Você está na página 1de 137
Cursos de Atualização

Cursos de Atualização

Cursos de Atualização
Cursos de Atualização Apresentação A COBRAPI é uma empresa que alia experiência a inovação para

Cursos de Atualização

Apresentação

A COBRAPI é uma empresa que alia experiência a inovação para se manter cada vez mais

eficiente e competitiva. Atua no mercado desde 1963, no segmento de Engenharia Consultiva para os setores de mineração, siderurgia, óleo e gás, entre outros, a empresa é responsável pela formação e desenvolvimento de milhares de profissionais, hoje

espalhados por todo o País, tornando-se uma grande referência na área.

O Projeto COBRAPI EDUCAÇÃO é resultado da evolução da empresa. A proposta de investir na transmissão de conhecimento, através de soluções educacionais próprias, visa a preencher uma importante lacuna na engenharia brasileira e contribuir para um mercado mais especializado e competente. Criado em 2008, o projeto segue as tendências e demandas atuais, criando novas alternativas para atender a necessidades específicas de profissionais e empresas, apostando em qualificação e crescimento.

Os Cursos de Atualização é parte deste projeto, consistindo em cursos intensivos de curta duração (máximo de 40 h/a por curso), destinados ao aperfeiçoamento técnico e gerencial dos profissionais para as necessidades atuais e futuras do mercado, oferecendo uma base sólida de conhecimento com foco na aplicação de conceitos específicos para cada área. A estrutura pedagógica é dividida nos eixos de Fundamentação, Gerenciamento e de Especialização.

Público alvo: Engenheiros e técnicos que atuam na área de empreendimentos industriais (gerenciamento, engenharia de projetos, planejamento, suprimento, construção, montagem, operação e manutenção).

2
2

Tel.: (31) 3292-8371 | cursos@cobrapi.com.br | www.cobrapi.com.br/edu

12. Engenharia de Custos: Metodologia de Orçamentação para Obras de Instalações Elétricas 3 9 13.

39

41

42

43

44

46

47

48

49

50

51

52

53

55

56

58

60

62

64

III - Gestão da Qualidade

65

1. Gestão da Qualidade em Projetos Industriais

66

2. Mapeamento de Processos

67

3. Métodos de Solução e Prevenção de Problemas - MASP

68

4. QFD- Quality Function Deployment - Desdobramento da Função Qualidade

69

5. Técnicas e Metódos para a Produtividade e Qualidade

70

4
4

Tel.: (31) 3292-8371 | cursos@cobrapi.com.br | www.cobrapi.com.br/edu

IV - Gestão Industrial 7 1 1. Administração de Contratos em Projeto: Uma Abordagem Administrativa

71

72

73

74

75

76

77

78

79

80

81

82

83

85

86

87

88

89

90

91

92

93

95

96

97

98

99

100

101

102

103

5
5

Tel.: (31) 3292-8371 | cursos@cobrapi.com.br | www.cobrapi.com.br/edu

ATUALIZAÇÃO Curso CIVIL 7 Rua Elesbão Linhares, 188 – Praia do Canto | Vitória -

ATUALIZAÇÃO

Curso

CIVIL

ATUALIZAÇÃO Curso CIVIL 7 Rua Elesbão Linhares, 188 – Praia do Canto | Vitória - ES
7
7

Rua Elesbão Linhares, 188 Praia do Canto | Vitória - ES | CEP 29055-340 Telefax: (31) 3292-8371| cursos@cobrapi.com.br | www.cobrapi.com.br/edu

ATUALIZAÇÃO Curso Alvenaria Estrutural Engenheiros civis e arquitetos. Público Objetivo Formar profissionais

ATUALIZAÇÃO

Curso

Alvenaria Estrutural

Engenheiros civis e arquitetos. Público Objetivo Formar profissionais especializados na elaboração de projetos,
Engenheiros civis e arquitetos.
Público
Objetivo
Formar profissionais especializados na elaboração de projetos, execução e
dimensionamento de Alvenaria Estrutural.
Fornecer aos participantes conceitos para avaliação de técnicas modernas relativas
à área em ênfase; formação de recursos humanos na área de Engenharia Civil,
visando o aprimoramento desempenho profissional.
24 horas/aula
Carga Horária

Programação

1. Introdução.

2. Histórico sobre o sistema construtivo em alvenaria estrutural.

3. Vantagens e desvantagens da alvenaria estrutural.

4. Blocos: características, tipos, propriedades e normalização.

5. Argamassas: características, propriedades e normalização.

6. Filosofia de projeto.

7. Estados Limites: de serviço e de projeto.

8. Cargas: verticais e horizontais.

9. Dimensionamento: paredes, pilares e vigas.

10. Estabilidade das paredes e pilares.

11. Métodos construtivos.

12. Normalização.

13. Projeto de edifícios.

14. Patologias.

8
8

Rua Elesbão Linhares, 188 Praia do Canto | Vitória - ES | CEP 29055-340 Telefax: (31) 3292-8371| cursos@cobrapi.com.br | www.cobrapi.com.br/edu

ATUALIZAÇÃO Curso Engenharia de Construção Civil Engenheiros civis e arquitetos. Público Objetivo Ampliar os

ATUALIZAÇÃO

Curso

Engenharia de Construção Civil

Engenheiros civis e arquitetos. Público Objetivo Ampliar os conhecimentos adquiridos na vida discente e na
Engenheiros civis e arquitetos.
Público
Objetivo
Ampliar os conhecimentos adquiridos na vida discente e na prática profissional;
aperfeiçoar e qualificar os profissionais para a prática quotidiana da execução de
obras civis e seu gerenciamento; fornecer aos participantes a formação,
discernimento e espírito crítico para a avaliação de técnicas modernas relativas à
área em ênfase; formação de recursos humanos na área de Engenharia Civil,
visando o aprimoramento do desempenho profissional.
24 horas/aula
Carga Horária

Programação

1. Panorama da Construção Civil no Brasil

1.1. Obras Públicas

1.2. Obras Particulares

2. O Processo Construtivo

3. Construção Sustentável

4. As Built

5. Canteiro do Obras

6. Equipamentos

7. Projetos

7.1. Qualidade do Projeto

7.2. Controle de Qualidade

7.3. Informática

7.4. Engenheiro Verificador

7.5. Três Erros de Projeto

8. Inovações Na Construção Civil

8.1. Estaca Hélice Contínua

8.2. Aço Fornecido Cortado e Dobrado

8.3. Laje Plana e Cordoalha Engraxada

8.4. Laje Zero

8.5. Laje Steel Deck

8.6. Concreto de Alto Desempenho e Concreto Auto Adensável.

9
9

Rua Elesbão Linhares, 188 Praia do Canto | Vitória - ES | CEP 29055-340 Telefax: (31) 3292-8371| cursos@cobrapi.com.br | www.cobrapi.com.br/edu

ATUALIZAÇÃO Curso Estruturas de Contenção Engenheiros e arquitetos. Público Objetivo Ampliar os conhecimentos

ATUALIZAÇÃO

Curso

Estruturas de Contenção

Engenheiros e arquitetos. Público Objetivo Ampliar os conhecimentos adquiridos na vida discente e na prática
Engenheiros e arquitetos.
Público
Objetivo
Ampliar os conhecimentos adquiridos na vida discente e na prática profissional;
aperfeiçoar e qualificar os profissionais para a prática quotidiana da execução de
contenções e cavas de escavação; fornecer aos participantes a formação,
discernimento e espírito crítico para a avaliação de técnicas modernas relativas à
área em ênfase; formação de recursos humanos na área de Engenharia Civil,
visando o aprimoramento do desempenho profissional.
24 horas/aula
Carga Horária

Programação

1. Prospecção dos solos

9. Drenos de muros de arrimos

 

1.1. SPT

1.2. CP

10.

Muros de gravidade

 

10.1. Concreto simples

2. Tensões nos solos

10.2. Gabiões

2.1. Método Clássico

10.3. Pré-moldados intertravados

2.2. Bulbo de tensões

10.4. Crib-wall

2.3. Normalização brasileira

 

11.

Mudos de concreto armado (de flexão.

3.

Capacidade de carga do solo-sapata

 
 

13.

Estacas pranchas

4.

Estaca Raiz

 
 

14.

Terra armada

5.

Microestaca

 
 

15.

Solo grampeado

7.

Empuxo de terra

 

7.1. Conceitos básicos

16.

Cortina atirantada

7.2. Teoria de Rankine

 

8.

Escavações

8.1. Arrimo de escavações

8.2. Profundidade crítica de escavação

10
10

Rua Elesbão Linhares, 188 Praia do Canto | Vitória - ES | CEP 29055-340 Telefax: (31) 3292-8371| cursos@cobrapi.com.br | www.cobrapi.com.br/edu

ATUALIZAÇÃO Curso Fundações Engenheiros civis e arquitetos. Público Objetivo Ampliar os conhecimentos adquiridos

ATUALIZAÇÃO

Curso

Fundações

Engenheiros civis e arquitetos. Público Objetivo Ampliar os conhecimentos adquiridos na vida discente e na
Engenheiros civis e arquitetos.
Público
Objetivo
Ampliar os conhecimentos adquiridos na vida discente e na prática profissional;
aperfeiçoar e qualificar os profissionais para a prática cotidiana da execução
fundações; fornecer aos participantes a formação, discernimento e espírito crítico
para a avaliação de técnicas modernas relativas à área em ênfase; formação de
recursos humanos na área de Engenharia Civil, visando o aprimoramento do
desempenho profissional.
24 horas/aula
Carga Horária

Programação

1. Fundações diretas e profundas.

2. Fundações diretas: cálculo das tensões no solo.

3. Análise e dimensionamento de blocos, sapatas (isoladas, associadas, contínuas e em divisas),

vigas de equilíbrio, radier.

4. Fundações profundas.

5. Estacas: madeira, aço e concreto.

6. Tubulações.

7. Caixões.

8. Blocos de coroamento.

11
11

Rua Elesbão Linhares, 188 Praia do Canto | Vitória - ES | CEP 29055-340 Telefax: (31) 3292-8371| cursos@cobrapi.com.br | www.cobrapi.com.br/edu

ATUALIZAÇÃO Curso Gestão da Produção na Construção Civil Público Engenheiros civis, arquitetos, administradores,

ATUALIZAÇÃO

Curso

Gestão da Produção na Construção Civil

Público Engenheiros civis, arquitetos, administradores, tecnólogos e outros profissionais que atuam em empresas que
Público
Engenheiros civis, arquitetos, administradores, tecnólogos e outros profissionais que
atuam em empresas que realizam ou acompanham obras, tanto do setor da
Construção Civil como de outros setores.
Objetivo
Apresentar uma visão panorâmica e integrada dos diversos aspectos da gestão da
obra para o aluno aprofundar sua visão sistêmica da gestão da obra focando em
aspectos humanos
16 horas/aula
Carga Horária

Programação

1. Gestão da Produção na Construção Civil

1.1. Produção

1.2. Cadeia produtiva

1.3. Sistemas de Produção

1.4. Monitoramento da produção

2. Gestão de mão-de-obra

2.1. Composição de equipe de

produção

2.2.

2.3. Avaliação de desempenho

2.4. Treinamento em serviço

2.5. Controle da mão-de-obra

2.6. Desperdício e racionalização da

mão-de-obra

2.7. Segurança e medicina do trabalho

Terceirização

e a NR 18

2.8. Cronograma de mão-de-obra

3. Gestão de equipamentos

3.1. Seleção econômica de equipamentos

3.2. Fluxo e localização de equipamentos

3.3. Produtividade de equipamentos

3.4. Manutenção de equipamentos

3.5. Proteção e segurança no uso dos

equipamentos

4. Gestão do Canteiro de Obras

4.1. Arranjo físico e fluxos

4.2.

4.3. Armazenagem e distribuição

4.4. Estrutura física externa à obra

Transporte

5. O papel do gerente de obra diante do futuro da construção

5.1. Inovações tecnológicas

5.2. Novos processos

5.3. Combinado custo, prazo e qualidade.

12
12

Rua Elesbão Linhares, 188 Praia do Canto | Vitória - ES | CEP 29055-340 Telefax: (31) 3292-8371| cursos@cobrapi.com.br | www.cobrapi.com.br/edu

ATUALIZAÇÃO Curso Gestão de Resíduos Perigosos na Construção Civil Público Empresários, técnicos em

ATUALIZAÇÃO

Curso

Gestão de Resíduos Perigosos na Construção Civil

Público Empresários, técnicos em edificações ou meio ambiente, engenheiros, arquitetos e estudantes de áreas
Público
Empresários, técnicos em edificações ou meio ambiente, engenheiros, arquitetos e
estudantes de áreas afins.
Objetivo
Estabelecer uma aprendizagem sistêmica sobre a gestão de resíduos na construção
civil ( resolução conama 307/02) com ênfase nos resíduos classe d (perigosos) e o
meio ambiente.
16 horas/aula
Carga Horária

Programação

1. Meio Ambiente

1.1. Conceito e Características

1.2. Sustentabilidade Ambiental

2. Impacto Ambiental

2.1. Conceito e Características

2.2. Cadeia Produtiva da Construção Civil

3. Gestão de resíduos da construção civil

3.1. Resolução Conama 307/2002

3.2. Resolução Conama 348/2004

4. Saneamento no canteiro de obras

4.1. Planejamento

4.2. Organização

4.3. Segregação de Resíduos

4.4. Acondicionamento de Resíduos

4.5. Sinalização dos Dispositivos

4.6. Destinação mais adequada

5. Resíduos Perigosos (Classe D) e Impacto Ambiental

5.1. Materiais de Pintura: Tintas, Vernizes e Solventes

5.2. Resíduos Radioativos

6. Práticas no exterior

13
13

Rua Elesbão Linhares, 188 Praia do Canto | Vitória - ES | CEP 29055-340 Telefax: (31) 3292-8371| cursos@cobrapi.com.br | www.cobrapi.com.br/edu

ATUALIZAÇÃO Curso Orçamento, Planejamento e Execução de Estruturas Metálicas Público Profissionais que atuem na

ATUALIZAÇÃO

Curso

Orçamento, Planejamento e Execução de Estruturas Metálicas

Público Profissionais que atuem na execução ou gerência de empreendimentos em estruturas metálicas, engenheiros,
Público
Profissionais que atuem na execução ou gerência de empreendimentos em
estruturas metálicas, engenheiros, arquitetos e técnicos que exerçam atividades no
ramo da construção metálica, projetistas, construtores ou contratantes em empresas
privadas, estatais e órgãos públicos.
Objetivo
Aprofundar conhecimentos sobre estruturas metálicas apresentando as diversas
etapas de execução, os itens que formam os custos de cada atividade, a sequência
básica de fabricação e montagem, o planejamento de cada fase, a formação de
preço de venda e as modalidades de contratação de estruturas metálicas.
24 horas/aula
Carga Horária

Programação

1. As estruturas metálicas, suas aplicações, tipos de concepção estrutural, características principais e

comparativo com outros tipos de materiais.

2. As etapas de concepção estrutural, elaboração de projetos, fabricação, pintura, transporte e

montagem. Itens que influem na composição dos custos.

3. Organização das empresas fabricantes e de montagem, interface com outras atividades,

fornecedores e clientes.

4. Orçamento de projetos e de detalhamento, matérias primas e complementos construtivos, fabricação,

transporte e montagem.

5. Elaboração da proposta técnica, modalidades de contratação, BDI, formação do preço de venda e

processos licitatórios.

6. Planejamento de execução, acompanhamento da obra, fiscalização e entrega.

14
14

Rua Elesbão Linhares, 188 Praia do Canto | Vitória - ES | CEP 29055-340 Telefax: (31) 3292-8371| cursos@cobrapi.com.br | www.cobrapi.com.br/edu

ATUALIZAÇÃO Curso Patologias, Recuperação e Reforço de Estruturas Engenheiros civis e arquitetos. Público Objetivo

ATUALIZAÇÃO

Curso

Patologias, Recuperação e Reforço de Estruturas

Engenheiros civis e arquitetos. Público Objetivo Ampliar os conhecimentos adquiridos na vida discente e na
Engenheiros civis e arquitetos.
Público
Objetivo
Ampliar os conhecimentos adquiridos na vida discente e na prática profissional;
aperfeiçoar e qualificar os profissionais para a prática quotidiana da execução de
reparos e reforço em estruturas de concreto.
Fornecer aos participantes a formação, discernimento e espírito crítico para a
avaliação de técnicas modernas relativas à área em ênfase; formação de recursos
humanos na área de Engenharia Civil, visando o aprimoramento do desempenho
profissional.
24 horas/aula
Carga Horária

Programação

1. Sintomas patológicos das estruturas de concreto.

2. Materiais para reparo e proteção.

3. Preparo e limpeza do substrato, reparo e recuperação estrutural.

4. Proteção e manutenção das superfícies de concreto.

5. Novos materiais.

6. Avaliação e escolha do tipo de reforço estrutural.

7. Materiais compósitos.

8. Reforço com compósitos de fibras de carbono.

15
15

Rua Elesbão Linhares, 188 Praia do Canto | Vitória - ES | CEP 29055-340 Telefax: (31) 3292-8371| cursos@cobrapi.com.br | www.cobrapi.com.br/edu

ATUALIZAÇÃO Curso Planejamento e Custos nas Obras Público Engenheiros Civis, Arquitetos, Administradores, Tecnólogos

ATUALIZAÇÃO

Curso

Planejamento e Custos nas Obras

Público Engenheiros Civis, Arquitetos, Administradores, Tecnólogos e outros profissionais que atuam em empresas que
Público
Engenheiros Civis, Arquitetos, Administradores, Tecnólogos e outros profissionais
que atuam em empresas que realizam ou acompanham obras, tanto do setor da
Construção Civil como de outros setores.
Objetivo
Apresentar a ligação entre custos e planejamento da obra de forma a capacitar o
aluno a planejar melhor o uso dos recursos financeiros e temporais em uma obra.
24 horas/aula
Carga Horária

Programação

1. Integrando: Planejamento e Custos

2. Custos:

2.1. Orçamento;

2.2. Custos diretos;

2.3. Custos indiretos;

2.4. Margem de contribuição;

2.5. Bonificação e Despesas Indiretas BDI;

2.6. Planilha orçamentária;

2.7. Curva ABC.

3. Planejamento da obra:

3.1. Definição de planejamento;

3.2. Condicionantes do planejamento;

3.3. Planejamento da execução;

3.4. Níveis de planejamento;

3.5. Índices de produtividade e rendimento;

3.6. Determinação dos recursos e da duração das atividades;

3.7. Formas de apresentação de cronogramas;

3.8. Planejamento do canteiro de obras.

4. Produtividade da obra: integrando custos e planejamento:

4.1. Ciclo PDCA e administrar obras;

4.2. Medição da produtividade e controle;

4.3. Comparação com índices;

4.4. Ações corretivas;

4.5. Realimentação do orçamento e do planejamento.

16
16

Rua Elesbão Linhares, 188 Praia do Canto | Vitória - ES | CEP 29055-340 Telefax: (31) 3292-8371| cursos@cobrapi.com.br | www.cobrapi.com.br/edu

ATUALIZAÇÃO Curso Projetos Industriais 3D Engenheiros, arquitetos, estudantes e técnicos em geral. Público Objetivo

ATUALIZAÇÃO

Curso

Projetos Industriais 3D

Engenheiros, arquitetos, estudantes e técnicos em geral. Público Objetivo Apresentar os conceitos, regras e
Engenheiros, arquitetos, estudantes e técnicos em geral.
Público
Objetivo
Apresentar os conceitos, regras e procedimentos de projeto que definem os layouts
de empreendimentos industriais em mineração, siderurgia, papel & celulose,
petroquímica e alimentícia. Mostrando a natureza interdisciplinar da arquitetura
industrial entre as engenharias civil, mecânica, elétrica e arquitetura.
Carga Horária
16 horas/aula

Programação

1. Introdução à Arquitetura de Projetos Industriais:

1.1. Engenharia conceitual;

1.2. Fluxogramas de processos;

1.3. P&IDs;

1.4. Engenharia básica e detalhada

2. Tecnologias e ferramentas de projeto e gerenciamento de empreendimentos industriais.

3.Normas e especificações de projetos: ABNT, ANSI, ASME, ASTM, OSHA, ISA

4.Componentes de uma instalação industrial:

4.1. Tubulações;

4.2. Correias transportadoras;

4.3. Compressores;

4.4. Tanques;

4.5. Trocadores de calor;

4.6. Caldeiras;

4.7. Turbinas;

4.8. Motores e geradores elétricos;

4.9. Fornos;

4.10. Bombas;

4.12.Reatores;

4.13.Torres de destilação; 4.14.Piperack e bandejamento elétrico;

4.15.Instrumentação;

4.16.Estruturas metálicas e de concreto; 4.17.Tubulação subterrânea; 4.18.Áreas de armazenagem de produtos

5. Layouts de plantas industrias - 3D:

5.1. Mineração

5.2. Siderurgia

5.3. Petroquímica

5.4. Papel&Celulose

5.5. Alimentícia

6. Montagem, manutenção e ampliações

industriais:

6.1. Estudo de rigging 3D para planejamento

e detecção de interferências

6.2. Levantamento de campo com

escaneamento a laser 3D Objetivo: Formalizar a entrega física das obras

(ou projetos) ao cliente para operação

17
17

Rua Elesbão Linhares, 188 Praia do Canto | Vitória - ES | CEP 29055-340 Telefax: (31) 3292-8371| cursos@cobrapi.com.br | www.cobrapi.com.br/edu

ATUALIZAÇÃO Curso Técnicas de Montagem Industrial e Estruturas Metálicas Público Profissionais que atuem na

ATUALIZAÇÃO

Curso

Técnicas de Montagem Industrial e Estruturas Metálicas

Público Profissionais que atuem na execução de empreendimentos industriais e obras de estruturas metálicas;
Público
Profissionais que atuem na execução de empreendimentos industriais e obras de
estruturas metálicas; Gerentes, engenheiros e técnicos que exerçam atividades no
ramo da construção industrial.
Objetivo
Aprofundar conhecimentos sobre as técnicas de montagem de estruturas metálicas
e equipamentos industriais, apresentando aspectos sobre a mão de obra
empregada, os equipamentos utilizados na montagem, máquinas e ferramental
específico, as técnicas empregadas no içamento de peças, a sequência básica de
montagem, o planejamento de cada fase, e a organização do canteiro de obras.
24 horas/aula
Carga Horária

Programação

1. As estruturas metálicas, suas aplicações, tipos de estruturas. Equipamentos industriais: características

principais e tipos que demandam montagem.

2. Tipos de ligações: Ligações parafusadas, tipos de parafusos, torque e execução das ligações. Ligações

Soldadas. Tipos de solda, eletrodos. Procedimentos e qualificação. Normas.

3. As etapas precedentes: Projeto, detalhamento, fabricação, pintura e transporte.

4. Organização das empresas de montagem; mão de obra direta e indireta; segurança e análise de risco;

canteiro de obras.

5. Cálculo do peso; centro de gravidade; Dimensionamento dos acessórios de içamento.

6. Tipos de equipamentos utilizados na montagem: Guindastes hidráulicos, Guindastes treliçados,

equipamentos auxiliares, ferramental e estruturas auxiliares.

7. Planejamento de execução, Plano de Rigging, Sequência de montagem e a Montagem.

18
18

Rua Elesbão Linhares, 188 Praia do Canto | Vitória - ES | CEP 29055-340 Telefax: (31) 3292-8371| cursos@cobrapi.com.br | www.cobrapi.com.br/edu

ATUALIZAÇÃO Curso Tecnologia de Bombas Centrífugas Público Engenheiros e técnicos que atuam, ou pretendem atuar,

ATUALIZAÇÃO

Curso

Tecnologia de Bombas Centrífugas

Público Engenheiros e técnicos que atuam, ou pretendem atuar, no dimensionamento, seleção, especificação,
Público
Engenheiros e técnicos que atuam, ou pretendem atuar, no dimensionamento,
seleção, especificação, instalação, operação e manutenção de bombas centrífugas
e sistemas de bombeamento.
Objetivo
Divulgar informações essenciais à atividade do profissional que atua com bombas
centrífugas e sistemas de bombeamento, fornecendo uma base sólida para o
desenvolvimento nesta área. Estas informações, quando corretamente aplicadas,
permitem que as bombas operem com o máximo desempenho, adequada vida útil,
mínima manutenção e alta confiabilidade operacional.
24 horas/aula
Carga Horária

Programação

1. Princípios básicos de hidráulica

1.1.Fluido

1.2.Peso específico, massa específica e densidade

1.3.Viscosidade

1.4.Pressão

1.5.Pressão de vapor 1.6.Tipos de escoamento 1.7.Vazão e velocidade 1.8.Equação da Continuidade

1.9.Energia

1.10.Teorema de Bernoulli 1.11.Perda de carga em tubulações

2. Classificação e características gerais das bombas

2.1.Definição

2.2.Classificação básica das bombas 2.3.Bombas centrífugas: classificação e características gerais 2.4.Bombas volumétricas: classificação e características gerais 2.5.Comparação entre bombas centrífugas e bombas volumétricas

3. Bombas Centrífugas: Tipos, Principais Componentes e suas Características 3.1.Principais aplicações de bombas centrífugas 3.2.Principais componentes e suas características

3.2.1.Rotor

3.2.2.Carcaça

3.2.3.Difusor

3.2.4.Eixo

3.2.5.Luva de eixo 3.2.6.Anéis de desgaste 3.2.7.Caixa de selagem

3.2.8.Gaxetas

3.2.9.Selo mecânico 3.2.10.Suporte e cavalete de mancal 3.2.11. Mancais 3.2.12.Dispositivos p/ compensação do esforço axial

4.Sistemas de Bombeamento 4.1.Altura estática 4.2.Altura dinâmica 4.3.Altura de sucção 4.4.Altura de descarga 4.5.Altura manométrica total do sistema 4.6.Curva característica do sistema 4.7.Fatores que modificam a curva do sistema 4.8.Associação de sistemas

19
19

Rua Elesbão Linhares, 188 Praia do Canto | Vitória - ES | CEP 29055-340 Telefax: (31) 3292-8371| cursos@cobrapi.com.br | www.cobrapi.com.br/edu

ATUALIZAÇÃO Curso Programação 5.Hidráulica de Bombas Centrífugas 5.1.Princípio de funcionamento 5.2.Curvas

ATUALIZAÇÃO

Curso

Programação

5.Hidráulica de Bombas Centrífugas

5.1.Princípio de funcionamento

5.2.Curvas características da bomba

5.3.Potência consumida pela bomba

5.4.Perdas e rendimentos 5.5.Ponto de trabalho 5.6.Efeito da mudança de rotação nas curvas características 5.7.Efeito da variação do diâmetro do rotor nas curvas características

5.8.Formas de reduzir o diâmetro do rotor da bomba 5.9.Velocidade específica 5.10.Esforço radial 5.11.Recirculação interna e vazão mínima contínua estável 5.12.Bombeamento de líquidos viscosos

6.Cavitação e NPSH 6.1.Descrição do fenômeno de cavitação 6.2.Consequências da cavitação 6.3.Análise da cavitação em bombas centrifugas

6.4.NPSH

6.5.Critérios de avaliação das condições de cavitação 6.6.Altura geométrica de sucção máxima 6.7.Fatores que modificam o NPSH disponível 6.8.Fatores que modificam o NPSH requerido 6.9.Fator de Cavitação (Fator de Thoma) 6.10.Velocidade específica de sucção 6.11.NPSH para outros líquidos 6.12.Resistência dos materiais à cavitação 6.13.Cavitação em condições anormais de operação

7.Associação de Bombas 7.1.Associação de bombas em paralelo 7.2.Associação de bombas em série

7.3.Conclusões

8.Seleção e Especificação de Bombas 8.1.Estabelecimento das condições de processo 8.2.Seleção do tipo de bomba 8.3.Seleção do modelo de bomba 8.4.Limites da faixa operacional para serviço contínuo 8.5.Escolha dos materiais de construção 8.6.Determinação das características construtivas 8.7.Elaboração da Folha de Dados e especificações

8.8. Determinação das características construtivas

8.9. Elaboração da Folha de Dados e especificações

gerais

8.10. Preparação da lista de fornecedores

8.11. Envio das consultas aos fornecedores

8.12. Análise das propostas e parecer técnico conclusivo

8.13. Análise de desenhos e documentos do fornecedor

8.14. Instruções e testes finais de aceitação

9.Instalação

9.1.Preparação para o embarque 9.2.Inspeção no recebimento

9.3.Transporte

9.4.Armazenamento

9.5.Localização da bomba

9.6.Fundação

9.7.Alinhamento da bomba com o acionador 9.8.Tubulações de sucção e descarga 9.9.Tubulações auxiliares

10.Operação

10.1.Providências antes da primeira partida 10.2.Métodos de escorva 10.3.Providências para a partida 10.4.Providências para a parada 10.5.Defeitos de funcionamento e suas respectivas causas

11.Manutenção e Inspeção 11.1.Tipos de manutenção 11.2.Manutenção preditiva 11.3.Manutenção preventiva 11.4.Manutenção corretiva 11.5.Informações práticas para manutenção de bombas centrífugas 11.6.Manutenção de mancais lubrificados à óleo 11.7.Manutenção de mancais lubrificados à graxa 11.8.Manutenção de mancais lubrificados por água limpa de fonte externa 11.9.Manutenção do engaxetamento 11.10.Relatórios para manutenção de bombas centrífugas

12.Exercícios de Seleção de Bombas Centrífugas e Dimensionamento de Sistemas de Bombeamento

20
20

Rua Elesbão Linhares, 188 Praia do Canto | Vitória - ES | CEP 29055-340 Telefax: (31) 3292-8371| cursos@cobrapi.com.br | www.cobrapi.com.br/edu

ATUALIZAÇÃO Curso Tubulações Industriais Técnicos e Engenheiros com atuação na área de projeto de tubulações

ATUALIZAÇÃO

Curso

Tubulações Industriais

Técnicos e Engenheiros com atuação na área de projeto de tubulações industriais Público Capacitar aos
Técnicos e Engenheiros com atuação na área de projeto de tubulações industriais
Público
Capacitar aos participantes para a concepção de projetos de tubulações industriais.
Objetivo
24 horas/aula
Carga Horária

Programação

1. Introdução;

2. Conceitos e terminologia;

3. Tubulações, Processos de fabricação, Materiais e Diâmetros Comerciais;

4. Dimensionamento de tubulações, Líquidos, Gases e Vapor;

5. Meios de ligação de tubulações;

6. Conexões;

7. Válvulas;

8. Filtros, purgadores e separadores;

9. Suportes e apoios;

10. Montagem e testes em tubulações

21
21

Rua Elesbão Linhares, 188 Praia do Canto | Vitória - ES | CEP 29055-340 Telefax: (31) 3292-8371| cursos@cobrapi.com.br | www.cobrapi.com.br/edu

ATUALIZAÇÃO Curso ELETRICIDADE 22 Rua Elesbão Linhares, 188 – Praia do Canto | Vitória -

ATUALIZAÇÃO

Curso

ELETRICIDADE

ATUALIZAÇÃO Curso ELETRICIDADE 22 Rua Elesbão Linhares, 188 – Praia do Canto | Vitória - ES
22
22

Rua Elesbão Linhares, 188 Praia do Canto | Vitória - ES | CEP 29055-340 Telefax: (31) 3292-8371| cursos@cobrapi.com.br | www.cobrapi.com.br/edu

ATUALIZAÇÃO Curso Automação de Sistemas Elétricos Industriais Público Engenheiros, técnicos, gestores de energia,

ATUALIZAÇÃO

Curso

Automação de Sistemas Elétricos Industriais

Público Engenheiros, técnicos, gestores de energia, empresas de engenharia e de serviços de consultoria e
Público
Engenheiros, técnicos, gestores de energia, empresas de engenharia e de serviços
de consultoria e demais profissionais envolvidos com projeto, instalação e
manutenção de instalações elétricas e administração das instalações e da energia
elétrica na área industrial.
Objetivo
Capacitar o profissional a conversar sobre automação de sistemas elétricos, tendo
conhecimento de seus conceitos, alcance, tecnologias, funcionalidades e recursos
apresentando práticas associadas a Automação de Sistemas Elétricos Industriais e
evolução de suas tecnologias.
24 horas/aula
Carga Horária

Programação

1. Introdução

1.1 Apresentações

1.2 Introdução a automação de sistemas elétricos

2.

Dispositivos

2.1 Relés de proteção

2.1.1 Eletromecânicos;

2.1.2 Em rede

2.1.3 Inteligentess IED Vs (inteligent eletronic device)

2.1.4 Parametrização X Configuração

2.2 Medidores de Energia

2.2.1 De faturamento

2.2.2 Com Qualidade de energia

2.2.3 Sem qualidade de energia

2.3 GPS

2.4 Switchs

2.5 Conversores e dispositivos de rede

2.6 PLC

3. Sistema de Supervisão

3.1

3.2 Telas

3.3 Alarmes

Funcionalidades

4. Topologias de Rede

4.1 Estrela

4.2 Anel

4.3 Estrela em anel

4.4 Outras

23
23

Rua Elesbão Linhares, 188 Praia do Canto | Vitória - ES | CEP 29055-340 Telefax: (31) 3292-8371| cursos@cobrapi.com.br | www.cobrapi.com.br/edu

ATUALIZAÇÃO Curso Cálculo de Energia Irradiada Público Profissionais das Áreas de Segurança do Trabalho, Engenharia

ATUALIZAÇÃO

Curso

Cálculo de Energia Irradiada

Público Profissionais das Áreas de Segurança do Trabalho, Engenharia Elétrica e Eletrônica e Profissionais da
Público
Profissionais das Áreas de Segurança do Trabalho, Engenharia Elétrica e Eletrônica
e Profissionais da Área de Proteção de Sistemas Elétricos.
Objetivo
Fornecer subsídios técnicos ao profissional para que o mesmo possa determinar o
nível de energia irradiado durante um curto-circuito trifásico em um painel elétrico de
220V a 15kV, a determinação da roupa resistente ao arco para o nível de energia
irradiada, a distancia segura de aproximação, o reestudo da coordenação da
proteção para adequação do nível de energia e soluções de engenharia para o
controle da energia irradiada.
20 horas/aula
Carga Horária

Programação

1. Nivelamento

2. O Arco Elétrico

3. Conceituação conforme normas pertinentes

4. Determinação do nível de energia irradiada em um curto circuito trifásico

5. Determinação da distância segura de aproximação

6. Especificação da roupa resistente ao arco elétrico para o nível de energia calculado

7. Tipos de tecidos, os cuidados na lavagem e empresas homologadas

8. Soluções de engenharia para o controle da energia irradiada

9. Estudos de casos reais (o aluno poderá trazer um caso real para resolver em sala de aula com

orientação do professor).

24
24

Rua Elesbão Linhares, 188 Praia do Canto | Vitória - ES | CEP 29055-340 Telefax: (31) 3292-8371| cursos@cobrapi.com.br | www.cobrapi.com.br/edu

ATUALIZAÇÃO Curso Cálculos de ATPV para vestimentas Público Orientar os participantes sobre esta importante

ATUALIZAÇÃO

Curso

Cálculos de ATPV para vestimentas

Público Orientar os participantes sobre esta importante exigência da NR-10, focando o arco elétrico e
Público
Orientar os participantes sobre esta importante exigência da NR-10, focando o arco
elétrico e suas principais características, a importância do tempo de eliminação do
arco, as normas IEEE.
Objetivo
Orientar os participantes sobre esta importante exigência da NR-10, focando o arco
elétrico e suas principais características, a importância do tempo de eliminação do
arco, as normas IEEE Std 1584, a norma NFPA 70E, metodologias para o cálculo
das vestimentas e dispositivos para atenuar os efeitos do arco.
8 horas/aula
Carga Horária

Programação

1. Vestimenta flame retardante uma exigência da NR-10

2. Ralph Lee - O Pai

3. O Arco Elétrico

4. Principais tópicos das normas IEEE STD 1584 E NFPA-70E

5. Metodologias para o calculo de ATPV (ARC THERMAL PERFOMANCE VALUE)

6. Soluções para minimizar os efeitos do Arco Elétrico

7. Bibliografia

8. Exemplos Práticos

25
25

Rua Elesbão Linhares, 188 Praia do Canto | Vitória - ES | CEP 29055-340 Telefax: (31) 3292-8371| cursos@cobrapi.com.br | www.cobrapi.com.br/edu

ATUALIZAÇÃO Curso Certificação de Projetos Elétricos conforme a NBR 5410 Público Engenheiros, estudantes de

ATUALIZAÇÃO

Curso

Certificação de Projetos Elétricos conforme a NBR 5410

Público Engenheiros, estudantes de engenharia e demais profissionais envolvidos com projeto, instalação e
Público
Engenheiros, estudantes de engenharia e demais profissionais envolvidos com
projeto, instalação e manutenção de instalações elétricas de baixa tensão.
Objetivo
Apresentar os itens que fazem parte do procedimento de avaliação da conformidade
de projetos elétricos em relação à NBR 5410, capacitando os profissionais a
elaborarem projetos que atendam os critérios de certificação voluntária destes
projetos, criando um diferencial no mercado entre as empresas projetistas baseado
na qualidade dos projetos elaborados.
Carga Horária
8 horas/aula

Programação

Dentre outros, serão mostrados aspectos técnicos relativos aos seguintes tópicos da NBR5410, com foco na obtenção da certificação do projeto:

1. Parâmetros de projeto;

2. Proteção contra choques elétricos;

3. Proteção contra incêndios; proteção contra sobrecorrentes;

4. Proteção contra sobretensões;

5. Seccionamento e comando;

6. Documentação da instalação;

7. Linhas elétricas;

8. Quadros de distribuição; serviços de segurança;

9. Requisitos complementares.

Este tipo de avaliação de conformidade de projetos elétricos vem sendo conduzido pela Abrasip-MG Associação Brasileira de Engenharia de Sistemas Prediais, de Minas Gerais, que, após a análise da conformidade, emite um “Selo” de conformidade.

26
26

Rua Elesbão Linhares, 188 Praia do Canto | Vitória - ES | CEP 29055-340 Telefax: (31) 3292-8371| cursos@cobrapi.com.br | www.cobrapi.com.br/edu

ATUALIZAÇÃO Curso Compatibilidade Eletromagnética em Sistemas de Automação Público Engenheiros, Tecnólogos e

ATUALIZAÇÃO

Curso

Compatibilidade Eletromagnética em Sistemas de Automação

Público Engenheiros, Tecnólogos e Técnicos de diversas áreas (instrumentação, telecomunicações, elétrica,
Público
Engenheiros, Tecnólogos e Técnicos de diversas áreas (instrumentação,
telecomunicações, elétrica, eletrônica, química e mecânica) que tenham ligação com
a área de instrumentação/controle e tenham interesse na proteção de equipamentos
sensíveis (raios/surtos) ou na eliminação de interferências eletromagnéticas, com
aplicações para o Projeto, Operação e Manutenção de instalações eletroeletrônicas
de automação e controle, informática e telecomunicações.
Objetivo
Estudar os aspectos necessários à proteção de sistemas de automação contra
perturbações eletromagnéticas em instalações industriais, incluindo a proteção
contra descargas atmosféricas e seus efeitos.
Carga Horária
16 horas/aula

Programação

1. Influência de Sistemas de Alta Tensão

1.1. Compatibilidade Eletromagnética

1.2. EMI em Sistemas Eletrônicos de terceiros

1.3. EMI em ambiente de Alta Tensão

1.4. Plano de Controle de Interferência

2. EMC na Cablagem

2.1. Uso de blindagem para redução do acoplamento de campos elétricos

2.2. Uso de blindagem para redução do acoplamento de campos magnéticos

2.3. Estudo de casos (Uso de blindagem para cancelamento do ruído no modo comum)

3. Topologias de Aterramento

3.1. Eletrodos de Terra

3.1.1. Diferentes funções do sistema de aterramento

3.1.2. Estudo da resistividade do solo

3.1.3. Desempenho de eletrodos de terra

3.1.4. Medida da resistência de terra

3.1.5. Proteção contra raios

3.1.6. Estudo de casos (sistema de Terra único)

27
27

Rua Elesbão Linhares, 188 Praia do Canto | Vitória - ES | CEP 29055-340 Telefax: (31) 3292-8371| cursos@cobrapi.com.br | www.cobrapi.com.br/edu

ATUALIZAÇÃO Curso Programação 3.2 Aterramento de Sistemas Eletrônicos 3.2.1. Impedância de condutores 3.2.2.

ATUALIZAÇÃO

Curso

Programação

3.2 Aterramento de Sistemas Eletrônicos

3.2.1. Impedância de condutores

3.2.2. Configuração: flutuante, ponto único e multiponto

3.2.3. Sistemas para frequências altas e para frequências baixas

3.2.4. Ruído no modo comum

3.3. Análise do Sistema de Aterramento para Diferentes Configurações de Sistemas Eletrônicos

3.3.1. Aterramento para sistema isolado

3.3.2. Aterramento para sistema agrupado

3.3.3. Aterramento para sistema distribuído

3.3.4. Aterramento para sistema central com extensões

3.3.5. Estudo de casos (Equalização de potencial)

4. Blindagem de Salas e Equipamentos

4.1. Perda por absorção e por reflexão

4.2. A escolha do material apropriado

4.3. Considerações sobre a freqüência

4.4. Projeto de blindagem

4.5. Estudo de casos (Influência de aberturas)

5. Proteção Contra Raios em Sistemas de Telecomunicações

5.1. Proteção (externa) de estruturas

5.1.1. Métodos da esfera rolante, ângulo de proteção e malha

5.1.2. Eficiência de um SPDA (Sistema de Proteção contra Descargas Atmosféricas)

5.1.3. Estudo de casos (Análise de Risco)

5.2. Proteção (interna) de sistemas eletrônicos

5.2.1. Campos EM e diferença de potencial

5.2.2. Medidas de Proteção

5.2.3. Estudo de casos (Zonas de proteção)

5.3. Proteção contra surtos

5.3.1. Características dos surtos (sobretensões)

5.3.2. Elementos de proteção (Centelhador a gás, MOV e SAD)

5.3.3. Implementação de dispositivos de proteção (um ou mais estágios)

5.3.4. Estudo de casos (Sistema de aterramento)

6. Aplicações Específicas

6.1. Encaminhamento e Separação das várias classes de Cabos de Sinal e Potência

6.2. Inversores de Frequência como geradores de interferências

6.3. Recomendações para o aterramento de cabos em Sistemas de Instrumentação

6.4. Proteção contra de Linhas Metálicas e Equipamentos Conectados contra Surtos

6.5. Radiação Não-Ionizante (Exposição Humana a Campos Eletromagnéticos)

6.6. Estudo de casos

6.7. Aplicação dos conceitos desenvolvidos no curso sobre as situações existentes nas Empresas, trazidas pelos participantes.

6.8. Planejamento para a redução dos custos associados a problemas de interferência

6.9. Plano de controle de interferência

28
28

Rua Elesbão Linhares, 188 Praia do Canto | Vitória - ES | CEP 29055-340 Telefax: (31) 3292-8371| cursos@cobrapi.com.br | www.cobrapi.com.br/edu

ATUALIZAÇÃO Curso Conformidade das Instalações Elétricas de Baixa Tensão em Edificações – Inspeções e

ATUALIZAÇÃO

Curso

Conformidade das Instalações Elétricas de Baixa Tensão em Edificações Inspeções e Ensaios

Público Engenheiros eletricistas e técnicos com formação em eletrotécnica, envolvidos com projeto, instalação,
Público
Engenheiros eletricistas e técnicos com formação em eletrotécnica, envolvidos com
projeto, instalação, manutenção e vistoria de instalações elétricas de baixa tensão,
que desejam ampliar seus horizontes profissionais neste segmento de mercado
(Inspetor de Conformidade das instalações elétricas de baixa tensão conforme NBR
5410), criando e/ou melhorando seus procedimentos técnicos face ao novo processo
de avaliação da conformidade.
Objetivo
Fornecer atualizar seus participantes provendo conhecimento para a realização de
projeto, execução, manutenção e inspeção (visual e execução de ensaios) das
instalações elétricas de baixa tensão, conforme a NBR 5410:2004, a fim de verificar
conformidade com suas prescrições e consequentemente emitirem o certificado de
inspeção (via Inmetro) bem como trabalhos de inspeção, perícia, laudos e relatórios
conforme a nova NR-10.
24 horas/aula
Carga Horária

Programação

1. Fundamentação Teórica

1.1. Introdução: Objetivo e estrutura do curso.

1.2. Legislação e Normalização Técnica: Legislação ordinária e profissional. Ética profissional. Normas nacionais, estrangeiras e internacionais.

1.3. Documentação Técnica: Processo projeto. Tipos de documentos técnicos. Informações necessárias. Interface multidisciplinar. Principais etapas e ciclo de vida. Workflow em projetos de engenharia. Stakeholders (profissionais envolvidos no empreendimento cliente, projetista, fornecedor, instalador, inspetor).

1.4. Características Gerais da Instalação: Verificação da instalação quanto a previsão de pontos, potência instalada e de alimentação, fornecimento e distribuição de energia, influências externas, esquemas de aterramento, condutos, condutores, maneiras de instalar. Seleção e instalação de componentes.

1.5. Dimensionamento de Circuitos: Verificação da divisão e distribuição dos circuitos (aspectos técnicos, operacionais e de manutenção, análise dos 7 critérios de dimensionamento (seção mínima, capacidade de condução de corrente, critério da queda de tensão, critério da sobrecarga, critério de curto-circuito, critério da proteção contra contatos indiretos, dimensionamento econômico), Coordenação de proteção.

29
29

Rua Elesbão Linhares, 188 Praia do Canto | Vitória - ES | CEP 29055-340 Telefax: (31) 3292-8371| cursos@cobrapi.com.br | www.cobrapi.com.br/edu

ATUALIZAÇÃO Curso Programação 1.6. 1.7. Linhas Elétricas : Verificação das características básicas de seleção e

ATUALIZAÇÃO

Curso

Programação

1.6.

1.7.

Linhas Elétricas: Verificação das características básicas de seleção e instalação de condutos e condutores. Circuitos de segurança. Capacidade de condução de corrente de condutores. Dispositivos de Proteção Contra Sobrecorrentes: Verificação das características básicas de:

disjuntores e fusíveis.

1.8. Dispositivos de Proteção Contra Choques Elétricos: Verificação na aplicação do conceito de choque elétrico, efeitos da corrente elétrica no corpo humano, esquemas de aterramento (TN-C, TN-S, TN-C-S, TT, IT), critérios para proteção básica, supletiva e adicional, conceito e utilização de dispositivo diferencial - residual (DR).

1.9. Dispositivos de Proteção Contra Sobretensões: Verificação dos pontos de equipotencialização principal e suplementar e nos critérios para análise de risco quanto a instalação dos Dispositivos de Proteção Contra Surtos DPS.

2. Verificação Final das Instalações: Inspeções e Ensaios

2.1. Introdução: O Cenário Nacional. Histórico sobre o processo de avaliação da conformidade.

2.2. Avaliação da Conformidade: A Certificação no Brasil. Sinmetro. Processo de credenciamento. SBC - Sistema Brasileiro de Certificação. Sistema brasileiro de avaliação da conformidade. Modelos e metodologia a ser aplicada (certificação, inspeção e ensaios).

2.3. Processo de Inspeção: Regras e seqüência de procedimentos operacionais. Metodologia e dicas de formulários (check-list) a serem utilizados. Análise do relacionamento cliente/inspetor. Orientações sobre o desenvolvimento dos trabalhos práticos.

2.4. Análise de Documentos: Orientações. Exemplos de documentos de projetos.

2.5. Verificação Final: Inspeção Visual (Objetivos, aspectos gerais, procedimentos e execução). Ensaios (objetivos e procedimentos). Apresentação em sala de aula de equipamento para ensaio de instalações elétricas de baixa tensão.

2.6. Conclusões: Análise e discussão de todo o processo. Comparação com os sistemas de auditoria (NBR 9001, 14001 etc). Emissão de Relatório Técnico, Laudo Técnico e Certificado de Conformidade.

30
30

Rua Elesbão Linhares, 188 Praia do Canto | Vitória - ES | CEP 29055-340 Telefax: (31) 3292-8371| cursos@cobrapi.com.br | www.cobrapi.com.br/edu

ATUALIZAÇÃO Curso Correção do fator de potência e a compensação reativa Público Engenheiros eletricistas e

ATUALIZAÇÃO

Curso

Correção do fator de potência e a compensação reativa

Público Engenheiros eletricistas e técnicos que estejam envolvidos no projeto e aplicação de capacitores para
Público
Engenheiros eletricistas e técnicos que estejam envolvidos no projeto e aplicação de
capacitores para correção do fator de potência nos diversos segmentos industriais e
comerciais, incluindo locais com concentração de cargas não lineares e harmônicos.
Objetivo
Fornecer os subsídios técnicos mínimos para a seleção, dimensionamento e
aplicação de capacitores em sistemas de potência, objetivando a compensação dos
reativos nos mais variados segmentos industriais e comerciais e, em especial, em
plantas com alta concentração de harmônicos, baseando-se nas normas mais
difundidas (nacional como ABNT e internacionais como IEC, NEMA, ANSI/IEEE).
24 horas/aula
Carga Horária

Programação

1. Introdução

1.1. Objetivo e estrutura do curso.

2. Conceitos Básicos

2.1. Energia elétrica;

2.2. Tensão e corrente elétrica;

2.3. Elementos de um circuito elétrico;

2.4. Potência e energia elétrica.

3. Fator de Potência: Fundamentos, Causas e Consequências

3.1. Fundamentos do fator de potência;

3.2. Por que preocupar. se com o fator de

potência?

3.3. Causas de um baixo fator de potência;

3.4. Consequências de um baixo fator de

potência.

4. Correção do Fator de Potência

4.1. Métodos para correção do fator de

potência;

4.2. Vantagens da correção do fator de

potência.

5. Tipos de Correção do Fator de Potência

5.1. Modelos de correção do fator de

potência;

5.2. Os tipos de compensação da energia

reativa;

5.3. Necessidades específicas da instalação;

5.4. Esquemas elétricos de correções

individuais para partidas de motores.

31
31

Rua Elesbão Linhares, 188 Praia do Canto | Vitória - ES | CEP 29055-340 Telefax: (31) 3292-8371| cursos@cobrapi.com.br | www.cobrapi.com.br/edu

ATUALIZAÇÃO Curso Programação 6. Capacitores de Potência : 6.1. 6.2. 6.3. Características gerais; Características

ATUALIZAÇÃO

Curso

Programação

6.

Capacitores de Potência:

6.1.

6.2.

6.3.

Características gerais; Características construtivas; Dimensionamento de bancos de capacitores;

6.4. Características elétricas;

6.5. Manobra e proteção de capacitores;

6.6. Inspeção, ensaios e manutenção de capacitores;

6.7. Segurança e instalação de capacitores;

6.8. Ligações de capacitores em alta tensão;

6.9. Aterramento de capacitores;

6.10. Especificação técnica;

6.11. Normalização técnica.

2. Tarifação da Energia Elétrica

7.1. Principais definições;

7.2. Classificação dos consumidores de energia;

7.3. Tarifação de energia elétrica;

7.4. Demanda, consumo e fator de potência;

7.5. A legislação do fator de potência;

7.6. Fator de carga.

3. Projeto da Correção do Fator de Potência

8.1. Instalações em fase de projeto;

8.2. Instalações em operação.

4. Gerenciamento Energético

9.1. Controle de demanda, consumo e fator

de potência;

9.2. Gerenciamento de energia;

9.3. Controle automático de banco de capacitores.

10. Bancos de Capacitores e as Sobretensões Transitórias

10.1. Origem dos fenômenos transitórios;

10.2. Como minimizar os efeitos dos fenômenos transitórios.

1. Compensação Reativa em Redes com Harmônicas

11.1. O que são harmônicas;

11.2. Origem das harmônicas;

11.3. Problemas causados pelas harmônicas;

11.4. Distorção de corrente x distorção de tensão;

11.5. Quantificação das harmônicas;

11.6. Medição de sinais harmônicos;

11.7. Harmônicos versus transitórios;

11.8. Perdes dielétricas em capacitores na presença de harmônicas;

11.9. Fator de potência com harmônicas;

11.10. Normalização para harmônicas;

11.11. Efeitos da ressonância;

11.12. Localizando fontes de harmônicas;

11.13. Proteções contra harmônicas;

11.14. Fluxograma da correção do Fator de

Potência na presença de harmônicas.

32
32

Rua Elesbão Linhares, 188 Praia do Canto | Vitória - ES | CEP 29055-340 Telefax: (31) 3292-8371| cursos@cobrapi.com.br | www.cobrapi.com.br/edu

ATUALIZAÇÃO Curso Dimensionamento Técnico, Econômico e Ambiental de Condutores Elétricos Público Engenheiros,

ATUALIZAÇÃO

Curso

Dimensionamento Técnico, Econômico e Ambiental de Condutores Elétricos

Público Engenheiros, estudantes de engenharia e demais profissionais envolvidos com projeto, instalação e
Público
Engenheiros, estudantes de engenharia e demais profissionais envolvidos com
projeto, instalação e manutenção de instalações elétricas de baixa tensão.
Objetivo
Apresentar metodologia para o dimensionamento correto e seguro de condutores
elétricos em ambientes prediais, comerciais e industriais, levando em conta critérios
técnicos, econômicos e ambientais, conforme prescrições da NBR 5410 e da nova
norma ABNT NBR 15920.
16 horas/aula
Carga Horária

Programação

1. Introdução: conceitos fundamentais para cálculo de corrente elétrica; parâmetros de projeto para dimensionamento.

2. Dimensionamento Técnico de Condutores Elétricos NBR 5410

3. Perda de Energia (Joule) nos Condutores Elétricos

3.1. Perda joule na frequência fundamental

3.2. Perda joule na presença de correntes harmônicas

4. Dimensionamento Econômico de Condutores Elétricos Conforme a Norma ABNT NBR 15920

4.1. Introdução

4.2. Equações para dimensionamento econômico de condutores de acordo com a segunda abordagem da ABNT NBR 15920

5. Aspectos Econômicos

6. Dimensionamento Ambiental de Condutores Elétricos

6.1. Introdução

6.2. Redução das emissões de CO2 na geração de energia pelo aumento da seção

6.3. Aumento das emissões de CO2 na fabricação de condutores pelo aumento da seção

6.4. Conclusão

7. Exemplo: Dimensionamento Técnico, Econômico e Ambiental de Condutores Elétricos

8. Aplicação de Softwares

33
33

Rua Elesbão Linhares, 188 Praia do Canto | Vitória - ES | CEP 29055-340 Telefax: (31) 3292-8371| cursos@cobrapi.com.br | www.cobrapi.com.br/edu

ATUALIZAÇÃO Curso Economia de Energia Elétrica em Empreendimentos Industriais Administradores de empresas,

ATUALIZAÇÃO

Curso

Economia de Energia Elétrica em Empreendimentos Industriais

Administradores de empresas, empresários, engenheiros eletricistas e técnicos. Público Objetivo Promover uma visão
Administradores de empresas, empresários, engenheiros eletricistas e técnicos.
Público
Objetivo
Promover uma visão geral sobre economia de energia elétrica nas empresas,
melhoria (eficientização) dos sistemas elétricos industriais e redução de despesas
mensais.
8 horas/aula
Carga Horária

Programação

1. Energia: uma introdução;

2. Campanhas de Conservação de energia (CICE)

3. Diagnóstico e auditoria energética;

4. Tarifação;

5. Ferramentas na fase de implementação da gestão;

6. Auditoria energética;

7. Perdas de energia elétrica na distribuição e nos equipamentos de usos finais;

8. Recomendações

9. Conclusões.

34
34

Rua Elesbão Linhares, 188 Praia do Canto | Vitória - ES | CEP 29055-340 Telefax: (31) 3292-8371| cursos@cobrapi.com.br | www.cobrapi.com.br/edu

ATUALIZAÇÃO Curso Eficiência Energética Público Engenheiros eletricistas, engenheiros civis, engenheiros mecânicos,

ATUALIZAÇÃO

Curso

Eficiência Energética

Público Engenheiros eletricistas, engenheiros civis, engenheiros mecânicos, administradores, gestores de manutenção,
Público
Engenheiros eletricistas, engenheiros civis, engenheiros mecânicos,
administradores, gestores de manutenção, gestores prediais, peritos, empresas
concessionárias dos serviços de energia, empresas de engenharia e de serviços de
consultoria e demais interessados que desejem atuar no campo da gestão de
energia visando à melhoria da eficiência energética dos processos e sistemas
prediais e industriais.
Objetivo
Fornecer os subsídios técnicos mínimos para a seleção, dimensionamento e
aplicação de capacitores em sistemas de potência, objetivando a compensação dos
reativos nos mais variados segmentos industriais e comerciais e, em especial, em
plantas com alta concentração de harmônicos, baseando-se nas normas mais
difundidas (nacional como ABNT e internacionais como IEC, NEMA, ANSI/IEEE).
24 horas/aula
Carga Horária

Programação

1. Introdução

2. Cálculo Econômico

3. Ações de Eficiência Energética

3.1. Iluminação

3.1.1. Medidas de implementação a curto prazo

3.1.2. Manutenção do sistema de iluminação

3.1.3. Exemplo de aplicação

3.2. Condutores elétricos

3.2.1. Exemplo de aplicação

3.3. Correção do fator de potência

3.3.1. Conceitos básicos

3.3.2. Fator de potência: fundamentos, causas e

consequências

3.3.3. Tipos de correção do fator de

potência

3.3.4. Projeto da correção do fator de

potência

3.4. Motores elétricos

3.4.1. Avaliação da substituição de

motores tipo standard em subcarga

3.4.2. Avaliação da substituição de

motores tipo standard com carga nominal

por motores de alto rendimento

3.4.3. Avaliação de aquisição de motores

tipo standard ou de motores de alto

rendimento

3.4.4. Inversores de frequência

3.4.5. Exemplo de aplicação

35
35

Rua Elesbão Linhares, 188 Praia do Canto | Vitória - ES | CEP 29055-340 Telefax: (31) 3292-8371| cursos@cobrapi.com.br | www.cobrapi.com.br/edu

ATUALIZAÇÃO Curso Programação 3.5. Consumo de água 3.5.1. 3.5.2. sistema de suprimento e de distribuição

ATUALIZAÇÃO

Curso

Programação

3.5.

Consumo de água

3.5.1.

3.5.2.

sistema de suprimento e de distribuição

3.5.3. Quantificação das perdas de água e

energia elétrica devido aos vazamentos

3.5.4. Bombeamento de água

3.5.5. Exemplo de aplicação

Desperdício de água e energia Identificação de vazamentos no

3.6. Climatização

3.6.1.

Medidas de implementação a curto

prazo

3.6.2.

Medidas de implementação a médio

prazo

3.6.3.

Medidas de implementação a longo

prazo

3.6.4.

Centrais de climatização

3.6.5.

Exemplo de aplicação

3.7. Ventilação Industrial

3.7.1. Exemplo de aplicação

3.8. Refrigeração

3.8.1.

Medidas de implementação imediata

3.8.2.

Medidas de implementação a curto

prazo

3.8.3.

Medidas de implementação a longo

prazo

3.9. Aquecimento de Água

3.9.1. Medidas de implementação imediata

3.9.2. Medidas de implementação a médio e

longo prazo

3.10. Elevadores e escadas rolantes

3.10.1. Medidas de implementação imediata

3.10.2. Medidas de implementação a médio

e longo prazo

3.11. Ar comprimido

3.12. Desequilíbrio de tensão

3.12.1. Exemplo de aplicação

3.13. Carregamento dos transformadores

3.13.1. Exemplo de aplicação

3.14. Instalação Elétrica

3.14.1. Recomendações gerais

3.14.2. Limpeza e conservação

3.14.3. Segurança

3.14.4. Proteção para a instalação

3.14.5. Motivos de fugas de corrente

3.14.6. Qualidade da energia elétrica

harmônicas

3.15. Administração do consumo de Energia

Elétrica

3.16. Controle de Demanda

3.16.1. Exemplo de aplicação

3.17. Geração na hora de ponta

3.18. Co. geração

4. Análise de Software

4.1. Mark IV

4.2. EnergyPlus

36
36

Rua Elesbão Linhares, 188 Praia do Canto | Vitória - ES | CEP 29055-340 Telefax: (31) 3292-8371| cursos@cobrapi.com.br | www.cobrapi.com.br/edu

ATUALIZAÇÃO Curso EMC em Sistemas de Automação: Aterramento, Blindagem e Proteção contra Raios/Interferências

ATUALIZAÇÃO

Curso

EMC em Sistemas de Automação: Aterramento, Blindagem e Proteção contra Raios/Interferências

Público Engenheiros, Tecnólogos e Técnicos de diversas áreas (instrumentação, telecomunicações, elétrica,
Público
Engenheiros, Tecnólogos e Técnicos de diversas áreas (instrumentação,
telecomunicações, elétrica, eletrônica, química e mecânica) que tenham ligação com
a área de instrumentação/controle e tenham interesse na proteção de equipamentos
sensíveis (raios/surtos) ou na eliminação de interferências eletromagnéticas, com
aplicações para o Projeto, Operação e Manutenção de instalações eletro-eletrônicas
de automação e controle, informática e telecomunicações.
Objetivo
Este curso objetiva o estudo dos aspectos necessários à proteção de sistemas de
automação contra perturbações eletromagnéticas em instalações industriais,
incluindo a proteção contra descargas atmosféricas e seus efeitos.
Carga Horária
16 horas/aula

Programação

1. Influência de Sistemas de Alta Tensão

1.1. Compatibilidade Eletromagnética

1.2. EMI em Sistemas Eletrônicos de terceiros

1.3. EMI em ambiente de Alta Tensão

1.4. Plano de Controle de Interferência

2. EMC na Cablagem

2.1. Uso de blindagem para redução do acoplamento de campos elétricos

2.2. Uso de blindagem para redução do acoplamento de campos magnéticos

2.3. Estudo de casos (Uso de blindagem para cancelamento do ruído no modo comum)

3. Topologias de Aterramento

4. Eletrodos de Terra

4.1. Diferentes funções do sistema de aterramento

4.2. Estudo da resistividade do solo

4.3. Desempenho de eletrodos de terra

4.4. Medida da resistência de terra

4.5. Proteção contra raios

4.6. Estudo de casos (sistema de Terra único)

37
37

Rua Elesbão Linhares, 188 Praia do Canto | Vitória - ES | CEP 29055-340 Telefax: (31) 3292-8371| cursos@cobrapi.com.br | www.cobrapi.com.br/edu

ATUALIZAÇÃO Curso Programação 5. Aterramento de Sistemas Eletrônicos 5.1. 5.2. 5.3. 5.4. Impedância de condutores

ATUALIZAÇÃO

Curso

Programação

5.

Aterramento de Sistemas Eletrônicos

5.1.

5.2.

5.3.

5.4.

Impedância de condutores Configuração: flutuante, ponto único e multiponto Sistemas para frequências altas e para frequências baixas Ruído no modo comum

6. Análise do Sistema de Aterramento para Diferentes Configurações de Sistemas Eletrônicos

6.1. Aterramento para sistema isolado

6.2. Aterramento para sistema agrupado

6.3. Aterramento para sistema distribuído

6.4. Aterramento para sistema central com extensões

6.5. Estudo de casos (Equalização de potencial)

7. Blindagem de Salas e Equipament

7.1. Perda por absorção e por reflexão

7.2. A escolha do material apropriado

7.3. Considerações sobre a frequência

7.4. Projeto de blindagem

7.5. Estudo de casos (Influência de aberturas)

8. Proteção Contra Raios em Sistemas de Telecomunicações / Proteção (Externa) de Estruturas

8.1. Métodos da esfera rolante, ângulo de proteção e malha

8.2. Eficiência de um SPDA (Sistema de Proteção contra Descargas Atmosféricas)

8.3. Estudo de casos (Análise de Risco)

9. Proteção (Interna) de Sistemas Eletrônicos

9.1. Campos EM e diferença de potencia

9.2. Medidas de Proteção

9.3. Estudo de casos (Zonas de proteção)

10. Proteção Contra Surtos

10.1.Características dos surtos (sobretensões) 10.2.Elementos de proteção (Centelhador a gás, MOV e SAD)

10.3. Implementação de dispositivos de proteção (um ou mais estágios)

10.4.Estudo de casos (Sistema de aterramento)

11. Aplicações Específicas

11.1. Encaminhamento e Separação das várias classes de Cabos de Sinal e Potência

11.2. Inversores de Frequência como geradores de interferências

11.3. Recomendações para o aterramento de cabos em Sistemas de Instrumentação

11.4. Proteção contra de Linhas Metálicas e Equipamentos Conectados contra Surtos

11.5. Radiação Não-Ionizante (Exposição Humana a Campos Eletromagnéticos)

12. Estudos de Casos

12.1.Aplicação dos conceitos desenvolvidos no curso sobre as situações existentes nas Empresas, trazidas pelos participantes.

12.2. Planejamento para a redução dos custos associados a problemas de interferência

12.3.Plano de controle de interferência

38
38

Rua Elesbão Linhares, 188 Praia do Canto | Vitória - ES | CEP 29055-340 Telefax: (31) 3292-8371| cursos@cobrapi.com.br | www.cobrapi.com.br/edu

ATUALIZAÇÃO Curso Engenharia de Custos: Metodologia de Orçamentação para Obras de Instalações Elétricas Público

ATUALIZAÇÃO

Curso

Engenharia de Custos: Metodologia de

Orçamentação para Obras de Instalações Elétricas

Público Profissionais da área de engenharia, arquitetura e demais interessados em engenharia de custos e
Público
Profissionais da área de engenharia, arquitetura e demais interessados em
engenharia de custos e metodologia de orçamentação para obras de instalações
elétricas.
Objetivo
Apresentar aos profissionais conceitos e técnicas para orçamento, planejamento de
obra e as ferramentas de planejamento e o controle de custos em obras de
instalações elétricas.
Carga Horária
24 horas/aula

Programação

1. Introdução ao curso e objetivos

2. Engenharia de Custos:

2.1. Conceitos Básicos

2.2. Importância

3. Análise do Projeto/Obra:

3.1. Visita Técnica

3.2. Características próprias do Projeto de Instalações Elétricas

4. Especificação Técnica de Materiais Elétricos

5. Planejamento de Obra

6. Etapas da Orçamentação

7. Levantamento dos Serviços e seus quantitativos:

7.1. Planilha de serviços e do resumo do orçamento

39
39

Rua Elesbão Linhares, 188 Praia do Canto | Vitória - ES | CEP 29055-340 Telefax: (31) 3292-8371| cursos@cobrapi.com.br | www.cobrapi.com.br/edu

ATUALIZAÇÃO Curso Programação 8. 9. Elaboração das composições analíticas de custos de serviços Pesquisa de

ATUALIZAÇÃO

Curso

Programação

8.

9.

Elaboração das composições analíticas de custos de serviços

Pesquisa de Mercado:

9.1. Preços de mão-de-obra, materiais, equipamentos, subempreiteiro e transportes em obras de

instalações elétricas

10. Metodologia de cálculo do custo horário de utilização de equipamento

11. Metodologia de cálculo dos custos de transporte

12. Metodologia de cálculo da bonificação ou do bdi:

12.1. Benefício e Despesas Indiretas

13. Elaboração do cronograma físico-financeiro e fluxo de caixa - Rede Pert/Com

14. Planejamento e Custos de Obras

15. Operação e Controle da Obra

16. Exemplo de Elaboração de Orçamento de um Projeto de Instalações Elétricas

40
40

Rua Elesbão Linhares, 188 Praia do Canto | Vitória - ES | CEP 29055-340 Telefax: (31) 3292-8371| cursos@cobrapi.com.br | www.cobrapi.com.br/edu

ATUALIZAÇÃO Curso Especificação técnica de produtos e materiais para o setor de instalações elétricas Público

ATUALIZAÇÃO

Curso

Especificação técnica de produtos e materiais para o setor de instalações elétricas

Público Engenheiros, Arquitetos, estudantes de engenharia e arquitetura e demais profissionais envolvidos com projeto,
Público
Engenheiros, Arquitetos, estudantes de engenharia e arquitetura e demais
profissionais envolvidos com projeto, instalação e manutenção de instalações
elétricas de baixa tensão.
Objetivo
Proporcionar o acesso às especificações técnicas das principais componentes,
contendo, para cada um, a descrição sucinta, as características nominais básicas e
a norma ou as normas a que deve atender. Apresentar as principais normas de
terminologia para a correta especificação de componentes para instalações elétricas
que, quando montadas, deverão garantir o funcionamento adequado da instalação,
a segurança dos usuários, bem como a conservação dos bens.
8 horas/aula
Carga Horária

Programação

1. Normalização e legislação em Instalações Elétricas de Baixa Tensão

2. Apresentação e interpretação do texto completo das Normas Técnicas NBR IEC 50 (826) 2.1Instalações elétricas em edificações - Terminologia

2.2 NBR 5459: Manobra e proteção de circuitos Terminologia

2.3 NBR 5471: Condutores elétricos Terminologia

2.4 NBR 5474: Eletrotécnica e Eletrônica Conectores Elétricos Terminologia

3. Apresentação de formato padronizado para a especificação correta de diversos produtos e materiais (aproximadamente 50) para o setor de instalações elétricas, contendo todas as informações necessárias para fins de projeto e correta aquisição do material.

4. Apresentação do programa SLIM Sistema de Lista de Materiais, um exclusivo software para elaboração de listas de materiais e orçamentos para projetos de engenharia.

41
41

Rua Elesbão Linhares, 188 Praia do Canto | Vitória - ES | CEP 29055-340 Telefax: (31) 3292-8371| cursos@cobrapi.com.br | www.cobrapi.com.br/edu

ATUALIZAÇÃO Curso Gestão de Energia: Implantação da Nova Norma ISO 50001 Público Engenheiros, Administradores,

ATUALIZAÇÃO

Curso

Gestão de Energia: Implantação da Nova Norma ISO 50001

Público Engenheiros, Administradores, Gestores de Manutenção, Gestores Prediais, Peritos, empresas concessionárias
Público
Engenheiros, Administradores, Gestores de Manutenção, Gestores Prediais, Peritos,
empresas concessionárias dos serviços de energia, empresas de engenharia e de
serviços de consultoria e demais interessados que desejem atuar no campo da
gestão de energia visando à melhoria da eficiência energética dos processos e
projetos dos sistemas prediais e industriais.
Objetivo
Apresentar a norma ABNT NBR ISO 50001:2011 – Sistemas de gestão da energia –
Requisitos com orientações para uso, criando condições para que as organizações
estabeleçam os sistemas e processos necessários para melhorar o desempenho
energético, incluindo a eficiência e intensidade energéticas.
Carga Horária
16 horas/aula

Programação

1.

Considerações Iniciais

2.

Conceitos básicos de eficiência energética

3.

Visão geral do modelo de gestão definido pela Norma ISO 50001

4.

Descrição dos requisitos definidos pela Norma

5.

Relacionamento com outras Normas de Gestão (ISO 9001 e ISO 14001);

6.

O processo de melhoria do desempenho energético e do Sistema de Gestão;

7.

Processo de certificação do Sistema de Gestão de Energia.

8.

Objetivos da ISO 50001

9.

Status da Empresa

10.

Fluxograma Orientativo para Implantação de um SGE

11.

Responsabilidade da Alta Direção

12.

Sistema de Gestão de Energia

13.

Requisitos para Sucesso do SGE

14.

Conclusões

42
42

Rua Elesbão Linhares, 188 Praia do Canto | Vitória - ES | CEP 29055-340 Telefax: (31) 3292-8371| cursos@cobrapi.com.br | www.cobrapi.com.br/edu

ATUALIZAÇÃO Curso Harmônicas em Instalações Elétricas: Uma visão da Engenharia de Projetos Público Engenheiros

ATUALIZAÇÃO

Curso

Harmônicas em Instalações Elétricas: Uma visão da Engenharia de Projetos

Público Engenheiros eletricistas e técnicos com formação em eletrotécnica que atuam em projeto, execução e
Público
Engenheiros eletricistas e técnicos com formação em eletrotécnica que atuam em
projeto, execução e manutenção de instalações elétricas.
Objetivo
Apresentar elementos, normas, recomendações e procedimentos específicos que
permitam aos profissionais envolvidos com projeto, execução e manutenção de
instalações elétricas a possibilidade de avaliar a qualidade da energia do ponto de
vista das influências das harmônicas, por meio da caracterização destes sinais e do
diagnóstico das principais causas e efeitos decorrentes, além dos aspectos de
monitoração, medição, análises, planejamento, decisões e adequações de
instalações existentes para a nova realidade das cargas e confiabilidade
operacional.
24 horas/aula
Carga Horária

Programação

1. Introdução

1.1. Objetivo e estrutura do curso.

2. Aspectos gerais relacionados à qualidade da energia elétrica

2.1. Perturbações na amplitude

2.2. Frequência e na forma de onda.

3. Caracterização dos sinais harmônicos:

3.1. Definição

3.2. Normalização

3.3. Espectros harmônicos;

3.4. Indicadores (THD, fator de potência, fator de crista e fator de desclassificação).

4. Medições de sinais harmônicos: Instrumentos convencionais e de valor eficaz verdadeiro (TRUE RMS).

5. Cargas geradoras de harmônicas: Cargas lineares e não-lineares.

6. Efeitos e consequências das harmônicas: Principais aspectos relacionados à engenharia de projetos:

motores, geradores e transformadores; aumento da corrente eficaz; fator de potência; distorção das características de atuação de relés de proteção; condutores elétricos; interferências; ressonâncias; vibrações e acoplamentos; aquecimentos excessivos; disparos de dispositivos de proteção.

7. Adequação das instalações e sistemas elétricos: Dimensionamento de condutores; Dimensionamento de transformadores; Filtros de harmônicas. Exercícios.

43
43

Rua Elesbão Linhares, 188 Praia do Canto | Vitória - ES | CEP 29055-340 Telefax: (31) 3292-8371| cursos@cobrapi.com.br | www.cobrapi.com.br/edu

ATUALIZAÇÃO Curso Inspeção das Instalações Elétricas de Baixa Tensão de acordo com a NBR 5410

ATUALIZAÇÃO

Curso

Inspeção das Instalações Elétricas de Baixa Tensão de acordo com a NBR 5410

Público Engenheiros eletricistas e técnicos com formação em eletrotécnica, envolvidos com projeto, instalação,
Público
Engenheiros eletricistas e técnicos com formação em eletrotécnica, envolvidos com
projeto, instalação, manutenção e vistoria de instalações elétricas de baixa tensão,
que desejam ampliar seus horizontes profissionais neste segmento de mercado,
criando e/ou melhorando seus procedimentos técnicos face ao novo processo de
avaliação da conformidade.
Objetivo
Atualizar seus participantes, provendo conhecimento para a realização de projeto,
execução, manutenção e inspeção (visual e execução de ensaios) das instalações
elétricas de baixa tensão, conforme a NBR 5410:2004, a fim de verificar
conformidade com suas prescrições e, consequentemente, emitirem o certificado de
inspeção (via Inmetro) bem como trabalhos de inspeção, perícia, laudos e relatórios
conforme a nova NR-10.
Carga Horária
24 horas/aula

Programação

1 - Fundamentação Teórica

1.1. Introdução: Objetivo e estrutura do curso.

1.2. Legislação e Normalização Técnica: Legislação ordinária e profissional. Ética profissional. Normas nacionais, estrangeiras e internacionais.

1.3. Documentação Técnica: Processo projeto. Tipos de documentos técnicos. Informações necessárias. Interface multidisciplinar. Principais etapas e ciclo de vida. Workflow em projetos de engenharia. Stakeholders (profissionais envolvidos no empreendimento - cliente, projetista, fornecedor, instalador, inspetor).

1.4. Características Gerais da Instalação: Verificação da instalação quanto a previsão de pontos, potência instalada e de alimentação, fornecimento e distribuição de energia, influências externas, esquemas de aterramento, condutos, condutores, maneiras de instalar. Seleção e instalação de componentes.

1.5. Dimensionamento de Circuitos: Divisão e distribuição dos circuitos (aspectos técnicos, operacionais e de manutenção, análise dos 7 critérios de dimensionamento (seção mínima, capacidade de condução de corrente, critério da queda de tensão, critério da sobrecarga, critério de curto-circuito, critério da proteção contra contatos indiretos, dimensionamento econômico), Coordenação de proteção.

44
44

Rua Elesbão Linhares, 188 Praia do Canto | Vitória - ES | CEP 29055-340 Telefax: (31) 3292-8371| cursos@cobrapi.com.br | www.cobrapi.com.br/edu

ATUALIZAÇÃO Curso Programação Linhas Elétricas: Características básicas de seleção e instalação de condutos e

ATUALIZAÇÃO

Curso

Programação

Linhas Elétricas: Características básicas de seleção e instalação de condutos e condutores. Dimensionamento de eletrodutos e bandejas. Dispositivos de Proteção Contra Sobrecorrentes: Características básicas de: disjuntores e fusíveis. Seleção e Dimensionamento.

1.8. Dispositivos de Proteção contra Choques Elétricos: Conceito de choque elétrico. Efeitos da corrente elétrica no corpo humano. Critérios para proteção contra choques elétricos (proteção básica, supletiva e adicional). Obrigatoriedade da proteção contra choques. Características básicas de DRs, seleção e dimensionamento. Correntes de fuga. Detalhes de montagem e ligação de dispositivos DR com imagens ricamente ilustradas. Análise de defeitos típicos e soluções.

1.9. Dispositivos de Proteção contra Sobretensões: Verificação nos pontos de equipotencialização principal e suplementar e nos critérios para análise de risco quanto a instalação dos Dispositivos de Proteção Contra Surtos - DPS.

1.7.

1.6.

2 - Verificação Final das Instalações: Inspeções e Ensaios

2.1. Introdução: O Cenário Nacional. Histórico sobre o processo de avaliação da conformidade.

2.2. Avaliação da Conformidade: A Certificação no Brasil. Sinmetro. Processo de credenciamento. SBC - Sistema Brasileiro de Certificação. Sistema brasileiro de avaliação da conformidade. Modelos e metodologia a ser aplicada (certificação, inspeção e ensaios).

2.3. Processo de Inspeção: Regras e seqüência de procedimentos operacionais. Metodologia e dicas de formulários (check-list) a serem utilizados. Análise do relacionamento cliente/inspetor. Orientações sobre o desenvolvimento dos trabalhos práticos.

2.4. Análise de Documentos: Orientações. Exemplos de documentos de projetos.

2.5. Verificação Final: Inspeção Visual (Objetivos, aspectos gerais, procedimentos e execução). Ensaios (objetivos e procedimentos).

2.6. Conclusões: Análise e discussão de todo o processo. Comparação com os sistemas de auditoria (NBR 9001, 14001 etc). Emissão de Relatório Técnico, Laudo Técnico e Certificado de Conformidade.

45
45

Rua Elesbão Linhares, 188 Praia do Canto | Vitória - ES | CEP 29055-340 Telefax: (31) 3292-8371| cursos@cobrapi.com.br | www.cobrapi.com.br/edu

ATUALIZAÇÃO Curso Inspeção das Instalações Elétricas: Atendimento às Exigências da NR-10 Público Gestores do

ATUALIZAÇÃO

Curso

Inspeção das Instalações Elétricas:

Atendimento às Exigências da NR-10

Público Gestores do setor de manutenção, pessoas ligadas à garantia da Qualidade, profissionais do sistema
Público
Gestores do setor de manutenção, pessoas ligadas à garantia da Qualidade,
profissionais do sistema elétrico e do setor de segurança do trabalho.
Objetivo
Instruir as pessoas da real necessidade de adequação a NR-10 e montar um
programa de manutenção da documentação pertinente, apresentando uma
metodologia para elaboração do prontuário técnico e demais procedimentos
Carga Horária
16 horas/aula

Programação

1. Apresentação dos critérios de uma inspeção de instalações elétricas

2. Análise do tipo de não conformidade

3. Apresentação das Normas da ABNT pertencentes a cada tipo de instalação e conceituar os pontos de

inspeção aplicáveis a cada instalação

4. Apresentação dos conceitos para a elaboração do check list de inspeção

46
46

Rua Elesbão Linhares, 188 Praia do Canto | Vitória - ES | CEP 29055-340 Telefax: (31) 3292-8371| cursos@cobrapi.com.br | www.cobrapi.com.br/edu

ATUALIZAÇÃO Curso Instalações Elétricas em Atmosferas Potencialmente Explosivas Público Profissionais das áreas de

ATUALIZAÇÃO

Curso

Instalações Elétricas em Atmosferas Potencialmente Explosivas

Público Profissionais das áreas de segurança do trabalho, equipamentos, elétrica, eletrônica, instrumentação,
Público
Profissionais das áreas de segurança do trabalho, equipamentos, elétrica,
eletrônica, instrumentação, operação, projeto, suprimento e fiscalização de
contratos, com interesse e perfil para atuarem como multiplicadores.
Objetivo
Fornecer subsídios técnicos quanto à classificação de áreas e a segurança de
instalações elétricas e de instrumentação em atmosferas potencialmente explosivas,
para especificação de equipamentos, compras, projeto, operação, manutenção e
inspeção, bem como permitir a atuação dos participantes como multiplicadores dos
conceitos e dos riscos associados, inclusive para atendimento de prescrição
específica da NR- 10.
32 horas/aula
Carga Horária

Programação

1. Conceitos básicos sobre substâncias e misturas explosivas

2. Conceitos para classificação de regiões

contendo atmosferas explosivas

3. Graus de proteção providos por invólucros e por máquinas elétricas girantes - Códigos IP

4. Tipos de proteção em equipamentos para atmosferas explosivas:

4.1. A prova de explosão

4.2. Segurança aumentada

4.3. Não acendível

4.4. Segurança intrínseca

4.5. Pressurização de invólucros, ambientes e casas de analisadores.

4.6. Imersão em óleo, resina e areia, proteções combinadas e especiais.

5. Marcação de equipamentos

6. Seleção de tipos de proteção e de ‘EPL’ de acordo com os requisitos de zonas

7. Normalização aplicável em atmosferas explosivas:

brasileira, internacional e estrangeira

8. A evolução da Certificação de conformidade compulsória para equipamentos no Brasil

9. Legislação INMETRO sobre certificação compulsória para equipamentos no Brasil

10. Critérios para instalações elétricas em atmosferas explosivas

11. Critérios e requisitos para inspeção, manutenção e reparos de equipamento.

12. Tópicos da NR-10 para áreas classificadas.

47
47

Rua Elesbão Linhares, 188 Praia do Canto | Vitória - ES | CEP 29055-340 Telefax: (31) 3292-8371| cursos@cobrapi.com.br | www.cobrapi.com.br/edu

ATUALIZAÇÃO Curso Instalações Elétricas em Locais de Habitação Público Engenheiros Eletricistas, Engenheiros

ATUALIZAÇÃO

Curso

Instalações Elétricas em Locais de Habitação

Público Engenheiros Eletricistas, Engenheiros Civis, Engenheiros Mecânicos, Administradores, Gestores de Manutenção,
Público
Engenheiros Eletricistas, Engenheiros Civis, Engenheiros Mecânicos,
Administradores, Gestores de Manutenção, Gestores Prediais, Peritos, empresas
concessionárias dos serviços de energia, empresas de engenharia e de serviços de
consultoria e demais interessados que desejem atuar no campo da gestão de
energia visando à melhoria da eficiência energética dos processos e sistemas
prediais e industriais.
Objetivo
Apresentar os tópicos principais para os projetos de instalações elétricas
exclusivamente em LOCAIS DE HABITAÇÃO sob a luz da NBR 5410, explorando
novos ângulos, arranjando as informações da forma mais útil possível, agregando
exemplos práticos e ilustrações realmente capazes de superar as palavras,
oferecendo esclarecimentos às indagações e enganos mais sutis, indicando as boas
práticas a serem adotadas.
24 horas/aula
Carga Horária

Programação

1. Normas e Regulamentos

2. Alimentação da Instalação

3. Seleção dos Componentes

4. O Quadro de Distribuição

4.1. Dispositivos de entrada

4.2. Dispositivos intermediários ou de grupo

4.3. Dispositivos de saída

4.4. Identificação

4.5. Reserva

4.6. Localização

5. Proteção Contra Choques Elétricos

5.1. Seccionamento automático com dispositivo DR

5.2. Seccionamento automático com dispositivo a sobrecorrente

5.3. Uso obrigatório de DR de alta sensibilidade

5.4. Seletividade entre DRs

48
48

Rua Elesbão Linhares, 188 Praia do Canto | Vitória - ES | CEP 29055-340 Telefax: (31) 3292-8371| cursos@cobrapi.com.br | www.cobrapi.com.br/edu

ATUALIZAÇÃO Curso Programação 6. Aterramento e Equipotencialização 6.1. 6.2. 6.3. Eletrodo de fundação

ATUALIZAÇÃO

Curso

Programação

6.

Aterramento e Equipotencialização

6.1.

6.2.

6.3.

Eletrodo de fundação Equipotencialização principal Equipontencialização suplementar

7. Proteção Contra Sobrecorrentes: O Disjuntor e suas funções

7.1. Especificação de disjuntores

7.2. As funções desempenhadas por um disjuntor

7.3. Proteção contra sobrecargas

7.4. Proteção contra curtos. circuitos

7.5. Proteção contra choques elétricos

7.6. Seccionamento

8. Proteção Contra Sobretensões: O DPS e suas Funções

8.1. Sobretensões transitórias

8.2. A suportabilidade a impulsos

8.3. Quando usar o DPS

8.4. Onde e que tipo de DDS utilizar

8.5. Modos de proteção

8.6. O DPS e os efeitos das descargas diretas

8.7. Proteção em cascata

8.8. Cenários

8.9. Especificação dos DPS

8.10. Outros requisitos

9. Os Circuitos da Instalação

9.1. Circuitos de iluminação

9.2. Circuitos de tomadas

9.3. Tomadas: padronização e segurança

9.4. Circuitos dedicados

9.5. Exemplo

9.6. CEC

10. Verificação Final

10.1. Continuidade dos condutores de proteção

10.2. Resistência de isolamento

10.3. Verificação da impedância do percurso da corrente de falta

10.4. Resistência dos condutores de proteção

10.5. Verificação da atuação dos dispositivos DR

49
49

Rua Elesbão Linhares, 188 Praia do Canto | Vitória - ES | CEP 29055-340 Telefax: (31) 3292-8371| cursos@cobrapi.com.br | www.cobrapi.com.br/edu

ATUALIZAÇÃO Curso Linhas Elétricas segundo a NBR 5410: Instalação e Dimensionamento de Condutos e Cabos

ATUALIZAÇÃO

Curso

Linhas Elétricas segundo a NBR 5410: Instalação e Dimensionamento de Condutos e Cabos Elétricos

Público Engenheiros, arquitetos, técnicos, estudantes de engenharia e demais profissionais envolvidos com
Público
Engenheiros, arquitetos, técnicos, estudantes de engenharia e demais profissionais
envolvidos com especificação, dimensionamento e instalação de linhas elétricas de
baixa tensão (condutos e cabos elétricos).
Objetivo
Fornecer os conceitos necessários para a correta especificação, dimensionamento e
instalação de linhas elétricas de baixa tensão para aplicação em projetos elétricos
residenciais, prediais e industriais, conforme prescrições da NBR 5410 e das
normas correlatas sobre o assunto (principalmente da recente publicação da norma
NBR 1546). Visa também minimizar grande parte dos equívocos praticados pelos
profissionais, os quais devem-se principalmente ao desconhecimento das normas
técnicas, das características técnicas, dos parâmetros de projeto e das condições de
emprego das linhas elétricas.
24 horas/aula
Carga Horária

Programação

2.6. Níveis de isolamento dos cabos

de potência

2.7. Perdas Dielétricas

2.8. Comportamento dos cabos em

condições de fogo e incêndio

2.9. Designação dos condutores e dos

cabos isolados (NBR 9311)

2.10. Normas Brasileiras de cabos de

potência

2.11. Tipos de Linhas Elétricas

1. Fundamentos

1.1. Sistemas Elétricos

1.2. Esquemas de Condutores Vivos

1.3. Corrente e Tensão

1.4. Potência Ativa, Reativa e

Aparente

1.5. Fator De Potência

1.6.

3.6. Dimensionamento de

condutores na presença de correntes harmônicas

3.7. Dimensionamento econômico

de condutores

3.8. Aplicação de software para

dimensionamento de condutores

3.9.

Rendimento

Barramentos

1.7. Equipamentos de Utilização

1.8. Equipamentos a Motor

1.9. Características Nominais

1.10. Circuitos Elétricos

4. Dimensionamento de

Condutos

4.1. Eletrodutos

4.2. Canaletas no solo

4.3. Canaletas e perfilados

4.4. Bandejas, Leitos e Prateleiras

3. Dimensionamento de Condutores Elétricos

3.1. Introdução

3.2. Capacidade de condução de

corrente

3.3. Critérios para dimensionamento da

seção dos condutores fase

3.4. Critérios para dimensionamento do

condutor neutro

3.5. Critérios para dimensionamento do

condutor de proteção

2. Linhas Elétricas

2.1. Aspectos Gerais

2.2. Materiais Condutores e suas

características

5. Aplicação Prática

Exercícios

2.3.

2.4. Blindagens

2.5. Proteção

Isolações

5.1.

5.2. Simulação com softwares

5.3. Elaboração de memorial de

cálculo

50
50

Rua Elesbão Linhares, 188 Praia do Canto | Vitória - ES | CEP 29055-340 Telefax: (31) 3292-8371| cursos@cobrapi.com.br | www.cobrapi.com.br/edu

ATUALIZAÇÃO Curso NR 10 - Estratégias para a sua Implantação Público Engenheiros e Técnicos que

ATUALIZAÇÃO

Curso

NR 10 - Estratégias para a sua Implantação

Público Engenheiros e Técnicos que atuam em projeto, consultoria, manutenção e operação de sistemas elétricos.
Público
Engenheiros e Técnicos que atuam em projeto, consultoria, manutenção e operação
de sistemas elétricos.
Objetivo
Orientar os participantes sobre a NR-10, mostrando a abrangência do sistema,
apresentação resumida da norma regulamentadora NR-10, etapas para a
elaboração do Diagnóstico, a estrutura sugerida para o Prontuário, mostrar os
princípios básicos para o cálculo das vestimentas segundo o IEEE Std 1584 e
NFPA-70E, dicas, sugestões e estratégias para a implantação da NR-10.
24 horas/aula
Carga Horária

Programação

1. Revisão dos tópicos da NR. 10

2. Etapas e abrangência do Diagnóstico

3. Estrutura do prontuário

4. Princípios básicos para a o cálculo das vestimentas

5. Dicas, sugestões e estratégias de implantação da NR. 10

51
51

Rua Elesbão Linhares, 188 Praia do Canto | Vitória - ES | CEP 29055-340 Telefax: (31) 3292-8371| cursos@cobrapi.com.br | www.cobrapi.com.br/edu

ATUALIZAÇÃO Curso NR 10 Complementar - SEP Profissionais autorizados que atuam com alta tensão e

ATUALIZAÇÃO

Curso

NR 10 Complementar - SEP

Profissionais autorizados que atuam com alta tensão e SEP em empresas. Público Objetivo Capacitar o
Profissionais autorizados que atuam com alta tensão e SEP em empresas.
Público
Objetivo
Capacitar o profissional para trabalhar com segurança na área elétrica, em alta
tensão, oferecendo uma visão sistêmica dos riscos e medidas preventivas, de modo
a minimizar acidentes e doenças ocupacionais.
Carga Horária
24 horas/aula

Programação

1. Organização do Sistema Elétrico de Potência

SEP.

2. Organização do trabalho:

2.1. Programação e planejamento dos serviços.

2.2. Trabalho em equipe.

2.3. Cadastro das instalações.

2.4. Métodos de trabalho.

2.5. Comunicação.

3. Aspectos comportamentais.

4. Condições impeditivas para serviços.

5. Riscos típicos no SEP e sua prevenção (*).

1. Proximidade e contatos com partes energizadas.

2. Indução.

3. Descargas atmosféricas.

4. Estática.

5. Campos elétricos e magnéticos.

6. Comunicação e identificação.

7. Trabalhos em altura, máquinas e equipamentos

especiais.

6. Procedimentos de trabalho: análise e discussão *

7. Técnicas de trabalho sob tensão*:

7.1. Em linha viva.

7.2. Ao potencial.

7.3. Em áreas internas.

7.4. Trabalho a distância.

7.5. Trabalhos noturnos.

8. Equipamentos e ferramentas de trabalho

(escolha, uso, conservação, verificação, ensaios).

9. Sistema de proteção coletiva (*).

10. Equipamentos de proteção individual (*).

11. Posturas e vestuários de trabalho (*).

12. Segurança com veículos e transporte de pessoas, materiais e equipamentos (*).

13. Sinalização e isolamento de áreas de trabalho (*).

14. Liberação de instalação para serviço e para operação e uso (*).