICO - CARGOS 1 E 46
TEORIA E EXERCÍCIOS
PROFESSOR: ERICK MOURA

1 – Organização administrativa: centralização, descentralização,


concentração e desconcentração; organização administrativa da
União; administração direta e indireta; agências executivas e
reguladoras – 1ª PARTE.

1.1 – CONCEITOS INICIAIS SOBRE ADMINISTRAÇÃO


PÚBLICA
Inicialmente, faz-se necessário trazermos alguns conceitos
sintéticos sobre a Administração Pública.
O termo ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA (ou gestão pública),
conforme os ensinamentos de Maria Sylvia Zanella Di Pietro, conceitua-se em
dois sentidos:
Ö “FOM” = FUNCIONAL, OBJETIVO ou MATERIAL
Ö “OSF” = ORGÂNICO, SUBJETIVO ou FORMAL
Segundo a referida autora, no sentido “FOM”, define-se
administração pública (com letra minúscula) como a atividade concreta e
imediata que o Estado desenvolve, sob regime jurídico de direito público, para
a consecução dos interesses da coletividade.
Já no sentido “OSF”, conceitua-se Administração Pública (com
letra Maiúscula) como o conjunto de órgãos e de pessoas jurídicas aos quais a
lei atribui o exercício da função administrativa estatal.
Além disso, entende-se administração pública em sentido
objetivo, com fundamento em sua função administrativa, como sendo a
atividade administrativa concreta e imediata executada pelo Estado, a
fim de assegurar os interesses coletivos.
Podemos dizer que corresponde à gestão dos interesses públicos,
por meio de prestação de serviços públicos, ou seja, é a administração da coisa
pública (“res publica”).
De outra forma, Administração Pública no sentido subjetivo
corresponde ao conjunto de agentes, órgãos e entidades designados para
executar atividades administrativas.
Observem que agentes, órgãos e entidades correspondem a
pessoas físicas ou jurídicas, por isso, diz-se que o conceitos é no SENTIDO
SUBJETIVO, ou seja, de “sujeito”.
5
Prof. Erick Moura www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E NOÇÕES DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA - MPU
ANALISTA E TÉCNICO - CARGOS 1 E 46
TEORIA E EXERCÍCIOS
PROFESSOR: ERICK MOURA

Podemos assim esquematizar:

SENTIDO IDEIA-CHAVE

OBJETIVO ADMINISTRAR OS INTERESSES DA COLETIVIDADE

CONJUNTO DE ENTIDADE, ÓRGÃOS E AGENTES QUE


SUBJETIVO
EXECUTAM A FUNÇÃO ADMINISTRATIVA DO ESTADO

Ressalta-se que as atividades com natureza estritamente


administrativas são executadas e exercidas pelo próprio Estado ou por meio de
seus agentes.
Por fim, podemos estabelecer que a Adminstração Pública em
sentido “OSF” corresponde ao conjunto de órgãos, serviços e agentes do
Estado, aos quais a Lei atribui o exercício da função administrativa do Estado,
a fim de garantir a satisfação das necessidades coletivas variadas, tais como:
Ö segurança
Ö cultura
Ö saúde
Ö Bem-estar das populações

1.2 – ENTIDADES ADMINISTRATIVAS E ENTIDADES


POLÍTICAS
Vamos começar nossos trabalhos com a abordagem dos aspectos
que a doutrina trata sobre as entidades políticas e as entidades
administrativas, a fim de termos uma base para os assuntos da próxima aula.
Segundo o pensamento de Hely Lopes MEIRELLES, temos:
Ö ENTIDADE: possui personalidade e corresponde à uma pessoa jurídica,
pública ou privada
Ö ÓRGÃO: é elemento despersonalizado ao qual cabe realizar as
atividades da entidade da qual faz parte, por meio de seus agentes,
pessoas físicas investidas em cargos e funções
Podemos considerar que dentro da organização política e
administrativa brasileira as entidades são classificadas da seguinte forma:
6
Prof. Erick Moura www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E NOÇÕES DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA - MPU
ANALISTA E TÉCNICO - CARGOS 1 E 46
TEORIA E EXERCÍCIOS
PROFESSOR: ERICK MOURA

Ö ENTIDADE ESTATAIS OU ENTIDADES POLÍTICAS


Ö ENTIDADES ADMINISTRATIVAS:
• ENTIDADES AUTÁRQUICAS
• ENTIDADES FUNDACIONAIS
• ENTIDADES EMPRESARIAIS
• ENTIDADES PARAESTATAIS

As ENTIDADES ESTATAIS correspondem às Pessoas Jurídicas de Direito


Público – PJDPub INTERNO que integram a estrutura constitucional de de-
terminado Estado, daí o nome ENTIDADES ESTATAIS.
Elas são possuidoras de poderes políticos e administrativos, ou
seja, elaboram suas próprias leis e possuem administração própria.
Assim, temos, no caso brasileiro, os entes que compõem a
República Federativa do Brasil, como PJDPub INTERNO, chamados de:
Ö União
Ö Estados-membros
Ö Municípios
Ö Distrito Federal
Desta forma, vamos passar nosso primeiro mantra....
MANTRA !

ENTIDADES POLÍTICAS

Ö SINÔNIMOS:
• ENTIDADES ESTATAIS
• ENTES FEDERADOS
• PESSOAS POLÍTICAS
7
Prof. Erick Moura www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E NOÇÕES DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA - MPU
ANALISTA E TÉCNICO - CARGOS 1 E 46
TEORIA E EXERCÍCIOS
PROFESSOR: ERICK MOURA

SÃO PESSOAS JURÍDICAS DE DIREITO PÚBLICO INTERNO

Ö CORRESPONDEM:
• À UNIÃO
• AOS ESTADOS-MEMBROS
• AO DISTRITO FEDERAL
• AOS MUNICÍPIOS

Podemos afirmar que só a União é soberana, ou seja, este ENTE


POLÍTICO possui o supremo poder ou o poder político de um Estado.
A soberania corresponde a um atributo da personalidade do mesmo
Estado, sendo privativa de uma Nação e, no caso brasileiro, própria da Feder-
ação.
Em relação às outras entidades estatais, Estados-Membros, DF e
Municípios, pode-se estabelecer que elas possuem AUTONOMIA política,
administrativa e financeira, mas NÃO POSSUEM SOBERANIA.
Assim podemos sintetizar:

ENTIDADE POLÍTICA POSSUI

UNIÃO SOBERANIA e
AUTONOMIA

ESTADOS-MEMBROS AUTONOMIA

DISTRITO FEDERAL AUTONOMIA

MUNICÍPIOS AUTONOMIA

Como colocamos anteriormente, a AUTONOMIA POLÍTICA


corresponde ao poder das entidades em editar suas próprias leis, ou seja,
possuem CAPACIDADE DE AUTO-ORGANIZAÇÃO.

8
Prof. Erick Moura www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E NOÇÕES DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA - MPU
ANALISTA E TÉCNICO - CARGOS 1 E 46
TEORIA E EXERCÍCIOS
PROFESSOR: ERICK MOURA

Ainda em relação a este conceito de Autonomia Política e sua


Capacidade de Auto-Organização, podemos afirmar que os entes irão elaborar
suas próprias Constituições ou Leis Orgânicas.
Além disso, as entidades estatais têm a possibilidade de
LEGISLAR, ou seja, possuem capacidade para editar suas leis baseadas em
competências próprias estabelecidas pela Carta Magna de 1988.
É relevante salientarmos que a Constituição Federal de 1988 –
CF/88 atribuiu às entidades políticas competências de cunho político,
legislativo e administrativo.
Com relação à AUTONOMIA ADMINISTRATIVA, podemos
afirmar que ela corresponde, em uma visão inicial, ao somatório de poderes da
pessoa ou da entidade para realizar a administração de seus próprios negócios,
sob os diversos aspectos, em conformidade com princípios e normas
institucionais da administração e de sua própria existência.
Por fim, ressalta-se que o possuidor de AUTONOMIA
FINANCEIRA corresponde àquele que recebe seus recursos e administra o
seu dispêndio.
Até aqui, podemos destacar que, a AUTONOMIA dos Estados-
membros, Distrito Federal e Municípios subordina-se às normas e aos
princípios emanados dos poderes públicos, assim como aos pactos
fundamentais que estabeleceram a SOBERANIA do Brasil.
O conceito de ENTIDADES ADMINISTRATIVAS corresponde às
pessoas jurídicas que fazem parte da Administração Pública no sentido “OSF”
sem possuir AUTONOMIA POLÍTICA.
Assim, as Entidades Administrativas não possuem competências
legislativas e correspondem às pessoas jurídicas que compõem a
ADMINISTRAÇÃO INDIRETA.
Neste PONTO, podemos destacar que a principal diferença entre as
pessoas políticas e as pessoas administrativas está no fato de que as
ENTIDADES POLÍTICAS possuem competência para editar leis,
enquanto que as ENTIDADES ADMINISTRATIVAS não legislam, pois se
limitam ao exercício de competências para executar as leis editadas
pelas ENTIDADES POLÍTICAS.

9
Prof. Erick Moura www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E NOÇÕES DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA - MPU
ANALISTA E TÉCNICO - CARGOS 1 E 46
TEORIA E EXERCÍCIOS
PROFESSOR: ERICK MOURA

Vamos a mais um mantra....


MANTRA !

ENTIDADES ADMINISTRATIVAS

Ö SINÔNIMOS:
• ENTES ADMINSTRATIVOS
• PESSOAS ADMINISTRATIVAS

SÃO PESSOAS JURÍDICAS:


DE DIREITO PÚBLICO OU DE DIREITO PRIVADO

Ö CORRESPONDEM:
• ÀS AUTARQUIAS
• ÀS FUNDAÇÕES PÚBLICAS
• ÀS EMPRESAS PÚBLICAS
• ÀS SOCIEDADES DE ECONOMIA MISTA

Por fim, esquematizaremos um quadro que revela uma comparação


entre as ENTIDADES POLÍTICAS e as ENTIDADES ADMINISTRATIVAS.

CONCLUSÃO

9 aquelas que recebem suas atribuições da


própria CF/88, exercendo-as com plena
autonomia (a União possui soberania)
ENTIDADES 9 são possuidoras de poderes políticos e
POLÍTICAS administrativos (a competência para legislar
caracteriza sua autonomia política)
9 União, Estados, DF e Municípios –
Administração Direta

10
Prof. Erick Moura www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E NOÇÕES DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA - MPU
ANALISTA E TÉCNICO - CARGOS 1 E 46
TEORIA E EXERCÍCIOS
PROFESSOR: ERICK MOURA

9 não são detentoras de poderes políticos, mas


tão-somente de autonomia administrativa
9 não legislam, apenas exercem sua
competência conforme estabelecida na lei que
ENTIDADES
as instituiu, ou autorizou sua instituição, e no
ADMINISTRATIVAS
seu regulamento
9 autarquias, fundações públicas, empresas
públicas e sociedades de economia mista –
Administração Indireta

PODE CAIR NA PROVA !


1 - (ERICK / ANALISTA E TÉCNICO ADMINISTRATIVO / MPU / 2010) -
Os Territórios Federais brasileiros são entidades políticas, com personalidade
jurídica de direito público interno, integrantes da República Federativa do
Brasil.
Comentários:
O gabarito da questão é ERRADO.
Os TERRITÓRIOS FEDERAIS não compõem a República Federativa do
Brasil, pois correspondem à AUTARQUIAS TERRITORIAS DA UNIÃO, ou
seja, são ENTIDADES ADMINISTRATIVAS DA UNIÃO.
Pessola, essa Aula Demonstrativa serve como fundamento
dos principais conceitos que iremos abordar na Aula 1.
Além disso, nessa aula trouxemos apenas uma degustação
da metodologia e da didática dos meus cursos que têm sido avaliados
com médias acima de 98% de aprovação.
Assim, não se preocupem, pois iremos abordar o conteúdo
da melhor maneira possível ao longo desse curso.

11
Prof. Erick Moura www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E NOÇÕES DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA - MPU
ANALISTA E TÉCNICO - CARGOS 1 E 46
TEORIA E EXERCÍCIOS
PROFESSOR: ERICK MOURA

2 - Revisão por tópicos e palavras-chave.

™ ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA conceitua-se em dois sentidos:


Ö “FOM” = FUNCIONAL, OBJETIVO ou MATERIAL
Ö “OSF” = ORGÂNICO, SUBJETIVO ou FORMAL

SENTIDO IDEIA-CHAVE

ADMINISTRAR OS INTERESSES DA
OBJETIVO
COLETIVIDADE

CONJUNTO DE ENTIDADE, ÓRGÃOS E AGENTES


SUBJETIVO QUE EXECUTAM A FUNÇÃO ADMINISTRATIVA DO
ESTADO

Ö ENTIDADE: possui personalidade e corresponde à uma pessoa jurídica,


pública ou privada
Ö ÓRGÃO: é elemento despersonalizado ao qual cabe realizar as
atividades da entidade da qual faz parte, por meio de seus agentes,
pessoas físicas investidas em cargos e funções

Ö ENTIDADE ESTATAIS OU ENTIDADES POLÍTICAS


Ö ENTIDADES ADMINISTRATIVAS:
• ENTIDADES AUTÁRQUICAS
• ENTIDADES FUNDACIONAIS
• ENTIDADES EMPRESARIAIS
• ENTIDADES PARAESTATAIS

12
Prof. Erick Moura www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E NOÇÕES DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA - MPU
ANALISTA E TÉCNICO - CARGOS 1 E 46
TEORIA E EXERCÍCIOS
PROFESSOR: ERICK MOURA

MANTRA !

ENTIDADES POLÍTICAS

Ö SINÔNIMOS:
• ENTIDADES ESTATAIS
• ENTES FEDERADOS
• PESSOAS POLÍTICAS

SÃO PESSOAS JURÍDICAS DE DIREITO PÚBLICO INTERNO

Ö CORRESPONDEM:
• À UNIÃO
• AOS ESTADOS-MEMBROS
• AO DISTRITO FEDERAL
• AOS MUNICÍPIOS

ENTIDADE POLÍTICA POSSUI

UNIÃO SOBERANIA e
AUTONOMIA

ESTADOS-MEMBROS AUTONOMIA

DISTRITO FEDERAL AUTONOMIA

MUNICÍPIOS AUTONOMIA

13
Prof. Erick Moura www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E NOÇÕES DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA - MPU
ANALISTA E TÉCNICO - CARGOS 1 E 46
TEORIA E EXERCÍCIOS
PROFESSOR: ERICK MOURA

MANTRA !

ENTIDADES ADMINISTRATIVAS

Ö SINÔNIMOS:
• ENTES ADMINSTRATIVOS
• PESSOAS ADMINISTRATIVAS

SÃO PESSOAS JURÍDICAS:


DE DIREITO PÚBLICO OU DE DIREITO PRIVADO

Ö CORRESPONDEM:
• ÀS AUTARQUIAS
• ÀS FUNDAÇÕES PÚBLICAS
• ÀS EMPRESAS PÚBLICAS
• ÀS SOCIEDADES DE ECONOMIA MISTA

CONCLUSÃO

9 aquelas que recebem suas atribuições da


própria CF/88, exercendo-as com plena
autonomia (a União possui soberania)
ENTIDADES
POLÍTICAS 9 são possuidoras de poderes políticos e
administrativos (a competência para legislar
caracteriza sua autonomia política)
9 União, Estados, DF e Municípios –

14
Prof. Erick Moura www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E NOÇÕES DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA - MPU
ANALISTA E TÉCNICO - CARGOS 1 E 46
TEORIA E EXERCÍCIOS
PROFESSOR: ERICK MOURA

Administração Direta

9 não são detentoras de poderes políticos, mas


tão-somente de autonomia administrativa
9 não legislam, apenas exercem sua
competência conforme estabelecida na lei que
ENTIDADES
as instituiu, ou autorizou sua instituição, e no
ADMINISTRATIVAS
seu regulamento
9 autarquias, fundações públicas, empresas
públicas e sociedades de economia mista –
Administração Indireta

Ao final de cada aula, colocaremos as questões abordadas sem os


comentários para aqueles que gostam de se arriscar em fazer as
questões sem o gabarito.
Minha dica é que se façam sempre exercícios resolvidos para
otimizar o aprendizado.

3 – Questões deste Capítulo

1 - (ERICK / ANALISTA E TÉCNICO ADMINISTRATIVO / MPU / 2010) -


Os Territórios Federais brasileiros são entidades políticas, com personalidade
jurídica de direito público interno, integrantes da República Federativa do
Brasil.
GABARITO

1–E

BIBLIOGRAFIA CONSULTADA
Ö Maria Sylvia Zanella Di Pietro - DIREITO ADMINISTRATIVO
Ö Hely Lopes Meirelles - DIREITO ADMINISTRATIVO
BRASILEIRO

15
Prof. Erick Moura www.pontodosconcursos.com.br
CURSO ON-LINE
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E NOÇÕES DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA - MPU
ANALISTA E TÉCNICO - CARGOS 1 E 46
TEORIA E EXERCÍCIOS
PROFESSOR: ERICK MOURA

Ö Marcelo Alexandrino e Vicente Paulo – DIREITO


ADMINISTRATIVO DESCOMPLICADO
Prezados(as) colegas Concurseiros(as), chega ao fim este nosso
primeiro contato.
Gostaram ?
Lembrem-se de que com o corpo e a mente em equilíbrio, o
sucesso chegará em breve!
Coloco-me à disposição para eventuais dúvidas e sugestões, pois
elas serão de muita valia para nosso trabalho em conjunto.
Utilizem nosso fórum ou email erick@pontodosconcursos.com.br
Mãos à obra e saudações a todos.
Bons estudos !
Erick Moura

16
Prof. Erick Moura www.pontodosconcursos.com.br