Você está na página 1de 29

ÁQUA-BIOENERGETICA

EM NATUROLOGIA

Trabalho realizado por:


Maria José Oliveira
INTRODUÇÃO
INTRODUÇÃO
 O uso do tratamento de saúde utilizando
banhos e fontes termais e piscina teve início
antes de Cristo nos rios da Mesopotâmia,
Egipto, Índia e China.
 Os rituais das águas curativas apareceram
também nas culturas Gregas, Hebraicas,
Romana e Cristã.
 A terapia Áqua-Bioenergética é uma
modalidade terapêutica desenvolvida
segundo bases científicas da teoria
hidrodinâmica.
INTRODUÇÃO

 A compreensão das propriedades físicas da


água e das alterações fisiológicas do corpo
em imersão, bem como a análise do
movimento humano no meio líquido, têm
auxiliado a utilizar a água na facilitação do
movimento e na recuperação das disfunções.
INTRODUÇÃO
 Os princípios físicos da água, os efeitos
fisiológicos de um corpo em imersão, bem
como as respostas fisiológicas são recursos
importantes em que se destacam:

- Impulsão - empuxo,
- Flutuação,
- Diminuição das zonas de sustentação,
- Pressão hidrostática,
- Refracção,
- Temperatura.
INTRODUÇÃO
 O princípio de Arquimedes afirma que o
corpo imerso em líquido sofre uma pressão
contrária, de baixo para cima, igual ao peso
do líquido deslocado.

 Esta força é chamada de impulsão e é


responsável pela diminuição do stress
gravitacional.
 Uma das principais vantagens da Áqua-
Bioenergética é a redução das forças na
sustentação do peso.
INTRODUÇÃO
 O estudo da percentagem de descarga de
peso durante a imersão parcial encontrou
um peso médio para homens e outro para
mulheres.
 A lei Pascal estabelece que a pressão do
fluido é exercida igualmente sobre todas
as áreas de um corpo imerso a uma dada
profundidade. È a pressão hidrostática que
aumenta com a profundidade e com a
densidade do fluído.
INTRODUÇÃO

 A propriedade de suporte conferida pela


água dá ao paciente com alteração de
equilíbrio corporal tempo para reagir quando
sente risco de queda.
MÉTODO
MÉTODO
 A Áqua-Bioenergética é uma união de
técnicas terapêuticas, com resultados
comprovados em diversos níveis:

- Sacro-craneana,

- Medicina Tradicional Chinesa,

- Shiatsu,

- Reequilíbrio SomatoEmocional e
outras.
MÉTODO

 Trata-se de um trabalho corporal profundo


quando praticado em grupo.

 A flutuagem, pompagem ou manobra


miofascial são recursos terapêuticos
utilizados que trabalham as fascias que
são estruturas de tecidos conjuntivos que
compõem o Sistema Musculo-esquelético.
MÉTODO
 A essência do trabalho é feita por toques
subtis acompanhando os movimentos
espontâneos.

 O calor da água numa temperatura termo


- neutra auxilia na extensibilidade dos
tecidos fasciais.
 A impulsão facilita a entrega causando um
relaxamento da musculatura devido à
ausência da gravidade, auxilia no suporte
total do corpo do paciente.
MÉTODO
 A pressão hidrostática mantém as
articulações encaixadas mas livres para
receber a terapia.

 A inércia potencia a manobra de fluagem


quando acontece a frenagem do
movimento.
 A resistência da agua auxilia dando
suporte e possibilitando movimentos que
seriam impossíveis de serem realizados
em marquesa ou solo.

MÉTODO
 O contacto da água em toda a superfície do
corpo inibe as terminações nervosas
diminuindo as informações de dor e
estiramento, favorecendo assim a
extensibilidade da fascia.
 O toque subtil e suave aumenta a actividade
fisiológica promovendo maior estiramento e
relaxamento e diminui restrições em tecidos
mais profundos, localizando pontos onde as
emoções se somatizam e alojam-se em forma
de quistos energéticos, ajudando assim a sua
libertação espontânea por parte do paciente.
MÉTODO
 Caroly Kisner e Lyumm Allem Colbi no livro
“Exercícios Terapêuticos - fundamentos
Técnicos “ escrevem:

“À medida que a temperatura


intramuscular aumenta, o tecido
conectivo cede mais facilmente ao
alongamento passivo e a
sensibilidade do OTG (órgãos
Tendinosos Golgi) aumenta o que
torna mais provável que ele dispare
inibindo a tensão muscular”.
MÉTODO

 O aquecimento também diminui a


possibilidade de micro-traumas nos tecidos
moles durante o alongamento e desse modo
pode diminuir a dor muscular tardia que
ocorre após os exercícios.
RESTRUTURAÇÃO
RESTRUTURAÇÃO
 A Áqua-Bioenergética trabalha com o
alinhamento da estrutura miofascial que é do
tecido conjuntivo.

 A fascia è o órgão da estrutura e as


camadas fasciais abrangem o órgão da
estrutura, órgão que mantém o órgão de
modo apropriado no mundo material
tridimensional.
O PROCESSO DE MUDANÇA
O PROCESSO DE MUDANÇA
 A alteração postural é mediada pelo Sistema
Nervoso Central que deve ser “reeducado“
numa nova postura, mais eficiente.

 A libertação miofascial rompe a


“homeostase” individual, o paciente pode
sentir-se um pouco estranho pois o
equilíbrio é alterado mediante a postura
que se torna mais simétrica.
O PROCESSO DE MUDANÇA
 Nas terapias Áqua-BioEnergetica são
necessárias várias sessões para quer se
tenham uma boa evolução.
 Quando começamos a olhar estruturas
descobrimos que o corpo não é uma
unidade mas sim um agregado de
unidades, e que devemos interpretar
como uma unidade singular.
 De acordo com o modo como estas
unidades estão articuladas no corpo,
funcionam bem ou menos bem ou mal.
O PROCESSO DE MUDANÇA

 O corpo funciona com base em energia, ele


cria a sua própria energia e assimila energia;
uma das formas de a acrescentar é a tracção
a outra é a pressão.
EFEITOS
EFEITOS
 A terapia Áqua-BioEnergética é um trabalho
que apresenta bons resultados, como:

- Relaxamento muscular,

- Dissociação da cintura escapular e pélvica,

- Melhora o fluxo energético em todo o corpo,

- Melhora a circulação sanguínea e linfática,

- Melhora a consciência emocional,


EFEITOS
- Liberta quer a parte somática quer a
parte emocional permitindo dissolver
barreiras que foram criadas ao longo da vida,
restaurando a sua capacidade de
recuperação, eliminando resíduos celulares e
substâncias nocivas que possam estar
retidas e criar problemas.
Estimula não só as capacidades
psicomotoras e coordenação como
também potência mudanças integradas de
comportamento cognitivo-psiquicoe social
permitindo ir ao encontro das expectativas
individuais e colectivas.
EFEITOS

 Na gravidez permite que os tecidos se


possam expandir mais facilmente para
assim proporcionar mais espaço e melhor
ambiente para o bebé.

 Após o parto ajuda a reequilibrar o


sistema hormonal.
EFEITOS

 Alivia a depressão pós-parto e restabelece


todo o funcionamento pélvico eliminando
assim muitos problemas que surgem após
o parto.

 Nos bebés a terapia ajuda a libertar quer o


traumatismo quer muitas das tensões
surgidas durante e após o nascimento.
REFERÊNCIAS
- Bates, A. Hanson - exercícios aquáticos
terapêuticos

- Dr. John Upledger – libertação somato


emocional

- Campion,M.R – Hidroterapia princípios e


prática

- Kisner C ; Golbi – Exercícios terapêuticos,


fundamentos e técnicas 1998

- Mc Murray 1998
REFERÊNCIAS
-Prevedel e Al. 2003 – Repercussões
maternas e perinatais da hidroterapia na
gravidez

-Cunha,M.CB;Labronni R.H.D.D.
;Oliveira,A.SB
&Garbai,A.A.-hidroterapia-ver.neurociências
v.6,n3 1998

- Gois C.w-identidade é vivência-2002

-Morris,D.M.-Aquatic rehabilitation for