Você está na página 1de 35

Cinética Química

É o ramo da Química que analisa a velocidade das reações, como a


varia em função das diferentes condições, assim como os mecanismos de
uma reação. Com isso, são necessários os conceitos seguintes neste estudo:

Velocidade de uma reação química: é a razão entre a quantidade


consumida ou produzida e o intervalo de tempo necessário para tal
acontecimento.
QuantidadeA ou B
Vconsumo 
t
A BC D QuantidadeC ou D
Vformação 
t
Cinética Química
Vale ressaltar que a medida do tempo é qualquer unidade que se ajuste à
determinada reação.
Desta forma podem-se obter as velocidade médias (Vm) conforme as
expressões a seguir:

Tais quantidades podem ser expressa em:


• Massa m
Vm   em relação a massa
• Mols t
• Volume V
Vm   em relação a volume
• concentração t
• etc. n
V 
m  em relação a n0 de mols
t
   em relação a concentração
Vm 
t
Cinética Química
Antes que uma reação tenha início, tem-se:
• A quantidade de reagentes é máxima
• A quantidade de produtos é zero

No decorrer da reação, os reagentes vão sendo consumidos e, portanto, a


quantidade de reagentes vai diminuindo até se tornar mínima (ou
eventualmente zero). Assim como se formam os produtos.
Assim, a quantidade de produtos, que no início é baixa, começa a aumentar
até que, no final da reação, se torna máxima.
Cinética Química
Graficamente, tem-se:

Reagente Produto
Cinética Química
Analisemos, então, o que ocorre com a reação:

C2H 2  2H 2 
 C 2H 6 12  0 mol
0 a 4 min  Vm   Vm  3
40 min
15  0 mol
0a 6 min  Vm   Vm  2,5
Tempo (min)
Quantidade de matéria (em mols) de etano 60 min
formada
20  0 mol
0 0 0a 10 min  Vm   Vm  2
4 12 10  0 min
6 15 15  12 mol
4a 6 min  Vm   Vm  1,5
10 20 64 min
20  12 mol
6a 10 min  Vm   Vm  1,25
10  4 min
20  12 mol
4a 10 min  Vm   Vm  1,33
10  4 min
Cinética Química
Para a reação genérica, a seguir, há a relação das velocidades dos reagentes, produtos e
da reação, consequência da estequiometria que se dá como:

aA  bB  cC  dD 
Vm  velocidade m édia da reação
VA VB VC VD VA  velocidade de consumo de A
Vm      VB  velocidade de consumo de B
a b c d
VC  velocidade de consumo de C
VD  velocidade de consumo de D
Cinética Química
Condições que favorecem um reação química

Para ocorrer uma reação é importante afinidade química, contato


entre os reagentes e energia suficiente.
As interações químicas são devidas, também, às colisões entre as
partículas dos reagentes.

O choque entre partículas ativadas energeticamente deve ocorrer


com uma boa orientação na colisão.
Cinética Química
Energia de ativação: é o valor mínimo de energia que as moléculas dos reagentes devem possuir para que
uma colisão entre elas seja eficaz. Quanto maior for a energia de ativação, mais lenta será a reação.
Cinética Química
Energia de ativação: é o valor mínimo de energia que as moléculas dos reagentes devem possuir para que
uma colisão entre elas seja eficaz. Quanto maior for a energia de ativação, mais lenta será a reação.

O3  NO  O2  NO2
Cinética Química
CHOQUE EFETIVO

CHOQUE NÃO-EFETIVO
Cinética Química
Fatores que podem afetar a velocidade de uma reação química

• Concentração dos reagentes


• Pressão
• Temperatura
• Estado físico dos reagentes
• Luz
Cinética Química
Fatores que podem afetar a velocidade de uma reação química

Concentração dos reagentes: Maior concentração apresenta maior


velocidade. Há exceções a esta regra. Por exemplo, pode-se utilizar um
experimento simples, que é mergulhar pedaços iguais de um metal adequado
em soluções aquosas de um ácido em diferentes concentrações e observar o
desprendimento de gás hidrogênio. Quanto mais concentrada for a solução do
ácido, maior será a quantidade de hidrogênio liberada no mesmo intervalo de
tempo, gerando assim uma velocidade maior.
Cinética Química
Concentração dos reagentes
Cinética Química
Fatores que podem afetar a velocidade de uma reação química

Pressão:A influência da pressão na velocidade de uma reação ocorre


somente nos reagentes gasosos. O aumento da pressão (diminuindo o
volume), aumenta o número de choques efetivos e, portanto, a velocidade.
Em outras palavras, aumentar a pressão equivale a aumentar a concentração
dos participantes gasosos, consequentemente ocorre o aumento da
velocidade da reação.
Cinética Química
Pressão
Cinética Química
Fatores que podem afetar a velocidade de uma reação química

Temperatura:Em geral, velocidade das reações aumenta com o aumento da


temperatura. Aumentar a temperatura significa aumentar a energia cinética
das moléculas, ou seja, aumentar os choques efetivos. É fácil perceber que
moléculas mais rápidas colidem com mais frequência e com mais violência.
Logo, mais moléculas reagem em certo intervalo de tempo e com isso, a
velocidade aumenta. 
Cinética Química
Temperatura
Cinética Química
Fatores que podem afetar a velocidade de uma reação química

Estado físico dos reagentes: Normalmente a velocidade segue esta ordem: gases
>soluções > líquidos puros > sólidos. Devido ao aumento da superfície específica. 
Cinética Química
Estado físico dos reagentes
Cinética Química
Fatores que podem afetar a velocidade de uma reação química

Luz: a presença de luz de certo comprimento de onda também pode acelerar certas
reações químicas.
Cinética Química
Luz
Exercícios Questão 01 p.37 EP
Exercícios Questão 02 p.37 EP

VA VB VC VD
Vm     
a b c d

VA VB VC VD VC VO2 VCO2
Vm      Vm   
a b c d 1 1 1
Exercícios Questão 02 p.37 EC

C4H10  O2  CO2  H 2O 

13
C4H10  O2  4CO2  5H 2O 
2
Exercícios Questão 02 p.37 EC
OBSERVAÇÕES
Exercícios Questão 02 p.37 EC
Exercícios Questão 03 p.37 EC
Exercícios Questão 03 p.37 EC
Exercícios Questão 05 p.38 EC
Exercícios Questão 06 p.38 EC
Exercícios Questão 07 p.38 EC
Exercícios Questão 08 p.38 EC
Exercícios Questão 09 p.38 EC