Você está na página 1de 1
CONCURSO DE EDUCADORES DE INFÂNCIA E DE PROFESSORES DOS ENSINOS BÁSICO E SECUNDÁRIO PARA O
CONCURSO DE EDUCADORES DE INFÂNCIA E DE PROFESSORES DOS ENSINOS BÁSICO E SECUNDÁRIO PARA O
CONCURSO DE EDUCADORES DE INFÂNCIA E DE PROFESSORES DOS ENSINOS BÁSICO E SECUNDÁRIO PARA O
CONCURSO DE EDUCADORES DE INFÂNCIA E DE PROFESSORES DOS ENSINOS BÁSICO E SECUNDÁRIO PARA O

CONCURSO DE EDUCADORES DE INFÂNCIA E DE PROFESSORES DOS ENSINOS BÁSICO E SECUNDÁRIO PARA O ANO DE 2009 DESTACAMENTO POR CONDIÇÕES ESPECÍFICAS

Alertam-se os candidatos opositores ao Destacamento por Condições Específicas que a aplicação “Relatório Médico” ficará disponível de 15 de Maio de 2009 a 26 de Junho de 2009.

O acesso a esta aplicação destina-se apenas aos candidatos que, reunindo os requisitos para este

tipo de destacamento, pretendam imprimir o Relatório Médico, procedendo dessa forma ao seu preenchimento.

Os candidatos acedem a esta aplicação, disponível na página da Direcção Geral dos Recursos Humanos da Educação, introduzindo o seu número de candidato e a correspondente palavra-chave.

De acordo com o disposto no n.º 3 do artigo 45.º do Decreto-Lei n.º 20/2006, de 31 de Janeiro, na redacção dada pelo Decreto-Lei n.º 51/2009, de 27 de Fevereiro, os docentes cuja situação se enquadre nas alíneas b) ou c) devem, igualmente, apresentar duas declarações referentes à impossibilidade de o tratamento a prestar ser efectuado no concelho de colocação e à possibilidade de o tratamento ou apoio específicos inerentes à situação clínica poderem ser prestados no concelho para onde o docente pretende concorrer. Estas declarações, disponíveis na aplicação do relatório médico, devem ser impressas e devidamente preenchidas.

É de carácter obrigatório o consentimento ao médico, por parte do doente ou do seu representante

legal, da divulgação da doença de que padece.

Após a submissão do relatório médico, é possível proceder a alterações mediante novo acesso à mesma aplicação. As alterações efectuadas ficarão registadas no sistema, sendo apenas válida a última versão submetida pelo docente até ao último dia do prazo (26 de Junho de 2009).

Os candidatos que, na candidatura electrónica, não manifestaram intenção de ser opositores ao Destacamento por Condições Específicas, por terem seleccionado “Não” no campo 4.1.3., não podem aceder à aplicação do relatório médico por força do definido no n.º 8 do artigo 18.º do Decreto-Lei n.º 20/2006, de 31 de Janeiro, com a redacção dada pelo Decreto-Lei n.º 51/2009, de 27 de Fevereiro, e ponto 1.4.2. do Capítulo XI do aviso n.º 5432-A/2009 (2.ª Série).

Oportunamente, será divulgada informação acrescida relativamente ao envio dos diversos documentos comprovativos da situação clínica (nos quais se inclui o relatório médico devidamente preenchido), que será efectuado através de importação informática (“upload”). Em conformidade com

o previsto no ponto 10 do Capítulo IX do Aviso de Abertura do concurso, não serão considerados quaisquer documentos que sigam via de encaminhamento diferente da referida, nomeadamente a postal.

DGRHE, 13 de Maio de 2009

Interesses relacionados