Você está na página 1de 2

CEEDUC

Centro Evangélico de Educação e Cultura


Curso: Bacharel de Teologia (Ministério)
Turma: Modular
Carga Horária: 45 h/s
Disciplina: Sociologia do AT
Professor: Izabel Cristina Veiga Mello
Acadêmicos: Márcio Batista e Edilson Casagrande

Exercício em sala de aula

1) Defina com as suas palavras o que vem a ser a sociologia?


2) Fale da importância da sociologia para o Antigo Testamento?
3) O que é interação social e dê um exemplo do Antigo Testamento?
4) Qual o olhar do sociólogo para a Bíblia e qual o seu papel para a comunidade?
5) Como a sociologia pode ajudar em nossas vidas e na propagação do Evangelho?

Respostas:

1) É o ramo do conhecimento humano que volta seus estudos para o comportamento,


usos e costumes dos povos ao longo da história.
2) Conhecer os usos e costumes do povo da época Veterotestamentário para
compreender o porquê de seus comportamentos e para podermos associar com as
práticas contemporâneas, mantendo sempre atual, assim, a interpretação bíblica.
3) É a alteração de comportamento pela influência de outras culturas. No Antigo
Testamento tomamos, por exemplo, o povo de Israel: dos Egípcios, adoração ao
bezerro de ouro (Ex 32.4); dos Cananeus, a adoração a baal (Jz 2.13); dos Assírios,
a influência sofrida dos samaritanos (II Rs 17.29); e do povo Persa, a instituição da
Festa do Purim (Ester 9.26).
4) O sociólogo busca os fatos históricos que influenciaram aquela geração e/ou aquele
povo bíblico, estudando-a como elemento histórico, mas, comprovando através dela
que de fato referidos povos e comportamentos existiram, com o que contribui para a
confirmação científica não só da historicidade, mas também corroborando com a fé
dos que crêem sem a necessária demonstração científica dos fatos.
5) A sociologia confirma cientificamente que os dados, fatos, usos e costumes
relatados na Bíblia realmente são históricos e factíveis, o que comprova a
veracidade da mesma, inclusive para fins evangelísticos. Corrobora na aplicação
exata da Bíblia, não menosprezando o contexto social ao qual os povos bíblicos
estavam inseridos, ao mesmo tempo, trazendo para os nossos dias os princípios
morais de Deus.