Você está na página 1de 36

Estrutura e Propriedades

da Matéria

3 aula – Arranjo estrutural

Mestrado em Engenharia e Gestão


Industrial
A estrutura dos Materiais pode ser analisada em
diferentes dimensões

• Nível electrónico (subatómico)


• Atómico (molecular, composição química)
• Cristal (arranjo dos átomos ou iões uns com os outros)
• Microestrutura (pode ser estudada com um microscópio)
• Macroestrutura (pode ser analisada a “olho nu”)

Estrutura atómica Estrutura do Micro Macro


e electrónica cristal estrutura estrutura
~1Å ~ 10 Å 10-10 Å
6
106 Å (0.1 mm)
(difracção de (microscopias (a olho nu)
Raios X) Óptica e electrónica)
Estrutura, Processamento & Propriedades
Propriedades Mecânicas
• Propriedades dependem da estrutura
ex: dureza vs estrutura do aço
(d)
600
Dureza (BHN)

30µ m
500 (c)
400 (b)
(a)
4µ m
300
30µ m
200 30µ m

100
0.01 0.1 1 10 100 1000
Velocidade de arrefecimento (ºC/s)
• Processamento pode variar a estrutura
ex: a estrutura do aço varia com a velocidade de arrefecimento
Propriedades Eléctricas
• Resistividade eléctrica do cobre:
6 i
N
2 at%
5 3 .3
Resistivity, ρ

+ i
Cu N
(10-8 Ohm-m)

a t % Ni
4 .16 at %
+ 2 .1 2
Cu 1
3 C u+
ed i
or m N
def 2 at%
2 1 .1
+
Cu u
1 e ” C
u r
“P
0
-200 -100 0 T (°C)
• A adição de “impurezas” ao Cu aumenta a resistividade.
• A Deformação do Cu aumenta a resistividade.
Propriedades Ópticas
• Transmitância:
-- O óxido de alumínio pode ser transparente, translúcido ou
opaco, dependendo do processo de fabrico e da estrutura

policristal: policristal:
monocristal baixa porosidade Porosidade elevada
Estrutura de sólidos
Questões...
• Como é que os átomos se organizam nos sólidos?
• Como é que a densidade depende da estrutura?
• De que modo é que a estrutura pode influenciar as
propriedades dos materiais?
Cristalino Amorfo
Energia e empilhamento
• Denso, empacotamento regular Energy

typical neighbor
bond length

typical neighbor r
bond energy

• Pouco denso, irregular Energy

typical neighbor
bond length

typical neighbor r
bond energy

As estruturas densas e regulares tendem a ter energias mais baixas


Sistemas cristalinos
Sistemas cristalinos
Definições importantes
(cristal perfeito)
• REDE: arranjo 3D de pontos espaçados
regularmente
• MATERIAL CRISTALINO: átomos
situados nos arranjos espaciais 3D
segundo grandes distâncias
• MATERIAL AMORFO: material sem
ordem a longa distância
• REPRESENTAÇÂO COM ESFERAS:
átomos representados por esferas
rígidas que se tocam
• CÉLULA UNITÁRIA: bloco unitário tipo
figura geométrica que repetindo-se
segundo 3 direcções do espaço
permite criar o cristal; usualmente é um
paralelipípedo ou um prisma
Cristais metálicos

• normalmente de grande compacidade e densidade


• porque:
-são feitos de elementos pesados.
-a ligação metálica não é direccional; i.e., não há
restrições no número e na posição dos átomos que
rodeiam o átomo em estudo (comportam-se como
esferas livres)
-As distâncias entre vizinhos tendem a ser pequenas
para diminuir a energia total do sistema
• têm as estruturas cristalinas mais simples.

C.S., C.F.C, C.C.C., H.C.


Estrutura cúbica simples (C.S.)
• A célula unitária é um cubo com um átomo em cada vértice que se
repete 3D
• Rara (só o Po tem esta estrutura)
• As direcções mais compactas são as ao longo das arestas do cubo

• Coordenação NC = 6

(Courtesy P.M. Anderson)


FACTOR DE COMPACIDADE ATÓMICO
(FCA)
Volume átomos célula unitária*
FCA =
Volume da célula unitária
*assumidos como esferas rígidas

a volume
átomos átomo
4
R=0.5a Cel. Unit. 1 π (0.5a)3
3
FCA =
a3 volume
contém 8 x 1/8 =
1 atomo/Cel Unit Cel. Unit.

Parâmetro de rede
• FCA para a estrutura C.S. = 0.52
Estrutura cúbica corpo centrado
(C.C.C)

• Coordenação NC =
8

• As direcções mais compactas são as diagonais do cubo.


FACTOR DE COMPACIDADE ATÓMICO (FCA)
Direcção mais compacta:
comprimento = 4R
= 3a
Cel. unit contem:
1 + 8 x 1/8
=2 atomos/Cel. unit
R
a
atomos volume
4
Cel. unit 2 π ( 3a/4)3 atomo
3
APF =
volume
a3
Cel. unit
• FCA da rede C.C.C = π √3/8 = 0.68
Estrutura cúbica faces centradas
(C.F.C)
• Coordenação NC =
12

• As direcções mais compactas são as diagonais das faces.


FACTOR DE COMPACIDADE ATÓMICO (FCA)
Direcção mais compacta:
comprimento = 4R
= 2a
Cel. unit contem:
6 x 1/2 + 8 x 1/8
= 4atomos/Cel. unit
a
atomos volume
4 3
Cel unit 4 π ( 2a/4) atomo
3
APF =
3 volume
a
Cel unit
• FCA da C.f.C. é = π /(3√2) = 0.74
(melhor empacotamento possível para esferas rígidas)
Estrutura Hexagonal compacta (C.F.C)

Idealmente, c/a = 1.633 para empacotamento máximo


• Coordenação NC = 12

• FCA = 0.74, para c/a ideal de 1.633


Diferença entre C.F.C. e H.C.P.

A plane
B plane

C plane

A plane
…ABCABCABC… empacotamento …ABABAB… empacotamento
[Cúbica de faces centradas (CFC)] [Hexagonal compacta (HCP)]
Comparação de estruturas cristalinas

Estrutura coordenação FCA direcção mais


compacta

• Cubica simples (CS) 6 0.52 lado do cubo

• Cúbica de corpo centrado (CCC) 8 0.68 diagonal do cubo

• Cúbica de faces centradas (FCC) 12 0.74 diagonal da face

• Hexagonal compacta (HCP) 12 0.74 lado do hexágono


Densidade teórica, ρ
Densidade = massa/volume

massa = numero de átomos por cel unit * massa de átomo

massa de átomo = peso atómico / número de Avogadro

#atomos/Cel unit Peso atómico (g/mol)

ρ = nA
Volume/Cel unit Vc NA Número Avogadro
(cm3/Cel unit) (6.023 x 1023atomos/mol)
Caracteristicas de Elementos a 20C
At. Weight Density Crystal Atomic radius
Elemento Symbol (amu) (g/cm3) Structure (nm)
Aluminum Al 26.98 2.71 FCC 0.143
Argon Ar 39.95 ------ ------ ------
Barium Ba 137.33 3.5 BCC 0.217
Beryllium Be 9.012 1.85 HCP 0.114
Boron B 10.81 2.34 Rhomb ------
Bromine Br 79.90 ------ ------ ------
Cadmium Cd 112.41 8.65 HCP 0.149
Calcium Ca 40.08 1.55 FCC 0.197
Carbon C 12.011 2.25 Hex 0.071
Cesium Cs 132.91 1.87 BCC 0.265
Chlorine Cl 35.45 ------ ------ ------
Chromium Cr 52.00 7.19 BCC 0.125
Cobalt Co 58.93 8.9 HCP 0.125
Copper Cu 63.55 8.94 FCC 0.128
Flourine F 19.00 ------ ------ ------
Gallium Ga 69.72 5.90 Ortho. 0.122
Germanium Ge 72.59 5.32 Dia. cubic 0.122
Gold Au 196.97 19.32 FCC 0.144
Helium He 4.003 ------ ------ ------
Hydrogen H 1.008 ------ ------ ------
Densidade teórica, ρ
#atomos/Cel unit Peso atómico (g/mol)

ρ = nA
Volume/Cel unit VcNA Número Avogadro
(cm3/Cel unit) (6.023 x 1023 atomos/mol)

Exemplo: Cobre
• Estrutura = CFC: 4 atomos/Cel unit
• Peso atomico = 63.55 g/mol (1 amu = 1 g/mol)
• Rio atomico R = 0.128 nm (1 nm = 10 -7cm)

V c = a3; para CFC,a = 4R/ 2 ; Vc= 4.75 x 10-23cm3

Resultado teórico ρ Cu= 8.89 g/cm3


Resultado real: ρ Cu= 8.94 g/cm3
Densidades das classes de Materiais
Graphite/
ρmetais> ρceramicos> ρpolimeros Metals/
Ceramics/ Polymers
Composites/
Alloys fibers
Semicond
Porquê? 30
Based on data in Table B1, Callister
Metais têm... 20 Platinum
Gold, W *GFRE, CFRE, & AFRE are Glass,
Tantalum Carbon, & Aramid Fiber-Reinforced
• empacotamento compacto Epoxy composites (values based on
60% volume fraction of aligned fibers
(ligação metálica) 10 Silver, Mo in an epoxy matrix).
Cu,Ni
• Grande massa atómica

ρ (g/cm3)
Steels
Tin, Zinc
Ceramicos têm... 5
Zirconia
Titanium
• empacotamento menos 4 Al oxide
Diamond
Si nitride
denso (ligação covalente) 3
Aluminum Glass-soda Glass fibers
Concrete
• têm elementos leves 2 Silicon PTFE GFRE*
Carbon fibers
Magnesium Graphite
Polimeros têm... Silicone
PVC
CFRE *
Aramid fibers
AFRE *
PET
• empacotamento baixo 1 PC
HDPE, PS
(algumas vezes amorfos) PP, LDPE

• elementos leves (C,H,O) 0.5 Wood


Compositos têm... 0.4
• valores intermédios 0.3
Estruturas de outros materiais
• Estrutura do CsCl • Estrutura do NaCl • Estrutura da Perovskite

• Estrutura do Quartzo • Diferença entre a silica cristalina e amorfa


Estruturas de outros materiais
Carbono
• Estrutura da grafite • Estrutura do diamante

• Estrutura do C60

• Estrutura de um nanotubo
Planos cristalográficos
É possível imaginar nas estruturas cristalinas planos e direcções
para possibilitar identificar qualquer movimentação ou alteração
que possa ter lugar

( 1 0 0) (1 1 0 ) (1 1 1 )

Ex: Ex:
CFC CCC
Os cristais como unidades de base dos materiais
• Monocristal: quando o arranjo se repete periodicamente
em toda a extensão do material
• Algumas aplicações de Engenharia requerem monocristais:
--diamante: --pás de turbinas -- Nos monocristais
cristais para abrasivos algumas propriedades
revelam a sua existência

--Ex: Certos planos no quartzo


fracturam mais facilmente que outros
Materiais policristalinos
• Na maioria dos casos os materiais são aglomerados de
cristais denominados como “grãos”

• Processo de
solidificação
Policristais
• Aspecto de uma soldadura mostrando o caracter policristalino

1 mm

• Placa de Nb-Hf-W com uma soldadura de feixe de electrões.


• Cada "grão" é um monocristal.
• Se os monocristais estão aleatoriamente orientados as
propriedades dever ser homogéneas em todas as direcções,
• O tamanho dos grãos vai de 1 nm a 2 cm
(i.e., de umas poucas a milhões de camadas atómicas).
Monocristal vs policristal
• monocristais E (diagonal) = 273 GPa
-Propriedades variam com a
direcção: anisotropico.
-Exemplo: o módulo de
elasticidade (E) no ferro CCC:

• Policristais E (edge) = 125 GPa


-Propriedades podem ou não
200 mm
variar com a direcção.
-Se os grão estão
aleatoriamente orientados:
isotropico.
(Epolyferro = 210 GPa)
-Se os grãos são texturados,
anisotropico.
Materiais amorfos
Materiais Cristalinos ...
• ordem a longa distância,
arranjos 3D arrays
• típico de:
-metais
-muitos cerâmicos
Cristalino SiO2
-alguns polimeros
Si Oxygen
Materiais não cristalinos...
• ordem só a curta distância
• ocorre quando:
-estruturas muito complexas
-arrefecimentos rápidos
"Amorfo" = Não cristalino
Não cristalino SiO2
Como se analisa a estrutura
• Por difracção de raios X - DRX
Lei de Bragg : nλ = 2dsin(θ ) de
te
ct


“1
or

in -ra
s
ay

co ys
reflections must
X r

m
X-
be in phase to


“2
in “2”
detect signal

“1
ng

g
i
λ

extra
distance t go
travelled θ ou θ
by wave “2” spacing
d between
planes

x-ray
• A medida dos ângulos, intensity d=nλ/2sinθc
θ c, (from
permite determinar a detector)
distância interplanar, d. θ
θc
Microscopia electrónica de transmissão

SRO

PZT

SRO

Deslocação na interface de um filme fino ferroeléctrico


Microscopia electrónica de transmissão

Secção transversal de uma pista de desgaste


Microscopia de efeito de túnel
• Os átomos podem ser visionados e manipulados!

Moleculas de dioxido Átomos de Fe disposto


de carbono dispostas numa superfície de cobre.
numa superfície de O caracter representa a
platina palavra “atoma”.