P. 1
Civil II Semana 4

Civil II Semana 4

|Views: 3.807|Likes:
Publicado porrenatacas

More info:

Published by: renatacas on Apr 08, 2013
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

09/25/2013

pdf

text

original

Civil II- Semana 4 Renata C. Santana Mat.

201201300118 Caso Concreto 1 (CESPE – ABIN Oficial Técnico de Inteligência – 2010 – adaptada) A obrigação de dar coisa incerta apresenta um estado de indeterminação transitório. Certo ou errado? Justifique sua resposta. R: A obrigação de dar coisa incerta é aquela na qual o objeto é a entrega de coisa não considerada em sua individualidade, mas no gênero (artigo 243). A expressão coisa incerta indica que a obrigação tem objeto incerto, mas não totalmente, já que deve ser indicada pelo gênero e pela quantidade. É, portanto, incerto, mas determinável. A determinação dar-se-á pela escolha, conforme artigo 244 do Código Civil. Ocorrendo, pois, a escolha, tomando ciência o credor, acaba a incerteza da obrigação, passando a vigorar as normas relativas às obrigações de dar coisa certa

Caso Concreto 2 Pedro compromete-se com a confecção Radial, em razão de um contrato de publicidade, a só aparecer em público utilizando as roupas pela empresa fornecidas. O contrato foi firmado pelo período de um ano e com remuneração mensal fixada em R$ 5.000,00 (cinco mil reais). Com relação à cláusula proibitiva contida no contrato, identifique: a) Accipiens e Solvens; Objeto Imediato e Objeto Mediato.

R: Accipiens - é aquele a quem se deve pagar, que vai receber o pagamento. No caso, é Pedro. Solvens - é aquele que deve pagar. No caso, é Confecção Radial Objeto imediato: é o objeto da obrigação, o comportamento, a conduta humana de dar, fazer ou não fazer. No caso, é Pedro fazer aparição publica utilizando as roupas pela empresa fornecidas. Objeto mediato é a prestação em si ; é o objeto da prestação, é o bem da vida almejado, que só chegará ao credor através do comportamento. No caso, são as roupas fornecidas pela empresa,conforme contrato de publicidade.
b) Imagine que no primeiro dia de vigência do contrato a empresa Radial não encaminhou as roupas a Pedro que, necessitando ir à farmácia, aparece em público com roupa não pertencente à empresa contratante. Pedro foi fotografado por importante revista de moda. Pode, nesse caso, a empresa contratante resolver o contrato alegando inadimplemento e ainda pedir perdas e danos? Justifique sua resposta. R: Se a prestação do fato tornar-se impossível sem culpa do devedor, resolver-se-á a obrigação; se por culpa dele, responderá por perdas e danos. Não, pois não houve descumprimento por culpa de Pedro . A empresa é que não forneceu as roupas, conforme estipulado em contrato de publicidade. Na verdade, houve um inadimplemento parcial , pois houve um retardamento no cumprimento da obrigação pela inobservância das elementares , ou seja, não foi atendido o tempo devido de entrega das roupas por parte da empresa.

Questão Objetiva (OAB/PR - 2003) Assinale a alternativa INCORRETA: a) Obrigação é a relação jurídica na qual um determinado sujeito se obriga a realizar uma prestação em favor de outro, e o conteúdo desta prestação

pois existem obrigações cuja prestação não é de caráter patrimonial. b) Nas obrigações de dar a coisa certa. se esta se perder por culpa do devedor. em beneficio do credor ou de terceira pessoa. d) A obrigação de fazer é aquela que vincula o devedor à prestação de um serviço ou à realização de um ato positivo. . este responderá pelo equivalente. resulta da lei ou da vontade das partes. Trata-se de uma obrigação positiva. seu ou de terceiro. material ou imaterial. c) A solidariedade não se presume.não é necessariamente patrimonial. mais perdas e danos.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->