Você está na página 1de 81

| ||

|

 


Marcelo Oliveira Prata


Hans Stauber Kronit
Pediatria--HRAS 07/04/06
Pediatria
Coordenação; Dr. Paulo R. Margotto
Escola Superior de Ciências da
Saúdede/SES/DF
| ||
 àdentificação: 24/03/2006

S.P.F., admitido no à COR com 19 dias de vida,


procedente da Unidade de eonatologia do
HRAS.
h
  
 Coarctação de Aorta;
 Hipertensão Pulmonar acentuada;
 Quadro séptico;
 CàD;
 Pancitopenia;
|
 | 
 entilação Mecânica
 Acesso venoso (MSD)
|
 |  
  

 
 Dobutamina 15mcg/Kg/min
 Prostin 0,027msg/Kg/min
 ancomicina e Meropenen D8
|
 |    
 


 Feito Ecocardiograma ( à COR):


è 
 HP importante ( Pressão média da A.P. 34mmHg)
 Presença de 2 CàA
CàA´´s (3,5 e 3,0mm, com fluxo E E--D);
 entrículo Direito Muito Hipertrófico e dilatado;
 entrículo Esquerdo c/ Hipertrofia discreta e boa função
sistólica;
 Hipoplasia de arco transverso ( 2mm);
 Raiz da aorta mede 7,5 mm e aorta ascendente mede 5,5mm;
 Canal arterial pequeno , c/ fluxo restritivo e gradiente de
30mmHg (Fluxo Sistólico);
 ão se pode afastar CoA ao nível de Art.Subclávia E.
|
 |  
     
à 
 Feito Concentrado de Hemácias (Htc: 27%);
 àniciado dieta trófica;
 27/03/06 Feito novo Ecocardio: Confirmou CoA
com gradiente de 38mmHg, canal arterial fechado e
hemodinâmicamente estável.
 Plaquetopenia persistente
 Discutido caso : 1º)Resolução do quadro séptico,
2º)Realizar intervenção cirúrgica ou cateterismo
(haja visto elevado risco do procedimento);
 Hemoculturas negativas.
|
 |  
| 
 Enfermagem:
Plaquetopenia importante,
Em entilação Mecânica (modo SàPP c/ FR=35, Pccp=5,
Pirsp=26 e FiO²=40%);
àctérico, hidratado, afebril, anasarca
Catéter central ( DObutamina 1ml/hr e sedação 1ml/hr e ATBO)
SOG recebendo dieta contínua (10ml/hr);
Diurese presente sem alterações e evacuações
ausentes
àsolamento
|
 |      
 Ectoscopia: entilação Mecânica ( FiO² è
Ectoscopia:
50%, FR:40, PA: 170X30mmHg, Sat=97%, è
FC: 118bpm, sem H , Dx=40mg/dl, dieta
por SOG;
 R grave, sedado, hidratado, edemaciado,
sincrônico com a M;
 AR: M rude s/ R.A.;
 AC:: precordio calmo c/ B2 hiperfonéticas ,
AC
RCR em 2T , SS 2+/6+;
 ABD: Flácido, Fígado a 3 cm abaixo do
RCD;
 Ext.: Hematomas no pescoço;
|
 |  h
  
 CoA isolada com Hipoplasia de arco aórtico,
 Cà perimembranosa,
 CàA tipo ostium secundum
 Hipertensão Pulmonar
 ànfecção inespecífica
 CàD
|
 |  | 
 
Mantido medicações :
 Dobutamina
 Fentanil
 Midazolan
 anco + meropenem
 Fluconazol *
 Ranitidina
 Furosemida

àniciado H => TàG : 7,2


Solicitado Gasometria
'  
è
|
 | 

29/03/06
30/03/06
@
  

 

  


|
 |    
31/06/06 #26ddv/ p=2775g
#Pancitopenia
#CoA isolada com Hipoplasia de arco aórtico,
#Cà perimembranosa,
#CàA tipo ostium secundum
#Hipertensão Pulmonar
#ànfecção inespecífica

R necessitou de 2 hemotransfusões ontem e correção do sódio


Exame físico mantido
1)Reposto K
2)Suspenso Meropenem e vancomicina D15, mas como
R permanece c/ quadro infeccioso iniciado Ciprofloxacina
3)Colhido hemocultura
4)Manter PM c/ parâmetros baixos
5) P1:15 FR= 30
 @à
Dias
alores 28/03 30/03
PH 7,41 7,38
PCO² 36,1 34,7
PO² 17,1 43,3
HCO3 23,7 20,8
BE -2 -4,1
Sat 100% 79,80%



è  


 è  è
  è
 
 
  è

!
"#$% è
& ' (
 
)*+
( è
,- .  

 
| h!  
|"# $%
|% &|&||
| | '(h   

 DEFà àO:
 Estreitamento
que diminui a luz da Ao e
produz obstrução ao fluxo sanguíneo.
È  
 
 

  )  *  
   



+

*    

, 
+

 

)
 ,
.
| | '(h  
 & - '.|| 
  
     *

 
 
 
| 
 



 

/
 |

  
 
* 
*
  


    
* 0
*
*, /
 
   


   

 +
1 *)  
   
 

/
| | '(h  
 h "2|
 
  *  0   
 /
  * 
 
  *     
 
* 


      *   1  *    


 
,*

      
3
 * 0
  
 

0

 
 h  
  * 
*  

 
 
 

  * /  )
  
*
*, 


   

 4
 5 * 0 6768/
| | '(h  
 h "2||&!& 
  
*  

 

 
4
   
 
+
 
 0 
  
+
,


     


 
  )1
1*
 9 

| /
 |" 
4/

 
 
0
 

| +
 
 
 
  /
 |  |h **  

 



 

*  

  
  /
:" h;% &h|
:" h;% &h|
| | '(h  

 2  % 
 
    ,   3
 


+
* 

 

| 
* 


 


 

/
 *
  1  
)
 


 
*

 
   
/
 

 
|  


  * 

*  <

 + 
 + 4|5 ,  /
| | '(h  
   &
  3


)  *
  



*  *

 * 
  3

 * 
=+  
5 *  

/
  *   *
  1

  *
0  0 

 0<
 




/
 

   
 * 

 
7
* 
 |  +*   
* 0 
  3 
   

  
 
 
* ) *
 /
* )
| | '(h  
   &
 |%"
 )  ,  )
   
, 

    

  * ,
 )    
  
/
  
*
  *

)

 *




*  <
* 
 / 
 
 
0

>
 
  5
 
 
  *
 /
 % h
  
 *
 
  *
+ 
*  *

 

 


 

/
| ' |&8&h4h |&h "2|h
| | '(h  
 | | h  
&4h

! 

| ' 6&8h  h   h %|!

2|
 2|
 * 
Î Î  Î Î 
  Î Î 
 2| 4 4 
  

| 3
 % * 
 6 * 
  * 
1 
 , 

 h


 0 


 

ESTE OSE AÓRTàCA
Fisiopatologia ( à )
Obstruções graduais do E : Hipertrofia E
DC mantido
Alterações diastólicas (PD elevada)
- Complacência reduzida
Massa E aumentada
Rigidez muscular
ESTE OSE AÓRTàCA
Fisiopatologia ( àà )
      
 4
Gradiente sistólico R 50mmHg
( em DC normal)
 0 


i 0,4 cm2/m2
ESTE OSE AÓRTàCA
Fisiopatologia ( ààà )
Depressão da performance ventricular:
- Hipertrofia inadequada
- Depressão da contratilidade
- Redução do DC, ol. Ejeção
e gradiente E-
E-Ao
ESTE OSE AÓRTàCA
Fisiopatologia ( à )
6

 8 & ,  
Oxigenação miocárdica inadequada (s/DAC)
€ |  8: Massa E €
Pressão sistólica E €
Tempo de ejeção €
0
8:
Compressão coronária (pressão E €)
(€ PD2 E)
Ao-E diástole (€
gradiente Ao-
Tempo diastólico
ESTE OSE AÓRTàCA
Fisiopatologia (  )
KK K 

? 
    

€ PS do VE € TE do VE € PD2 do VE Pressão Ao

€ Massa VE
€ MVO2 Tempo Oferta O2
Miocárdio diastólico miocárdio
Disfunção VE

Isquemia Miocárdica

(  ÎK
ESTE OSE AÓRTàCA
K 

85% E Ao severas = SE


Alterações ST-
ST-T na hipertrofia severa
Padrão de pseudo-
pseudo-infartoµ ântero-
ântero-septal
SAE = 80% E Ao severas
ESTE OSE AÓRTàCA
K
  

- Severidade da obstrução
- Avaliar função E
-alvopatia associada
- coronariopatia
ESTE OSE AÓRTàCA
&
> | 
  ,  
- igiar aparecimento de sintomas
- Doppler Eco para avaliar severidade:
- Leve : controle em 2 anos.
- Severas:
-- ECG, RX, Eco: 6- 6-12 meses
-- Evitar atividade física ou atlética
- Profilaxia de endocardite infecciosa
ESTE OSE AÓRTàCA


    

- Troca valvar
- àndicações:
- E Ao severa com sintomas.
- Assintomática com progressiva
redução da função E e Cardiomegalia

†raunwald: Heart Disease, 1997. W.†. Saunders


ESTE OSE AÓRTàCA


    

-
  *


 

- Classe funcional
- Função E
- Arritmia ventricular pre-
pre-operatória
- à Ao associada
- àdade
- Coronariopatia associada
ESTE OSE AÓRTàCA
4
 *

* 
  

* 
  


Útil em crianças com E Ao congênita


E Ao calcificada: Reestenose em 6 meses
a 50%.
 
 :

 : recusa de cirurgia
risco cirúrgico extremo.
%-|#| & 
à SUFàCà CàA MàTRAL

 &
 0
= 

 h* ,  *  

 


 & 9 

 0 
* 
 
  

 ) 


 &


 0 
* 

! 
  +    /
%-|#| & 
h
  
 |"* 5
 
  
 ? 

 <

+   
* 

&


 |   
+1
 0 

|+

 *  

9 
0 

 |  

 
=   

|
%-|#| & 
   
 |ontrole a cada 6-12 meses
 Profilaxia para FR

 Terapêutica medicamentosa

 |irurgias em pacientes com disfunção classe I,II, e


III.
h-! 
h-! 
 Comunicação interatrial (CàA)
 Comunicação interventricular (Cà)
 Persistência do Canal Arterial
 Defeito Septal Atrioventricular
 Transposição das grandes artérias
h-! 
 |  
   

@| A
 B
7CD


*

 3
+

   0   /
 



E
E
  * 
  * E
E FCD+
  @0 
 
AE
@0 
 
AE BC
BCGCD+
    E
  E 7CD/
!
È %&!&%&
È %&|%h%&
È 4
h-! @| A
 $
 | 
 |

 
 
  , 
+HBD
 || *  
  
/
  *  * 
)
0 1I 
F  J 
)

 
+
 ,*  7FD



  *

 H7C
 /


 *
=*  
/
 !85 * 0 ) 


@0 
A
  *     0  * 
0  
* /
  * 
   0   *   
˜ 

˜ 


 
h-! @| A
 h "2|
 
 
0


  , 



@<

 
A/


 
 * 

  




* 
/
 |"
  hK4h
 $47*  0,  @6hA
 6  * 
 
  
L- 
 
L-  @ 
 A
  
 


 h 
 0 +
 0 
  * 

5 +




* =
h-! @| A
 

 |    
  
 $!L$
  

7+BL7/
 
       
| 
*1
)   
/
 "
  
 
  ,   J

G
 
 |
  || * 



 
 E 1
1  *
  E
 | 
  
 

   *  ! 

  3
4

! 
/
h-! 
 |  
    
@|4A
 7B
7B8CD
|
 *

| 3
/
  * 
 ! 
 


 


+


 



@GCDA



@GCDA *
   )0 
 * 
  0   * 
  /
 &
@B
&
@B8CDA
8CDA     
/
 

@B

@BFCDA
FCDA *
    ,
   
     0  




/
!
È !&&6 
È &%|% 
È %6  
h-! @|4A
 Cà pequena (não cursa com àCC)
 Cà moderada a insuficiência cardíaca (àC) pode
não existir ou ser mais tardia
 Cà grande
 Cà com Hipertensão pulmonar (S. Eisenmenger)
h-! @|4A
 Diagnóstico:
 |"
 |4*1
  

|4*1

 |4 

  

4 
1 

|4 


 |4
  

  

|4

 |4 5 *  * 

*  * 
E E  

 
 

 
 
0


 |4*1
  

|4*1

 |4 

E
|4 

 E 
 

  
L 

 
  +
4/  




* 
/

  
 
* 

 |4
 
 

 

L *
  
  +
|4

44h/  




* 
/

  
 
* 
|4 5 *  * 
E
*  * 
E , 




M 
 

N+5  * 
*    


  
 
* 
+* 0
* 
 



  
/
h-! @|4A
 h
  
  
 


 h 
 0 +
 0 
  * 

5 +




=
 


 * =
 

<




+ 

 

)
* 
+ 

5 *  * 
+ 

*  * 



 0 * 
L0   3  @$!L$A/
 |
  
 |  
 
 
  +)  
 
*

1
 *
 
 

 5 *  
* 
+*  *
 


7
 /
 |

$!L$+   3


* 
/
h-! @|4A
 

 |   
 |4*1
E
  
 )  

$!L$H7+B7/
|4*1
E
 |4 

EE
* *  
  
+

 
|4 


   +$!L$O87   3


* 

OJ%L   *

/
 |4
 
   |    
1
 
|4

  
   
  )  /5  

* 



   
  
*   


*L
7
  
/
 |4 5 *  * 
 *
      3



* 
OP%L +1 
*   * 


  




     5 *   
 
 
L1 
    
 *



 
   
/
!|
!|
 !   3
 |

 
@!| A
 | * 
BE 7CD 


 *

/
| * 
BE
 3
 
!|   JBDH
7GBC+PCDH78CC/
 


 |



)
  
0


 
 



  
+
,

* 
  /
 05
 0      
  *  

 
 05
 

9  
)F 
/
 !   3
 |

 
@!| A ! 


 * 
 
1

 

 
 

 



 

  3 /
!|
 $
 | 
  !E $
 
!| )

|
 !E

 0

0
 * 
  !1+
*

* 
5
 
   
*
 @h&A
  *  

 
+ 


* 
 

*
< 

   *
   
    
*
*  
 J E

*  
 J E G 

 
/
 |     0

 5


*      *
 


 0
=|*
!| 
 ) 

*  /
!|
 Ao exame físico nota-
nota-se:
 * 
* +
 *   5 *  <  +

  *    M
1 

N/

  ! 
 < 
  * 
*     +    

 0 /
  /$
 
!|
/$
 
!|  

|

 0

0

*
*  * 

 

     5 
 -  
* 
 

 *

  
   0

 
/
!|
 DàAG ÓSTàCO:
=
 =  

   
=

 = 


 
 =   =

  
=
   
 !"
 

   
 #  $     

%     &
%  '  & &


 '(
 '   ) 
  
%)*
% 
  

      
%    %   

!|
   @ 
  
*
    à    

     


  

  
      
         è

      
  
   
      è
è
     
  
      


  
    

 
      
  
    
 
    
       
   
  
 
    



 
        
     

   
 
   à 

    


     
  è   
!|
   @ 
  
*
  
      
    
          
 
          
 

   
       
 
   
  
 à 
 è   
 
  
 
   è 
            
 
 

      




    
     
 
 
 à
 
    è   è  
        
!|
   @ 
   + 
*
  
      

      
 
  
 
  à  

  
   
 
 
         
      

   
   è  

     


  

 @
       
  
        
h "& Q&  h
R !%& 
@h !A
h !
  à   à

 
   è   
 

 
 
    
          
 
   
   
  
 
     à
  
 
  
  


 à
   
     

   
      
 


 
  à 
h !
   !  "   
 
 
  

   

  
    #     
 
  

 à 
            
  



 
         

    


    
 
 
    è      

    


    
 
        

    è      

    


       
         
 
      


    

 


h !
 DàAG ÓSTàCO COMPLEME TAR:
          

   
     
  
   
  
   



     
     
 

  
   
  
 

          
    
           
mBoneco de eveµ
66" -
 Cosgrove D M, Rosenkranz E R, Hendren W G, Bartlett J C, Stewart W J- J-
alvuloplasty for aortic insufficiency. V  
  ˜  1991; 7C8
7C8:: 571-
571-7.
 Downloaded from www.nejm.org at ALLEGHE  GE HOSP on April 4,
2006
 Braunwald: Heart Disease, 1997. W.B. Saunders
 Feldt RH, Avasthey P, oshimasu F, Kurland LT, Titus JL. àncidence of
congenital heart disease in children born to residents of Olmsted County,
Minnesota, 1950-1969. Mayo Clin Proc 1971;46:794-9.F/
 Campbell M. atural history of atrial septal defect. Br Heart J 1970;32:820-
6.J/
 Leachman RD, Cokkinos D, Cooley DA. Association of ostium
secundumatrial septal defects with mitral valve prolapse. Am J Cardiol
1976;38:167-9.
 SàTES àSàTADOS:
 content.nejm.org
 http://www.paulomargotto.com.br
http:// www.paulomargotto.com.br
 http://www.tums.ac.ir/reflinks/multimedia/cardiology.html
 http://www.heartsmartinfo.com/congenitalheartdisease/
 http://www.consensos.med.br/
?  ?