Você está na página 1de 60

Dra.

Daniela Dover
2018
O início do desenvolvimento humano:
ANTES da primeira semana
TIPOS DE
DIVISÃO
MITOSE MEIOSE

 células somáticas  células germinativas (precursora)

 divisão equacional  divisão reducional

2n 2n

n n
2n 2n

n n n n
Comparação entre meiose e
mitose
IMPORTÂNCIA DA MITOSE
IMPORTÂNCIA DA
MEIOSE

Processo de divisão celular que


ocorre nas gônadas e dá origem aos
gametas ( GAMETOGÊNESE )
Meiose

2n

n n

n n n n
Meiose
 Processo de divisão celular que ocorre nas gônadas e dá
origem aos gametas ( GAMETOGÊNESE )

 Produz, a partir de uma célula, 4 células haplóides ( n )


diferentes entre si e da célula-mãe

 2 divisões consecutivas 2n

 MEIOSE I
n n

MEIOSE II
n n n n
Meiose I Meiose II

Leptóteno
Zigóteno
PRÓFASE I Paquíteno PRÓFASE II
Diplóteno
Diacinese
METÁFASE I METÁFASE II

ANÁFASE I ANÁFASE II

TELÓFASE I TELÓFASE II
Prófase I
 Evento chave da meiose - pareamento dos cromossomos
homólogos, permitindo que:
 cada núcleo filho receba um cromossomo homólogo
 recombinação, permuta ou crossing-over entre
cromossomos homólogos maternos e paternos

DIVERSIDADE GENÉTICA
muito importante para o processo evolutivo
Prófase I
Meiose I

Meiose II
Mitose x Meiose
Controle Genético da Meiose

 Meiose - controlada pelo fator promotor de maturação


( MPF )
 Dois pontos de regulação:
 Diplóteno - ovócitos permanecem por longo período
 Metáfase II - ovócitos permanecem até fecundação

 Estímulos hormonais - ativação MPF


 O ovócito continua o ciclo
 Após diacinese - MPF ativo - ovócito progride até metáfase II
 O ciclo se completa após fecundação pelo espermatozóide
Gametogênese

 Células da linhagem germinativa - ovogônias e espermatogônias

 Feminina:

 inicia-se na vida intra-uterina - 1 milhão de ovócitos em

meiose I (diplóteno) - ovócitos primários.

 maturidade sexual ( ~12 anos) - 20 a 30 células por mês

completam a meiose I e chegam até metáfase II (ovócitos II).

 Ovócitos - fecundados, terminam a meiose; não fecundados,

degeneram e são eliminados.


Diferenças entre gametogênese
masculina e feminina

MASCULINA FEMININA
Início Puberdade Vida Embrionária
Duração 60 – 65 anos 12 – 50 anos
N de mitoses 30 - 500 20 a 30
N de gametas por 4 espermátides 1 óvulo e 3 corpúsculos
meiose
Produção de gametas 100 a 200 milhões por 1 óvulo em cada ciclo
no adulto ejaculação mestrual
Testículo Túbulos seminíferos

Linhagem germinativa + células de Sertoli + células de Leydig


3 semanas
1) O aparelho de Golgi forma uma grande vesícula, a vesícula acrossômica, que
acumula carboidratos e enzimas hidrolíticas.
2) A vesícula acrossômica acopla-se a um pólo do núcleo, que se alonga
progressivamente, para formar uma estrutura conhecida como o capuz
acrossômico.
3) Enquanto isso, ambos os centríolos migram para a extremidade da célula
oposta a do capuz acrossômico; o centríolo alinhado paralelamente ao maior
eixo do núcleo se alonga para formar um flagelo, que tem uma estrutura básica
semelhante a de um cílio.
4) A medida que o flagelo se alonga, nove fibrilas grosseiras, que podem conter
proteínas contráteis, se dispõem longitudinalmente em torno do eixo do flagelo.
Outras fibrilas, semelhantes a costelas, em seguida se dispõem
circunferencialmente em torno de todo o flagelo.
5) O citoplasma migra para circundar a primeira parte do flagelo. O restante do
flagelo parece se projetar a partir da célula mas, na realidade, permanece
circundado pela membrana plasmática. Essa migração do citoplasma então
concentra as mitocôndrias na região do flagelo.
6) A medida que o flagelo se alonga, o excesso de citoplasma é fagocitado pela
célula de Sertoli envolvente antes de liberar a espermátide dentro do lúmen.
Em humanos, o tempo requerido para uma espermatogônia desenvolver-se num
espermatozoide maduro é de aproximadamente 74 dias, e cerca de 300 milhões de
espermatozoides são produzidos diariamente.
O sêmen, o produto da ejaculação, é constituído por espermatozóides e líquido
seminal, o qual é derivado principalmente das glândulas seminais e da
próstata.

O volume de cada ejaculado humano é de cerca de 3,5ml, contendo de 50 a


150 milhões de espermatozóides por mL.

Nos humanos adultos férteis normais, até 25% dos espermatozóides são
anormais.

Por ocasião da ejaculação, os espermatozóides já amadurecem e adquirem a


propriedade da motilidade; contudo, permanecem incapazes de fertilizar um
ovócito até então serem submetidos a um processo chamado de capacitação,
dentro do trato genital feminino.
É a sequencia de eventos pelos quais as ovogônias são
transformadas em ovócitos maduros.

Ovário

Os ovários produzem estrogênio e progesterona, os


hormônios responsáveis pelo desenvolvimento das
características sexuais secundárias e pela regulação da
gestação. Além disso, são responsáveis também pela
produção e manutenção dos ovócitos.
Os ovócitos primários permanecem
em repouso até a puberdade.

Após o nascimento, não se forma mais


nenhum ovócito primário.
É a sequencia de eventos pelos quais as ovogônias são transformadas em ovócitos
maduros.

É caracterizado por:

• crescimento e diferenciação do ovócito primário


• proliferação das células foliculares
• formação da zona pelúcida
• desenvolvimento das tecas foliculares
Na ovulação: o núcleo do ovócito secundário inicia a segunda divisão meiótica, mas progride
apenas até a metáfase, quando então, a divisão é interrompida.
Se um espermatozoide penetra no ovócito secundário, a secunda divisão meiótica é
completada.
Cortes de ovários humanos adultos

Folículos
primordiais
Folículos em crescimento
Ovócito primário em um folículo secundário
Espermatogênese

Ovogênese
Útero
Útero
Tuba uterina
Envolvem a atividade do hipotálamo, da hipófise, dos ovários, do útero, das
tubas uterinas, da vagina e das glândulas mamárias.
Hipotálamo

Hipófise
Ciclo regular
de 28 dias
Ciclo regular
de 28 dias

A: liberação pulsátil do LH e do FSH;


B: aumento da quantidade de estrógeno;
C: redução dos pulsos de LH e FSH;
D: surtos pré-ovulatórios de LH e FSH;
E: estrógeno e grandes quantidades de progesterona
secretados devido à ovulação;
F: não havendo fecundação a concentração de
estrógeno e progesterona caem.
Em torno do 14 dia do ciclo menstrual
 Se a fertilização ocorrer: ...
Fase lútea:
 Se a fertilização NÃO ocorrer:

• o corpo lúteo degenera


• os níveis de estrogênio e progesterona caem e o endométrio
secretor entra na fase isquêmica
• ocorre a menstruação
Hipotálamo

Hipófise
REFERÊNCIAS
 Alberts B et al. - Molecular Biology of the Cell – 4th ed –
Garland Publishing Inc., 2004

 Junqueira & Carneiro – Biologia Celular e Molecular –


Guanabara Koogan,

 Franks LM & Teich NM – Introduction to the Cellular and


Molecular Biology of Cancer – 3rd ed – Oxford University
Press, 2001

 Voet D & Voet JD – Biochemistry – 2nd ed – John Wiley &


Sons Inc., 1995
Exercícios:

1) Com relação a meiose, responda:


a) Cite as fases da meiose, em ordem.
b) Qual destas fases esta relacionada com a variabilidade genética.
Explique.

2) Cite 3 características que diferenciam a meiose da mitose.

3) Cite quais são as células germinativas masculinas, e em qual estrutura


e órgão elas são produzidas.
Exercícios:

4) Cite as fases do ciclo menstrual.

5) Cite os órgãos e hormônios envolvidos no ciclo menstrual.

6) Faça um gráfico referente a um ciclo reprodutivo regular de 28


dias.