ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Disciplina: Introdução a engenharia de produção Semestre: 1º Trabalho: Resumo dos livros Grupo: Aline Feitoza Lopes

Daniella London Érika Porto Caldas Marcelle Candido

Existe uma natural embora. contém algumas sugestões para a assistência de aqueles que se propõem visitar fábricas. uma discussão de muitas das questões que referem-se à economia política do assunto. Verificou-se que o arranjo doméstico. e do próprio trabalho. diz respeito ao futuro de perspectivas de fabrica.Resumo do livro on the Economy of Machinery and Manufactures – Charles Babbage O livro nos faz compreender as ações de máquinas. como decorrentes da aplicação de ciência.Também diz se que quanto mais conhecimento um trabalhador tiver sobre determinada técnica de trabalho . e ativar a memória para classificar e organizar os fatos relacionados com o emprego delas . Há uma abordagem na vantagem do uso de máquinas e ferramentas simples no modo de produção de um determinado material. e é importante a partir do que proporciona extensa classificação das artes no qual a cópia é tão amplamente utilizado. após um capítulo introdutório sobre a diferença entre fazer e fabricar. O primeiro capítulo da seção conterá algumas observações gerais sobre as fontes de onde as vantagens das máquinas são derivadas. e os sucedendo nove capítulos irá conter uma análise aprofundada do princípios de um caráter menos geral. conterá. que completa a primeira seção. O décimo primeiro capítulo contém numerosas subdivisões. Possui objetivo de salientar os efeitos e as vantagens decorrentes do uso de ferramentas e máquinas e de se esforçar por classificar os seus modos de ação rastreando as causas e as consequências da aplicação de máquinas para substituir a habilidade e o poder do braço humano.permitiu que estas operassem através do equipamento e não pela força manual . foi tão entrelaçados com as questões mais gerais. que foi considerado desaconselhável para separar os dois assuntos. uma divisão muito desigual entre máquinas: elas podem ser classificados como: aquelas que são . do ponto de número. O capítulo XII. ou a economia do interior das fábricas. O uso de máquinas e ferramentas auxiliou o trabalho de pessoas incapacitadas fisicamente por natureza ou acidente (sem algum membro do corpo ) de realizar alguma função . O capítulo final desta seção. Pois essas maquinas aceleram a produção do produto permitindo assim que se produza mais em menos tempo . A segunda parte.menos esforço ele fará para executá-la . nos capítulos seguintes. Há a tentativa de examinar todas as questões difíceis da economia e política que estão intimamente ligadas com esses inquéritos.

Para obter se um aumento na velocidade as vezes se faz necessario o aperefeiçoamento de maquinas e ferramentas possibilitando uma melhora na produção . mas quando se move com velocidade considerável. Dentre esse artificios se encontram : ∙ A regularidade do fornecimento de combustível para o fogo sob as caldeiras de vapor-motores ∙ Um cata-vento ou voar. a freqüência com que é exercida. sugere o princípio da um instrumento para medir a altura das montanhas Aumento e diminuição de velocidade O cansaço produzido sobre os músculos do corpo humano não dependem totalmente da força de reais empregados em cada esforço. permitindo que ele caia. em parte. mas apresentando uma grande superfície ∙ . Sempre que o trabalho a ser feito exige mais força para a sua execução do que pode ser gerado no tempo necessário para sua conclusão. As maquinas que produzem energia são adquiridas para proporcionar a rapidez de execução é compensado pela necessidade de exercer força excessiva no trabalho feito . se sua força de ser concentrada em um pequeno objeto. mas. que é na verdade nada mais do que uma roda com um aro muito pesado. Este trabalho é mais freqüentemente realizado por um volante. . um limite além do qual é impossível reduzir a energia necessária para produzir um determinado efeito. se deve recorrer a algum método mecânico de preservação e de condensação uma parte do poder exercido anteriormente do início do processo. Isso requer um grande poder de aplicar um movimento rápido.empregadas para produzir energia. A assistência de tais idéias é pequena. os efeitos são extremamente poderosos.Há. de modo que a maior parte da seu peso é perto da circunferência. A ação de uma mosca. é verdade. e aquelas que destinam-se apenas a transmitir força e executar o trabalho. de pouco peso. Outro modo de acumulação de poder surge da elevação de um peso e. Existem artifícios que regulam o número de cursos feitos por uma máquina a vapor e permitem a estabilidade e uniformidade nas taxas em que essas maquinas funcionam . Afirma se que o princípio geral de que todas as combinações de arte mecânica só pode aumentar a força comunicada à máquina em detrimento do tempo empregado na produção. ou palhetas. em seguida.

pois se esse homens atuaremsimultaneamente num atividade tornaria dificil descobrir se cada um exerceu todo seu esforço e ter a certeza de que cada um fazia o dever para o qual foi pago. com alongamento por moldagem com dimensões alteradas . mas a despesa aumentaria a partir da necessidade de transportar alimentos para sua subsistência. surge com a necessidade de superação de grandes resistências com potência de pequeno porte como sistemas de polias. Uma uma vantagem que a maquina pode oferecer é o fato de não sofrer desantenção no trabalho e evitar a ociosidade e desonestidade dos agentes humanos. O motivo mais freqüente para o emprego de artifícios para a diminuição da velocidade.Isso nos faz avaliar que se pode controlar o ritmo de parte da produção . não só a dificuldade de dirigir tonariam maiores.é o sistema de cópias . Uma operação em que a rapidez é de fundamental importância consiste em trazer o produto das minas até a superfície.A invenção de instrumentos de medição também permitiu essa economia em materiais. e os pesos que carregam. Então nas fabricas tem ocorrido a implementação da força do vapor para superar as resistencias que exigiria gastos muito maiores no trabalho humano em grande quantidade. Elas são capazes de ampliar o campo de produção pois podem realizar diversas atividades . ou guindaste. com isso evita desperdicios de materia primas. As maquinas nos dão precisão da operação que é executada . Um princípio que permeia grande parte de todas as manufaturas. E se corpos ainda maior de homens fossem necessários. e é um em que a barateamento dos artigos produzidos parece muito a depender . São mencionado elementos que podem ser utilizados em uma tecnica de registro de uma maquina dentro de alguma operação . Há a citação da habilidade de permitir que muitos homens exerçam toda suas forças em uma determinada atividade . Operações de cópia são efectuadas nas seguintes circunstâncias: pela impressão das cavidades por estampagem imprimindo a partir da superfície para perfurar por vazamento.e que quando o numero de homens aumenta nesse trabalho dificuldades são apresentadas .É uma questão de importância considerável a proporção entre a velocidade com que os homens ou os animais se movem.

além daqueles mecânicos.O preço reduzido das matérias-primas de fora que estes artigos foram produzidos. 4 . A primeira aplicação . Há uma considerável diferença existe entre os termos elaboração e fabricação. uma qualidade inferior da obra. que o artigo que vende ao público pode ser produzido em tão pequeno custo possível. assim como os princípios mecânicos são importantes . embora verdadeira em seu sentido geral são todavia muitas vezes modificados pela influência de outros principios . e a última a de um grande número de indivíduos. durante um longo período. durante um longo período depende. ele deve atender a outros princípios.Os princípios econômicos que regem a aplicação das máquinas e o interior de todas as nossas grandes fábricas são tão essenciais para a prosperidade de um grande país comercial. é. é a divisão do trabalho entre as pessoas que executam o trabalho. será dependente do trabalho necessário para a produção dele .A menor quantidade de matérias-primas empregadas. o fabricante de um artigo que deseja se tornar um fabricante. O primeiro se refere à produção de um pequeno numero de individuos . A influência de Verificação de Preço: O preço em dinheiro de um artigo num dado período é geralmente depende da proporção entre a oferta e a demanda. e.alteração no valor da moeda. A grande diminuição no preço dos artigos pode ter surgido de várias causas: 1.O aumento do valor do ouro em conseqüência do aumento da demanda por moeda. O preço médio de um produto . em última instância. do poder de produção e de venda com os lucros ordinários de capital. e ele deve cuidadosamente organizar todo o sistema de sua fábrica em tal forma. talvez. para tornar o que ele criou barato para quem o consome. Talvez o princípio mais importante no qual o economia de uma produção depende. O preço médio do mesmo artigo. em alguns casos. no sentido mais alargado do termo. Portanto. 3 . 5. a produção de uma forma perfeita. mas eletambém será influenciada pela durabilidade do artigo. 2. ou deveria ser. Mas estes princípios.A execução com sucesso de seu trabalho depende.A taxa de diminuição da lucro produzido pelo capital empregado . O objetivo de cada pessoa que tenta fazer qualquer artigo de consumo. mas a fim de garantir para si o maior lucro e estabilidade ele deve procurar por todos os meios ao seu poder.

economizando tempo. A repetição constante do mesmo processo necessariamente produz no trabalhador um grau de excelência e rapidez em seu departamento em particular. Uma invenção que economizou tempo foram os tubos de lata. Se essas ferramentas são simples. exigindo o ajuste preciso cada vez que são utilizados.Logo deve ter sido aparente. Essa invenção reduzia as distâncias. que um maior número de comodidades e serviços puderam ser adquiridos por cada um indivíduo. O uso de diferentes instrumentos nos sucessivos processos de produção é outra causa da perda de tempo quando se passa de uma operação para outra. o tempo empregado na adaptação se deve em grande parte ao uso da ferramenta. que nunca é possuída por uma pessoa que é obrigada a executar muitos processos diferentes. mas em muitos processos das artes as ferramentas são de grande delicadeza. a perda de tempo não é considerável. tornava mais prático as atividades.deste princípio deve ter sido feita numa fase muito precoce da sociedade. que permitiu a comunicação em diferentes apartamentos e diferentes direções. Esta divisão do trabalho em operações deve ter surgido a partir da circunstância de que cada indivíduo empregado descobriu o que ele próprio poderia fazer gerando um maior lucro no seu trabalho. . e em muitos casos. e mudança não é freqüente.

ao em vez de paralisar as máquinas por vários dias para que um problema no encanamento fosse resolvido. deveria haver uma contenção dos desperdícios tanto no que se refere a esforço humano como a matéria prima. -Domínio de si Já as características adquiridas por Taylor com a experiência profissional são: -Paciência. a persistência de Taylor foi fundamental na busca do “melhor jeito de realizar um trabalho” de modo que o tempo gasto fosse menor possível. Taylor o resolveu pessoalmente desentupindo a tubulação sozinho e economizando milhares de dólares para companhia. assim sendo. Dentre as características pessoais de Taylor. -Improviso. já que o sistema mais usado na época dava aos operários remuneração uniforme diária (remuneração por peça). esbarrou num poderoso obstáculo. além de estarem sendo explorados pelos patrões já que os salários não sofreriam grandes aumentos. ele pode conquistar tanto a confiança dos dirigentes da fábrica como dos operários. podemos citar: -Obstinação.Resumo do livro Princípios de administração científica – Frederick Winslow Taylor Algumas características da personalidade de Taylor e a sua experiência profissional foram fundamentais no desenvolvimento da organização cientifica do trabalho. Os trabalhadores acreditavam que se produzissem o máximo possível estariam contribuindo para o desemprego da classe. entretanto. com salários mais elevados. porém o aumento da produtividade reduziria o custo final do . desse modo. Ele acreditava que a prosperidade era fruto da eficiência. obteve como resposta que no trabalho é preciso adaptar-se a ouvir asneiras. então compreendeu que para ter sucesso deveria aprender a conviver com pessoas de diferentes ânimos e que nem sempre isso seria uma experiência agradável. A proposta. entretanto. ao queixar-se de um companheiro de trabalho ao grande engenheiro William Sellers. -Lealdade e senso de justiça. retribuída. o que garantiu a admiração de seus superiores. No que se refere à exploração estavam certos. Para tal fim. a vadiagem no trabalho. o máximo de prosperidade só poderia ser atingido com o máximo de produção. O grande objetivo de Taylor era a obtenção de mão de obra econômica.

. de forma a conter os desperdícios. mas proveitoso será um linguajar mais acessível e próximo do usado por eles. o que aumentaria o mercado consumidor abrindo novas oportunidades de emprego. ao empregado. sendo repassada aos outros operários que deverão executá-la segundo as orientações dadas. A seqüência de tarefas e pausas que puder ser desenvolvida no menor tempo possível será tomada como padrão. Assim como os salários não podem ultrapassar 160% da média da classe operária em outras fábricas para que não se tornem negligentes e extravagantes. e assim. os trabalhos nunca podem ser reunidos em grupos grandes. entretanto. Para tanto. Os que obtiverem êxito receberão salários de 30 a 100% maiores.produto. A maximização da produtividade. as orientações devem ser feitas da forma mais clara e acessível possível. Já no sistema inovador de Taylor. a gerencia assume boa parte das responsabilidades. Não convém usar vocabulário sofisticado com homens simples e rudes. mas também operacionais. Agora que já conhecemos o método de administração cientifica. O método consiste na observação dos operários e na seleção dos mais eficientes. garantir o máximo de prosperidade ao patrão e ao mesmo tempo. Restava então um desafio. maximizando a produtividade. o bom êxito depende quase inteiramente de obter a iniciativa do operário. vamos fazer uma breve análise da sua diferença em relação aos outros métodos: sob o sistema antigo de administração. não depende apenas dos fatores humanos. os que fracassarem serão alertados por não terem atingido a meta e se persistirem serão desligados da empresa. Além disso. dando ao trabalhador todas as diretrizes obtidas pelo estudo cientifico de cada tarefa. A seleção das ferramentas mais adequadas a cada tarefa é primordial para eficiência. Quanto ao que se refere aos fatores humanos alguns detalhes devem ser observados. para que não haja queda de produtividade os grupos não devem conter mais de quatro indivíduos. a gerência deveria conhecer cada tarefa profundamente de forma a planejar o jeito mais vantajoso de sua execução. Estes devem ser cronometrados realizando as tarefas de diferentes modos e respeitando as pausas sob orientação de administradores. Assim como a melhor maneira de manejar a matéria prima.

as formas de instrumento e também as velocidades mais favoráveis à eficácia do processo produtivo. Contudo a resolução de tais equações de até doze variáveis só se encontra certo tempo depois com o aperfeiçoamento das réguas de cálculo. Junto a essa observação podemos citar a importância conjunta que existe entre a delimitação de tarefas e a bonificação do trabalhador. Um segundo aspecto importante no êxito do processo administrativo é o estudo do tempo e do movimento na busca da padronização de métodos. permitindo aos trabalhadores medianos a satisfação da conclusão de sua tarefa. o operário acabaria aderindo à vadiagem. enquanto nos antigos moldes. sendo assim convertido em modelo. na criação de um novo método que irá reunir movimentos melhores e mais rápidos. mas da implementação de instrumentos mais eficazes. Por consequência cabe agora à parte administrativa resolver problemas de diversas variáveis. Um diferente tipo de investigação científica também essencial é o estudo cuidadoso dos motivos que determinam a conduta do homem. por demasiada liberdade. A partir das experiências realizadas sobre o tema podemos concluir a importância da imposição de metas e limites. Não só isso. por exemplo. Reforçando o já dito anteriormente. ou seja. Além disso. É criada uma pesquisa entorno do maquinário de melhor desempenho e esse então passa a ser aderido como padrão. a administração científica tem como base a substituição do critério individual do operário por uma ciência. como também preconiza a cooperação íntima da administração com os trabalhadores na busca de uma solução mais harmônica através das leis científicas desenvolvidas. Torna-se primordial que seja reconhecido o esforço do operário. O sucesso da empresa passa a decorrer cada vez mais de uma análise minuciosa e demorada de todos os aspectos dentro da produção. requer também da instrução e do aperfeiçoamento do trabalhador seguindo este novo método e não a opinião individual do operário.Um bom exemplo deste estudo segue através de experiências no sentido de conhecer os ângulos. Outro tópico já citado fora a questão do auxílio não só através de comandos e instruções. quando esse atingir o êxito na . sendo cada uma delas uma requisição necessária a assistência ao operário. passado adiante para instrutores e por fim repassado por esses a todos os trabalhadores.

nem sempre a mesma fórmula se aplicará a todos os casos. a conclusão pode ser adquirida através da leitura do trecho que segue: “A administração científica não constitui elemento simples. No fim. Todos sabemos da dificuldade do ser humano de aderir ao novo. . À primeira vista. não haverá absolutamente perigo de greves ou outras perturbações.” Uma vez lida a obra. Podemos também afirmar que caso esse seja utilizado por homens que têm experiência nesse trabalho. graças à comodidade e facilidade que o trabalho adquire para o operário. Podemos pensar que o operário se torna inútil durante o processo. certos processos de pesquisa e implementação de um novo sistema demandam tempo e acelerá-los pode acarretar no insucesso dos mesmos. mas. mas uma combinação global que pode assim ser sumariada: ciência. será esse. parece que o sistema tende a convertê-lo em um mero autômato. o povo. em lugar de empirismo. então essa passará a ser padrão e o operário será reconhecido pelo seu feito.execução de suas tarefas em um tempo fixado. finalmente. que perde sua voz. É importante citar que os fundamentos da administração científica servem como base no auxílio à gestão de negócios e que. fará com que ambos aceitem a nova ordem das coisas. superior ao interesse desses se encontra o direito do povo. no novo método. uma vez que o operário tiver uma ideia essa há de ser levada para a diretoria ao invés de implementada individualmente de acordo com a sua vontade e. caso essa seja de fato mais efetiva que a utilizada anteriormente. Além disso. Entretanto. e com a mudança de sistema não fora diferente. vieram as respostas. Contudo o que de fato ocorre é a elevação do potencial de performance e aprendizado do trabalhador. Junto a essa vieram as primeiras críticas e junto as críticas. Apesar de todo o estudo acerca de empregados e empregadores. graças ao esclarecimento que for tendo. quem receberá a maior parte dos benefícios decorrentes dos aperfeiçoamentos industriais. Segue a tal raciocínio o seguinte trecho: ”Os trabalhadores opor-se-ão à mudança de seus antigos métodos empíricos e a direção ficará contrária a que se lhe atribuam novos encargos e responsabilidades.

poderá. encurtamento do período de trabalho quando isto for desejável e crescentes oportunidades de educação. em vez de discórdia. no futuro.” Vista a conclusão acerca dos princípios da administração científica podemos citar diversas vantagens advindas da adoção desse sistema. não individualismo. cultura e recreação. dobrar a produtividade do homem médio. tal como a produção de 2. Além disso. em lugar da produção reduzida.harmonia. Por fim. empregado no trabalho industrial. rendimento máximo. gerando assim o aumento das coisas necessárias e de luxo.3 a 4 vezes mais coisas úteis com o mesmo gasto de esforço. seja qual for a época. permitirá as companhias que adotaram a administração científica a competir melhor do que antes e a ampliar seus mercados obtendo assim um nível de trabalho crescente para seus homens assim como ofertas melhores de salários. seu uso em todo o país. resultado do grande aumento de rendimento. o baixo custo da produção. cooperação. desenvolvimento de cada homem no sentido de alcançar maior eficiência e prosperidade. .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful