Você está na página 1de 4

CEEDUC

Centro Evangélico de Educação e Cultura


Curso: Bacharel de Teologia (Ministério)
Turma: Modular
Carga Horária: 45 h/s
Disciplina: Sociologia do AT
Professora: Izabel Cristina Veiga Mello
Acadêmico: Márcio da Costa Batista

Fichamento do Capítulo 02 do livro Instituições de Israel no Antigo Testamento.

VAUX, Roland de. Instituições de Israel no Antigo Testamento. São Paulo: Vida Nova,
2004.

Página Citação Comentário


46 Segundo o Código de Hamurabi, por Interessante esta fato apresentado pelo
volta de 1700 antes de nossa era, o Código de Hamurabi, significa que o
marido não pode tomar uma segunda homem tomar outra mulher, na época do
esposa a não ser em caso de patriarcas, era devido a mulher titular ser
esterilidade da primeira. estéril conforme aconteceu com Abraão.
No caso de Jacó, ele foi trapaceado por seu
sogro, como costume também a mais velha
deveria casar-se primeiro.
47 A bigamia é reconhecida como um Neste fato apresentado, vimos que neste
ato legal por Dt 21.15-17, e os reis tempo já existia haréns, onde ficavam as
tinham um harém, às vezes mulheres conquistadas através de acordos
numeroso. políticos, como também satisfazer seus
desejos imorais.
47 A presença de várias esposas não Sem dúvida, como pode uma mulher que
contribuía para a paz no lar. não tem condições de dar a luz a um filho
conviver com uma que pode, haverá
rivalidade, desrespeito, sufocação e
ciúmes. É o caso de Ana e Penina e Hagar
e Sara, conforme Vaux aponta a seguir no
texto.
48 Assim como a filha não casada está A dependência era necessária naquela
na dependência do pai, assim época devido a situação cultural, os povos
também a mulher casada está na eram nômades e havia a posição do
dependência de seu marido. homem no lugar era muito importante. Ele
tinha suas responsabilidades e era total
responsável pelo sustento do lar.
48 "Tomar esposa" se expressa pelo Sem dúvida é algo muito sério, eis a razão
verbo da mesma raiz que ba'al e da responsabilidade do homem da casa sob
significa, portanto, "tornar-se dono", sua mulher, respeito, admiração,
Dt 21.13; 24.1. valorização, apoio, carinho, paixão e
amizade. Não podemos dizer que somos
dono da mulher, mas sim, donos de seu
coração, quando isto não acontecer, em
vão é dizer que somos donos da nossa
mulher.
49 O mohar é uma quantidade de Interessante que o dote de fato ocorreu e a
dinheiro que o noivo era obrigado a Bíblia comprova nestas referências
pagar ao pai da moça. A palavra bíblicas, já ouvi inúmeras histórias, achei
aparece na Bíblia somente três vezes, que eram apenas contos, estórias fictícias a
Gn 34.12; Ex 22.16; l Sm 18.25. respeito, eu cheguei a pensar que era uma
brincadeira. No caso de Jacó, vejo como
uma trapaça da parte de seu sogro Labão,
pois Jacó esperava Raquel e foi-lhe dado
Lia.
49 Essa representa mais ou menos o que Podemos ver que nesta afirmação do autor
o faraó Amenófis III pagava às com respeito a Faraó, não deixava de ser
mulheres de Gezer destinadas a seu um pagamento, uma compra de uma
harém. escrava e/ou prostituta e não de uma
esposa.
49 Uma moça podia ser vendida por seu Graças a Deus que nos dias atuais não
pai a outro homem que a destinava a acontece..., ops, será? Infelizmente ainda
ser sua concubina ou a concubina de acontece, até em nosso país. Ouvimos no
seu filho, era escrava e podia ser Congresso de Missões que em Camboja as
revendida, menos a estrangeiros, Ex filhas são vendidas para prostituição por
21.7-11. comida, não sendo diferente em nosso país
e pelo mundo.
50 Uma vez concluído o casamento de Não imaginava esta atitude ser o dote, ou o
Rebeca, o servo de Abraão apresenta mohar, sempre vi como um presente como
jóias e vestidos para a jovem e ricos agradecimento a confiança irrestrita ao
presentes para seu irmão e para sua servo de Abraão, ou um presente que fora
mãe, Gn 24.53. enviado por Abraão a família, haja visto
Sara ser parente de Rebeca.
50 Contudo, segundo as leis Significa que a mulher tem valor e o
babilônicas, a jovem esposa recebia marido deve valorizá-la pelo que ela
de seu pai alguns bens, que lhe representa, cremos desta forma.
pertenciam como propriedade
particular e dos quais seu marido
tinha somente o usufruto.
51 Os catorze anos de serviço de Jacó Muito importante saber disto, que o mohar
são o equivalente do mohar. é equivalente a catorze anos de serviço
como dote pela esposa.
53 Era costume casar-se com uma Sem dúvida, devido à preservação do
parenta: isso era uma herança da nome da família e da cultura do seu povo,
vida tribal. era necessária esta atitude. Deus mesmo
determinou isto ao povo de Israel, que não
se misturasse com outros povos, para
preservar sua identidade, crença e história.
54 Não só era um atentado à pureza de O povo de Israel ao misturar-se perdeu sua
sangue, mas também punham em identidade e maculou sua fé para com
perigo a fé religiosa, l Rs 11.4, e Deus, devido que os outros povos não
eram proibidos pela lei, Ex 34.15-16; professavam a mesma fé que os
Dt 7.3-4. israelenses.
56 É interessante observar que em O casamento tem grande importância e
Israel, como na Mesopotâmia, o valia para a sociedade, e tão importante
casamento é um assunto puramente quando se trata de uma nação que valoriza
civil e não é sancionado por nenhum sua cultura e fé, no caso a Mesopotâmia.
ato religioso.
57 A festa durava normalmente sete O autor Vaux aponta que a festa de
dias, Gn 29.27; Jz 14.12, e podia se casamento durava normalmente sete dias.
prolongar por até duas semanas, Tb Hoje entre os gentios, a festa dura apenas
8.20; 10.7. algumas horas, e infelizmente alguns
casamentos duram até a festa.
59 O homem que freqüenta as Aqui podemos ver abertamente o apoio a
prostitutas dissipa seus bens e perde prostituição, como nos dias de hoje, estão
seu vigor, Pv 29.3; 31.3, mas não criando a profissão de prostituta para
comete um delito punível pela lei. legalizar a atividade imoral diante de Deus.
Se o marido tem um relacionamento extra-
conjugal, segundo este texto não está
cometendo nenhum delito? Cremos sim,
que está cometendo um delito divino, isso
é claramente visto na Palavra de Deus
quando Jesus diz que “se olhares para uma
mulher com intenções impuras, já cometeu
adultério com ela”.
60 Nos faltam informações sobre as Vimos anteriormente no texto que o
mulheres não casadas; só se sabe homem não sofria nenhum castigo por
que se a filha de um sacerdote se estar cometendo adultério, agora as
prostituísse, devia ser queimada viva, mulheres! Realmente estamos vendo como
Lv 21.9. aquele povo era bem maxista, apoiava os
atos errôneos dos homens, mas das
mulheres, eram castigadas, mortas e até
recebiam carta de repúdio. Incrível!
Estamos vendo como estavam agindo
errado.
61 A razão essencial é a de perpetuar a É muito importante manter o “nome” da
descendência masculina, o "nome", a família, para valorizar a cultura de seu
"casa", e é por isso que a criança povo e suas ideologias. Perpetuar o nome e
(provavelmente só a primeira) de um a casa é perpetuar a sua história, seguir
casamento levirático é considerada adiante a tradição, crença da família. Eis a
filha do falecido. Não é somente um razão de hoje Israel e muitas nações
motivo sentimental, é a expressão da vizinhas de Israel que seguem estes
importância dada aos laços de princípios ter uma história e saber
sangue. detalhadamente sua árvore genealógica.