Você está na página 1de 1

JB Online :: TR- Índice se descola de bolsas dos EUA e avança 1,81% - 14/10/2008 Página 1 de 1

Buscar na internet Conheça o Sonora

BUSCA
Hoje Amanhã
21º/40º 22º/37º
Rio de Janeiro 15 de outubro de 2008

Edição Eletrônica
EC O N O MI A
publicidade

Índice se descola de bolsas dos EUA


e avança 1,81%
SÃO PAULO, 14 de outubro de 2008 - Depois de mostrar uma
recuperação durante boa parte da sessão, influenciadas pelo
plano de recapitalização de bancos norte-americanos, as
principais praças acionárias de Wall Street passaram a recuar
nesta tarde. Em contrapartida, o índice acionário da
BM&FBovespa encerrou o dia em alta de 1,81%, aos 41.569
pontos. O giro financeiro somou R$ 6,21 bilhões.

O secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Henry Paulson,


anunciou que o governo investirá até US$ 250 bilhões na compra de ações preferenciais de
instituições bancárias. O valor faz parte do megapacote de socorro de US$ 700 bilhões aprovado pelo
Visualizar Edição
Congresso no último dia de 3 de outubro. A princípio, nove grandes bancos concordaram em
participar do plano, entre elas Citigroup, Bank of America (BofA), Wells Fargo, Goldman Sachs e JP
Morgan Chase. A outra metade será destinada a bancos pequenos.

Porém, durante a tarde, a tendência de alta foi invertida e os ganhos foram anulados. "É difícil
explicar porque as bolsas norte-americanas recuaram. Acredito que, em função das incertezas, um
movimento vendedor mais forte é seguido por outros investidores. Isso é questão de confiança no
sistema", afirma Marcelo Faro, economista da Intra Corretora.

"Precisamos de semanas, e não dias, para digerir esses pacotes - do governo britânico, de países da
zona do euro e norte-americano - e observar a forma que serão condizidos para então indicarmos
uma tendência", completa o economista.

Além disso, rumores de que a General Motors (GM) estaria passando por sérias dificuldades -
Suplementos
inclusive ontem, a montadora anunciou que vai fechar uma fábrica de veículos utilitários esportivos
(SUV), devido a queda na demanda - e o corte de estimativas da Microsoft pelo Credit Suisse Carro & Moto
contribuiram para o movimento de queda.
Imóveis
No âmbito acionário doméstico, as ações preferenciais série B da Aracruz lideraram os ganhos do
Ibovespa - com valorização de 15,33% -, após a companhia informar que, tendo em vista as perdas JBlogs
de cerca de R$ 1,9 bilhão com derivativos de câmbio e o atual cenário nacional e internacional,
resolveu "no melhor interesse da companhia e de seus acionistas", cancelar o crédito e o pagamento Slot
de juros sobre capital próprio (JCP) no valor global de R$ 84 milhões, previstos para ocorrer a partir Neg & Propaganda
de amanhã.

As ações do setor bancário brasileiro também contribuiram para a alta do Ibovespa, depois que o
Banco Central (BC) divulgou novas regras de liberação de depósito compulsório dos bancos, em
complemento às que tinham sido anunciadas no final da semana retrasada, no valor de até R$ 100
bilhões. Segundo analistas, os papéis são considerados seguros, depois da injeção de liquidez.

(Vanessa Correia - InvestNews)

[17:46] - 14/10/2008

Outras notícias

- Crise não afetará demanda por alimentos

- Petropar aprova adiantamento de capital social

Expediente | Anuncie aqui | Assine o JB | Serviço ao Assinante | Clube JB | Agência JB | Promoções | Trabalhe Conosco

http://jbonline.terra.com.br/extra/2008/10/14/e141023592.html 15/10/2008