Você está na página 1de 2

O cristão genuíno tem uma marca que o identifica por onde ele passa, o

reconhecendo como um verdadeiro cristão.

Aprendemos muito com o apóstolo Paulo na carta que escreveu aos Gálatas
no cap. 6:17 na versão bíblia jovem da ed. Sociedade Bíblica que diz assim:
"Para terminar: que mais ninguém crie dificuldades para mim, pois as marcas
no meu corpo mostram que sou escravo de Cristo". Ao fazer uma reflexão
sobre este pequeno texto, Paulo tem uma convicção que a sua vida não lhe
pertencia mais, mas pertencia ao Senhor Jesus desde o dia em que o Senhor o
visitou no caminho de Damasco quando ele estava a perseguir os cristãos para
maltratar, prender e até mesmo disposto à matar todos aqueles que se diziam
cristão, por ele ser um fariseu zeloso da leis de JAVEH, mas agora de
perseguidor ele passa a ser perseguido e aprendeu que ser cristão de verdade
era necessário ter as marcas de Cristo e da mesma forma que Jesus padeceu
e foi caluniado, difamaram, perseguiram, bateram, chicotearam e se
escarneceram Dele, o apóstolo Paulo também sente isso na própria carne e diz
"para que ninguém mais o moleste pois o seu corpo estava marcado" e como
servo se sentia preso a Jesus e que nada poderia mudar está situação este
relacionamento com Cristo pois ele tinha se tornado um verdadeiro cristão. Mas
sabemos que estas marcas profundas ficaram na vida de Paulo ao ponto de ele
ser reconhecido em qualquer parte como um servo de Jesus Cristo, pois ele foi
transformado de tal maneira que todos que olhavam para ele viram que o Saulo
estava morto, mas que diante deles havia um novo homem que se chamava
Paulo. Será que você leva consigo a marca de Cristo em sua vida e realmente
você é uma nova criatura em Cristo? Podemos então dizer que a marca é um
sinal que identifica, e qualquer um que serve a Deus necessita ter uma marca
para diferenciá-lo dos demais, o fato de ter a marca de Cristo nos faz aceitar e
suportar tudo de bom ou ruim já que estamos sujeito a todas as coisas em
nossa vida, tendo uma certeza de que haveremos de vencer pela graça nos
dada pelo nosso Senhor. Existem marcas em nossas vidas que deixam
seqüelas que não se apagam fácil, o rancor, raízes da amargura são marcas
psicológicas que por conta de um passado sempre aparece no futuro para nos
assombrar e relembrar do fato causando até mesmo depressões, angustias e
tristezas, marcas materiais e espirituais que ao menor sinal sempre vamos
lembrar,mas que podem se curadas através do poder restaurador de Cristo e
por conta disso necessitamos da marca de Cristo em nós para fazermos a
diferença. Vejamos então como se identifica.

>Quando pensamos em marca sempre vamos lembrar de um símbolo ou sinal


que certamente vai no lembrar no mesmo instante de um produto e a nossa
mente vai relacionar o produto com a marca um exemplo disto e quando a
dona de casa está elaborando uma lista para ir ao supermercado e anota
bombril. Decerto você imaginou o que é, mas na verdade o que ela quer é uma
palha de aço, bombril é apenas uma marca, mais ao chegar na prateleira, terão
várias outras também, mas talvez, em vez de optar pela marca, ela leve uma
similar para casa.

>Podemos dizer então que a marca identifica e mostra o que é realmente o


produto. Entenda então que o cristão precisa ser identificado aonde quer que
esteja, pois ele tem a marca de Cristo. O evangelho de S. João nos diz que
somos a luz do mundo e a função da luz é brilhar em meio à escuridão.

>Antigamente quando alguém tinha a orelha furada era uma marca um sinal
que aquele indivíduo era um escravo e todos podiam identificá-los e até mesmo
quando estes saiam para fazer compras para o senhor este escravo carregava
um selo que identificava o seu senhor e quando ele comprava alguma
mercadoria era marcado com o selo e todos sabiam que aquela mercadoria
pertencia a tal senhor. É maravilhoso saber que Jesus é Senhor de nossa vida
e que também nos selou com o selo da promessa que é o Espírito Santo, a
marca Dele em nós é o seu sangue que está na nossa vida como um sinal que
fostes comprados e resgatados, e o seu selo é a garantia que nos assegura
que o sangue de Cristo em nossa vida é genuíno e nos garante que se
permanecermos com estas marcas, quando chegar no grande dia da igreja
onde se dará o arrebatamento vai demonstrar que pertencemos
exclusivamente a Ele e ao seu reino que foi preparado para cada um de nós.
Portanto é necessário que as marcas velhas do nosso passado sejam
apagadas e se existe alguma raiz, que seja arrancada, e que por mais que seja
triste e sombrio o nosso passado, devemos lançar a nossa vida aos cuidados
do Senhor, e tendo esta nova marca em nós, nos diz que a partir deste
momento somos um novo homem em Cristo Jesus, sabendo que podemos
agora, escrever uma nova história da nossa vida, pois temos a marca Dele em
nós.