Você está na página 1de 156

 São divido em quartos grandes grupos:

 Instrumental de diérese.(incisão, corte e


divulsão).
 Instrumental de hemostasia.(Contenção de
hemostasia).
 Instrumental de síntese.(Sutura, redução de
fratura).
 Instrumental especial.(Têm característica
especiais).
 São seringas utilizadas normalmente para
anestesia odontológicas.
 São seringas utilizadas para anestesia extra-oral,
para a irrigação de cavidades, resfriamento de
brocas cirurgicas.
 É formado basicamente por três instrumentais:
 Espelho clinico
 Pinça clinica
 Sonda exploradora
 Em cirurgia bucal, o espelho clinico tem grande
importancia
 1- visualização de estruturas inacessiveis por visão
direta.
 2- Afastamento dos labios ou bochechas.
 3-Proteção da lingua.
 Tanto o cabo como as laminas são numeradas:
 Cabo: 3, 4, 7, 11 etc.
 Laminas:
 Serie 10 (10, 11, 12, 15, 15c, 17, etc)
 Serie 20 (23 e 24, principalmente)
 Em odontologia se utiliza-se mais os cabo 3 e 7
com as lâminas da série 10.
 Laminas:
 Numero 11 – Drenagem de abscessos e alguns
tipos de incisões, tais como papilas
interdentais.
 Numero 12 – Incisões distalmente ao segundo e
terceiros molares.
 Numero 15 – praticamente todos os tipos de
incisões, inclusive drenagem de abscessos.
 São instrumentos, destinados a separar a gengiva
do dente e o periósteo do osso, este deve ser
rebatido a partir do osso cortical subjacente em
uma única camada, com um descolador periosteal.
 Podem ser:
 Espatula 7
 Descolador de Freer
 Descolador de Molt 2-4, 9
 Sindesmotomo de Hollemback n°5
 Descolador de Buser.
 São instrumetais destinados ao corte ou secção
dos tecidos e fios de sutura e tecidos vivos,
bem como à divulsão destes:
 Dividem-se de acordo com a função
 Tesoura para fios: Mayos, Dean
 Tesoura para divulsão ou corte: Metzembaum
 Tesouras especificas para gengiva: Goldman
Fox, Iris.
 Instrumento para remoção de osso (Remoção de
espiculas ósseas, septos intrarradiculares ou
interdentais, exostoses e regularização do rebordo).
 Possui as pontas ativas em formas de “conchas”
 Utiliza-se a parte convexa de sua ponta ativa para a
remoção óssea.
 São instrumentos empregados para a remoção
de osso.
 Pressão manual.
 Com martelo cirurgico.
 Podem ser de diversas formas:
 Retos(mono ou bi-angulados)
 Goivo ou meia cana
 Gardner(Triangulado)
 São instrumentais cortantes utilizados para
limar ou alisar superfícies ósseas.
 Possuem duas pontas ativas
 Empunha-se como caneta.
 São instrumentos utilizados montado em peças
de mao, contra-ângulo ou turbinas de alta
rotação.
 Alta rotação: 4072, 4138
 Esferica: 4, 6, 8 etc...
 Tronco-cônicas: 161, 162, 701, 702, 703, Zekria.
 Baixa rotação( contra-ângulo).
 Principalmente grandes esfericas(6, 8, etc..)
 Peças retas (de mão).
 Tronco-cônica, esfericas, diamantadas, Maxicut.
 Instrumentos utilizados para exodontias.
 São numerados e dividido de acordo com o
grupo dental.
 São constituído de duas partes:
 Ponta ativa.
 Braços.
 1-(Dente anteriores).
 32- (Pré-molares superiores).
 150-(universal para maxila).
 18 R ou 53 R- (Molares superior Direito).
 18 L ou 53 L- (Molares superior Esquerdo).
 69- (Raízes dentais).
 151- (Dentes anteriores e Pré-molares).
 17- (Molares inferiores).
 16- (Molares inferiores).
 150- (Raízes inferiores).
 Instrumentos utilizados para exodontia
 Retos em relação ao cabo
 Angulado em relação ao cabo
 São usando para luxação dental
 301 a 304 (extratores tipo meia cana)
 Alavancas Seldin (2, 1R, 1L).
 Alavancas de Potts.
 Alavancas Heidbrink(1, 2, 3).
 Hemostaticas: São utilizadas na hemostasia
cirurgica: Pinça Kelly, Halstead ou mosquito.
 Pinça para campos cirurgicos: São utulizadas
para prender algum instrumento ao campo ou
impedir que estes se abram.
 Pinça Backhaus.
 Pinça Allis.
 Pinça de tecido vivos: são utilizadas para
realizar a preensão destes tecidos. Podem ser
dividas em pinças com cremalheira ou sem
cremalheira.
 Com cremalheira: Allis, Cheron, Collin
 Sem cremalheira: Pinça clinica, dente de rato,
anatômica, Adson, Dietrich.
 São instrumentos destinados à separação ou
afastamento de tecidos.
 Farabeuf.
 Farabeuf modificado.
 Minnesota.
 Bruenings.
 Branemark.
 Columbia.
 Oringer.
 Senn Muller.
 Weider.
 Instrumento destinado ára a curetagem de
alvéolos dentais, sequestros ósseos, lesões
periapicais, etc.
 Apresentam ponta ativas semelhantes a
colheres.
 Empulha-se como canetas.
 São instrumentos destinados para evacuar
fluidos do local cirúrgico, para manter uma
visualização adequada.
 Cânula de Frazier.
 Sugador descartavel.
 Seringa de insulina.
 Periótomos são instrumentos utilizados para
extrair dentes preservando a anatomia do
alvéolo do dente.
 São instrumentos destinados a preensão das
agulhas de sutura.
 Mathieu
 Maio- Hegar
 Castroviejo.
 Podem ser divididos, também, pela qualidade
da sua ponta ativa
 Com ponta de vídea.
 Sem ponta de vídea.
 Os materiais de sutura podem ser divido em
absorvíveis e não absorvíveis.
 Não absorviveis: Seda, Polieter
 Absorviveis: Origem Animal
 Origem sintetica
 Origem animal: Catgut
 Origem sintetico: PGA(ácido Poliglicolico),
Poliglactina 910.
 O tamanho da sutura se refere ao diâmetro do
material e é o mesmo mensurado em tamanho
de 3,2,1,0,1-0 ate 10-0 .