Você está na página 1de 9

Lei da Balança

Page 1 of 9

Lei da Balança Page 1 of 9 LEI DA BALANÇA - Limites de Pesos e Dimensões

LEI DA BALANÇA - Limites de Pesos e Dimensões

Vigorando desde 01/01/2007 ,quando foram revogadas as Resoluções 12/98 e 163/04 pela Resolução 210/06 e as Resoluções 68/98, 164/04, 1 Resolução 211/06 do CONTRAN.

Acaba definitivamente com a possibilidade de exigência de AET para Bitrem com até 7 eixos, 57t e 19,80m

Possibilita a utilização da capacidade máxima de carga dos veículos articulados, observados o compriment 16,0m e o PBTC máximo de 57,0t;

Mantêm inalterados os limites de peso por eixo e por conjunto de eixos;

O PBTC das combinações do tipo caminhão trator + semi-reboque com comprimento inferior a 16,00m, ind do nº de eixos, não poderá exceder a 45,0t

Rodotrens licenciados até 3/02/2006, com menos de 25m, podem circular, mediante AET, até o sucateame

Rodotrens licenciados depois de 3 de fevereiro de 2006 têm que ter comprimento mínimo de 25 metros;

Veículos com dimensões excedentes, registrados e licenciados até 13/11/96 podem requerer AET indepen idade do cavalo mecânico

Veículos simples com balanço traseiro acima de 3,50m, até o limite de 4,2m poderão trafegar mediante AE

Confira relação de configurações autorizadas a circular no Brasil, conforme Anexo da Portaria Denatran 63

PBT Lotação Principais Configurações de Veículos Usadas no País Peso Máximo Permitido por Eixo Tolerância
PBT
Lotação
Principais Configurações de Veículos Usadas no
País
Peso Máximo
Permitido por Eixo
Tolerância
CMT
Comprimento
Comprimen
leia
(PBT-
(5% PBT)
mínima
mínimo
máximo
mais
Tara)
Caminhão
6+10
16,0t
800,00 Kg
16,0t
-
-
14,0m
Caminhão Trucado
6+17
23,0t
1150,00 Kg
23,0t
-
-
14,0m
Caminhão Simples
6+25,5
31,5t
1575,00 Kg
31,5t
-
-
14,0m
Caminhão Duplo Direcional Trucado

http://www.sulcarj.com.br/leidabalan%C3%A7a.html

23/12/2011

Lei da Balança

Page 2 of 9

6+6+17 29,0t 1450,00 Kg 29,0t - - 14,0m Caminhão + Reboque 6+10+17 33,0t 1650,00 Kg
6+6+17
29,0t
1450,00 Kg
29,0t
-
-
14,0m
Caminhão + Reboque
6+10+17
33,0t
1650,00 Kg
33,0t
-
vide nota (2)
19,80m
Caminhão + Reboque
6+10+10+17
43,0t
2150,00 Kg
43,0t
-
vide nota (2)
19,80m
Caminhão Trucado + Reboque
17,50m
6+17+10+17
50,0t
2500,00 Kg
50,0t
-
19,80m
vide nota
(2)
Romeu e Julieta
17,50m
6+17+10+17
50,0t
2500,00 Kg
50,0t
-
19,80m
vide nota
(2)
Caminhão Trator + Semi-reboque
26,0t
6+10+10
1300,00 Kg
26,0t(1)
-
-
18,60m
(1)
Caminhão Trator + Semi-reboque
33,0t
6+10+17
1650,00 Kg
33,0t(1)
-
-
18,60m
(1)
Caminhão Trator + Semi-reboque
41,5t
6+10+25,5
2075,00 Kg
41,5t(1)
-
-
18,60m
(1)
Caminhão Trator + Semi-reboque
6+10+20
36,0t
1800,00 Kg
36,0t(1)
-
-
18,60m
vide nota (10)
(1)
Caminhão Trator + Semi-reboque
6+10+10+17
43,0t
2150,00 Kg
43,0t
-
-
18,60m
vide nota (10)
Caminhão Trator + Semi-reboque
6+10+10+10+10
16,00m
46,0t
2300,00 Kg
46,0t
-
18,60m
vide nota (10)
vide nota
(1)
6+17+10
33,0t
1650,00 Kg
33,0t
-
-
18,60m
Caminhão Trator Trucado + Semi-reboque

http://www.sulcarj.com.br/leidabalan%C3%A7a.html

23/12/2011

Lei da Balança

Page 3 of 9

Caminhão Trator Trucado + Semi-reboque Caminhão Trator Trucado + Semi-reboque Caminhão Trator Trucado + Semi-reboque
Caminhão Trator Trucado + Semi-reboque
Caminhão Trator Trucado + Semi-reboque
Caminhão Trator Trucado + Semi-reboque
Caminhão Trator Trucado + Semi-reboque
Caminhão Trator Trucado + Semi-reboque
Treminhão
Bitrem com comprimento entre 17,50 a 19,80m
Bitrem com comprimento entre 19,80m e 30,00m
Rodotrem com comprimento entre 19,8m e 25,0m
Rodotrem com comprimento entre 25,0m e 30,0m
Tritrem
Bitrem de 8 Eixos

Bitrem de 9 Eixos

6+17+17

6+17+25,5

6+17+10+10

vide nota (10)

6+17+10+17

vide nota (10)

6+17+10+10+10

vide nota (10)

6+17+10+10+10+10

6+17+17+17

6+17+17+17

6+17+17+17+17

6+17+17+17+17

6+17+17+17+17

6+17+17+25,5

6+17+25,5+25,5

40,0t

48,5t

43,0t

50,0t

53,0t

6+17+25,5+25,5 40,0t 48,5t 43,0t 50,0t 53,0t 2000,00 Kg 2425,00 Kg 2150,00 Kg 2500,00 Kg

2000,00 Kg

2425,00 Kg

2150,00 Kg

2500,00 Kg

2650,00 Kg

3150,00 Kg

2850,00 Kg

2850,00 Kg

3700,00 Kg

3700,00 Kg

3700,00 Kg

3275,00 Kg

3700,00 Kg

40,0t

48,5t

43,0t

50,0t

53,0t

-

32,0t

27,0t

33,0t

36,0t

50,0t 53,0t - 32,0t 27,0t 33,0t 36,0t - 16,00m - 16,00m 16,00m 2 5 , 0

-

16,00m

-

16,00m

16,00m

25,0m(2)

17,50m

19,80m

vide nota

(4)

19,8m

vide nota (6) e nota (7)

25,0m

25,0m

25,0m

25,0m

18,60m

18,60m

18,60m

18,60m

18,60m

http://www.sulcarj.com.br/leidabalan%C3%A7a.html

23/12/2011

Lei da Balança

Page 4 of 9

Lei da Balança Page 4 of 9

NOTAS:

(1) As combinações do tipo caminhão trator + semi-reboque com comprimento inferior a 16,00m ficam limitada de 45,0t.

(2) As combinações de veículos com duas unidades, do tipo caminhão e reboque, e comprimento inferior a 17 limitadas ao PBT máximo de 45,0t

(3) As combinações de veículos com duas unidades, do tipo caminhão e reboque, e comprimento igual ou sup ficam limitadas ao PBT máximo de 57,0t;

(4) É permitida a circulação de Combinações de Veículos de Carga com PBTC igual ou inferior a 57t e compri 19,80m e máximo de 30,00m, mediante obtenção de AET;

(5) Nas Combinações com Peso Bruto Total Combinado - PBTC inferior a 57t, o cavalo mecânico poderá ser d e equipado com 3º eixo.

(6) Permanece garantida, mediante obtenção de AET, a circulação das combinações de veículos de carga co Total Combinado - PBTC até 74 (setenta e quatro) toneladas e comprimento inferior a 25 (vinte e cinco) metro 03 de fevereiro de 2006;

(7) No estado de São Paulo, em face da Portaria SUP/DER-012-21/03/2006 do DER/SP, a circulação de CVC superior a 57 toneladas e comprimento inferior a 25 metros continua proibida;

(8) O bitrem de 9 eixos é veículo homologado, ou seja, pode circular mediante obtenção de AET, conforme an Nº 63 do Denatran, de 31 de março de 2009 do DENATRAN;

(9) O CTB - Código de Trânsito Brasileiro em seu artigo 100, determina que nenhum veículo poderá transitar c total superior ao fixado pelo fabricante, nem ultrapassar a capacidade máxima de tração da unidade tratora

(10) Os semi-reboques das combinações com dois ou mais eixos distanciados, somente poderão ser homolog registrados se equipados com suspensão pneumática e eixo auto-direcional em pelo menos um dos eixo modelo). Fica, contudo, assegurado o direito de circulação até o sucateamento dos semireboques que não at condição, homologados e/ou registrados até 22/05/2007

Lembrete: Por meio da Resolução Nº 284 de 01 de julho de 2008, publicada em 03/07/08, o Contran dec semi-reboques com dois eixos distanciados da exigência de eixo auto-direcional, com a condição de q eixo seja equipado com suspensão pneumática

(11) As Combinações de Veículos de Carga-CVC de 57 t serão dotadas obrigatoriamente de tração dupla do t quatro), a partir de 21 de outubro de 2010.

(12) Fica assegurado o direito de circulação das Combinações de Veículos de Carga – CVC com mais de dua eixos e Peso Bruto Total Combinado – PBTC de no máximo 57 toneladas, equipadas com unidade tratora de t dotado de 3º eixo, desde que respeitados os limites regulamentares e registradas e licenciadas até 5 (cinco) a partir de 21/10/2005.

(13) Confira aqui os limites de PBT e CMT para todos os modelos dos Principais Fabricantes de Veículos

Tipos de Eixos e Pesos Máximos Permitidos

TIPOS DE EIXOS CONFIGURAÇÃO DE EIXOS PESO MÁXIMO PER 6,0 EIXO SIMPLES COM RODAGEM SINGELA
TIPOS DE EIXOS
CONFIGURAÇÃO DE
EIXOS
PESO MÁXIMO PER
6,0
EIXO SIMPLES COM RODAGEM SINGELA (2 PNEUS)
ou a capacidade declarada p
pneumático.
EIXO SIMPLES COM RODAGEM DUPLA (4 PNEUS)
10,0

http://www.sulcarj.com.br/leidabalan%C3%A7a.html

23/12/2011

Lei da Balança

Page 5 of 9

EIXO DUPLO DIRECIONAL COM RODAGEM SINGELA (4 PNEUS)

EIXO DUPLO DIRECIONAL COM RODAGEM SINGELA (4 PNEUS) 12,0

12,0

1,20 < d

1,20 < d 2,40m

2,40m

EIXO DUPLO COM RODAGEM SINGELA (4 PNEUS DO TIPO EXTRALARGO)

EIXO DUPLO COM RODAGEM SINGELA (4 PNEUS DO TIPO EXTRALARGO) 17,0

17,0

EIXO DUPLO SENDO UM COM RODAGEM DUPLA (6 PNEUS) d < ou igual a 1,20m

EIXO DUPLO SENDO UM COM RODAGEM DUPLA (6 PNEUS) d < ou igual a 1,20m 9,0

9,0

EIXO DUPLO SENDO UM COM RODAGEM DUPLA (6 PNEUS)

EIXO DUPLO SENDO UM COM RODAGEM DUPLA (6 PNEUS)  
 

-

TANDEM

 

13,5

1,20 < d

1,20 < d 2,40m

2,40m

EIXO DUPLO COM RODAGEM DUPLA (8 PNEUS) - NÃO

EIXO DUPLO COM RODAGEM DUPLA (8 PNEUS) - NÃO 15,0

15,0

TANDEM 1,20 < d

TANDEM 1,20 < d

2,40m

EIXO DUPLO COM RODAGEM DUPLA (8 PNEUS) - TANDEM

EIXO DUPLO COM RODAGEM DUPLA (8 PNEUS) - TANDEM 17,0

17,0

1,20 < d

1,20 < d 2,40m

2,40m

EIXO DUPLO COM RODAGEM DUPLA (8 PNEUS) - TANDEM

EIXO DUPLO COM RODAGEM DUPLA (8 PNEUS) - TANDEM 20,0

20,0

d

> 2,40m

 

EIXO TRIPLO COM RODAGENS DUPLAS (12 PNEUS) -

EIXO TRIPLO COM RODAGENS DUPLAS (12 PNEUS) - 25,5

25,5

TANDEM 1,20 < d

TANDEM 1,20 < d

2,40m

EIXO TRIPLO SENDO UMA RODAGEM SINGELA E DUAS DUPLAS (12 PNEUS), ESTA EM TANDEM, ESTANDO O PRIMEIRO EIXO DISTANCIADO A MAIS DE 2,40m

UMA RODAGEM SINGELA E DUAS DUPLAS (12 PNEUS), ESTA EM TANDEM, ESTANDO O PRIMEIRO EIXO DISTANCIADO

27,0

EIXO TRIPLO COM RODAGENS DUPLAS (12 PNEUS) - TANDEM d > 2,40m

EIXO TRIPLO COM RODAGENS DUPLAS (12 PNEUS) - TANDEM d > 2,40m 30,0

30,0

PESO BRUTO TOTAL POR UNIDADE

-

45,0

Peso Bruto Total por Combinação de Veículos de Carga - CVC, com duas ou mais unidades, incluída a unidade tratora, observados os incisos IV, V e VI do artigo 2º da Resolução nº 68/98 - CONTRAN.

-

57,0

POTÊNCIA/PESO

 

-

5,71 CV/t

Importante:

Tolerâncias ao Excesso de Peso

http://www.sulcarj.com.br/leidabalan%C3%A7a.html

23/12/2011

Lei da Balança

Page 6 of 9

Tolerância por eixo volta a ser de 5%

Tolerância não poderá ser incorporada A Resolução Contran Nº 258/07 reafirma o principi

Uma das principais modificações em relação ao sistema atual é que a tolerância rância é da por balança, eixo volta não a podendo ser de 5%, ser a incorporada, partir de 1º d d Haverá, portanto, prazo de um ano para que os operadores, especialmente os de carga líquida, se ajustem à nova tolerânc para o peso bruto permanece sendo de 5%, conforme já determinava, em Esta 1985, determinação a lei nº 7.408, atende do também deputado ao Denisar parágrafo Arneir 6o

atende do também deputado ao Denisar parágrafo Arneir 6o Volta da multa por eixo Quem lançar

Volta da multa por eixo

Quem lançar mão da tolerância de 5% no carregam

Outra novidade é a volta imediata da multa por eixo, que havia sido suspensa pela Resolução no 104/99 do Contran, embo indiretamente por lei. Os parágrafos 4o e 5o do artigo 259 do CTB rezam que o excesso de peso por eixo constitui infração

Multa por meio de nota fiscal

Foi abolida a tolerância de 5% na nota fiscal, prevista na Resolução 104/99. Esta permissão era ilegal, pois o parágrafo 2o CTB só admite tolerância na aferição de peso por balanças.

A resolução no 114/99 só permitia verificação por meio de nota fiscal nas rodovias onde não houvesse balanças. Agora, na se usar balança, esta aferição pode ser feita em qualquer tempo ou local.

· Confira, ainda, o que diz a Decisão no 6/94, do Contran

Dimensões máximas dos Veículos de Transporte de Cargas

MEDIDAS ESPECIFICAÇÃO DIMENSÕES MÁXIMAS LARGURA 2,60 m ALTURA 4,40 m veículos não-articulados máximo 14,00
MEDIDAS
ESPECIFICAÇÃO
DIMENSÕES MÁXIMAS
LARGURA
2,60 m
ALTURA
4,40 m
veículos não-articulados
máximo 14,00 m
veículos articulados com
duas unidades do tipo
caminhão ou ônibus e
reboque
máximo de 19,80 m
COMPRIMENTO
veículos articulados com
duas unidades, do tipo
caminhão-trator e semi-
reboque
máximo de 18,60
(clique aqui para saber mais)
BALANÇO
TRASEIRO
nos veículos não-
articulados de
transporte de carga
-até 60% (sessenta por cento) da distância entre os dois eixos, não p
a 3,50m (três metros e cinqüenta centímetros);
-até 4,20 metros, excepcionalmente para os veículos não-articulados
licenciados até 13 de novembro de 1996, o balanço traseiro pode ser
metros e limitado a 4,20 metros, respeitados os 60% da distância entr
mediante Autorização Específica fornecida pela autoridade com circu
via, com validade máxima de um ano e de acordo como licenciament
o sucateamento do veículo.

http://www.sulcarj.com.br/leidabalan%C3%A7a.html

23/12/2011

Lei da Balança

Page 7 of 9

OBSERVAÇÕES

Veículos com dimensões excedentes

Os veículos em circulação, com dimensões excedentes aos limites fixados no art 1º da Resolução 210/06, registrados e lic novembro de 1996, poderão circular até seu sucateamento, mediante Autorização Específica e segundo os critéri

Autorização Específica Definitiva - para veículos que tenham como dimensões máximas, até 20,00 metros de compr metros de largura, e até 4,40 metros de altura, será concedida Autorização Específica Definitiva, fornecida pela autorid circunscrição sobre a via, devidamente visada pelo proprietário do veículo ou seu representante credenciado, podendo vinte e quatro horas do dia, com validade até o seu sucateamento, e que conterá os seguintes dados:

a) nome e endereço do proprietário do veículo;

b) cópia do Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo – CRLV;

c) desenho do veículo, suas dimensões e excessos.

Autorização Específica - para os veículos cujas dimensões excedam os limites previstos no inciso I poderá ser conce Específica, fornecida pela autoridade com circunscrição sobre a via e considerando os limites dessa via, com validade e de acordo com o licenciamento, renovada até o sucateamento do veículo e obedecendo aos seguintes parâmetros:

a) volume de tráfego;

b) traçado da via;

c) projeto do conjunto veicular, indicando dimensão de largura, comprimento e altura, número de eixos, distância entre

Idade do Cavalo-mecânico - a Autorização Específica poderá ser concedida mesmo quando o caminhão trator tiver si licenciado após 13 de novembro de 1996.

Qual a diferença entre bitrem e rodotrem?

Bitrem (vide figura abaixo) é uma combinação de veículos de carga composta por um total de sete eixos, que permite o tra peso bruto total combinado PBTC de 57 toneladas. Os semi-reboques dessa combinação são interligados por um engate d roda) e podem ser tracionados por um cavalo-mecânico 6x2 (trucado).

podem ser tracionados por um cavalo-mecânico 6x2 (trucado). Já o rodotrem (vide figura abaixo) é um

Já o rodotrem (vide figura abaixo) é um combinação de veículos de carga (dois semi-reboques) composta por um total de o transporte de um peso bruto total combinado (PBTC) de 74 toneladas. Os dois semi-reboques dessa combinação são int veículo intermediário denominado dolly, que possui a característica de acoplar no semi-reboque dianteiro por um engate do automático e com cambão) e fazer a ligação com o semi-reboque traseiro através de um engate do tipo B (quinta-roda)> es pode ser tracionada por um cavalo-mecânico 6x4 (traçado) e necessita de um trajeto definido para obter Autorização Espe (AET).

http://www.sulcarj.com.br/leidabalan%C3%A7a.html

23/12/2011

Lei da Balança

Page 8 of 9

Lei da Balança Page 8 of 9 Por definição o bitrem é um conjunto que possui

Por definição o bitrem é um conjunto que possui duas articulações (quinta-roda do caminhão e a quinta-roda do semi-rebo rodotrem é um conjunto que possui três articulações (quinta-roda do caminhão, engate dianteiro do dolly e quinta-roda do

O que é um tri-trem?

É uma combinação de veículo de carga - CVC - formada por três semi-reboques interligados através de quinta roda, ou sej tipo B, como acontece na combinação bi-trem. Esta CVC possbilita um PBTC de 74 toneladas, a mesma do rodotrem, mas características específicas, são desenvolvidas especialmente para o transporte florestal e canavieiro.

Outras definições

Romeu e Julieta é um caminhão que traciona reboque;

Treminhão é um caminhão tracionando dois ou mais reboques, engatados por meio de ralas.

Tipos de Acoplamento (dole)

http://www.sulcarj.com.br/leidabalan%C3%A7a.html

23/12/2011

Lei da Balança

Page 9 of 9

Lei da Balança Page 9 of 9 Tipos de Suspensão Av Dr. Francisco Vilella de Andrade

Tipos de Suspensão

Lei da Balança Page 9 of 9 Tipos de Suspensão Av Dr. Francisco Vilella de Andrade

Av Dr. Francisco Vilella de Andrade Neto, 44 - sala 901 - Centro - Barra Mansa /RJ Telefone : 24 3323 2555 Fax : 24 3322 5133 - e-mail : atendimento@sulcarj.com.br

http://www.sulcarj.com.br/leidabalan%C3%A7a.html

23/12/2011