Encore__________________________________________________________________

PAUTAS DE PERCUSSÃO

Visão geral da pauta de percussão ............................................................ 2 Ajustes iniciais ....................................................................................... 4 Configurando os instrumentos de percussão ............................................... 7 Inserindo notas manualmente .................................................................. 10 Gravando via MIDI ................................................................................. 13 Importando MIDI Files ............................................................................ 14 Símbolos de detalhes de execução ............................................................ 16 Arquivos EPS no Encore........................................................................... 17 Encore - pautas sem divisão de compassos ................................................ 18

1 | P á g i n a    

qual é o instrumento (bumbo. cordas... etc). oferecendo inúmeros recursos para a criação de pautas de diversos tipos. Figura 2a ..... sopros....... etc) que executa aquela nota. fá.... caixa....... Vejamos então alguns conceitos interessantes...... como as demais claves (sol..... alguns instrumentos de percussão (tom-tom......... na verdade...... Figura 1 ... cada um deles com "afinação" ou "característica sonora" diferente............ Alguns símbolos são ligeiramente diferentes das normalmente figuras usadas em pautas de instrumentos como piano..........VISÃO GERAL DA PAUTA DE PERCUSSÃO NO ENCORE O Encore é um dos melhores softwares para a edição de partituras pelo computador.. dó........... Nesses 2 | P á g i n a     .. 14 Existem algumas convenções "universalizadas" para representar na pauta as notas executadas por instrumentos de percussão. e por isso certas regras peculiares devem ser observadas............ prato.... etc. Isso pode ser feito de três maneiras.. as alturas das notas identificam os instrumentos de percussão Em uma bateria........... etc)..... aplicados à pauta dos instrumentos de percussão: Clave A clave de percussão não designa propriamente uma nota musical de referência....Clave de percussão Altura da nota A localização vertical da nota de percussão no pentagrama em geral não determina uma afinação exata dentro da escala musical (até porque a pauta não possui referência de altura)....... enquanto os agudos (ex: pratos) ficam na parte superior..... que são abordadas neste tutorial: escrevendo as notas manualmente ... por exemplo) podem estar duplicados..... No entanto..... A localização da nota indica..... Ela identifica que a pauta é de percussão................. 10 gravando a execução via MIDI ......Na pauta de percussão. 13 importando uma música de um arquivo Standard MIDI File ... Um deles é a possibilidade de se criar pautas de instrumentos de percussão (bateria...... de forma que os instrumentos mais graves (ex: bumbo) ficam localizados na parte de baixo do pentagrama. olhando para as notas de uma pauta de percussão pode-se ter uma noção da altura e/ou qualidade harmônica..

X. traço. a posição vertical da nota na pauta de percussão fornece uma imagem clara dessas diferenças de afinação (o hi-tom está acima do mid-tom. para diferenciar os instrumentos.casos. 3 | P á g i n a     . a pauta de percussão também usa outros formatos diferentes (losango. Cabeça da nota Além dos formatos de cabeça de nota usados nos demais tipos de pautas. que está acima do lotom). etc).

Port B Idem. é necessário verificar se o Encore está configurado adequadamente para trabalhar com os equipamentos MIDI que estão conectados ao computador. e portanto não conectada a qualquer instrumento externo.No quadro MIDI Setup deve-se configurar os parâmetros MIDI Na opção MIDI Setup. selecione a porta MIDI Out da placa (ex: SB MIDI Out).AJUSTES INICIAIS Antes de qualquer procedimento. Isso permite executar músicas com 32 instrumentos diferentes e independentes. no menu Setup. se você possui uma placa de som (SoundBlaster ou similar). dotada de cabo "adaptador MIDI" e com a tomada MIDI Out devidamente conectada a um instrumento externo. verifique se os parâmetros estão configurados corretamente: Port A Indica qual o dispositivo a ser usado pela porta A de saída MIDI Out: se você possui uma interface MIDI devidamente conectada a um instrumento externo. enquanto o sintetizador interno da mesma placa de som (ex: Voyetra OPL-3 FM Synth) pode ser usado como Port B. selecione o sintetizador interno (ex: Voyetra OPL-3 FM Synth). Figura 3 . para porta B. por exemplo. selecione a MIDI Out dessa interface. Se suas partituras não ultrapassam 16 pautas. como uma grade de orquestra. você provavelmente não precisará de duas portas de saída. e deverá usar só a Port A (deixando a Port B em 4 | P á g i n a     . se você possui uma placa de som (SoundBlaster ou similar). Por exemplo: a tomada MIDI Out da placa de som (ex: SB MIDI Out) pode ser usada como Port A. só tem utilidade para quem possui dois dispositivos MIDI no computador. sem o cabo "adaptador MIDI".

Para isso. Transmit Sync Caso precise sincronizar algum algum equipamento externo (ex: bateria eletrônica. selecione a MIDI In dessa interface. então selecione "Internal". e portanto não conectada a qualquer instrumento externo.[none]). Se Port A e Port B forem o mesmo dispositivo. indique neste campo por qual a porta MIDI In será recebido o sinal de sincronismo (MIDI Clocks). deixe estas opções desmarcadas. Se não precisar sincronizar qualquer equipamento pelo Encore (o que é mais comum). "Always Send Out" determina que os dados serão retransmitidos e recanalizados de acordo com a tabela correspondente (o botão com sinal "-" indica que não há recanalização). isto é. se você possui uma placa de som (SoundBlaster ou similar). dotada de cabo "adaptador MIDI" e com a tomada MIDI In devidamente conectada a um instrumento externo. e indicar a figura de tempo a ser usada para o "acerto" das notas. selecione a porta MIDI In da placa (ex: SB MIDI In). mas sim pelo alto-falante do computador. marque a porta de saída correspondente. etc). entào ative a opção "Click On". deve-se abrir a opção "Transcription Setup". Quantização da gravação O Encore pode "quantizar" a gravação MIDI. Para escolher o som do metrônomo. essa opção deverá estar sempre como "Internal". Nesse caso. Em outra oportunidade abordaremos a sincronização. Record Port Indica qual o dispositivo a ser usado como entrada MIDI In. "Beat Click" são os outros tempos). Sync Source A não ser que se queira sincronizar o Encore por outro equipamento. poderá usar o "teclado virtual" do Encore (menu Window. guitarra-MIDI. corrigir as notas tocadas para os tempos certos. Metrônomo Se você for entrar com as notas tocando a música. e desejar o metrônomo. "Follow Current Staff" determina que os dados serão retransmitidos pela porta usada pela pauta que está sendo apontada (e recanalizados para o canal usado por ela). tocando as notas com o mouse ou pelo teclado do computador. marque apenas uma delas. entre na opção "Click Setup" e escolha quais as notas (instrumentos de percussão) que irão tocar os tempos do metrônomo ("Bar Click" é o primeiro tempo. sem o cabo "adaptador MIDI". teclado com acompanhamento automático). no menu Setup. e não "MIDI". Se não precisar sincronizar o Encore por outro equipamento (o que é mais comum). pode selecionar [none] no campo Record Port. Não selecione uma figura que tenha 5 | P á g i n a     . selecione [none]. para gravação da execução MIDI: se você possui uma interface MIDI devidamente conectada a um instrumento externo (teclado. Receive Sync Port Caso precise sincronizar o Encore por algum algum equipamento externo (ex: bateria eletrônica. Se não quiser o som do metrônomo via MIDI. teclado com acompanhamento automático). se você possui uma placa de som (SoundBlaster ou similar). opção Keyboard). MIDI Thru Indica se (e como) é feita a retransmissão pela porta de saída (MIDI Out) dos comandos MIDI recebidos pela porta de entrada.

Ex: se a música possui passagens em colcheias. 6 | P á g i n a     . Figura 4 . disponível aqui no Music Center. consulte também o tutorial Seqüenciador: quantização . Para mais informações sobre quantização. pois isso acarretará erro.princípios básicos.Deve-se escolher uma figura de tempo para ser a referência de quantização. não selecione semínima ou mínima como referência.duração maior do que a qualquer nota da música.

o que possibilita total compatibilização com qualquer instrumento MIDI que possua sons de percussão. É importante notar que a posição (altura) que os instrumentos terão na pauta de percussão não são necessariamente a mesma que têm quando tocados em instrumentos MIDI. Por exemplo: o som do bumbo. nos instrumentos compatíveis com o padrão General MIDI (GM) é acionado pela nota MIDI no. mesmo aqueles não compatíveis com o mapeamento do padrão General MIDI. Figura 5 . e arrastar a clave até o pentagrama que se quer tornar de percussão. e vinculá-lo à nota MIDI correspondente em seu equipamento MIDI. estabelecer em que "altura" estarão os instrumentos percussivos. Dessa forma.CONFIGURANDO OS INSTRUMENTOS DE PERCUSSÃO Antes de se escrever ou gravar as notas no Encore. mas na pauta de percussão ele deve ser representado no primeiro espaço (que corresponde à nota fá na clave de sol). 7 | P á g i n a     . bem como o formato (símbolo) da cabeça da nota (há oito formatos diferentes para se escolher). Essa conversão é efetuada pelo Encore (a partir da versão 4). você pode determinar a posição no pentagrama em que deverá ser representado qualquer instrumento. a primeira providência que se deve tomar é efetuar a correlação entre os instrumentos de percussão e as notas do pentagrama.36 (dó-1). basta clicar no botão de clave de percussão ( || ) na paleta de "Clefs". Para abrir o quadro "Choose Drum Map". de acordo com o equipamento MIDI que estiver usando com o Encore. Assim há facilidades para adequar-se perfeitamente qualquer "mapeamento" de notas.No quadro "Choose Drum Map" o usuário pode configurar livremente a localização na pauta de todos os instrumentos de percussão. isto é.

e depois alterá-lo pela função "Change Drum" (menu "Notes"). caso seu equipamento não se enquadre nesses dois. e com o formato selecionado pelo botão. de forma que. Pitch Indica o nome da nota (MIDI) selecionada no quadro. Default Quando dois instrumentos de percussão utilizam a mesma posição no pentagrama. é preciso definir qual deles é o "padrão". Você pode criar mapeamentos novos ("Add New Map"). com o formato padrão ("bolinha"). Quando tiver que escrever o outro. através da função "Change Drum". o instrumento será mostrado pela nota "mapeada". seria mostrado como dó 1. qual instrumento o Encore deve assumir. e determina em que posição do pentagrama esses serão representados.Exemplo de instrumento default: o contra-tempo fechado (closed hi-hat) é o default. que ocorre mais. para cada nota! O Encore já fornece prontos os mapeamentos do padrão GM (usado pela maioria dos equipamentos) e do módulo de percussão Alesis D4. Show Drum As Quando marcado com X. Você pode incluir ou alterar esse nome à vontade. você deve definir como "default" (marcando com X) o instrumento mais comum. Name Indica o nome do instrumento de percussão associado àquela nota MIDI. Dessa forma. na clave de sol (o bumbo. por exemplo. no menu "Notes". e não na posição do fá3). Cada mapeamento correlaciona as notas MIDI com os instrumentos de percussão. isto é. Stem Direction Determina a direção da haste (Up = cima. bem como o formato da cabeça da nota e a direção da haste. quando você insere a nota com o mouse naquela posição do pentagrama.Vejamos então cada tópico desse quadro: Drum Map Indica a tabela de "mapeamento" que será usado. a princípio (é o caso do open hi-hat e closed hi-hat). basta marcar a nota e alterar o instrumento default para o outro. Position Determina a posição que a nota "mapeada" irá ter no pentagrama. a nota será mostrada em sua posição original MIDI. definida em "Position". 8 | P á g i n a     . o Encore assume que é o contra-tempo fechado. Figura 6 . Se você quiser inserir um contra-tempo aberto. terá que inserir primeiro o contra-tempo fechado. Senão. Down = baixo). Usando-se os botões pode-se mover a nota para cima ou para baixo. quando você inserir uma nota naquela posição.

tocando em um teclado ou outro instrumento conectado à entrada MIDI In do computador.Uma vez criado o mapeamento de notas. 9 | P á g i n a     . quer seja manualmente usando o mouse. quer seja via MIDI. basta inserir as notas na pauta de percussão.

Se a partitura já existe (já há uma ou mais pautas de instrumentos). Por convenção universal. escrevendo-as com o mouse na pauta. então basta adicionar a pauta de percussão: aponte para a pauta abaixo da qual deseja inserir a pauta de percussão. para execuções ligeiramente imprecisas. No menu "Windows". temos a janela de "Staff View". A inserção manual de notas também está livre dos erros de execução (quando o usuário toca a música via MIDI). Figura 7 . Preparação da pauta Primeiramente. Configurando os instrumentos de percussão. de forma 10 | P á g i n a     . é preciso configurar corretamente as condições de MIDI da pauta de percussão. Ajustando o canal de MIDI da pauta Embora alguns usuários escrevam as notas manualmente e sem som.INSERINDO NOTAS MANUALMENTE Muitos usuários preferem entrar com as notas manualmente. conforme apresentado na seção anterior. Esse talvez seja o processo mais rápido para aqueles que dominam bem a escrita (e leitura) de partituras. a bateria e/ou percussão operam no canal MIDI no. e então chame a função "Add Staff" (menu "Score"). o botão Setup permite configurar o mapeamento das notas com instrumentos de percussão. que apresenta uma lista das pautas da música e diversos parâmetros associados à elas. dentre os quais o canal de MIDI. e também evita eventuais erros de interpretação do software. Para isso. é necessário criar uma pauta de percussão. se você escolher o tipo "Percussion". Vejamos então o procedimento para inserir as notas de percussão manualmente. No quadro "Add Staff". muitos preferem ouvir aquilo que escrevem.Para adicionar uma pauta de percussão. use o quadro "Add Staff" e selecione "Percussion".10.

Pelo fato de que os instrumentos de percussão usam sempre o canal 10. Escrevendo as notas em vozes diferentes evita-se o "embaralhamento". a pauta de percussão possui instrumentos executando notas simultaneamente. podemos perceber que o grupo de notas do contratempo ocorrem simultaneamente às notas do bumbo e da caixa. Pode-se também ajustar o volume da percussão. facilitando assim a leitura. Na "Staff Sheet" também pode-se indicar qual o kit de percussão ("Program Name") que será usado. Por fim.que devemos selecionar este canal para a pauta de percussão. podemos também selecionar a porta MIDI a ser usada (A ou B). quando o equipamento possuir mais de um. e posicionando-as na pauta. o nome dado à pauta (campo "Name") será transcrito à esquerda do pentagrama de percussão. o bumbo e a caixa foram colocados na Voz 1. o que abrirá um quadro onde podemos escolher o canal. Figura 8 . na maioria das aplicações todas as vozes da pauta de percussão devem usar o mesmo canal 10 (exceto em casos especiais). Fazemos isso clicando no campo "Chnl". o que sugere o uso de "vozes" diferentes. No nosso exemplo. escolhendo as figuras na paleta de "Notes". pois pode-se posicionar diferentemente as hastes das notas de cada voz (umas para cima. pelo menos. pode-se definir o canal de MIDI e o volume da pauta. No compasso abaixo. Para escrever as notas do bumbo e da caixa. 11 | P á g i n a     . basta clicar no botão Voice e escolher a voz desejada (quando selecionado "All Voices" significa que a edição vale para todas as oito vozes). Nesse quadro. portanto. outras para baixo).Na janela "Staff Sheet". basta selecionar Voz 1. Para selecionar a voz que se quer trabalhar. por meio do controle deslizante. Figura 9 . duas "vozes" de execução: uma para o contratempo. e então inserir as notas. enquanto o contratempo está na Voz 2. Veja explicação sobre "vozes" no item a seguir. Escrevendo em vozes separadas Em geral. por exemplo. O Encore pernite ao usuário trabalhar com até oito vozes em cada pauta. Ajustes iniciais.As notas do contratempo ocorrem simultaneamente às do bumbo e da caixa. o que sugere a existência de. conforme a configuração inicial efetuada em "MIDI Setup". outra para bumbo e caixa. conforme a convenção estabelecida previamente no mapeamento. e abordada no segundo tópico deste tutorial.

o Encore sempre escreve aquele que foi definido como "default" no mapeamento. Isso é feito através do quadro "Show/Hide" (menu "View"): no item "Rests in Voice". pode-se determinar quais vozes terão suas pausas representadas na pauta. e inserir as notas do contratempo. pode acontecer de se ter diversas pausas diferentes. 12 | P á g i n a     . e nesse caso.Figura 10 . por meio da função "Change Drum". Trabalhando com diversas vozes. Para evitar confusão. Para escrever o outro instrumento.As notas do bumbo e da caixa foram escritas na Voz 1. Depois. que poderão confundir a leitura. Configurando os instrumentos de percussão). marque com X as vozes cujas pausas deseja visualizar. basta selecionar a Voz 2 (as notas do bumbo e caixa ficarão em cinza). Para visualizar todas as vozes. no menu "Notes" (veja explicação completa no tópico 3 deste tutorial. deve-se marcar a nota e alterar o "default" para o outro. Não se esqueça que alguns instrumentos possuem a mesma localização na pauta (ex: contratempo aberto e contratempo fechado). basta selecionar de novo "All Voices".

é necessário ter-se um instrumento MIDI (teclado. na barra de ferramentas). Pode-se inserir as notas via MIDI de duas formas: indicando a altura e intensidade da nota por meio de um instrumento MIDI. conforme abordado no tópico 2 deste tutorial. No primeiro caso. ao invés do mouse.GRAVANDO VIA MIDI Praticamente todas as considerações apresentadas no tópico 4 também se aplicam para o caso da entrada de notas gravando via MIDI. ao tempo do metrônomo. ou então gravando-se em tempo-real a execução musical. O resultado final seria igual ao apresentado na figura 10 acima. 13 | P á g i n a     . exceto que as notas serão tocadas pelo usuário. ao invés de arrastar a figura da paleta para a pauta com o mouse. depois de apontar para o tempo desejado na pauta e selecionar a figura na paleta. faz-se tudo como se fosse escrever com o mouse. depois. guitarra-MIDI ou qualquer outro tipo de controlador MIDI) acoplado ao computador pela entrada MIDI In. Para ambos os casos. seleciona-se a Voz 2 e grava-se a execução de contratempo. também valem as considerações anteriores. Por exemplo: pode-se selecionar a Voz 1 e gravar a execução MIDI do bumbo e caixa. No caso de se gravar uma execução em tempo real. só que. Ajustes iniciais. toca-se a nota desejada no equipamento MIDI. e a nota será escrita na pauta (para isso. Pode-se usar vozes separadas para gravar as execuções. deve estar selecionado o botão de "lápis".

para escrever sua partitura (editando o que for necessário). Nesse caso. o arquivo do tipo MIDI File será aberto (função "Open". provavelmente na clave de fá (veja figura 11. Isso é feito exportando a música no seqüenciador para um arquivo do tipo Standard MIDI File (SMF). que depois pode ser lido pelo Encore. basta selecionar a clave de percussão na paleta de "Clefs". abaixo). mas sim como se fosse um outro instrumento comum. O Encore então requisitará o tipo de mapeamento de notas a ser usado na pauta. e então converterá as notas adequadamente (mas todas as notas de percussão serão alocadas à mesma voz). e arrastá-la até a pauta. Para transformar a pauta de percussão. Figura 11 . no menu "File") e convertido para o formato do Encore (ENC). 14 | P á g i n a     . a pauta de percussão não é interpretada imediatamente como tal. mas sim como um instrumento comum. mas a pauta de percussão ainda não será mostrada como tal.Ao importar um arquivo Standard MIDI File.IMPORTANDO MIDI FILES Uma prática muito comum entre os usuários do Encore é ter-se uma música feita em um software seqüenciador e passá-la para o Encore.

todas as notas (instrumentos) serão alocadas à mesma voz.Figura 12 .A pauta de percussão depois de editada. e as hastes ajustadas. e indicar para qual voz elas devem ser transferidas. com os instrumentos separados em vozes. e então usar a função "Voice" (menu "Notes"). Figura 13 . 15 | P á g i n a     . usando a função "Beam Notes" (menu "Notes"). deve-se marcar as notas que devem ser transferidas para outra voz. Depois disso.Ao converter a pauta de percussão. Para separar as vozes. usando a função "Stems Up/Down" (menu "Notes") e grupar ou desagrupar as hastes. deve-se ajustar as hastes das notas de cada voz (para cima ou para baixo).

posição onde bater no prato.   16 | P á g i n a     . na paleta. Figura 14 . etc). Esses símbolos podem ser inseridos na pauta. Na paleta "Symbols" há oito símbolos para indicar detalhes de execução (tipo de baqueta usada. Para isso. basta clicar no botão do símbolo desejado. acima da nota a que se aplicam.Pode-se incluir na pauta símbolos explicativos ou de referência que mostram detalhes da execução dos instrumentos de percussão. e clicar então na nota a que o símbolo deve ser aplicado.SÍMBOLOS DE DETALHES DE EXECUÇÃO Existem ainda alguns outros recursos no Encore para a edição de partituras de percussão.

é necessário uma impressora laser com recursos de Post Script. pois isso criaria problemas no arquivo EPS. Com o software ATM (Adobe Type Manager). Entretanto. siga os seguintes passos: 1. Entre no Encore e abra o arquivo desejado. 5. Quark e Page Maker. sem distorções de impressão. ele pode ser comprimido ou expandido. Uma vez criado o arquivo EPS.  Arquivos EPS no Encore Arquivos EPS são um meio fácil de utilizar partituras do Encore em programas de texto e diagramação. como uma figura qualquer no PageMaker. 4. instale as fontes no System do Windows (as fontes também deverão ser instaladas no computador onde será feita a impressão). Cuidado para não usar nesses arquivos nenhuma fonte True Type (no título ou em textos de comentários. Cada página deve gerar um arquivo EPS independente. é necessário simular a impressora onde o Encore está instalado). Para isso. 3. Dicas Para gerar arquivos EPS no Encore 4. como Word. Após a instalação. Só é necessário que as fontes utilizadas estejam presentes nos dois sistemas (tanto os caracateres musicais quanto as fontes de títulos e letras). Instale no Windows a impressora laser com EPS que será utilizada (mesmo que a impressão seja feita em outro computador. Instale as fontes tipo 1 a partir do disco original do Encore. Escolha a impressora laser previamente instalada e marque a opção "Print to File" (imprimir para arquivo). a impressora não necessita estar no mesmo computador em que está instalado o Encore. por exemplo).0 for Windows. Reinicie o Windows.0 do Encore. Será gerado um arquivo com extensão EPS que poderá ser inserido em programas como Word e Page Maker. as fontes são copiadas para o diretório do Encore no disco rígido. 17 | P á g i n a     .0 ou 4. Selecione uma página ou trecho e acione o comando Print no menu File. Isso significa que você pode trabalhar em casa. além das versões 3. Trechos selecionados de uma página também podem gerar arquivos EPS. 2. e depois imprimir o texto diagramado em outro computador.

Para apagar as barras de compasso das extremidades dos pentagramas. pois a partitura é para apenas uma voz (ou instrumento). no menu Setup (na versão 2. que deve ser igual a 1 (um único compasso por linha).6: função Measure Settings do menu Change) onde deve ser selecionado o tipo que não tem barra tanto para Left quanto para Right. Para que a métrica do compasso não seja mostrada.6: menu Change) e marcar com um X a opção Hide Meter.   18 | P á g i n a     . basta marcar o compasso (no caso. que vai depender do tamanho da música por página (no nosso exemplo.  Encore . Escreve-se as notas. Será então apresentado o quadro de opções Chose Page Layout. o número de compassos por linha (measures per system).6: menu Goodies) para que o Encore não tente calcular o total de tempos escritos no compasso e nem ajustar a posição das notas. basta selecionar a função Time Signature. no menu Measures (na versão 2. que neste exemplo definiremos igual a 1. é igual a 2). e o número de sistemas por página (systems per page). Desativa-se a opção Auto Space. no menu Measures (na versão 2. livremente. no qual deve ser indicado: o número de pentagramas por sistema ou linha (staves per system). a linha inteira) e usar a função Barline Types. no pentagrama.pautas sem divisão de compassos Para escrever partituras sem divisão de compasso no Encore basta seguir o seguinte procedimento (referente à versão 3): Chama-se a opção New (menu File) para iniciar uma nova partitura.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful