Você está na página 1de 38

Sais Bioquímicos - Terapia Mineral

DHU Ibérica - Laboratórios Dr. med. Wilhelm Schussler

DHU Ibérica - Laboratórios Dr. med. Wilhelm Schussler Índice Doses e Formas de Administração 2 Calcium

Índice

Doses e Formas de Administração

2

Calcium Fluoratum

3

Calcium Phosphoricum

4

Ferrum Phosphoricum

5

Kalium Chloratum

6

Kalium Phosphoricum

7

Kalium Sulfuricum

8

Magnesium Phosphoricum

9

Natrium Chloratum

10

Natrium Phosphoricum

11

Natrium Sulfuricum

12

Silicea

13

Calcium Sulfuricum

14

Pomadas Bioquímicas

15

Recomendações Terapêuticas

17

Repertório Clínico

50

Protocolos Terapêuticos

61

Sais de Schussler Individuais

Repertório Clínico Simplificado I

65

Repeetório Clínico Simplificado II

67

Métodos Dr. João Novaes

Método Harmónico I

69

Método Harmónico II

70

Método Harmónico III

70

Método Harmónico IV

72

1

Doses e Formas de Administração

Adultos

Casos Agudos

1 a 2 comprimidos a cada 10 minutos, na primeira hora. Tratamento de 4 a 5 semanas.

Casos Crónicos

1 a 2 comprimidos, 3 a 6 vezes ao dia. Tratamento de 8 a 12 semanas.

Bebés

Segundo a intensidade dos sintomas. Dissolver 1 comprimido em água para formar uma pasta e aplicar nos lábios. 1 a 2 vezes por dia até melhoria dos sintomas.

Crianças dos 2 a 8 anos

1 comprimido 2 a 3 vezes por dia até melhoria dos sintomas.

Recomenda-se ingerir os comprimidos dez a trinta minutos antes das refeições ou uma hora depois. Deixam-se dissolver lentamente na boca, sem nenhum líquido adicional, para que

a substância activa possa ser assimilada pela mucosa da cavidade bucal e chegue o mais

directamente possível ao sangue, evitando o trânsito pelo tracto gastrointestinal. Quando

o sal já está a “empapar” na boca, tornando-se difícil a sua toma, é porque o paciente não

necessita mais daquele tipo de sal. Durante o tratamento com agentes bioquímicos recomenda-se evitar a ingestão de estimulantes fortes como nicotina, álcool, alimentos muito condimentados ou picantes, etc.

A única excepção deste modo de posologia corresponde a Magnesium phosphoricum que normalmente se dissolve em água morna e toma-se aos golos. Em cólicas fortes, ataques de dor agudos e espasmos dolorosos, pode-se aumentar a dose recomendada. Dissolvem-se 10 comprimidos num copo de água morna (não usar colher metálica) e ingerir esta solução em pequenos goles cada 2 a 5 minutos. Habitualmente não se recomenda administrar simultaneamente vários agentes bioquímicos. Se for preciso fazer um tratamento com outro agente adicional, recomenda- se fazê-lo em dias alternados. Em determinados casos podem alternar-se dois agentes bioquímicos distintos em intervalos de hora a hora. Raramente é indicado o tratamento simultâneo com mais de dois agentes.

2

1. Calcium Fluoratum Fluoreto de Cálcio (CaF2), Calcarea Fluorica
1. Calcium Fluoratum
Fluoreto de Cálcio (CaF2), Calcarea Fluorica

Encontra-se no esmalte dos dentes, ossos e nas células da epiderme, e em tudo que contenha tecido elástico como tendões e músculos. Regulador da resistência tecidular. O agente descarga o aparelho circulatório e fortalece os pequenos vasos sanguíneos. Além disso, estimula a reabsorção dos endurecimentos vasculares.

Indicações:

- Perda de elasticidade dos vasos sanguíneos (hemorróidas, varizes, arteriosclerose).

- Úlceras varicosas.

- Enfermidades ósseas e dentais (propensão a cáries), lesões discais, doenças articulares, raquitismo infantil, debilidade postural.

- Endurecimento dos tecidos e glândulas.

- Envelhecimento prematuro da pele.

- Provável conveniência em administrar como agente de apoio em todas as enfermidades tumorais. Tumores fibrosos.

- Acção queratolitica.

Actua lentamente devendo-se tomar por longos períodos em casos crónicos. Melhora com o calor e piora com o frio e humidade.

3

2. Calcium Phosphoricum

Fosfato de Cálcio (CaHPO4 x H2O), Calcarea Phosphorica

Sal bioquímico mais abundante no organismo. É o agente bioquímico responsável pela construção e fortalecimento de todas as estruturas do organismo. Fundamentalmente configura a massa óssea dura, ainda que está presente em todas as células. Calcium phosphoricum actua sobre as membranas celulares limitantes e intervém na síntese proteica.

Indicações:

- Recomenda-se a sua administração juntamente com Calcium fluoratum.

- Enfermidades ósseas e dentais, fracturas de difícil consolidação. Desenvolvimento lento, alterações do metabolismo do cálcio.

- Anemia.

- Processos pulmonares.

- Alterações do tipo nervoso, astenia, transtornos do sono (especialmente em lactentes, durante a infância e em épocas de crescimento).

- Transtornos menstruais, durante a gravidez e convalescença.

Actua lentamente devendo-se tomar por longos períodos em casos crónicos. Ideal para pessoas anémicas, pálidas tipo cera, de aspecto doente; adolescente muito magro que come muito e nunca engorda. Os sintomas acentuam durante a noite e pioram em repouso.

4

3. Ferrum Phosphoricum Fosfato de Ferro (FePO4 x 4H2O)
3. Ferrum Phosphoricum
Fosfato de Ferro (FePO4 x 4H2O)

Tem um papel essencial no nosso organismo. Componente imprescindível da hemoglobina (70%), uma vez que se encontra em todas as células; intervém em múltiplos processos enzimáticos e exerce funções importantes nos mecanismos de defesa frente ás infecções – Aumento da imunidade. Essencial para um crescimento normal na infância; imprescindível durante a menstruação, na gestação e período de lactação.

Indicações:

“Nenhuma família deveria carecer de Ferrum phosphoricum” (H.F. Haedicke)

- Agente bioquímico para todas as enfermidades súbitas, para todos os processos

inflamatórios (inflamação seca) e febres em fase inicial. – Remédio principal para a

primeira fase da inflamação.

- Doenças agudas (D12).

- Otites, epistaxis, afecções da garganta – ORL.

- Enfermidades infantis.

- Estados anémicos.

- Dores, feridas, contusões, distensões articulares, sobrecargas físicas.

- Hemorragias, alterações da perfusão sanguínea com sintomas reumatóides.

- Gastrite catarral aguda com dor e vómitos e diarreias de verão acompanhadas

de febre.

Todos os sintomas pioram pela noite, assim como com o calor e o movimento. O repouso e um ambiente mais fresco contribuem para aliviar os sintomas.

5

4. Kalium Chloratum

Cloreto de Potássio (KCl), Kalium Muriaticum

O potássio é parte integrante de todas as células, sobretudo leucócitos e eritrócitos. Tal

como o sódio, possui efeitos fisiológicos específicos sobre a excitabilidade nervosa e muscular. Intervém na síntese proteica e na utilização dos hidratos de carbono (efeito activador do metabolismo). Em conjunto pode-se afirmar que o potássio é um componente imprescindível do organismo. Participa na secreção do ácido clorídrico. O défice de potássio causa alterações patológicas em diversos tecidos (musculo cardíaco e músculos esqueléticos, entre outros).

Indicações:

- Está considerado em bioquímica como o agente principal no tratamento anti-

catarral de diversos órgãos e mucosas e nos catarros acompanhados de secreções fibrinosas espessas que formam uma massa branca, cinzenta ou branca viscosa, tratando-se

tanto de placas cinzentas na pele ou membranas sólidas de cor branca localizadas nas mucosas – Remédio principal para a segunda fase da inflamação.

- Tratamento de afecções otorrinolaringológicas e oculares caracterizadas por inflamação fibrinosa.

- Processos pulmonares e pleura fibrinosa, bronquite, reumatismo, inflamações

da

vagina, verrugas, reacções de vacinas, queimaduras, etc.

- Obstipação, abdómen flatulento.

- Indigestão por hiperacidez.

- Adenopatia.

O

calor alivia os sintomas. O movimento e uma dieta rica em gorduras e muito

condimentada, piora.

6

5. Kalium Phosphoricum Fosfato de Potássio (KH2PO4)
5. Kalium Phosphoricum
Fosfato de Potássio (KH2PO4)

É o sal inorgânico mais significativo para a célula e é particularmente importante para o soro, hemácias, os distintos tecidos do organismo e as células cerebrais, nervosas e musculares. O défice de potássio produz esgotamento destes órgãos, e em certas ocasiões acompanhado de transtornos psíquicos, ânimo depressivo, ansiedade, abatimento e perda de memória.

Indicações:

- Tratamento de enfermidades agudas e crónicas e estados de esgotamento.

Estados nervosos, depressões mentais e físicas, esgotamento, melancolia, histeria, insónia de origem nervosa, apatia intelectual, perda de memória, irritabilidade. Alimento das células nervosas.

- Enxaquecas por stress.

- Anorexia / Bulimia.

- Debilidade muscular, lombalgias.

-Tiques, mialgias após exercício.

- Alterações cardíacas do tipo nervoso, sensação de ansiedade com palpitações.

- Medida de apoio no tratamento das cardiopatias orgânicas, hemorragias,

paresias, perda de força em processos infecciosos, estados infecciosos e inflamatórios com secreções fétidas (“antiséptico interno”).

Os sintomas melhoram com uma actividade moderada e acentuam-se notavelmente com o esforço.

7

6. Kalium Sulfuricum

Sulfato de Potássio (K2SO4)

Encontra-se nas células da epiderme e nas células epiteliais da pele e mucosas, normalmente junto ao ferro, que se apoia na sua função de transporte de oxigénio na célula e servindo-se para activar o metabolismo celular.

Indicações:

“Em todos os processos patológicos que não se manifestam, na integra…” (H. G. Jaedicke)

- Para o terceiro estádio inflamatório com secreções viscosas amareladas.

- Inflamações crónicas de todo o tipo, afecções cutâneas descamativas – psoriase, eczemas com exsudação amarelada.

- Catarros de mucosa purulentos crónicos (nariz, ouvidos, faringe, brônquios, conjuntiva, etc.).

- Asma, bronquite.

- Catarros gastrointestinais, hepatite, nefrite.

- Dor articular reumática.

- Doenças causadas por supressões mórbidas.

- Em geral para a estimulação de todos os processos de eliminação e desintoxicação.

O paciente apresenta um estado anímico dominado pela melancolia e ansiedade. Os sintomas acentuam-se ao entardecer e em habitações quentes e fechadas; alivia e melhora em espaços abertos com ar puro e fresco.

8

7. Magnesium Phosphoricum Fosfato de Magnésio (Mg HPO4 x 3H2O)
7. Magnesium Phosphoricum
Fosfato de Magnésio (Mg HPO4 x 3H2O)

É um analgésico e anti-espasmódico bioquímico por excelência. Ocupa o segundo lugar em importância depois do potássio, entre os sais do organismo humano. Aproximadamente

metade encontra-se no esqueleto, um terço no sistema muscular e o restante nos nervos, cérebro, medula espinhal, hemácias, fígado e glândula tiróide.

O magnésio intervém em múltiplos processos enzimáticos. Possui propriedades anti-

trombóticas e anti-alérgicas e intervém sobre a excitabilidade neuromuscular e na função cardíaca (prevenção de enfartes do miocárdio, entre outros). Diminui o metabolismo basal

e reduz os níveis de colesterolemia.

Indicações:

- Quadro espasmódicos de todo o tipo.

- Cólicas.

- Cólicas menstruais.

- Algias, neuralgias em todo o corpo, sensação de opressão na região cardíaca e tendência a migrânea (enxaqueca).

- Cãibras, tensão muscular essencialmente na cervical.

- Tratamento nos quadros clínicos de cólicas, flatulência, meteorismo.

- Problemas de dentição e tosse convulsa em crianças de pouca idade; diarreias aquosas acompanhadas de dor abdominal.

Em casos de quadros espasmódicos e cólicas que requerem um efeito rápido, recomenda-

se dissolver 10 comprimidos de Magnesium phosphoricum num copo de água quente e

tomar um gole a cada 2 a 5 minutos.

Todos os sintomas melhoram aplicando calor e exercendo uma pressão; pioram com o frio.

9

8. Natrium Chloratum

Cloreto de Sódio (NaCl), Natrium Muriaticum

De todos os sais sódicos do organismo, o natrium chloratum é o que possui a máxima importância biológica. É essencial. Localiza-se, a sua maior parte nas células, aproximadamente metade no líquido extracelular e outro terço nos ossos e tecidos cartilaginosos; no estômago e rins também existem concentrações intracelulares relativamente altas. O sódio regula o metabolismo hídrico, a pressão osmótica (um adulto em zona de clima suave, com uma actividade física média requer entre 5 e 10 gramas diárias de cloreto de sódio para a regulação de pressão osmótica) e o equilíbrio ácido-base, garante a excitabilidade muscular e nervosa (bomba sódio-potássio), estimula a neoformação celular e activa a hematopoiese.

Indicações:

- Anemia, clorose, anorexia, perda de peso.

- Retenção de líquidos, edemas.

- Catarro das mucosas com secreção serosa, catarro gastrointestinal

acompanhado de diarreia aquosa.

- Hipoacidez.

- Hipogalactia no puerpério.

- Obstipação por atonia intestinal, hemorróidas.

- Sensação de formigueiro e entorpecimento das extremidades. Dor reumática.

- Cefaleias, migrânea, lacrimejamento, neurastenia, histeria e falta de iniciativa.

- Erupções cutâneas exsudativas.

Tuberculinico, friorento, melancólico, depressivo, anoréctico, isola-se, piora com o consolo; sonha com ladrões.

Os sintomas pioram pela manhã, por sobre-esforço psíquico e clima húmido e frio. Muita sede, apetência por saladas. Piora por sobrecargas emocionais. Melhora com ar quente e seco e também com ar puro mas fresco.

10

9. Natrium Phosphoricum Fosfato de Sódio (Na2HPO4 x 12H2O)
9. Natrium Phosphoricum
Fosfato de Sódio (Na2HPO4 x 12H2O)

Encontra-se muito distribuído pelo organismo: em células nervosas e nervos, nos músculos, nas hemácias e tecido conectivo. Mantém o ácido úrico em solução para a sua eliminação através do rim. É importante para a eliminação dos produtos metabólicos. Desempenha também uma função essencial no intercâmbio de ácido carbónico (efeito tampão) e no metabolismo do ácido láctico que o organismo produz a partir do glucogénio com o trabalho muscular.

Indicações:

- Agente neutralizador de eficácia provada nas hiperacidoses de todos os tipos.

- Tratamento de enfermidades agudas e crónicas (sobretudo em crianças) por

transtornos metabólicos, excesso de ácido clorídrico, pirose, vómitos ácidos, diarreias de fermentação, no reumatismo, ciática e gota.

- Adenites, inflamações oculares, amigdalites, faringites, gastrites com arrotos ácidos, cistites, cálculos renais e biliares.

- Erupções cutâneas com secreções amareladas de consistência cremosa.

- Acne menstrual.

O movimento, dietas ricas em gordura e clima húmido e frio, causam um agravamento dos sintomas.

11

10. Natrium Sulfuricum

Sulfato de Sódio (Na2SO4)

Não se encontra tanto nas células, como nos líquidos tecidulares. Tem por missão descongestionar o organismo, eliminar as toxinas do metabolismo, desintoxicar o organismo e activar o fluxo biliar. Reduz a reabsorção de água no intestino grosso.

Indicações:

- Todas as enfermidades dos órgãos de excreção (fígado, vesícula biliar, rim,

bexiga).

- Erupções cutâneas, feridas antigas, úlceras exsudativas das pernas, edemas, micoses, molusco contagioso, infecções gripais e moléstias reumáticas.

- Pacientes com sensação permanente de frio que também não gostam de entrar no calor da cama. Pessoas irritáveis, indiferentes e depressivos.

Os sintomas, que em muitos casos se apresentam periodicamente, são mais acentuados pela manhã, em dias húmidos e em ambientes húmidos. As secreções são aquosas e de cor amarela-esverdeada.

12

11. Silicea Ácido Silícico (SiO2 x H2O)
11. Silicea
Ácido Silícico (SiO2 x H2O)

É essencial ao organismo como componente do tecido conectivo. É importante para a constituição da pele e mucosas, para o crescimento das unhas, cabelos e ossos. Aumenta a capacidade de resistência e a resistência mecânica dos tecidos (“cosmético bioquímico”). Os pulmões, gânglios linfáticos e as glândulas supra-renais contêm importantes quantidades de silicea. O silício, como componente principal da silicea, é depois do oxigénio o segundo elemento mais frequente na crosta terrestre. Está relacionada de forma especial com o metabolismo cálcareo. Intervém junto a outras substâncias na assimilação do cálcio contido nos alimentos. Activa a formação do colagénio (composto proteico estrutural) e estimula a actividade fagocitária importantes para a defesa do organismo frente às infecções,

Indicações:

- Juntamente com o Calcium sulfuricum, o principal meio contra inflamações agudas e crónicas supurativas de todo o tipo.

- Casos de paredes vasculares distendidas (varizes, hemorróidas, etc.),

enfermidades das unhas e cabelos, pés de galinha, adenites e endurecimento ganglionar, processos de cicatrização, fistulas ósseas, cáries, raquitismo.

- Suores nocturnos.

- Activa a reabsorção de hematomas e derrames.

- Reduz os níveis sanguíneos de ácido úrico.

- Diabetes.

Os sintomas pioram com o frio (“tudo está gelado”), ao entardecer, à noite e em movimento. Melhoram com calor e cobrindo o paciente com roupa quente.

As chamadas “crianças silicea” possuem um aspecto de velhos, muitas vezes com sinais de desnutrição; apresentam uma pele e uma musculatura frágeis. Quando atingem a idade adulta são pessoas pouco resistentes, depressivas e incapazes de ter um rendimento normal.

13

12. Calcium Sulfuricum

Sulfato de Cálcio (CaSO4 x H2O), Calcarea Sulphurica

Encontra-se, entre outros órgãos, no fígado e vesícula biliar. Tal como a silicea, possui grande utilidade em todos os processos purulentos. Aumenta a coagulação sanguínea (pode ser indicado na hemofilia, mas contra-indicado em medicamentos anti-coagulantes como a aspirina) e estimula o metabolismo.

Indicações:

- Abcessos, furúnculos, inflamações do tecido conectivo.

- Amigdalites purulentas, catarro bronquial purulento.

- Cistites, nefrites.

- Resfriados crónicos com afectação dos seios maxilares com secreções purulentas sanguinolentas fétidas.

- Fistulas anais.

- Reumatismo crónico.

- Insónia, perda de memória e vertigens.

14

Pomadas Bioquímicas

1. Calcium Fluoratum

Fissuras cutâneas, eczemas queratinizantes, fistulas purulentas, supurações no sulco angular, quelóides, varizes, sulco crural, hemorróidas, hemangiomas benignos.

2. Calcium Phosphoricum

Erupções cutâneas purulentas, tumefacção das glândulas linfáticas, insuficiência funcional da coluna dorsal e lombar, derrames articulares, bursite, irritação do periósteo, torcicolos, atraso na consolidação de fracturas.

3. Ferrum Phosphoricum

Erupções cutâneas pruriginosas, eczemas seborreicos, congestões dolorosas, contusões e fracturas ósseas, feridas recentes, lesões cervicais.

4. Kalium Chloratum

Erupções herpetiformes com inflamação vesicular, dermatose seca com escamas, bursite, verrugas nas mãos, calos.

5. Kalium Phosphoricum

Urticária, alopecia circular, tinea (especialmente a forma infantil), neuralgias, astenia muscular, resíduos paralíticos pós-diftéricos, apoplexia, poliomielite, atrofias musculares, fase inicial de gangrena.

6. Kalium Sulfuricum

Erupções nodulares, erupções pustulosas purulentas, prurido, pele seca e dura com sensação de queimadura, descamação excessiva, inflamação da pálpebra, dores nas vértebras cervicais e/ou dorsais e nos membros.

7. Magnesium Phosphoricum

Prurido (sobretudo nos idosos), psoriase (como terapêutica complementar), neuralgias de localização variada e dor penetrante.

15

8. Natrium Chloratum

Picadas de insectos, borbulhas (pontos negros), acne, eczema seborreico, vesículas labiais, fissuras anais, escoriações infantis, endurecimento inflamatória das glândulas, dermatomicose com descamação branca, herpes zóster.

9. Natrium Phosphoricum

Erupções vesiculares e pustulares com conteúdo amarelo, furunculose (na fase supurativa), acne rosáceo, linfadenites do pescoço, fase inicial da mastite, erisipela traumática.

10. Natrium Sulfuricum

Erupções pustulosas, dermatoses de aparecimento primaveril, congelação (recente e/ou purulenta), calos, erisipela traumática (com leve infiltração), neuralgias.

11. Silicea

Furúnculos, eczemas húmidos das mãos e pés, calos podais inflamados, inflamações e supurações, feridas de evolução lenta.

16

Recomendações Terapêuticas

Acidez Gástrica

Natrium phsophoricum D6 Na hiperacidez – 1 comprimido após cada refeição

Natrium chloratum D6 No défice de ácidos gástricos – 1 comprimido 6 vezes ao dia antes das refeições.

Acne Juvenil

Natrium phosphoricum D6

1 comprimido 6 vezes ao dia durante um período de tempo prolongado.

Silicea D6 Em pústulas purulentas – 1 comprimido 5 vezes ao dia.

Acufenos

Calcium fluoratum D6 + Silicea D6

1 comprimido 5 vezes ao dia a longo prazo.

Alterações Cardíacas Nervosas

Kalium phosphoricum D6

1 comprimido 5 vezes ao dia a longo prazo.

Magnesium phosphoricum D6 Como tranquilizante em afecções cardíacas mais intensas, palpitações, etc – 1 comprimido dissolvido em água quente a cada 10 minutos.

Aftas (Inflamação da mucosa bucal, fungos)

Ferrum phosphoricum D6

1 comprimido a cada ¼ de hora.

Kalium chloratum D6 Em mucosas com saburra de cor branco ou branco brilhante – 1 comprimido a cada hora.

Kalium phosphoricum D6 Em saburra com bordos de cor vermelha nas comissuras dos lábios, sem saburra lingual – 1 comprimido a cada hora.

17

Natrium chloratum D6 Em “buracos” com pequenas vesículas nas comissuras dos lábios, sem saburra lingual – 1 comprimido a cada hora.

Alopecias

Natrium chloratum D6 + Silicea D6 + kalium phosphoricum D6

1 comprimido 4 vezes ao dia a longo prazo.

Ferrum phosphoricum D6

1 comprimido 3 vezes ao dia.

Ambliopia

Kalium phosphoricum D6 Na debilidade nervosa geral – 1 comprimido 3 vezes ao dia.

Silicea D6 Em ambliopias que aparecem ao mínimo esforço – 1 a 2 comprimidos 3 vezes ao dia a longo prazo.

Natrium chloratum D6 Em lacrimejamento e dor ocular que aparece durante a leitura – 1 comprimido 6 vezes ao dia.

Amigdalites (recomenda-se efectuar um estudo diagnóstico em profundidade)

Natrium phosphoricum D6 + Ferrum phosphoricum D6 Em casos agudos e crónicos – 1 comprimido a cada ¼ de hora.

Magnesium phosphoricum D6 Nas amigdalites crónicas – 1 comprimido diluído em água quente 4 vezes ao dia a longo prazo.

Silicea D12 Em amigdalites purulentas – 1 comprimido a cada 2 horas.

Calcium fluoratum D6 Em amígdalas endurecidas – 1 comprimido 3 vezes ao dia a longo prazo.

Ferrum phosphoricum D12 Amígdalas inchadas, duras e doridas – 1 comprimido 6 vezes ao dia.

18

Kalium chloratum D6 Amígdalas com placas brancas viscosas – 1 comprimido 6 vezes ao dia.

Anemia

Ferrum phosphoricum D12 + Calcium phosphoricum D6 2 comprimidos 3 vezes ao dia.

Anorexia

Kalium phosphoricum D6 Em transtornos psíquicos nervosos – 1 comprimido a cada 3 horas.

Calcium phosphoricum D6 + Natrium chloratum D6 Em casos de debilidade geral, anemia, produção deficitária de sucos gástricos, náusea, vómitos – 1 comprimido 3 vezes ao dia, respectivamente.

Natrium phosphoricum D6 Em hiperacidez, pirose, gastralgia pós-prandial.

Kalium chloratum D6 Em casos de afecções hepáticas, língua branco-escuro, bulimia – 1 comprimido 3 vezes ao dia.

Arteriosclerose (Calcificação das artérias)

Calcium fluoratum D6 É o agente mais importante, devendo-se fazer tratamento a longo prazo – 1 comprimido 3 vezes ao dia.

Silicea D12 Impede a progressão da arteriosclerose – 1 comprimido 3 vezes ao dia com tratamento a longo prazo.

Magnesium phosphoricum D6 Na aparição de moléstias cardíacas espasmódicas – 1 comprimido 5 vezes ao dia.

Kalium phosphoricum D6 Em estados de ansiedade, opressão cardíaca, fases depressivas – 1 comprimido ao dia.

19

Artropatias (Doenças das articulações)

Silicea D12 Remédio básico para a formação da cartilagem articular – 5 comprimidos por dia.

Ferrum phosphoricum D12 Em dores em geral que pioram com o movimento - 5 comprimidos por dia e ao fim de 7 dias acrescentar Kalium chloratum D6 5 comprimidos por dia.

Kalium phsophoricum D6 Em caso de dores paralisantes que aparecem sobretudo ao levantar-se depois de estar algum tempo sentado, que melhoram com exercício ligeiro mas pioram com esforço físico.

Calcium phosphoricum D6 Em casos de dores com sensação de calor ou frio que piora de noite.

Magnesium phosphoricum D6 Em casos de dor que afecta subitamente a articulação e que mudam depois de lugar (acima ou ao lado da articulação).

Kalium sulfuricum D6 Em casos de dores que pioram com calor e de noite, mas aliviam com o frio.

Natrium phosphoricum D6 + Silicea D12 Em casos de gota com dores provocadas por depósitos de ácido úrico no dedo grande do pé (articulação vermelha, inchada, dorida) – 2 comprimidos de cada, alternadamente.

Kalium chloratum D6 Em casos de sinovite da articulação da rótula (bursite prerotular), com dores de tensão ao fazer flexão, dores de pressão e edema da rótula.

Natrium sulfuricum D6 Em casos de doenças reumáticas que pioram sempre com tempo húmido.

Asma Brônquica

Kalium phosphoricum D6 No ataque, em pacientes com nervosismo como sinal dominante – 1 comprimido a cada 5 minutos. Após melhora 1 comprimido a cada 2 horas.

20

Magnesium phosphoricum D6 No ataque, frequentemente em relação com dor abdominal espasmódica – 1 comprimido a cada 5 minutos.

Kalium phosphoricum D6 No estádio entre ataques – 1 comprimido a cada 2 horas.

Kalium chloratum D6 Em casos com secreção branca muito viscosa e sensação de opressão cardiopulmonar, durante o ataque – 1 comprimido a cada 15 minutos para depois passar a kalium phosphoricum D6 + magnesium phosphoricum

D6.

Natrium sulfuricum D6 Em tempos húmidos – 1 comprimido a cada hora.

Calcium fluoratum D6 Em casos de dispneia intensa e enfisema, expectoração difícil de pequenos agregados de muco amarelo. Também em combinação com silicea D6 para o fortalecimento do tecido pulmonar atómico – 1 comprimido a cada 3 horas.

Kalium sulfuricum D6 Em ataques vespertinos e nocturnos bem como depois das refeições – 1 comprimido a cada 5 minutos, passando depois a kalium phosphoricum D6 e magnesium phosphoricum D6 – 1 comprimido a cada 2 horas.

Atonia Intestinal (Ver em “obstipação”)

Aumento do Sistema Imunitário

Ferrum phosphoricum D12 2 comprimidos 3 vezes ao dia (crianças: 1 comprimido), durante 4 semanas; depois tomar mais 4 semanas magnesium phosphoricum D6 2 comprimidos 3 vezes ao dia (crianças: 1 comprimido); depois continuar com kalium sulfuricum D6 2 comprimidos 3 vezes ao dia (crianças: 1 comprimido).

Blefarites

Ferrum phosphoricum D12 Em inflamações e eritemas extensos – 1 comprimido 5 vezes ao dia.

21

Natrium phosphoricum D6 Em aderência das pálpebras – 1 comprimido 5 vezes ao dia. Em caso de necessidade, alternar com o preparado seguinte.

Silicea D12 Em crostas purulentas nas pálpebras – 1 comprimido 3 vezes ao dia.

Bócio

Magnesium phosphoricum D6

1 comprimido dissolvido em água quente 5 vezes ao dia.

Calcium fluoratum D6 Em bócios nodulares, duros – 1 comprimido 3 vezes ao dia a longo prazo, junto com o tratamento com pomada.

Bronquite

Ferrum phosphoricum D12 Anti-inflamatório principal – 1 comprimido a cada ½ hora.

Kalium chloratum D6 Depois do agente precedente se aparece sudação – 1 comprimido a cada hora.

Magnesium phosphoricum D6

Em tosse espasmódica intensa – 1 comprimido dissolvido em água quente a cada

5 minutos.

Cãibra dos Escritores (Ver em “espasmos”)

Cãibra dos Gémeos (Ver em “espasmos”)

Cálculos Biliares (Ver também Colecistite)

Natrium sulfuricum D6 No estádio entre ataques.

Natrium phosphoricum D6 Durante 3 a 4 dias com intervalos de 3 semanas – 1 comprimido 3 vezes ao dia.

Magnesium phosphoricum D6 Em cólicas biliares e espasmos – 1 comprimido dissolvido em água quente a cada 5-10 minutos.

22

Ferrum phosphoricum D12 A seguir ao desaparecimento da dor, para prevenir o desenvolvimento de uma colecistite – 1 comprimido a cada ½ hora.

Calosidades

Calcium fluoratum D6 + Silicea D6 1 comprimido a cada 2 horas.

Cataratas (Recomenda-se efectuar um diagnóstico em profundidade)

Kalium phosphoricum D6 Como complemento ao resto das medidas terapêuticas, sempre em função das características individuais de cada caso.

Catarro Faríngeo (Ver em “faringite”)

Catarro Gástrico (Ver em “gastrite”)

Catarro Vesical (Cistite) (Recomenda-se efectuar um estudo diagnóstico em profundidade)

Ferrum phosphoricum D12 No primeiro estádio inflamatório, com dor, febre e micção urgente – 1 comprimido a cada ¼ de hora.

Kalium chloratum D6 + Silicea D12 No segundo estádio inflamatório, geralmente crónico; a urina é escura, turva e contêm muco espesso de cor clara – 1 comprimido a cada 2 horas.

Magnesium phosphoricum D6 Em retenção de urina e espasmos da musculatura vesical – 1 comprimido diluído em água quente a cada ¼ de hora.

Cefaleias

As cefaleias e cefalalgias podem ser um sintoma das mais diversas enfermidades básicas ou adjacentes, mas também podem aparecer de forma isolada. O termo migânea utiliza-se para definir uma cefaleia hemicranial muito intensa que se apresenta em forma de crises, frequentemente acompanhada de vómitos, e que se acentua com os efeitos da luz e do ruído.

23

Ferrum phosphoricum D12

Em dores opressivas com congestionamento da cabeça, vertigem, frequentemente acompanhada de vómitos e transtornos visuais – 1 comprimido

a cada ¼ de hora.

Kalium phosphoricum D6

Em cefaleias de etiologia nervosa com irritabilidade, insónia e que aparecem como consequência de uma situação de stress e aborrecimento– 1 comprimido

a cada ¼ de hora.

Natrium chloratum D6 Depois de enfermidades consecutivas e transtornos do sono, cefaleias desde de manhã até à noite, e também em raparigas na adolescência – 1 comprimido a cada ½ hora.

Magnesium phosphoricum D6 Em cefaleias criticas, espasmódicas, tenebrantes (dor que produz a sensação de uma broca a penetrar nos tecidos), sobre toda a região occipital, com um clarão diante dos olhos – 1 comprimido dissolvido em água quente a cada ¼ de hora.

Silicea D12 Especialmente indicado depois de um sobre esforço intelectual ou na “cefaleia escolar”, em pessoas hipersensíveis e debilitadas – 1 comprimido a cada hora.

Natrium sulfuricum D6 Em cefaleias acompanhadas de transtornos digestivos e cefaleias que pioram com

o movimento e a exposição à luz – 1 comprimido a cada hora.

Natrium phosphoricum D6 Após um consumo excessivo de álcool com náuseas e arrotos ácidos – 1 comprimido a cada ½ hora.

Ciática

Kalium phosphoricum D6 Em casos agudos – 1 comprimido a cada ¼ de hora até ao final da dor.

Magnesium phosphoricum D6 Em dores do tipo espasmódico que melhoram com o calor – 1 comprimido dissolvido em água quente a cada ¼ de hora.

24

Calcium phosphoricum D6 Em dores nocturnas, parastésicas em toda a região da coxa – 1 comprimido 3 vezes ao dia.

Silicea D6 Em casos crónicos – 1 comprimido 3 vezes ao dia.

Colecistite

Natrium sulfuricum D6 + Ferrum phosphoricum D6 1 comprimido a cada ½ hora.

Kalium phosphoricum D6 Em quadros com febre crescente – 1 comprimido a cada hora.

Kalium chloratum D6 Depois da fase aguda – 1 comprimido a cada hora.

Cólicas

Magnesium phosphoricum D6 Para o tratamento sintomático em geral – 1 comprimido dissolvido em água quente a cada ¼ de hora.

Comedões (Ver em “acne”)

Conjuntivite

Ferrum phosphoricum D12 Anti-inflamatório principal na secreção purulenta de muco branco – 1 comprimido a cada ¼ de hora.

Kalium chloratum D6 Em caso de lacrimejamento muito intenso e secreções de muco fluido, claro, abundante, assim como em casos de fotosensibilidade – 1 comprimido a cada ¼ de hora.

Natrium chloratum D6 1 comprimido a cada ¼ de hora.

Natrium sulfuricum D6 Em crianças com pus amarelo-esverdeado e vesículas na conjuntiva – 1 comprimido 3 vezes ao dia.

25

Silicea D12 Na supuração amarela viscosa persistente – 1 comprimido 3 vezes ao dia.

Comoção Cerebral

Ferrum phosphoricum D12 + Kalium phosphoricum D6 Como tratamento de apoio e como tratamento de manutenção em quadros febris, sobretudo em casos de perda de sensibilidade – 1 comprimido a cada ½ hora.

Natrium sulfuricum D6 Em perdas permanente da capacidade intelectual – 1 comprimido a cada hora.

Magnesium phosphoricum D6 Em transtornos visuais permanentes – 1 comprimido a cada hora.

Contusões (Ver em “traumatismos”)

Constipação Comum

Ferrum phosphoricum D12 Antes dos primeiros sintomas de constipação – 1 comprimido a cada ¼ de hora.

Natrium chloratum D6 Em constipações com secreção nasal serosa irritativa – 1 comprimido a cada ½ hora.

Magnesium phosphoricum D6 Em constipações com crises de espirros frequentes – 1 comprimido dissolvido em água quente a cada ¼ de hora.

Kalium sulfuricum D6 Em casos de obstrução nasal – 1 comprimido a cada hora.

Silicea D12 Em constipações crónicas, corizas secas com nariz irritado – 1 comprimido 6 vezes ao dia.

Crosta Láctea

Natrium phosphoricum D6 1 comprimido 5 vezes ao dia.

26

Dentição Infantil

Calcium phosphoricum D6 + Calcium fluoratum D6 Para activar a erupção dental – 1 comprimido 3 vezes ao dia.

Ferrum phosphoricum D12 Em moléstias febris da dentição – 1 comprimido 6 vezes ao dia.

Magnesium phosphoricum D6 Em inflamações dolorosas – 1 comprimido dissolvido em água quente a cada hora.

Calcium fluoratum D6 Reforça o esmalte e protege as cáries, ainda que haja predisposição hereditárias

– 1 a 2 comprimidos por dia.

Desmame Medicamentoso

Natrium sulfuricum D6 1 comprimido 6 vezes ao dia.

Depressão, Melancolia, Tristeza

Kalium phosphoricum D6 Em caso de depressão após esgotamento; caso em 2 semanas este sal não tiver resultados substituir por kalium sulfuricum D6 – 1 comprimido 6 vezes ao dia.

Natrium chloratum D6 Em casos de depressão com tendência ao choro – 1 comprimido 6 vezes ao dia.

Natrium sulfuricum D6

Em casos de depressão ou melancolia que aparecem depois de lesões da cabeça

e coluna – 1 comprimido 6 vezes ao dia.

Diarreia

Ferrum phosphoricum D12 + Kalium chloratum D6 Em fezes claras, mucosanguinolentas e pastosas – 1 comprimido a cada ¼ de hora.

27

Kalium phosphoricum D6 Em tenesmo sem deposição com dor tipo cólica, sensação de ardor intestinal, diarreia de odor fétido – 1 comprimido a cada ½ hora.

Magnesium phosphoricum D6 Em deposições liquidas com dor abdominal tipo cólica que melhora aplicando calor e adoptando uma postura de flexão – 1 comprimido a cada ¼ de hora.

Natrium chloratum D6 Em diarreia muco-serosa incontinente que provoca irritação na região anal, alternando eventualmente com obstipação – 1 comprimido a cada ¼ de hora.

Natrium phosphoricum D6 Em deposições de odor agre, sobretudo em crianças pequenos com saburra lingual amarelada – 1 comprimido a cada ½ hora.

Natrium sulfuricum D6 Em diarreia crónica que obriga a levantar-se de madrugada e que piora com tempo húmido – 1 comprimido a cada ½ hora.

Silicea D12 Em formas purulentas – 1 comprimido 3 vezes ao dia.

Dismenorreia

Magnesium phosphoricum D6 Alguns dias antes e durante a menstruação – 1 comprimido 6 vezes ao dia.

Kalium phosphoricum D6 +Magnesium phosphoricum D6 Em mulheres pálidas, chorosas e excitadas – 1 comprimido 6 vezes ao dia.

Dispepsia (Sensação de plenitude, flatos, meteorismo)

Natrium phosphoricum D6 Em caso de sensação de plenitude depois de comidas pesadas, gordurosas e tomadas tarde à noite – 1 comprimido 5 vezes ao dia.

Doenças das Gengivas (Gengivopatias, gengivite, paradontopatia)

Calcium phosphoricum D6 Em casos de gengivas pálidas e sensíveis – 1 comprimido 6 vezes ao dia.

Kalium phosphoricum D6

28

Em casos de gengivas com rebordo vermelho e hemorragias – 1 comprimido 6 vezes ao dia.

Calcium fluoratum D6 Para reforçar as gengivas em caso de paradontopatia – 1 comprimido 6 vezes ao dia.

Eczemas (Erupções Cutâneas)

Calcium phosphoricum D6 + Natrium chloratum D6 Em erupções cutâneas secas – 1 comprimido a cada 2 horas.

Kalium chloratum D6 Em erupções cutâneas exsudativas – 1 comprimido 3 vezes ao dia.

Calcium fluoratum D6 Em gretas, fissuras, formação de crostas, pele seca – 1 comprimido 3 vezes ao dia.

Natrium chloratum D6 Pomada Em eczemas seborreicos em zonas sebosas (cara, peito, tronco, região genital).

Edemas das Pernas

Natrium sulfuricum D6 1 comprimido 5 vezes ao dia.

Enjoos

Natrium chloratum D6 Como medida de prevenção: 1 comprimido a cada 2 horas. Durante a viagem: 1 comprimido a cada ½ hora. Em casos agudos: 1 comprimido a cada 5 minutos.

Natrium phosphoricum D6 Dada a variedade de reacções individuais dos afectados, este pode também ser um preparado de selecção:

Como medida de prevenção: 1 comprimido a cada 2 horas. Durante a viagem: 1 comprimido a cada ½ hora. Em casos agudos: 1 comprimido a cada 5 minutos.

29

Enurese Nocturna

Natrium sulfuricum D6 + Kalium phosphoricum D6 Em casos de debilidade nervosa ou paralisia da musculatura vesical – 1 comprimido 5 vezes ao dia.

Calcium phosphoricum D6 Em idosos (prostáticos) – 1 comprimido 3 vezes ao dia.

Calcium fluoratum D6 Em ambos os casos – 1 comprimido 3 vezes ao dia.

Natrium sulfuricum D6 De uma maneira geral para a micção involuntária.

Ferrum phosphoricum D12 Em caso de transtorno orgânico do esfíncter da bexiga.

Epilepsia

Kalium chloratum D6 Como tratamento de apoio da epilepsia – 1 comprimido 5 vezes ao dia.

Magnesium phosphoricum D6 Em quadros com tendência convulsiva muito acentuada – 1 comprimido 5 vezes ao dia.

Ferrum phosphoricum D12 Em casos de ataques eminentes – 1 comprimido a cada 5 minutos.

Calcium phosphoricum D6 Como medida de apoio em casos de grande prostração – 1 comprimido 5 vezes ao dia.

Epistaxis (Se for persistente, recomenda-se efectuar um estudo diagnóstico em profundidade)

Kalium phosphoricum D6 Em crianças, idosos e pessoas debilitadas – 1 comprimido 6 vezes ao dia.

Kalium chloratum D6

30

Em hemorragias de sangue espesso, viscoso e de cor escura – 1 comprimido 6 vezes ao dia.

Natrium chloratum D6 Em caso de falta de coagulação (hipo-coagulação) – 1 comprimido 6 vezes ao dia.

Eructação / Arrotos

Natrium phosphoricum D6

Em arrotos ácidos, sobretudo após a ingestão de alimentos ricos em gorduras –

1 comprimido 4 vezes ao dia.

Natrium sulfuricum D6 Em arrotos amargos – 1 comprimido 4 vezes ao dia.

Magnesium phosphoricum D6 Em arrotos que não proporcionam alivio acompanhados de dor abdominal intensa – 1 comprimido 4 vezes ao dia.

Calcium phosphoricum D6 Em arrotos ácidos e sensação de ardor no esófago – 1 comprimido 4 vezes ao dia.

Erupção Vesicular (Boca e Lábios)

Natrium chloratum D6

1 comprimido 5 vezes ao dia.

Erupções Cutâneas (Ver em “eczemas”)

Entorses, Distensões (Ver em “traumatismos”)

Espasmos

Magnesium phosphoricum D6 Em todas as manifestações espasmódicas – 1 comprimido dissolvido em água quente a cada 5 minutos.

Silicea D12 Em espasmos nocturnos, após um susto ou em estados de grande excitação, sobretudo em cãibras dos gémeos e plantas dos pés – 1 comprimido 5 vezes ao dia.

31

Calcium phosphoricum D6 Principalmente na dentição, mas também em pessoas anémicas debilitadas com sensação de frio e entumecimento; também alternando com magnesium phosphoricum D6 – 1 comprimido 5 vezes ao dia.

Espasmos Faciais (Tiques)

Natrium phosphoricum D6

1 comprimido a cada hora.

Estados de Esgotamento

Kalium phosphoricum D6

1 comprimido a cada hora.

Magnesium phosphoricum D6 Em casos de inquietude interna, cansaço, depressões – 1 comprimido 6 vezes ao dia.

Estados de Ansiedade

Kalium phosphoricum D6

1 comprimido 6 vezes ao dia.

Estados Depressivos

Kalium phosphoricum D6 Em perda de memória, abatimento, angustia, choro. Esgotamento psíquico geral – 1 comprimido a cada hora.

Estomatite Ulcerosa (Ver em “aftas”)

Escoriações em Crianças Pequenas (para uso interno)

Natrium chloratum D6 / Natrium phosphoricum D6

1 comprimido a cada 2 horas.

Faringite

Ferrum phosphoricum D12 Antes dos primeiros sintomas – 1 comprimido a cada 5 minutos.

Calcium phosphoricum D6

1 comprimido a cada hora.

32

Kalium phosphoricum D6 Em casos de afectação intensa das amígdalas – 1 comprimido a cada 5 minutos.

Kalium phophoricum D6 + Calcium phosphoricum D6

1 comprimido a cada hora.

Febre (Recomenda-se efectuar um estudo diagnóstico em profundidade)

Ferrum phosphoricum D12 Em febre inicial – 1 comprimido a cada ¼ de hora adicionalmente.

Kalium phosphoricum D6

1 comprimido 5 vezes ao dia.

Febre dos Fenos

Natrium chloratum D6 + Ferrum phosphoricum D12

1 comprimido a cada ¼ de hora.

Para a prevenção (profilaxia) ambos preparados simultaneamente – 1

comprimido 3 vezes ao dia.

Magnesium phosphoricum D6 Como tratamento intermédio em crises de espirros e estados asmáticos – 1 comprimido dissolvido em água quente a cada ¼ de hora.

Feridas (Ver em “queimaduras” e “traumatismos”)

Fissuras Anais

Calcium fluoratum D6 + Silicea D12

1 comprimido 3 vezes ao dia, respectivamente.

Frieiras

Kalium phosphoricum D6 + Natrium muriaticum D6

1 comprimido a cada ½ hora

Silicea D12 Para a prevenção de uma supuração – 1 comprimido a cada 2 horas.

33

Flatulência

Natrium sulfuricum D6 + Calcium fluoratum D6 1 comprimido 5 vezes ao dia.

Magnesium phosphoricum D6 Em cólicas flatulentas – 1 comprimido dissolvido em água quente, beber 1 golo a cada 5 minutos.

Fotofobia

Natrium chloratum D6 De modo geral para fotosensibilidade inofensiva sem outros sintomas – 1 comprimido 5 vezes ao dia.

Kalium phsophoricum D6 Depois de um esforço excessivo dos olhos – 1 comprimido 5 vezes ao dia.

Fungos das Unhas (Onicomicoses)

Calcium fluoratum D6 Pomada Aplicar 2 a 4 vezes ao dia.

Furúnculos

Ferrum phosphoricum D12 1 comprimido a cada ¼ de hora.

Silicea D12 Acelera a supuração, o estádio do furúnculo e a regeneração tecidular – 1 comprimido a cada ½ hora.

Calcium phosphoricum D6 Em processos de cicatrização lentos, e também após a abertura do ponto de pus – 1 comprimido 3 vezes ao dia.

Calcium fluoratum D6 Quando o foco de inflamação não diminui, em feridas com bordos duros – 1 comprimido 3 vezes ao dia.

Kalium phosphoricum D6 Em pus fétido e em múltiplos furúnculos – 1 comprimido a cada ¼ de hora.

34

Gastrite

Ferrum phosphoricum D6 No estádio agudo com dor após comer, sobretudo quando se acompanha de febre – 1 comprimido a cada ¼ de hora.

Magnesium phosphoricum D6 Em dores espasmódicas que obrigam a adoptar uma postura de flexão, em gastrites associadas a náuseas e vómitos, também em diarreias – 1 comprimido dissolvido em água quente a cada 5 minutos.

Natrium phosphoricum D6 Em casos de hiperacidez, eructos ácidos, vómitos e pirose, aversão ás gorduras – 1 comprimido a cada hora.

Kalium sulfuricum D6 Em gastrites crónicas com dor e sensação de peso na região hepática – 1 comprimido 5 vezes ao dia.

Calcium phosphoricum D6 Como agente imediato, sobretudo nos quadros associados à dor depois de ingerir alimentos ou bebidas frias, inclusive em quantidades mínimas e em acumulação de gases no estômago – 1 comprimido 4 vezes ao dia.

Gota

Ferrum phosphoricum D12 + Kalium chloratum D6 Durante o ataque de gota com febre – 1 comprimido a cada ¼ de hora.

Natrium phosphoricum D6 Em ataques de gota sem febre – 1 comprimido a cada ¼ de hora.

Silicea D12 1 comprimido 3 vezes ao dia.

Calcium phosphoricum D6 Em casos crónicos, também em patologia bioclimática – 1 comprimido 3 vezes ao dia.

Sílicea D12 + Calcium fluoratum D6 Em tofos gotosos – 1 comprimido 3 vezes ao dia.

35

Hematomas

Ferrum phosphoricum D12 No estado inicial – 1 comprimido a cada ½ hora.

Kalium chloratum D6

1 comprimido a cada 2 horas.

Hemorróidas

Calcium fluoratum D6 + Silicea D12

1 comprimido 3 vezes ao dia.

Ferrum phosphoricum D12 Em nódulos hemorroidais inflamados – 1 comprimido a cada ½ hora.

Magenesium phosphoricum D6 Em hemorróidas dolorosas não inflamadas, em espasmos do esfíncter anal – 1 comprimido dissolvido em água quente a cada ¼ de hora.

Kalium phosphoricum D6 Em hemorróidas com prurido e ardor intensos – 1 comprimido 5 vezes ao dia.

Herpes (Exantema vesicular)

Kalium chloratum D6 Vesículas com conteúdo aquoso amarelado – 1 comprimido 5 vezes ao dia.

Natrium sulfuricum D6 Vesículas com conteúdo amarelo escuro – 1 comprimido 5 vezes ao dia.

Natrium phosphoricum D6 Vesículas com conteúdo purulento denso de cor amarela. Caso não haja melhoria tomar silicea D12 - 1 comprimido 5 vezes ao dia.

Calcium phosphoricum D6 Vesículas com conteúdo branco denso – 1 comprimido 5 vezes ao dia.

Natrium chloratum D6 Vesículas com conteúdo claro – 1 comprimido 5 vezes ao dia.

Hiperactividade

Kalium phosphoricum D6

36

5 comprimidos por dia.

Hipertensão

Calcium fluoratum D6 No aumento da pressão arterial de base arteriosclerótica – 1 comprimido 6 vezes ao dia.

Natrium phosphoricum D6 No aumento da pressão arterial.

Hipotensão

Ferrum phosphoricum D12 Na diminuição da pressão arterial – 2 comprimidos 6 vezes ao dia.

Incontinência Espontânea, ao Tossir, Espirrar, por Pressão

Natrium chloratum D6

1 comprimido a cada hora.

Infecção Gripal

Em geral, a infecção gripal caracteriza-se por um estado febril de curta duração que apresenta grande similitude com uma gripe propriamente dita – enfermidade infecciosa febril aguda (influenza). Os preparados recomendados no tratamento da infecção gripal devem ser considerados unicamente como medidas terapêuticas de apoio no tratamento da gripe genuína.

Ferrum phosphoricum D12 Para o primeiro estádio – 1 comprimido a cada 10 minutos.

Kalium phosphoricum D6 Para o tratamento de manutenção – 1 comprimido a cada ½ hora.

Kalium chloratum D6 Depois de ter superado o ponto culminante do ponto infeccioso – 1 comprimido a cada 2 horas.

Inflamação da Mucosa Bucal (Recomenda-se efectuar um estudo diagnóstico em profundidade)

Ferrum phosphoricum D12

1 comprimido a cada ¼ de hora; adicionalmente gargarejos bocais cada ½ hora com uma solução de 3 comprimidos do preparado dissolvido em água tépida.

37

Kalium phosphoricum D6 Em casos de halitose bucal – 2 comprimidos a cada ¼ de hora e gargarejos bocais a cada ½ hora com uma solução de 3 comprimidos do preparado dissolvido em água tépida.

Inflamação da Língua

Ferrum phosphoricum D12 Em caso da língua inchada e de cor vermelha escura – 1 comprimido 6 vezes ao dia.

Calcium fluoratum D6 Em caso de revestimento duro na língua – 1 comprimido 6 vezes ao dia.

Kalium chloratum D6 Em caso de inflamação com revestimento branco viscoso – 1 comprimido 6 vezes ao dia.

Insónias

Kalium phosphoricum D6 Na insónia de causa nervosa – 1 comprimido 6 vezes ao dia.

Magnesium phosphoricum D6 Em pacientes de grande excitabilidade, palpitações – 1 comprimido dissolvido em água quente a cada ¼ de hora.

Silicea D12 Quando uma corrente de pensamento intensos impede de conciliar o sono – 1 comprimido 3 vezes ao dia.

Ferrum phosphoricum D12 Na congestão cranial, cefaleias, também no climatério – 1 comprimido a cada hora.

Lábios Secos e Gretados

Calcium fluoratum D6 Pomada Em casos de lábios secos e endurecidos; aplicar a pomada entre 3 a 10 dias; se continuar a haver endurecimento, prolongar o tempo.

Natrium chloratum D6 Pomada

38

Para tratamento posterior: aplicar durante 2 a 3 semanas e parar. De seguida tomar 1 comprimido 5 vezes ao dia de natrium chloratum D6.

Laringite

Kalium sulfuricum D6

1 comprimido a cada ½ hora.

Ferrum phosphoricum D12 Em esforços das cordas vocais e em dores de garganta – 1 comprimido a cada hora.

Kalium phosphoricum D6 Em esgotamento nervoso e paralisia das cordas vocais – 1 comprimido a cada hora.

Lesões do Disco Intervertebral

Calcium fluoratum D6 + Silicea D12 Em ambos os casos 1 comprimido 3 vezes ao dia a longo prazo.

Lumbago

Ferrum phosphoricum D12 Como preparado de selecção perante os primeiros sintomas – 1 comprimido a cada ¼ de hora.

Magnesium phosphoricum D6

Em lumbagos com dor intensa – 1 comprimido dissolvido em água quente a cada

5 minutos.

Kalium phosphoricum D6 Lumbagos em idosos – 1 comprimido a cada ½ hora.

Lombalgias na Mulher

Magnesium phosphoricum D6 junto ao tratamento especifico + Kalium phosphoricum D6

1 comprimido dissolvido em água quente a cada ½ hora.

Manifestações Parestésicas (Recomenda-se efectuar um estudo diagnóstico em profundidade)

Kalium phosphoricum D6

1 comprimido 5 vezes ao dia.

39

Magnesium phosphoricum D6

1 comprimido dissolvido em água quente 5 vezes ao dia.

Mastites em Mães Lactentes

Ferrum phosphoricum D12 + Natrium phosphoricum D6

Ferrum – nos primeiros sintomas de inflamação e tumefacção para prevenção da supuração.

1 comprimido a cada ¼ de hora.

Silicea D12 Antes dos primeiros sintomas de supuração – 1 comprimido 5 vezes ao dia.

Kalium phosphoricum D6 Em febre – 1 comprimido a cada hora.

Calcium fluoratum D6 Para abrandar as bordas duras do foco de pus – 1 comprimido 5 vezes ao dia.

Migrânea (Ver em “cefaleias”)

Miopatias (Doenças musculares)

Magnesium phosphoricum D6 + Ferrum phosphoricum D12 Em casos de dores tipo agulha depois de um grande esforço –

1 comprimido de cada sal, alternado, 6 vezes ao dia.

Magnesium phosphoricum D6 Em caso de tensão e espasmos musculares (cãibras) – 1 comprimido 6 vezes ao dia.

Kalium phosphoricum D6 Em casos de espasmos depois de um esforço excessivo – 1 comprimido 6 vezes ao dia.

Calcium phosphoricum D6 Em casos em que os espasmos musculares não reagem ao magnésio – 1 comprimido 6 vezes ao dia.

Miosclerose

Calcium fluoratum D6

40

1 comprimido 3 vezes ao dia.

Nervosismo, Esgotamento Nervoso (Recomenda-se efectuar um estudo diagnóstico em profundidade)

Kalium phosphoricum D6 + Calcium phosphoricum D6 Kalium – para o tratamento sintomático.

1 comprimido 5 vezes ao dia.

Magnesium phosphoricum D6 Em neuralgias de natureza espasmódica – 1 comprimido dissolvido em água quente a cada ¼ de hora.

Silicea D12 Em estados de grande debilidade geral, hipersensibilidade e estados de angústia –

1 comprimido 3 vezes ao dia.

Nevralgia Facial

Magnesium phosphoricum D6

1 comprimido 6 vezes ao dia.

Obesidade, Fórmula

Kalium phosphoricum D6 - Antes do pequeno-almoço, 3 comprimidos. Natrium phosphoricum D6 – Antes do almoço, 3 comprimidos. Natrium sulfuricum D6 – Antes do jantar, 3 comprimidos.

Obstipação

Calcium fluoratum D6 Em casos de lesão intestinal e em hemorróidas – 1 comprimido a cada hora.

Ferrum phosphoricum D12 Em casos da função intestinal estar reduzida com sensação de calor no recto, em lombalgias e na congestão na cabeça – 1 comprimido a cada hora.

Calcium phosphoricum D6 Na debilidade generalizada de idosos – 1 comprimido a cada hora.

Kalium sulfuricum D6 Em sensação de plenitude intensa – 1 comprimido a cada hora.

Silicea D12

41

Em tenesmo sem deposição – 1 comprimido a cada hora.

Odontalgias

Ferrum phosphoricum D12 Quando não existem indicações odontológicas, por exemplo, odontalgias depois de uma constipação – 1 comprimido a cada ¼ de hora.

Olhos de Galo (Inchados)

Calcium fluoratum D6 + Silicea D12 1 comprimido a cada 2 horas.

Osteopatia (Doenças dos ossos)

Silicea D12 Periostite (inflamação do periósteo anterior e médio da tíbia) – 1 comprimido 5 vezes ao dia.

Calcium phosphoricum D6 Dores de crescimento nas crianças – 1 comprimido 3 vezes ao dia.

Otalgias (Dores de ouvidos)

Ferrum phosphoricum D12 Em caso de dor, endurecimento do ouvido e redução da capacidade auditiva – 1 comprimido de hora a hora até melhoria dos sintomas.

Silicea D12 Quando o conducto externo auditivo está inflamado – 1 comprimido de hora a hora até melhoria dos sintomas.

Kalium sulfuricum D6 Quando o conducto auditivo secreta liquido amarelado – 1 comprimido de hora a hora até melhoria dos sintomas.

Kalium chloratum D6 Em caso de sensação de pressão no ouvido interno – 1 comprimido de hora a hora até melhoria dos sintomas.

Panarício (Inflamação flegmonosa situada perto das unhas)

Ferrum phosphoricum D12 No estado inicial da inflamação – 1 comprimido a cada ¼ de hora.

42

Silicea D12 Em caso de formação de pus – 1 comprimido 5 vezes ao dia.

Calcium fluoratum D6 Com fins curativos – 1 comprimido 3 vezes ao dia.

Perda de Memória

Kalium phosphoricum D6 1 comprimido a cada hora.

Calcium fluoratum D6 Em falhas de memória de etiologia arteriosclerótica – 1 comprimido 3 vezes ao dia.

Cabe a possibilidade de combinar ou alternar ambos os preparados.

Picadas de Insectos

Natrium chloratum D6 Dissolver 5 a 10 comprimidos em água morna e aplicar sobre a região afectada.

Pirose (Azia)

Natrium phosphoricum D6 2 comprimidos em caso de necessidade.

Magnesium phosphoricum D6 Em sintomas de tipo espasmódico – 1 comprimido dissolvido em água quente a cada hora.

Problemas das Lactantes

Calcium phosphoricum D6 Em casos de produção escassa de leite – 1 comprimido 5 vezes ao dia.

Natrium sulfuricum D6 Em caso de produção excessiva de leite – 1 comprimido 5 vezes ao dia.

Prurido

Magnesium phosphoricum D6 Sempre que este sintoma não se deva a outra enfermidade definida (icterícia, diabetes mellitus, etc.) – 1 comprimido a cada hora.

43

Calcium phosphoricum D6 Em casos de prurido senil – 1 comprimido 3 vezes ao dia.

Calcium fluoratum D6 Em pele seca e áspera – 1 comprimido 3 vezes ao dia.

Prurido Anal

Calcium fluoratum D6 + Ferrum phosphoricum D12 1 comprimido a cada 2 horas, respectivamente.

Psoríase

Magnesium phosphoricum D6 Antes do pequeno-almoço, 2 comprimidos.

Calcium phosphoricum D6 Antes do almoço, 2 comprimidos.

Kalium sulfuricum D6 Antes do jantar, 2 comprimidos.

Queimaduras (Recomenda-se efectuar um estudo diagnóstico em profundidade)

Ferrum phosphoricum D12 Para uso interno de queimaduras de 1º grau – 1 comprimido a cada ¼ de hora.

Natrium chloratum D6 + Ferrum phosphoricum D12 Em casos de formação de bolhas – 1 comprimido a cada ½ hora.

Silicea D12 Em feridas por queimaduras supuradas – 1 comprimido a cada 2 horas.

Reumatismo

Reumatismo Articular

Ferrum phosphoricum D12 Nas fases inicias, sobretudo em estados febris – 1 comprimido a cada ¼ de hora.

Kalium sulfuricum D6 Em dores migratórias que pioram pela noite – 1 comprimido a cada ½ hora.

44

Magnesium phosphoricum D6 Como tratamento intermédio quando a dor é particularmente intensa – 1 comprimido dissolvido em água quente a cada 10 minutos.

Calcium phosphoricum D6 Em reumatismo articular crónico e como tratamento de manutenção – 1 comprimido 5 vezes ao dia a longo prazo.

Reumatismo Muscular

Ferrum phosphoricum D12 + Kalium chloratum D6 Em dores musculares ao movimentar-se – 1 comprimido a cada ½ hora.

Magnesium phosphoricum D6 Em dores musculares migratórias, com sensação de uma broca a penetrar os tecidos – 1 comprimido dissolvido em água quente a cada ¼ de hora.

Calcium phosphoricum D6 Em dores musculares associadas a sensação de entumecimento, frio, um “formigueiro” que se acentua pela noite e em repouso – 1 comprimido 5 vezes ao dia.

Rouquidão

Kalium chloratum D6 + Kalium sulfuricum D6 Kalium chloratum em rouquidões associadas a laringites. 1 comprimido a cada ½ hora.

Ferrum phosphoricum D12 Em esforço das cordas vocais e em dores de garganta – 1 comprimido a cada hora.

Kalium phosphoricum D6 Em esgotamento nervoso e paralisia das cordas vocais – 1 comprimido a cada hora.

Sensação de Bolo Faríngeo (Nó na garganta)

Magnesium phosphoricum D6 1 comprimido dissolvido em água quente a cada ¼ de hora.

Sufocos da Menopausa (Ver também “transtornos do climatério”)

Ferrum phosphoricum D12

45

1 comprimido 5 vezes ao dia a longo prazo.

Surdez

Silicea D12 + Calcium fluoratum D6

1 comprimido 6 vezes ao dia.

Supurações

Silicea D12

Em supurações de todo o tipo como apoio a outras medidas em casos agudos –

1 comprimido a cada 5 minutos.

Em casos crónicos – 1 comprimido 6 vezes ao dia.

Tosse

Ferrum phosphoricum D12 No estado inicial – 1 comprimido a cada ¼ de hora.

Magnesium phosphoricum D6 Na crise de tosse espasmódica nocturna sem expectoração – 1 comprimido dissolvido em água quente a cada 10 minutos.

Kalium chloratum D6 Em secreções filamentosos de difícil expectoração com sensação de opressão na região cardio-pulmonar – 1 comprimido a cada ½ hora.

Natrium sulfuricum D6 Em tosse com secreções verdes e viscosos – 1 comprimido a cada ½ hora.

Tosse Convulsa (Recomenda-se efectuar um estudo diagnóstico em profundidade)

Ferrum phosphoricum D12 Como medida de apoio do tratamento habitual nestes casos ou perante o aparecimento dos primeiros sintomas, inclusive perante a simples suspeita – 1 comprimido a cada ¼ de hora.

Magnesium phosphoricum D6

1 comprimido dissolvido em água quente a cada ¼ de hora.

Os seguintes preparados podem estar indicados de forma adicional em função da consistência da expectoração:

Kalium chloratum D6

46

Em secreções espessas de cor branca – 1 comprimido a cada hora.

Calcium phosphoricum D6 Em secreções de aspecto similar a clara de ovo, sobretudo em crianças debilitadas – 1 comprimido a cada hora.

Kalium sulfuricum D6 Em secreções viscosos amarelados – 1 comprimido a cada hora.

Kalium phosphoricum D6 Em geral, em todos os casos de grande prostração e sintomas nervosos – 1 comprimido a cada hora.

Transtornos do Climatério

Ferrum phosphoricumD12+Magnesium phosphoricumD6 1 comprimido 6 vezes ao dia (magnesium phosphoricum dissolvido em água quente).

Transtornos Menstruais

Magnesium phosphoricum D6 Em dores durante o período menstrual, lombalgias – 1 comprimido dissolvido em água quente a cada 5 minutos.

Magnesium phosphoricum D6 Como medida preventiva, 6 dias antes da menstruação – 1 comprimido dissolvido em água quente a cada hora.

Traumatismos (Contusões, entorses, distensões, lesões contusas e incisas, hematomas)

Ferrum phosphoricum D12 Para uso interno: em todos os traumatismos recentes, hematomas, etc. – 1 comprimido a cada ¼ de hora.

Kalium chloratum D6 Em tumefacções de partes moles – 1 comprimido a cada hora.

Calcium phosphoricum D6 Para estimular a formação de consolidação nas fracturas – 1 comprimido 3 vezes ao dia.

47

Calcium fluoratum D6

1 comprimido 3 vezes ao dia.

Treçolho

Silicea D12 + Calcium fluoratum D6

1 comprimido a cada 2 horas.

Natrium phosphoricum D6 Em crianças escrofulosas – 1 comprimido a cada 2 horas.

Úlceras das Pernas

Calcium fluoratum D6 + Natrium sulfuricum D6

1 comprimido a cada hora.

Silicea D12 Em úlceras supuradas das pernas – 1 comprimido 6 vezes ao dia.

Unhas Frágeis e Quebradiças

Silicea D12

1 comprimido 3 vezes ao dia durante 2 a 3 meses aproximadamente.

Urticária

Kalium phosphoricum D6 + Natrium chloratum D6 Numa primeira fase de tratamento 1 comprimido a cada 10 minutos, posteriormente, 1 comprimido 3 vezes ao dia.

Calcium fluoratum D6 + Silicea D12

1 comprimido 3 vezes ao dia a longo prazo.

Ferrum phosphoricum D12 Em hemorragias varicosas e flebites – 1 comprimido a cada 5 minutos.

Varizes

Calcium fluoratum D6 + Silicea D12

5 comprimidos por dia.

Verrugas

Kalium chloratum D6 + Natrium chloratum D6

1 comprimido 3 vezes ao dia.

48

Vertigo (Recomenda-se efectuar um estudo diagnóstico em profundidade)

Ferrum phosphoricum D12 Em vertigos com congestão cranial – 1 comprimido a cada 2 horas.

Calcium phosphoricum D6 Em idosos com isquemia cerebral – 1 comprimido a cada 2 horas.

Kalium phosphoricumD6 + Magnesium phosphoricum D6 Kalium phosphoricum – Em vertigos de causa nervosa e em estados de debilidade.

1 comprimido dissolvido em água quente 4 vezes ao dia.

Vómitos (Recomenda-se efectuar um estudo diagnóstico em profundidade)

Ferrum phosphoricum D12 Em vómitos ácidos, também em mulheres gestantes – 1 comprimido a cada ¼ de hora.

Natrium sulfuricum D6 Em vómitos biliosos – 1 comprimido a cada ¼ hora.

Natrium chloratum D6 Em vómitos mucoserosos – 1 comprimido a cada ¼ de hora.

Natrium phosphoricum D6 Em vómitos de liquido ácido (também em crianças) em enjoos – 1 comprimido a cada ¼ hora.

Magnesium phosphoricum D6 Em vómitos espasmódicos, também em enjoos – 1 comprimido a cada ¼ de hora.

Calcium phosphoricum D6 Em vómitos depois da ingestão de bebidas frias e gelados (crianças); principal agente antiemético na gravidez – 1 comprimido a cada ¼ de hora.

Vómitos da Gravidez

Calcium phosphoricum D6

1 comprimido 6 vezes ao dia.

49

Repertório Clínico

Agorafobia Primeiro remédio em casos graves. Tratamentos a longo prazo.

Kalium phosphoricum

Alopecia Localizada.

Amigdalites

Kalium phosphoricum

Generalizada, várias zonas.

Natrium chloratum

Generalizada, varias zonas, cabelo frágil

Silicea

e pontas abertas.

Garganta irritada, inchada e avermelhada.

Ferrum phosphoricum

Revestimento branco nas amígdalas.

Kalium chloratum

Sal alternativo em casos graves.

Natrium phosphoricum

Ansiedade

Inquietude, fobias.

Kalium sulfuricum

Ansiedade antes dos exames Insónia, agitação, falta de concentração, taquicardia, tremores antes dos exames.

Magnesium phosphoricum

Apatia Devido a enfermidade, sem nenhuma causa.

Kalium phosphoricum

Ardor no estômago Sintomas de refluxo ácido. Secura da garganta, quando o Natrium

Bronquite, tosse

Natrium phosphoricum Natrium chlor atum

phosphoricum não ajuda. Estimula a cura da membrana mucosa

Kalium sulfuricum

junto com uma língua amarela.

Se se vomita bílis.

Natrium sulfuricum

Se se vomitam mucosidades aquosas

Natrium chloratum

transparentes. Com a tosse, saem mucosidades brancas. Dor de cabeça intensa e repentina.

Kalium chloratum Magnesium phosphoricum

50

Em pessoas pálidas irritáveis. Dor repentina com sensação de debilidade. Dor agravada pelo calor e pela noite que

Kalium phosphoricu m Kalium phosphoricum Kalium sulfuricum

diminui ao ar livre. Com obstipação de ventre e língua com saburra.

Natrium chloratum

Cabelo frágil e partido Crescimento deficiente, pontas abertas.

Silicea

Cãibras Consultar os transtornos musculares.

Calos Dor ao caminhar, crostas brancas.

Kalium chloratum

Capa amarelada.

Natrium sulfuricum

Pele sensível. Inflamação e supuração

Silicea

nos extremos. Calos muito endurecidos.

Calcium fluoratum

Cáries dentárias Reforça o esmalte dos dentes propensos

Calcium fluoratum

a cáries. Protege contra as cáries.

Calcium fluoratum

Caspa Couro cabeludo seco e escamoso.

Dissolver numa taça entre 10 a 20 comprimidos de Natrium chloratum numa taça de água morna. Deixar arrefecer o liquido até alcançar a temperatura corporal e aplicá-lo no cabelo com uma massagem. Envolver a cabeça com uma toalha. No dia seguinte lavar o cabelo como habitual.

Caspa com muitas escamas.

Natrium sulfuricum

Zonas com caspa no couro cabeludo.

Kalium sulfuricum

Chagas na boca Aftas brancas e brancas acinzentadas.

Kalium chloratum

51

Aftas amarelas.

Natrium phosphoricum

Com diarreia.

Natrium phosphoricum

Borda da chaga vermelha e brilhante.

Kalium phosphoricum

Com fezes moles.

Kalium phosphoricum

Causado por alergias.

Natrium chloratum

Lábios secos.

Natrium chloratum

Diarreia Fezes moles.

Kalium phosphoricum

Cicatrizes, quelóides Para abrandar e alisar o tecido com cicatriz. Cicatrizes recentes.

Pomada de calcium fluoratum Pomada de calcium phosphoricum

Aquosas, viscosas. Aquosas, amareladas. Depois do pequeno-almoço. Brancas, viscosas. Com comida não digerida.

Natrium chloratum Natrium sulfuricum Kalium chloratum Kalium chloratum Ferrum phosphoricum

Cistite A partir do segundo dia.

Natrium phosphoricum

Com odor acre. Aquosas, acompanhadas de cãibras.

Natrium phosphoricum Magnesium phosphoricum

Cistite crónica.

Silicea

Dor de cabeça

Conjuntivite

Primeiro remédio para as dores de cabeça.

Magnesium phosphoricum

Vermelhidão sem secreção.

Ferrum phosphoricum

Vermelhidão do rosto, sensação de calor,

Ferrum phosphoricum

Inflamação com secreção esbranquiçada.

Kalium chloratum

pressão, dor picante na cabeça.

Inflamação com secreção aquosa.

Natrium chloratum

Se se vomita bílis.

Natrium sulfuricum

Inflamação com secreção purulenta.

Natrium phosphoricum

Se se vomitam mucosidades brancas.

Kalium chloratum

Com constipação e febre.

Ferrum phosphoricum

Dor de cabeça intensa e repentina.

Magnesium phosphoricum

Constipações e transtornos similares Vermelhidão e irritação da garganta.

Ferrum phosphoricum

Em pessoas pálidas e irritáveis. Dor repentina com sensação de debilidade. Dor agravada pelo calor e pela noite que

Kalium phosphoricum Kalium phosphoricum Kalium sulfuricum

Boca e garganta cobertas com uma

Kalium chloratum

diminui ao ar livre.

camada branca.

Com obstipação e língua com saburra.

Natrium chloratum

Língua ou boca coberta de saliva espumosa.

Natrium chloratum

Dor dos molares

Dores menstruais

Debilidade em crianças Debilidade mental e física.

Calcium phosphoricum

Inflamação do interior da boca. Gengivas sangrantes.

Ferrum phosphoricum Kalium phosphoricum

Dentição Reforça a formação dos dentes, para

Calcium phosphoricum

Dor periódica dos molares. Aumento da saliva. Relacionado com as enfermidades

Magnesium phosphoricum Natrium chloratum Calcium sulfuricum

os problemas de dentes durante a dentição. Dentição acompanhada de espasmos.

Magnesium phosphoricum

reumáticas.

Dermatite

Cãibras abdominais. Dores menstruais em mulheres pálidas,

Magnesium phosphoricum Kalium phosphoricum

Pele seca, gretada.

Natrium chloratum

irritáveis e que choram com facilidade.

Pele húmida.

Natrium chloratum

Pulso aumentado e rosto avermelhado.

Ferrum phosphoricum

52

53

Enfermidades articulares

Com conteúdo purulento, amarelo e espesso.

Natrium phosphoricum

Reforça as articulações: remédio básico.

Silicea

Com conteúdo esbranquiçado e grosso.

Silicea

Dor agravada com o movimento com

Ferrum phosphoricum +

Com conteúdo mal cheiroso.

Calcium phosphoricum

dor paralisante.

Kalium chloratum

Kalium phosphoricum

Com dor e rigidez.

Kalium phosphoricum

Natrium chloratum

Dor picante, mudança de localização. Dor agravada pelo calor e noite devido à gota (depósitos de ácido úrico).

Calcium phosphoricum Magnesium phosphoricum + Kalium sulfuricum

Erupções cutâneas Pele gordurosa, escamosa.

Kalium sulfuricum

Rigidez pela manhã com dor inicial.

Natrium phosphoricum

Escamas brancas empoeiradas.

Natrium chloratum

Na artrite com a gota.

Silicea

Escamas cutâneas produzidas por

Kalium chloratum

Bursite na rótula. Problemas reumáticos, agravados pelo tempo húmido.

Kalium chloratum Natrium sulfuricum

ampolas que rebentam com revestimento farinhoso. Com crostas brancas amareladas.

Calcium phosphoricum

 

Com pústulas rebentadas e capa de pus.

Silicea

Enfermidades das gengivas

Que sai liquido, húmido.

Natrium sulfuricum

Gengivas sensíveis, pálidas.

Calcium phosphoricum

Erupções que saem liquido, caso o

Natrium phosphoricum

Gengivas avermelhadas nos extremos,

Kalium phosphoricum

Natrium sulfuricum não seja eficaz.

sangrantes.

Também para crostas de cor amarela.

Kalium chloratum

Diminuição da sensibilidade nas gengivas.

Calcium fluoratum

Depois de vacinar-se. Em relação com a

Natrium chloratum

Também para a enfermidade periodontal

alternado com

herpes.

(perda das gengivas).

Silicea

Enfermidades Ósseas Inflamação do periósteo, ossos frágeis, ossos fracos, dores pela evolução da osteoporose.

Silicea

Gânglios Nas articulações e tendões da parte inferior de pés e mãos.

Gastroenterite

Calcium fluoratum

Ossos pouco desenvolvidos.

Calcium fluoratum

Febre intestinal.

Ferrum phosphoricum

Osteoporose.

Calcium phosphoricum

Revestimento branco na língua.

Kalium chloratum

Sensibilidade, osteoporose, tendência

Silicea

Tomá-lo depois de Ferrum phosphoricum.

às fracturas. Nas crianças, dor ao crescer posterior às fracturas.

Calcium phosphoricum

Língua seca e debilidade corporal. Dores estomacais sem febre, língua limpa. Dor de estômago e vómitos de mucosidades.

Kalium phosphoricum Mahnesium phosphoricum Natrium chloratum

Enurese nocturna Urinar involuntariamente.

Natrium sulfuricum

Hemorróidas Reforça o tecido dos vasos sanguíneos.

Calcium fluoratum

Debilidade do esfíncter urinário.

Ferrum phosphoricum

Com nódulos inflamados.

Ferrum phosphoricum

Esgotamento nervoso, debilidade.

Kalium phosphoricum

Erupções com ampolas Ampolas com conteúdo aquoso e amarelado.

Kalium chloratum

Feridas Primeiro auxilio para rasgões, cortes, hematomas e contusões.

Ferrum phosphoricum

54

55

Cura lenta, vermelhidão, inchaço.

Kalium chloratum

Má circulação

Menopausa

Silicea

Inchaço das pernas, depois de um esforço

Kalium phosphoricum

Inchaço das pernas Inchaços habituais das pernas.

Natrium sulfuricum

ou de um estado de debilidade.

Hiperactividade Agitação corporal e emocional.

Kalium phosphoricum

Cansaço, esgotamento, insónia. Sufocos, insónia, batimento cardíaco acelerado.

Kalium phosphoricum Magnesium phosphoricum

 

Ataques de sudorese.

Silicea

Fungos nas unhas Quando a Silicea não produza nenhum efeito para unhas grossas e quebradiças.

Calcium fluoratum e Pomada de calcium fluoratum

Nervosismo Em crianças e adolescentes. Em adultos.

Calcium phosphoricum Magnesium phosphoricum

Inflamação das glândulas mamárias (Mastite)

Nostalgia

Obesidade

Peitos inchados e rijos.

Inflamação da língua (Estomatite)

Natrium phosphoricum

Insónia, tristeza, choros, inadaptação

Kalium phosphoricum

Inflamação com supuração.

Silicea

psicológica.

Endurecimento depois de inflamação.

Calcium fluoratum

Com tremores internos.

Magnesium phosphoricum

Língua inchada, de cor vermelha escura.

Ferrum phosphoricum

Má digestão, flatulência, má digestão

Natrium phosphoricum

Superfície da língua endurecida.

Calcium fluoratum

das gorduras.

Revestimento branco acinzentado.

Kalium chloratum

Prisão de ventre, fezes quase incolores.

Natrium sulfuricum

Lábios secos e gretados Lábios endurecidos e cortados.

Marcas (Pontos)

Calcium fluoratum

Treçolho Formação de nódulos endurecidos

Otalgia

Calcium fluoratum

Lábios cortados.

Natrium chloratum

que supuram.

Espinhas inflamadas.

Silicea

Vermelhidão e dor de ouvidos que

Ferrum phosphoricum

Pequenos pontos avermelhados.

Natrium phosphoricum

prejudica a audição.

Pústulas de acne endurecidas.

Calcium fluoratum

Inchaço no ouvido.

Silicea

Manchas inchadas e avermelhadas em

Natrium sulfuricum

Secreção amarelada desde o interior

Kalium sulfuricum

forma de circulo, juntamente com pápulas e pústulas (rosácea). Em mulheres: pontos antes e durante a

Natrium phosphoricum

do ouvido. Inflamação com pressão no ouvido interno.

Kalium chloratum + Natrium phosphoricum

menstruação.

Picadas de insectos Vermelhidão, inchaço e picadas.

Natrium chloratum

56

57

Pele com calos e gretas Muitos calos na pele e com gretas.

Calcium fluoratum

Transtornos emocionais Pouca concentração e memória.

Magnesium phosphoricum

Pele seca.

Natrium chloratum

Pouca pressão sanguínea, enjoos ao

Kalium phosphoricum

Problemas das lactantes Língua branca amarelada.

Queimaduras

Kalium chloratum

mudar de posição, mudanças de humor.

Demasiada ou pouca produção de leite.

Calcium phosphoricum

Transtornos musculares Para as dores musculares.

Ferrum phosphoricum

Demasiada produção de leite.

Natrium sulfuricum

Remédio básico para dores e cãibras associadas aos transtornos musculares.

Magnesium phosphoricum

Queimaduras leves.

Ferrum phosphoricum

Cãibras musculares depois de fazer esforços.

Kalium phosphoricum

Com vermelhidão, dor, sem ampolas.

Kalium phosphoricum

Cãibras musculares que não respondam ao

Calcium phosphoricum

Com ampolas com liquido transparente.

Natrium chloratum

tratamento com Magnesium phosphoricum.

Feridas com crostas brancas acinzentadas.

Kalium chloratum

Espasmos associados à dentição das

Kalium phosphoricum

Rugas

crianças e bebes. Espasmos musculares e debilidade muscular.

Magneisum phosphoricum

Nas pálpebras, estrias, pele abdominal flácida.

Calcium fluoratum

Transtornos de tendões e ligamentos

Patas de galo, rugas prematuras na

Silicea

Por stress, lesão (epicondilite).

Ferrum phosphoricum

pele flácida.

Quando a recuperação é lenta.

Kalium chloratum

Bochechas com rugas, pele gordurosa.

Natrium sulfuricum

Sensação de cheio e flatulência

Transtornos do sono Problemas de relaxamento. Quando o Magnesium phosphoricum

Magnesium phosphoricum Kalium phosphoricum

Depois de refeições copiosas e gordurosas.

Natrium phosphoricum

não ajuda.

Sensação de pressão no estômago, língua

Kalium sulfuricum

Insónia entre as 23h e as 3h00.

Natrium phosphoricum

amarela e viscosa. Com dor de estômago e eructos. Com menor dor abdominal, incapacidade

Magnesium phosphoricum Natrium sulfuricum

Tristeza, depressão Depois de esgotamento.

Kalium phosphoricum

Para a ansiedade, a tristeza, como

Kalium sulfuricum

para cessar os gases. Cólicas em bebes e crianças pequenas. Com diarreia.

Magnesium phosphoricum Natrium phosphoricum

um tratamento posterior ao Kalium phosphoricum.

 

Tristeza com choro.

Natrium chloratum

Sensibilidade à luz

Seguido de melancolia/depressão.

Natrium sulfuricum

Sensibilidade à luz suave.

Natrium chloratum

Para olhos irritados.

Kalium phosphoricum

Unhas quebradiças e rasgadas

 

Unhas que crescem pouco, quebradiças,

Silicea

Tosse Ataques de tosse, habitualmente à noite. Laringite.

Magnesium phosphoricum Kalium chloratum

rasgadas e amarelas.

58

59

Urticária

Com ardor.

Kalium phosphoricum

Vagina seca e com ardor Vagina sensível, seca, irritado ou com ardor.

Natrium chloratum

Varizes Varizes pequenas e veias varicosas.

Calcium fluoratum

Verrugas Nas mãos.

Kalium chloratum

Quando o kalium chloratum não é eficaz.

Natrium sulfuricum

Verrugas duras.

Calcium fluoratum

(Pomadas)

Vómitos Por indigestão depois das refeições.

Ferrum phosphoricum

Bílis.

Natrium sulfuricum

Mucosidades transparentes.

Natrium chloratum

Liquido aquoso.

Natrium chloratum

Mucosidades brancas.

Kalium chloratum

Liquido ácido.

Natrium phosphoricum

Durante a dentição.

Calcium phosphoricum

Para os enjoos nas viagens.

Natrium phosphoricum

60

Protocolos Terapêuticos

Vesícula e Fígado

Fortalecimento do fígado: 4 a 6 semanas de tratamento.

Natrium sulfuricum D6 – o sal bioquímico das excreções – 3 antes do pequeno- almoço.

Kalium sulfuricum D6 – fortalece o fígado – 3 antes do almoço.

Calcium sulfuricum D6 – fomenta os processos de desintoxicação – 3 antes do jantar.

Aparelho Digestivo

Activação da digestão e redução de gases flatulentos: 4 a 6 semanas de tratamento.

Kalium phosphoricum D6 – actua contra as flatulências – 3 antes do pequeno- almoço.

Natrium phosphoricum D6 – fomenta o metabolismo intestinal – 3 antes do almoço.

Silicea D6 – reduz os gases intestinais – 3 antes do jantar.

Estômago sensível: 4 a 6 semanas de tratamento.

Kalium chloratum D6 – actua como anti-inflamatório e fortalece a mucosa estomacal – 3 antes do pequeno-almoço.

Natrium phosphoricum D6 – reduz os ácidos – 3 antes do almoço.

Magnesium phosphoricum D6 – como complemento – 3 antes do jantar.

61

Obstipação, inércia intestinal, putrefacção intestinal e fungos: 4 a 6 semanas de tratamento.

Ferrum phosphoricum D6 – actua sobre as células musculares intestinais – 3 antes do pequeno-almoço.

Kalium phosphoricum D6 – actua contra a putrefacção intestinal – 3 a meio da manhã.

Natrium chloratum D6 – regula a humidade da mucosa intestinal e melhora a passagem intestinal – 3 antes do almoço.

Natrium sulfuricum D6 – fomenta a excreção intestinal – 3 antes do jantar.

Rins, Bexiga e Canais Urinários

Limpeza e fortalecimento da bexiga e rins: 4 a 6 semanas de tratamento.

Kalium chloratum

D6 – fortalece

o tecido renal

e

a

bexiga

3 antes

do

pequeno-almoço

Natrium sulfuricum D6 – favorece a excreção da urina – 3 antes do almoço.

Kalium chloratum D6 – como complemento – 3 antes do jantar.

Pele, Cabelos e Unhas

Pele gordurosa e infectada, comedões: 4 a 6 semanas de tratamento.

Natrium phosphoricum D6 – actua como anti-inflamatório e relaxa a pele – 3 antes do pequeno-almoço.

Silicea D6 – cuida a pele sensível – 3 antes do almoço.

Enfermidades cutâneas alérgicas: 4 a 6 semanas de tratamento.

Kalium sulfuricum D6 – favorece a regeneração da pele – 3 antes do pequeno- almoço.

62

Magnesium phosphoricum D6 – se tem ardor – 3 antes do almoço.

Ferrum phosphoricum D12 + Silicea – Pomada – como complemento.

Alterações da sudorese: 4 a 6 semanas de tratamento.

Kalium phosphoricum D6 – ajuda contra o suor fedorento, quando a causa tem

a ver com tensão psíquica – 3 antes do pequeno-almoço.

Natrium chloratum D6 – regula a quantidade de líquidos do corpo – 3 antes do almoço.

Silicea D6 – regula a síntese de suor em casos de sudorese bem excessiva, bem insuficiente – 3 antes do lanche.

Calcium phosphoricum D6 – pode substituir Silicea em casos de suor na nuca – 3 antes do almoço.

Lábios secos: 2 a 3 semanas de tratamento.

Calcium fluoratum D6 – lábios endurecidos – 3 antes do pequeno-almoço.

Ferrum phosphoricum D12 – actua contra irritações labiais – 3 antes do almoço.

Ferrum phosphoricum D12 + Calcium fluoratum D6 pomada – aplicar de manhã

e à noite.

Herpes labial: 4 a 6 semanas de tratamento – tomar o sal consoante o sinal.

Natrium chloratum D6 – contra propensão geral ao herpes.

Natrium phosphoricum D6 – se tem bolhas com liquido amarelo.

Natrium sulfuricum D6 – se tem bolhas com liquido amarelo escuro.

Queda de cabelo: 6 semanas.

Ferrum phosphoricum D12 – potencia o crescimento do cabelo – 3 antes do pequeno-almoço.

63

Kalium chloratum D6 – ajuda contra agentes influentes, tais como certos medicamentos – 3 antes do almoço.

Kalium phosphoricum D6 – ajuda contra uma queda do cabelo em forma circular – 3 antes do lanche.

Silicea D6 – fortalece o cabelo, impede a queda – 3 antes do jantar.

Caspa: 4 semanas

Natrium chloratum D6 – regula a humidade do couro cabeludo – 3 antes do pequeno-almoço.

Natrium sulfuricum D6 – actua contra a formação de caspa escamosa.

Unhas quebradiças, alterações do crescimento das unhas e fungos: 2 a 3 meses.

Calcium fluoratum D6 – fortalece o tecido das unhas e favorece o seu crescimento – 3 antes do pequeno-almoço.

Silicea D6 – fortalece o tecido das unhas e favorece o seu crescimento – 3 antes do almoço.

Aparelho Motor

Reumatismo: 4 a 6 semanas.

Kalium chloratum D6 – actua como anti-inflamatório – 3 antes do pequeno- almoço.

Magnesium phosphoricum D6 – tem uma função analgésica – 3 antes do almoço.

Natrium sulfuricum D6 – activa a excreção das substâncias tóxicas, irritantes e actua como anti-inflamatório – 3 antes do lanche.

Silicea D6 – favorece a regeneração da cartilagem – 3 antes do jantar.

64

Sais de Schüssler individuais – Repertório Clínico Simplificado I

Anemia, formação deficiente dos ossos, dores de cabeça Calcarea Phosphorica D6

Perturbações no crescimento dos ossos, deficiência na produção do cálcio. Dores de cabeça dos estudantes resultantes de anemia. Dentição tardia. Estes sintomas intensificam- se em condições de temperatura húmida, fria e pelas correntes de ar, Calcarea phosphorica tem uma importância vital na formação de novas células.

Cãibras, espasmos musculares, nevralgias Magnesia phosphorica D6

Dores penetrantes dos nervos e dos músculos, cãibras musculares. Remédio geral das cãibras e da espinal-medula. Cansaço nas crianças, cólica violenta, espasmos cardíacos e intestinais.> Com aplicação de calor e de pressão.

Deficiência de sal Natrum muriaticum D6

Este sal ajuda a regularizar o equilíbrio dos líquidos do corpo. Arrepios, mãos ou pés frios, necessidade de roer as unhas, fadiga e esgotamento são necessidade de deficiência deste sal. As inflamações crónicas dos olhos e das orelhas, assim como as constipações crónicas, são sintomas clássicos. Os ardores do estômago e uma sede intensa são também sinais evidentes.

Doenças de pele, úlceras Kalium sulphuricum D6

As reacções cutâneas, tais como pruridos, eczema, acne e lesões persistentes. Igualmente para as inflamações que produzem secreções amareladas, esverdeadas e viscosas. Estes tipos de doença de cura lenta têm tendência para penetrar no organismo, em vez de sairem. O paciente <com calor e no fim do dia.

65

Estimulante do fígado e vesícula biliar Natrum sulphuricum D6

Estimulante funcional do fígado. Remédio para a constituição hidrogenóide (excesso de tecido adiposo na região inferior do abdómen, nádegas e coxas), dores que <em locais húmidos. O lado esquerdo está mais afectado, particularmente por dores lancinantes no peito e na nuca. Cólicas flatulentas, diarreia e vómitos são também sintomas frequentemente encontrados.

Hiperacidez Natrum phosphoricum D6

Os problemas de flatulência, vómitos e ardores de estômago estão ligados à acidez. As diarreias frequentes e as dores de cabeça podem também ser sintomas directamente ligados a uma taxa de fosfato de sódio demasiado fraca. Os recém-nascidos podem sofrer de cólicas por falta deste sal.

Inflamação, bronquite, diarreia Ferrum phosphoricum D12

Remédio para curar a febre e as inflamações. É especialmente eficaz nas inflamações das vias respiratórias superiores e nas bronco-pneumonias. Exerce uma influência favorável sobre as hemorragias, a diarreia e os vómitos. As dores de cabeça e as picadas aguda devido à congestão assim como à anemia e os reumatismos podem também ser tratados com este sal.

Inflamações crónicas Kalium muriaticum D6

É utilizado juntamente com Ferrum phosphoricum nos casos de inflamações agudas ou de inflamações agudas que tenham atingido o estado crónico. Remédio principal nos casos de angina diftérica, diarreia e bronquite. As secreções brancas, gordurosas e viscosas são os sinais mais frequentes.

66

Nervosismo, esgotamento e fraqueza muscular Kalium phosphoricum D6

Remédio nutritivo dos nervos, associado ao esgotamento. A utilização deste sal proporciona um alívio das palpitações e da opressão do coração. Trata bem as dores das costas, as cãibras musculares, a irritabilidade e a ansiedade com febres fortes.

Tecido enfraquecido, esmalte, varizes Calcarea Fluorica D6

Age sobre os dentes, especialmente sobre o esmalte, influencia favoravelmente os tecidos enfraquecidos e as veias varicosas provocando dores penetrantes e fortes.

Úlceras, abcessos abertos Calcarea sulphurica D6

Produz uma influência favorável sobre as úlceras e os processos de supuração, incluindo bronquite, sinusite e amigdalite. É também indicado para as borbulhas e pústulas no rosto; é recomendada para os cortes, chagas, feridas lentas a curar. Calcarea sulphurica pára com o processo de supuração no momento propício.

Sais de Schüssler combinados –Repertório Clínico Simplificado II

Acidez no estômago, perturbações da digestão, dispepsia

Magnesia phosphorica + Natrum phosphoricum + Silicea + Natrum sulphuricum

Afecções menores da pele

Kalium muriaticum + Kalium sulphuricum + Calcarea sulphurica + Silicea

Indigestão, formação de gases no estômago e nos intestinos, cólicas

Calcarea phosphorica + Magnesia phosphorica + Natrum sulfuricum

phosporicum

+

Natrum

67

Dores de cabeça, lumbago

Calcarea phosphorica + Calcarea fluorica + Kalium phosphoricum + Natrum muriaticum

Dores musculares

Ferrum phosphoricum + Magnesia phosphorica + Kalium sulphuricum

Dores ligadas ao reumatismo e à artrite

Natrum

phosphorica

phosphoricum

+

Natrum

sulphuricum

+

Kalium

muriaticum

+

Calcarea

Enxaqueca, dores de cabeça

Kalium phosphoricum + Magnesia phosphorica + Natrum muriaticum + Silicea

Nevralgias, dores ciáticas

Ferrum phosphoricum + Magnesia phosphorica + Kalium phosphoricum

Para aliviar os sintomas da febre dos fenos

Magnesia phosphorica + Natrum muriaticum + Silicea

Para uma melhor absorção do cálcio

Calcarea phosphorica + Calcarea fluorica + Silicea + Natrum phosphoricum

Pode ser útil em caso de fadiga das pernas

Calcarea Fluorica + Ferrum phosphoricum + Natrum muriaticum

Tosse, resfriado, inflamação das mucosas, rouquidão

Ferrum phosphoricum + Kalium muriaticum + Natrum muriaticum

Recomendado em caso de fraqueza geral e durante a convalescença

Calcarea phosphorica + Kalium phosphoricum + Ferrum phosphoricum

Unhas quebradiças, cuidados com o cabelo, erupções menores da pele

Kalium sulphuricum + Natrum muriaticum + Silicea

68

Métodos Dr. João Novaes

Método Harmónico I

Este método permite-nos dar um equilíbrio ao organismo usando os sais de Schussler numa toma crescente e decrescente dos 12 sais.

No 1º mês: tomar 2 comprimidos por dia do Calcium fluoratum ou Calcarea fluorica D6 No 2º mês: tomar 2 comprimidos por dia do Calcium phosphoricum ou Calcarea phosphorica D6 No 3º mês: tomar 2 comprimidos por dia do Ferrum phosphoricum D12 No 4º mês: tomar 2 comprimidos por dia do Kalium chloratum D6 No 5º mês: tomar 2 comprimidos por dia do Kalium phosphoricum D6 No 6º mês: tomar 2 comprimidos por dia do Kalium sulphuricum D6 No 7º mês: tomar 2 comprimidos por dia do Magnesium phosphoricum D6 No 8º mês: tomar 2 comprimidos por dia do Natrium chloratum D6 No 9º mês: tomar 2 comprimidos por dia do Natrium phosphoricum D6 No 10º mês: tomar 2 comprimidos por dia do 10º Natrium sulphuricum D6 No 11º mês: tomar 2 comprimidos por dia do 11º Silicea D12 No 12º mês: tomar 2 comprimidos por dia do Calcium sulphuricum D6

Pára-se um mês e depois volta a tomar-se e vice-versa.

No 13º mês: tomar 2 comprimidos por dia do Calcium fluoratum ou Calcarea fluorica D6 No 14º mês: tomar 2 comprimidos por dia do Calcium phosphoricum ou Calcarea phosphorica D6 No 15º mês: tomar 2 comprimidos por dia do Ferrum phosphoricum D12 No 16º mês: tomar 2 comprimidos por dia do Kalium chloratum D6 No 17º mês: tomar 2 comprimidos por dia do Kalium phosphoricum D6 No 18º mês: tomar 2 comprimidos por dia do Kalium sulphuricum D6 No 19º mês: tomar 2 comprimidos por dia do Magnesium phosphoricum D6 No 20º mês: tomar 2 comprimidos por dia do Natrium chloratum D6 No 21º mês: tomar 2 comprimidos por dia do Natrium phosphoricum D6 No 22º mês: tomar 2 comprimidos por dia do 10º Natrium sulphuricum D6 No 23º mês: tomar 2 comprimidos por dia do 11º Silicea D12 No 24º mês: tomar 2 comprimidos por dia do Calcium sulphuricum D6

69

Método Harmónico II

Este método permite-nos dar um equilíbrio ao organismo usando os sais de Schüssler numa toma crescente dos 12 sais.

Tomar 10 dias: 6 comprimidos do Calcium fluoratum ou Calcarea fluorica D6. Tomar + 10 dias 6 comprimidos do Calcium phosphoricum ou Calcarea phosphorica D6 Tomar + 10 dias 6 comprimidos do Ferrum phosphoricum D12 Tomar + 10 dias 6 comprimidos do Kalium chloratum D6 Tomar + 10 dias 6 comprimidos do Kalium phosphoricum D6 Tomar + 10 dias 6 comprimidos do Kalium sulphuricum D6 Tomar + 10 dias 6 comprimidos do Magnesium phosphoricum D6 Tomar + 10 dias 6 comprimidos do Natrium chloratum D6 Tomar + 10 dias 6 comprimidos do Natrium phosphoricum D6 Tomar + 10 dias 6 comprimidos do Natrium sulphuricum D6 Tomar + 10 dias 6 comprimidos do Silicea D12 Tomar + 10 dias 6 comprimidos do Calcium sulphuricum D6

Método Harmónico III

Esta maneira de tomar os sais serve para reequilibrar os sais inorgânicos do nosso organismo. 60 Dias de tomas no total de 1 frasco de cada sal. Pára um mês e volta a tomar e vice-versa.

1ª Fase: 6 comprimidos de cada sal.

No 1º dia tomar: tomar 6 comprimidos por dia do Calcium fluoratum ou Calcarea fluorica

D6

No 2º dia tomar: tomar 6 comprimidos por dia do Calcium phosphoricum ou Calcarea phosphorica D6 No 3º dia tomar: tomar 6 comprimidos por dia do Ferrum phosphoricum D12 No 4º dia tomar: tomar 6 comprimidos por dia do Kalium chloratum D6 No 5º dia tomar: tomar 6 comprimidos por dia do Kalium phosphoricum D6 No 6º dia tomar: 2 comprimidos por dia do Kalium sulphuricum D6 No 7º dia tomar: tomar 2 comprimidos por dia do Magnesium phosphoricum D6 No 8º dia tomar: tomar 2 comprimidos por dia do Natrium chloratum D6 No 9º dia tomar: tomar 2 comprimidos por dia do Natrium phosphoricum D6

70

No 10º dia tomar: tomar 2 comprimidos por dia do Natrium sulphuricum D6 No 11º dia tomar: tomar 2 comprimidos por dia da Silicea D6 No 12º dia tomar: tomar 2 comprimidos por dia do Calcium sulphuricum D6

2ª Fase: 6 comprimidos de cada sal.

No 13º dia tomar: tomar 6 comprimidos por dia do Calcium fluoratum ou Calcarea fluorica

D6

No 14º dia tomar: tomar 6 comprimidos por dia do Calcium phosphoricum ou Calcarea phosphorica D6 No 15º dia tomar: tomar 6 comprimidos por dia do Ferrum phosphoricum D12 No 16º dia tomar: tomar 6 comprimidos por dia do Kalium chloratum D6 No 17º dia tomar: tomar 6 comprimidos por dia do Kalium phosphoricum D6 No 18º dia tomar: 2 comprimidos por dia do Kalium sulphuricum D6 No 19º dia tomar: tomar 2 comprimidos por dia do Magnesium phosphoricum D6 No 20º dia tomar: tomar 2 comprimidos por dia do Natrium chloratum D6 No 21º dia tomar: tomar 2 comprimidos por dia do Natrium phosphoricum D6 No 22º dia tomar: tomar 2 comprimidos por dia do Natrium sulphuricum D6 No 23º dia tomar: tomar 2 comprimidos por dia da Silicea D6 No 24º dia tomar: tomar 2 comprimidos por dia do Calcium sulphuricum D6

3ª Fase: 6 comprimidos de cada sal.

No 25º dia tomar: tomar 6 comprimidos por dia do Calcium fluoratum ou Calcarea fluorica

D6

No 26º dia tomar: tomar 6 comprimidos por dia do Calcium phosphoricum ou Calcarea phosphorica D6 No 27º dia tomar: tomar 6 comprimidos por dia do Ferrum phosphoricum D12 No 28º dia tomar: tomar 6 comprimidos por dia do Kalium chloratum D6 No 29º dia tomar: tomar 6 comprimidos por dia do Kalium phosphoricum D6 No 30º dia tomar: 2 comprimidos por dia do Kalium sulphuricum D6 No 31º dia tomar: tomar 2 comprimidos por dia do Magnesium phosphoricum D6 No 32º dia tomar: tomar 2 comprimidos por dia do Natrium chloratum D6 No 33º dia tomar: tomar 2 comprimidos por dia do Natrium phosphoricum D6 No 34º dia tomar: tomar 2 comprimidos por dia do Natrium sulphuricum D6 No 35º dia tomar: tomar 2 comprimidos por dia da Silicea D6 No 36º dia tomar: tomar 2 comprimidos por dia do Calcium sulphuricum D6

71

4ª Fase: 6 comprimidos de cada sal.

No 37º dia tomar: tomar 6 comprimidos por dia do Calcium fluoratum ou Calcarea fluorica

No 1º dia tomar: 3 comprimidos antes do pequeno-almoço do Calcium fluoratumD6

D6

3

comprimidos de antes do almoço do Ferrum phosphoricum D12

No 38º dia tomar: tomar 6 comprimidos por dia do Calcium phosphoricum ou Calcarea

3

comprimidos do jantar do Kalium chloratum D6

phosphorica D6

No 2º dia: 3 comprimidos antes do pequeno-almoço do Kalium phosphoricum D6

No 39º dia tomar: tomar 6 comprimidos por dia do Ferrum phosphoricum D12

3

comprimidos de antes do almoço do Kalium sulphuricum D6

No 40º dia tomar: tomar 6 comprimidos por dia do Kalium chloratum D6

3

comprimidos do jantar do Magnesium phosphoricum D6

No 41º dia tomar: tomar 6 comprimidos por dia do Kalium phosphoricum D6

No 3º dia: 3 comprimidos antes do pequeno-almoço do Natrium chloratum D6

No 42º dia tomar: 2 comprimidos por dia do Kalium sulphuricum D6

3

comprimidos de antes do almoço do Natrium phosphoricum D6

No 43º dia tomar: tomar 2 comprimidos por dia do Magnesium phosphoricum D6

3

comprimidos do jantar do Natrium sulphuricum D6

No 44º dia tomar: tomar 2 comprimidos por dia do Natrium chloratum D6

No 4º dia: 3 comprimidos antes do pequeno-almoço da Silicea D6

No 45º dia tomar: tomar 2 comprimidos por dia do Natrium phosphoricum D6

3

comprimidos de antes do almoço do Calcium sulphuricum D6

No 46º dia tomar: tomar 2 comprimidos por dia do Natrium sulphuricum D6

3

comprimidos do jantar do Calcium fluoratumD6

No 47º dia tomar: tomar 2 comprimidos por dia da Silicea D6

No 5º dia: 3 comprimidos antes do pequeno-almoço do Ferrum phosphoricum D12

No 48º dia tomar: tomar 2 comprimidos por dia do Calcium sulphuricum D6

3

comprimidos de antes do almoço do Kalium chloratum D6

3

comprimidos do jantar do Kalium phosphoricum D6

5ª Fase: 6 comprimidos de cada sal.

No 6º dia: 3 comprimidos antes do pequeno-almoço do Kalium sulphuricum D6

 

3

comprimidos de antes do almoço do Magnesium phosphoricum D6

No 49º dia tomar: tomar 6 comprimidos por dia do Calcium fluoratum ou Calcarea fluorica

3

comprimidos do jantar do Natrium chloratum D6

D6

No 7º dia: 3 comprimidos antes do pequeno-almoço do Natrium phosphoricum D6

No 50º dia tomar: tomar 6 comprimidos por dia do Calcium phosphoricum ou Calcarea

3

comprimidos de antes do almoço do Natrium sulphuricum D6

phosphorica D6

3

comprimidos do jantar do Calcium sulphuricum D6

No 51º dia tomar: tomar 6 comprimidos por dia do Ferrum phosphoricum D12

No 8º dia: 3 comprimidos antes do pequeno-almoço do Calcium fluoratumD6

No 52º dia tomar: tomar 6 comprimidos por dia do Kalium chloratum D6

3

comprimidos de antes do almoço do Ferrum phosphoricum D12

No 53º dia tomar: tomar 6 comprimidos por dia do Kalium phosphoricum D6

3

comprimidos do jantar do Kalium chloratum D6

No 54º dia tomar: 2 comprimidos por dia do Kalium sulphuricum D6

No 9º dia: 3 comprimidos antes do pequeno-almoço do Kalium phosphoricum D6

No 55º dia tomar: tomar 2 comprimidos por dia do Magnesium phosphoricum D6

3

comprimidos de antes do almoço do Kalium sulphuricum D6

No 56º dia tomar: tomar 2 comprimidos por dia do Natrium chloratum D6

3

comprimidos do jantar do Magnesium phosphoricum D6

No 57º dia tomar: tomar 2 comprimidos por dia do Natrium phosphoricum D6

No 10º dia: 3 comprimidos antes do pequeno-almoço do Natrium chloratum D6

No 58º dia tomar: tomar 2 comprimidos por dia do 10º Natrium sulphuricum D6

3

comprimidos de antes do almoço do Natrium phosphoricum D6

No 59º dia tomar: tomar 2 comprimidos por dia da Silicea D12

3

comprimidos do jantar do Natrium sulphuricum D6

No 60º dia tomar: tomar 2 comprimidos por dia do Calcium sulphuricum D6

No 11º dia: 3 comprimidos antes do pequeno-almoço do Calcium sulphuricum D6

3

comprimidos de antes do almoço do Calcium fluoratumD6

3

comprimidos do jantar do Ferrum phosphoricum D12

Método Harmónico IV

Esta maneira de tomar os sais serve para pessoas muito debilitadas, enfraquecidas fisicamente.

72

No 12º dia: 3 comprimidos antes do pequeno-almoço do Kalium chloratum D6

3

comprimidos de antes do almoço do Kalium phosphoricum D6

3

comprimidos do jantar do Kalium sulphuricum D6

73