Você está na página 1de 30

EDITH WHARTON

PSEUDÔNIMO DE EDITH NEWBOLD JONES


24 de janeiro de 1862, New York, EUA
11 de agosto de 1937, em St.-Brice-sous-Forêt, Val-
d'Oise, Île-de-France, França
NOVELISTA, ESCRITORA DE HISTÓRIAS CURTAS
E DESIGNER
BIOGRAPHY
 NASCEU EM NEW YORK DE UMA
FAMÍLIA ARISTOCRÁTICA
 FOI ENSINADA A AGIR CONFORME OS
MANEIRISMOS E RITUAIS DA ÉPOCA
 QUANDO CRIANÇA, TEVE ACESSO AOS
LIVROS DO PAI
 TEVE GOVERNANTA E TUTOR NOS
ESTADOS UNIDOS E EUROPA
 QUANDO JOVEM, REBELOU-SE CONTRA
AS CONVENÇÕES DA ÉPOCA
BIOGRAPHY
 1885: CASOU-SE COM TEDDY WHARTON, 12 ANOS
MAIS VELHO
 MORARAM EM NEW YORK, RHODE ISLAND E
MASSACHUSETTS
 AOS POUCOS, SENTE-SE INFELIZ COM O PAPEL DE
ESPOSA E MÃE VIVENDO NA SOCIEDADE
ARISTOCRÁTICA DA ÉPOCA
 SEPAROU-SE DO MARIDO AO DESCOBRIR QUE
TINHA UMA AMANNTE EM BOSTON
 APAIXONOU-SE POR MORTON FULLERTON E FOI
MORAR EM PARIS SOZINHA
 1913: DIVORCIA-SE DE TEDDY WHARTON
BIOGRAPHY
 1900 A 1938: ESCREVEU VÁRIOS LIVROS
 1905: PUBLICOU “HOUSE OF MIRTH”
 1911: PUBLICOU ETHAN FROME
 I GUERRA MUNDIAL: AJUDOU OS
REFUGIADOS EM PARIS
 VOLTOU AOS ESTADOS UNIDOS
SOMENTE PARA RECEBER O PRÊMIO
PULITZER PELO LIVRO “THE AGE OF
INNOCENCE”
BIOGRAPHY
 “THE AGE OF INNOCENCE”: CONSIDERADA A
MELHOR OBRA DA AUTORA
 DESCRITO COMO “OBRA PRIMA QUE RETRATA O
DESEJO E TRAIÇÃO AMBIENTADOS NO INÍCIO DA
FORMAÇÃO DE NEW YORK”
 RETRATA A JUVENTUDE DA AUTORA
 CONHECEU TEDDY ROOSEVELT, F. SCOTT
FITZGERALD E ERNEST HEMINGWAY
 AMIGA DE HENRY JAMES, INFLUENCIADA POR
ELE EM SEUS ESCRITOS
 ESCREVEU ATÉ O FINAL DA VIDA
 ENTERRADA NO CEMITÉRIO AMERICANO DE
VERSAILLES
THEMES
 EFEITO DA CLASSE SOCIAL NO
COMPORTAMENTO E CONSCIÊNCIA DAS
PESSOAS (DIVÓRCIO – OFENSA)
 CRENÇA NO PROGRESSO COMO ALGO BOM E
DESEJÁVEL
 CONTRASTE ENTRE OS COSTUMES EUROPEUS E
AMERICANOS
 MORALIDADE E SENSIBILIDADE
 CASAMENTO COMO “PRISÃO”
 DESEJO DA MULHER POR LIBERDADE
 RIVALIDADE E ANIMOSIDADE ENTRE AS
MULHERES
THEMES - INFLUÊNCIA
 PROBLEMAS DE
RELACIONAMENTO COM A
PRÓPRIA MÃE
 FRUSTRAÇÃO PELAS LIMITAÇÕES
IMPOSTAS ÀS MULHERES
 SEU CASAMENTO FRUSTRADO E
ESTIGMA CONTRA DIVÓRCIO
 REPRESSÃO SEXUAL FEMININA
THE AGE OF INNOCENCE - PLOT
 A HISTÓRIA SE PASSA EM NEW YORK, NO INÍCIO DO SÉCULO
 A AUTORA FALA DOS VALORES E MORAL DA ARISTOCRACIA
DE NEW YORK NO INÍCIO DO SÉCULO XX
 FALA DAS CONVENÇÕES E TRADICIONALISMO, RIGIDEZ E
HIPOCRISIA
 NEWLAND ARCHER: SENTE SUAS CRENÇAS E CONVENÇÕES
SE DESABAREM QUANDO SE APAIXONA POR DUAS
MULHERES
 CRÍTICA À BURGUESIA DE NEW YORK
 MOSTRA COMO A HIPOCRISIA ERA A FILOSOFIA DE VIDA
DESSA CLASSE SOCIAL
 PESSOAS MANTINHAM UMA FACHADA DE FELICIDADE, ONDE
ESCONDIAM PROBLEMAS PESSOAIS, FAMILIARES E
PROFISSIONAIS
 SOCIEDADE DE APARÊNCIAS
MAIN CHARACTERS
Os personagens principais que compõem a trama
do filme são Ellen Olenska, que após se afastar do
marido, volta para Nova York ao encontro de sua
família, e principalmente, de sua prima May
Welland, considerada uma mulher doce e ingênua
que está prestes a se casar com Newland Archer,
um promissor advogado vindo de uma importante
família, e que passa a cuidar do processo de
divórcio de condessa Olenska, com a qual começa
uma relação amorosa.
THE AGE OF INNOCENCE
 A burguesia do período abordado estava sofrendo de uma
complexa dualidade.
 O ideal moral do burguês puritano da abstinência,
moderação e contenção estava entrando fortemente em
choque com a realidade de fartura econômica.
 Muitos capitalistas norte-americanos ganharam tanto
dinheiro, e tão rápido, que a acumulação de capital por si
só, como pregava a ética protestante, deixou de ser um
objetivo de vida muito animador.
 De que adianta ter muito dinheiro se você não pode
esbanjá-lo, e assim ostentar a sua riqueza? Esse
questionamento parece ter norteado a burguesia a partir
de então.
THE AGE OF INNOCENCE
A burguesia passou a buscar o estilo
de vida da antiga aristocracia dos
nobres europeus.
 Isso se refletia na prática do ócio,
seja relaxando em suas casas de
campo, seja praticando esportes em
grandes clubes, ou freqüentando o
teatro, concertos e óperas, como fica
demonstrado logo no início do livro
THE AGE OF INNOCENCE
 Mas a principal forma que o burguês encontrou para
demonstrar o seu status, foi através de sua casa. "O lar era a
quintessência do mundo burguês, pois nele, e apenas nele,
podiam os problemas e contradições daquela sociedade ser
esquecidos ou artificialmente eliminados.
 Ali, e somente ali, os burgueses e mais ainda a família
pequeno-burguesa podiam manter a ilusão de uma alegria
harmoniosa e hierárquica, cercada pelos objetos materiais que
a demonstravam e faziam-na possível
 A residência burguesa era repleta de objetos; cortinas,
quadros, papéis de parede, louças, vasos, poltronas, todos
muito bem ornamentados e feitos com os materiais mais caros
disponíveis.
 O designer e a decoração da casa servia menos ao conforto e
a funcionalidade e mais a expressão de status, riqueza e
sucesso de seu dono.
THE AGE OF INNOCENCE
 Essa grandiosidade da mobília do interior da residência
burguesa era ostentada através de suntuosos jantares, como
fica representado quando Archer comparece a um banquete
que está sendo oferecido pelo pai de sua noiva aos membros
da alta sociedade novaiorquina, e enquanto adentra pela
majestosa casa, vai descrevendo todos os objetos e mobílias
pelos quais vai passando até chegar a sala de estar onde está
acontecendo a recepção.
 É preciso entender que nessas residências a vida privada era
quase inseparável da pública, pois tinham funções
diplomáticas e políticas.
 Assim, cada palavra, gesto e expressão de um burguês, são
minuciosamente calculados para se adequarem às normas de
etiqueta e educação, e de modo a lhe beneficiar na conquista
de contatos e influências.
THE AGE OF INNOCENCE
 Qual o papel da mulher nesta sociedade burguesa, representadas por
May e a condessa Olenska?
 May simboliza a mulher que segue o padrão moral que exige castidade
por parte das mulheres solteiras e fidelidade por parte das casadas.
 Se a sociedade burguesa pregava para o indivíduo liberdade,
igualdade e o direito a propriedade privada, o mesmo não acontecia no
interior da estrutura familiar, ainda fortemente patriarcal, baseada na
subordinação da mulher e dos filhos (e, sobretudo, das filhas).
 May também representa a "inocência" do mundo burguês, que na
verdade, estava envolto por um forte elemento sexual expressado
através das roupas numa aparente contradição entre atração e
retenção.
 Ao mesmo tempo em que as roupas utilizadas pelo burguês cobriam
completamente o seu corpo, também ressaltavam as suas formas,
sobretudo nas mulheres, em seus seios e ancas, o que certamente
excitava a fantasia dos homens.
 Afinal, o oculto é muito mais tentador do que o que está
escancaradamente à mostra
THE AGE OF INNOCENCE
 Condessa Olenska: simboliza "a nova mulher", que procurava
quebrar esses padrões morais em busca de sua emancipação e
independência.
 Por divergir desses padrões é que Olenska sofrerá do repúdio da
alta sociedade novairoquina.
 Uma sociedade em que o casamento era uma forte tradição, uma
mulher divorciada como Olenska não poderia ser bem vista.
 O relacionamento dela com Ascher, só ajudaria a piorar ainda
mais a sua reputação. Aliás, muito mais para ela, do que para ele.
 Afinal, esperava-se que a moralidade das restrições sexuais e da
fidelidade atingisse tanto homens quanto mulheres, mas a
verdade é que a infidelidade no casamento era tolerada para o
homem, desde que ele mantivesse a discrição, e essa "pulada de
cerca" não colocasse em risco a sua estabilidade familiar e
profissional.
THE AGE OF INNOCENCE
E é justamente essa distinção do ideal moral
daquele que é realmente praticado devido ao
interesse econômico, e sobretudo, a distinção
que se fazia entre o que era permitido a ambos
os sexos, que expressa a hipocrisia da classe
burguesa da qual cito no começo do texto, e do
qual A Epoca da Inocência retrata muito bem,
através de uma ótima reconstituição de época
CHARACTERS
 NEWLAND ARCHER
 PROTAGONISTA DA HISTÓRIA
 JOVEM E RICO ADVOGADO, NOIVO DA BELA
DEBUTANTE MAY WELLAND
 APAIXONA-SE TAMBÉM PELA PRIMA DE MAY –
CONDESSA ELLEN OLENSKA (SÍMBOLO DA
LIBERDADE PERDIDA POR CAUSA DO AMBIENTE
SUFOCANTE DA ARISTOCRACIA DE NEW YORK)
 ARCHER FICA DIVIDIDO ENTRE SEU COMPROMISSO
COM MAY E SUA FAMÍLIA, E SUA PAIXÃO POR ELLEN
 NO FINAL, PERMANECE FIEL À ESPOSA E FICA
CONHECIDO NA SOCIEDADE COMO UM
FILANTROPO E FIGURA CÍVICA
CHARACTERS
 CONDESSA ELLEN OLENSKA
 PRIMA DE MAY E NETA DA SRA. MANSON
MINGOTT
 CRIADA E EDUCADA NA EUROPA
 CASADA COM UM CONDE POLONÊS, QUE A
TRAI E A OBRIGA A SE SEPARAR DELE
 AO RETORNAR A NEW YORK, ESPERA PODER
SE REINTEGRAR À SOCIEDADE AMERICANA,
MAS É MARGINALIDADA
 CRITICADA PELO SEU COMPORTAMENTO
 PARA ARCHER, É O SÍMBOLO DA LIBERDADE E
DA VIDA VERDADEIRA QUE TANTO DESEJA
CHARACTERS
 MAY WELLAND

 NOIVA DE ARCHER
 INOCENTE, REPRESENTANTE DA SOCIEDADE
DE NEW YORK: INCAPAZ DE PENSAR POR SI
MESMA, CONDICIONADA ÀS CONVENÇÕES DA
SOCIEDADE
 APESAR DA APARENTE INOCÊNCIA, MOSTRA-
SE SÁBIA QUANDO DESCOBRE O ROMANCE DE
SEU MARIDO COM A PRIMA
CHARACTERS
 MRS. MANSON MINGOTT

 AVÓ DE MAY E ELLEN


 SENHORA GORDA E ARISTOCRATA
 TEM GRANDE INFLUÊNCIA NA FAMÍLIA
 APESAR DE TER PADRÕES MORAIS RÍGIDOS,
APRESENTA OPINIÕES POUCO ORTODOXAS
SOBRE DETERMINADOS ASSUNTOS DA
SOCIEDADE
 ENFATIZA A IMPORTÂNCIA DA SOLIDARIEDADE
FAMILIAR E APOIA ELLEN, INCLUSIVE
FINANCEIRAMENTE
CHARACTERS
 HENRY E LOUISA VAN DER LUYDEN

 DESCENDENTES DA ARISTOCRACIA HOLANDESA


PRÉ REVOLUCIONÁRIA
 LÍDERES DA SOCIEDADE EM QUESTÕES SOCIAIS
 CASAL TRANQUILO E RARAMENTE VISTO EM
PÚBLICO
 POUCOS TÊM A OPORTUNIDADE DE VISITÁ-LOS EM
SUA MANSÃO NA MADISON AVENUE
CHARACTERS
 JULIUS BEAUFORT
 POUCO SE SABE SOBRE ELE, MAS DIZEM
QUE FUGIU DA EUROPA APÓS SER
ACUSADO DE REALIZAR NEGÓCIOS
ILÍCITOS
 GOSTA DE PROMOVER BAILES ANUAIS
FAMOSOS, TORNA-SE UM DOS MAIS
IMPORTANTES ANFITRIÕES DE NEW YORK
 APÓS OUTRO ESCÂNDALO, É OBRIGADO
A SE EXILAR DA ALTA SOCIEDADE
CHARACTERS
 Mrs. Archer and Janey Archer
 MÃE E IRMÃ DE ARCHER, MAS
TRATAM-SE QUASE COMO IRMÃS
 TÍMIDAS, MAS GOSTAM DE FOFOCAS
 GOSTAM DE ARCHER, MAS NÃO
CONCORDAM COM SUA OPINIÃO
SOBRE SOCIEDADE
CHARACTERS
 Lawrence Lefferts

 EMBORA CONSIDERADO PESSOA DE BOM


GOSTO E VALORES MORAIS, GOSTA DE
FOFOCAS E É INFIEL À ESPOSA
 SUSPEITA-SE QUE TENHA CORTEJADO A
CONDESSA OLENSKA, MAS FOI
REJEITADO
IRONIA - TÍTULO
 THE AGE OF INNOCENCE TRATA
COM IRONIA SOBRE INOCÊNCIA:
FALA DA INOCÊNCIA REAL, DA
FALSA INOCÊNCIA, DA INOCÊNCIA
IRÔNICA E DA INOCÊNCIA INFELIZ
 CONTRIBUEM PARA A IRONIA DO
LIVRO, A VIDA DE WHARTON, OS
“ANOS DOURADOS” E OS
PERSONAGENS
IRONIA
 O LIVRO É CONSIDERADO TANTO
IRÔNICO QUANTO INTENSO
 IRÔNICO: PERÍODO FINAL SÉC XIX, CHEIO
DE INTOLERÂNCIA, CONSPIRAÇÕES E
CINISMO
 INTENSO: A ÚNICA INOCÊNCIA PERDIDA É
A DE NEWLAND ARCHER, QUE SE VÊ
ENREDADO NAS MAQUINAÇOES DA
ARISTOCRACIA
GILDED AGE (ANOS DOURADOS)
 REFERE-SE AO PERÍODO PÓS-GUERRA DA
SECESSÃO E PÓS RECONSTRUÇÃO
 PERÍODO DE 1870 A 1890: EXPANSÃO
ECONÔMICA, INDUSTRIAL E POPULACIONAL SEM
PRECEDENTES
 CRESCIMENTO EXTRAORDINÁRIO DAS
ESTRADAS DE FERRO, PEQUENAS FÁBRICAS,
BANCOS, ARMAZÉNS, MINAS E OUTROS
NEGÓCIOS FAMILIARES
 EXPANSÃO DAS TERRAS CULTIVÁVEIS NO OESTE
 AUMENTO DA DIVERSIDADE ÉTNICA DOS
IMIGRANTES, ATRAÍDOS PELA POSSIBILIDADE DE
EMPREGO E TERRA
"The Breakers", mansão vitoriana dos „anos
dourados“ em Newport, Rhode Island
Alfred Stieglitz, "The Street--Design for a Poster,"
from Camera Work (1903)
The Flatiron Building, New York City, coleção de
Jeffrey Howe