Você está na página 1de 14

iNTRODUÇÃO

Ouricuri a Terra dos Voluntários da Pátria

Município brasileiro do
extensão de

semiárido

do estado de Pernambuco.

Possui

uma

2.422,901 km², distribuídos em 17 bairros (centro,aeroporto, alto

paraíso,Beberibe,canacuí,capela de são Braz, conjunto são Sebastião I, conjunto são
Sebastião II ,Ipsep, Laura coelho, parque Adalberto Pedro da silva,Nossa senhora do
Carmo,

nossa

senhora

de

Fátima,pindorama,santo

Antonio,

santa

Maria

e

renascença ) .Representa 2,25% do Estado de Pernambuco, densidade demográfica
de

26.56 hab./km²,Altitude: 451 m.

Tem como fronteiras ao norte

Araripina,

Trindade e Ipubi ao sul Santa Cruz, Santa Filomena ,ao oeste o estado do Piauí e a
leste Parnamirim e Bodocó.
O município é formado por 2 distritos: Sede (Ouricuri) , Barra de São Pedro.,possui uma população
de 65510 habitantes.
Segundo a base de dados do estado de Pernambuco- BNE,em 2010 esperança de vida ao nascer era
de 71,40 anos e o Índice de desenvolvimento humano (IDH- M) é de 0,572. Em 2013 possuía um
coeficiente de mortalidade infantil de 11,51por mil nascidos vivos. E em 2010 a taxa de mortalidade
infantil era de 24,66 % por 1000 habitantes.
O município possui 2 Hospitais gerais,1 Hospital especializado,2 postos de saúde,4 Clinica
especializada/ambulatório especializado,22 Centros de saúde / unidades básicas de saúde , não possui
unidade mista,6 consultórios ,9 unidade de serviço de apoio de diagnósticos e terapia,2 policlínicas ,7
outros tipos , totalizando 55 estabelecimentos de saúde.
Dos 189 leitos existentes no município apenas 88 desses estão disponíveis ao SUS, sendo estes de
âmbito estadual, o município não possui nenhum leito e os outros 101 leitos são de âmbito privado e não
estão disponíveis ao SUS.
Esses leitos estão basicamente no Hospital Regional Fernando Bezerra (HRFB), unidade pública
estadual de referência, ligada à IX Gerência Regional de Saúde.( que o município é sede).Pertencente à

Granito. Moreilândia. o juiz da Comarca de Boa Vista. Em 1839. Ouricuri dispõe também de uma Unidade de Atendimento Médico Especializado e é Sede Regional do Sindicato dos Médicos de Pernambuco (SIMEPE) e do Centro de Referência Especializado da Assistência Social (CREAS) Regional. em Clínica Cirúrgica. comprou terras de D. Esse município originado de uma extensa fazenda de gado de propriedade de dona Brígida Alecancar. oriundo da cidade de Sousa. Em 5 de abril de 1841. Obstetrícia e em Pediatria. Pelo decreto imperial 3371. Em 1893 tornou-se município autônomo. Ipubi. Clínica Médica. fugindo de uma peste chamada de "Carneirada". Em 14 de maio de 1903 foi elevado à categoria de cidade. obstétrica e pediátrica. dirigidos pelo ditador desvairado. disponibilizando leitos. Francisco Pedro da Silva. cria os corpos de voluntários que seriam formados no território brasileiro congregando homens que voluntariamente se incorporariam às nossas forças armadas no teatro de guerra. general Francisco Solano Lopes. traumatológica. O HRFB é gerido pela Santa Casa de Misericórdia do Recife e é administrado pelo Consórcio Intermunicipal do Sertão do Araripe (CISAPE). Em 30 de abril de 1844 foi criado o distrito. A guerra do Paraguai rebenta em novembro de 1864 com a invasão do Estado de Mato Grosso pelos paraguaios.E depois mudou o nome para Ouricuri. Dormentes e Parnamirim. Afrânio. Este casal fixou residência em uma região onde o pasto era mais abundante para o gado e denominaram esta região de Aricuri. Santa Cruz.abrangendo as cidades de Ouricuri.Neonatologia. . nome de uma palmeira. o Imperador necessitava defender nosso solo invadido. que significa "duas serras juntas". Contando com um contingente militar pequeno e a Guarda Nacional formada por pessoas despreparadas que viviam das honrarias do cargo. Santa Filomena. Alexandre Bernardino Pires fixou residência na região. o Pe. embora bravo. Trindade. no estado da Paraíba. Exu. cirúrgica. que foi elevado à categoria de vila em 1849. trazendo inquietação ao Imperador Pedro II. Partes desta fazenda foram vendidas ao casal João Goulart. Brígida a fim de erguer uma capela em homenagem a São Sebastião.O desenvolvimento do povoado ocorreu pelas atividades agropecuárias e em torno da capela. Araripina.Também presta atendimentos de urgência e emergência em clínica médica. de 7 de janeiro de 1865. Bodocó. totalizando uma população média de 350 mil habitantes.classificação de hospital geral de médio porte.

pelo coronel Anísio Coêlho. Quadro 1 . Aberto o alistamento militar. Dos 408 integrantes. homenagem ao nosso município. e após sua morte. Essa bandeira encontra-se no Museu do Estado como relíquia histórica. a bandeira do nosso batalhão. foram inscritos 408 homens.Coube ao então deputado provincial padre Francisco Pedro da Silva. tenente-coronel Felipe. O decreto de convocação foi divulgado amplamente nos sertões de Pernambuco e Piauí. Ouricuri. Essa bandeira. vários mutilados. de nossa Igreja Matriz. pouco mais de 40 retornaram a sua cidade natal entre estes. ao passarem pelo Rio de Janeiro. Os outros. guardada por muito tempo pelo vigário comendador Francisco Pedro. pessoal para defender o Brasil na guerra contra o Paraguai.Distribuição da população por faixa etária segundo sexo. na qual fora bem bordada a seguinte inscrição: “7º Batalhão de Voluntários da Pátria de Ouricuri”. a incumbência de reunir em Ouricuri. foi depositada no altar de São Sebastião. mortos em combate ou atingidos pelo cólera que grassara nas tropas provocando grandes baixas. 2012 . cerca de 368 ficaram no túmulo do soldado desconhecido. Dom Pedro II entrega ao comandante. Com a volta dos nossos heróis a Ouricuri.

Distribuição dos óbitos em mulheres residentes em Ouricuri de acordo com Causa Básica (capitulo da CID 10).0 20 a 49 anos 13238 13637 0.0 Tabela 2 . Ouricuri . 2012 Sexo Número Proporção Masculino 32267 49.8 Razão Total 32267 33243 1.0 10 a 19 anos 7021 7004 1.Distribuição da população por sexo.5 50 a 59 2130 2347 2.0 Faixa Etária Menor 1 ano 1 a 4 anos 5 a 9 anos 10 a 14 anos 15 a 19 anos 20 a 29 anos 30 a 39 anos 40 a 49 anos 50 a 59 anos 60 a 69 anos 70 a 79 anos 80 anos e mais Total Masculino Masculino 618 2534 3566 3843 3178 5610 4336 3292 2130 1731 952 477 32267 Feminino Feminino 674 2535 3393 3770 3234 5702 4420 3515 2347 1939 1132 582 33243 Razão de Total masculinidade 1292 5069 6959 7613 6412 11312 8756 6807 4477 3670 2084 1059 65510 Faixa Etária 0 a 9 anos 6718 6602 1.3 Feminino 33243 50.Tabela 1 . 2012 .9 ≥60 3160 3653 1.7 TOTAL 65510 100.

Algumas doenças infecciosas e parasitárias Total 1134 II.0 100 33. 2012.7 30. Neoplasias (tumores) IX.1 16. Gravidez parto e puerpério X Causas externas de morbidade e mortalidade Demais causas Total N° 1 2 1 2 6 % %2 Coeficiente/ 1000 24 75 16.IDADE DA MÃE Capítulo 10 CID-10 a 14 anos N(NV) 19 15 a 19 anos 270 20 a 49 anos 845 I.Distribuição dos óbitos em mulheres residentes em Ouricuri de acordo com faixa etária no ano de 2012 Tabela 4 – Numero de nascidos vivos de acordo com a idade da mãe. Idade da mãe 10 a 19 20 a 49 50 a 54 Ignorada Total Vaginal N 73 220 293 Cesário % 25 75 100 N 71 192 263 % 27 73 100 Ignorado N 1 1 2 Total % 50 50 100 N 145 413 558 % 26 74 100 .3 60.1 Tabela 3.1 100 0. Doenças do aparelho respiratório XV. Doenças do aparelho circulatório X.0 33.3 60. Ouricuri.7 30.

8 .Tabela 5 – Nascidos vivos de acordo com idade da mãe e tipo de parto.8 1.3 0.4 8.8 0.8 0. Faixa Etária 1 Menor 1 ano 1 a 4 anos 10 a 14 anos 15 a 19 anos 20 a 49 anos 50 a 59 anos 60 a + Total Nº 6 2 3 1 9 8 32 61 % 10 3 5 2 26 13 52 100 COEF 8. Ouricuri 2012.7 3.9 0.

Idade da mãe 10 a 19 20 a 49 50 a 54 Ignorada Total Nenhuma N % 18.4 4.4 100 N 15 1 239 8 263 % 5. Ouricuri 2012. 2 2 81. 105 2 71.4 90. 267 8 10 372 0 7 ou + N % 23.0 100 Ignorado N % 2 100 2 100 Total N 34 3 500 21 558 % 6.134 100 Tabela 8 – Nascidos vivos de acordo com escolaridade da mãe e tipo de parto.5 0. 1 100 289 5 74.8 100 Tabela 7 – Nascidos vivos de acordo com idade da mãe e número de consultas de PN.1 0. - - 845 - 5 1 - 100 1. 512 8 10 667 0 Ignorado N % Total N % 25. Razão de Mortalidade Materna RMM = __34 _ X 100.5 558 Tabela 6 – Nascidos vivos de acordo com Raça/cor da mãe e tipo de parto. 57 7 - 100 83 100 4a6 N % 28. Ouricuri 2012.6 3. 155 2 76. Ouricuri 2012 . 9 8 11 1a3 N % 31.9 3. 26 3 68.7 88.000 = 26.5 89.7 0. Vaginal Raça N 19 2 259 13 293 Branca Preta Parda Ignorada Total Cesário % 6.

7 1 6.1 - - 3 7.4 5 0. Ouricuri 2012 .9 - - - - 262 4 26. sexo feminino. Gravidez parto e puerpério XIX.6 67.2 15 100 Quadro 2 .3 246 42.7 6 14. anos Neoplasias Ignorado IX.4 N112 % 9.7 4 554 1.9 155 0.7 165 29.0 20 5 33. Lesões enven e alg out conseq causas externas Demais causas Total Vaginal Cesário Ignorado 50 a 59 % N 60 e mais % 0 aN9 anos % 10 a N 49 anos 21 3.6 -13 .5 N 39% N % N % 7.2 13 1 1134 22 5.3 8 1.7 6 1.Instrução da mãe NenhumaCapítulo CID-10 1 a 3 anos I. 4 a Algumas 7 anos doenças infecciosas e 8parasitárias a 11 anos 12 e mais(tumores) II.1 2 14 32.5 Total NTotal % 27 2.Morbidade Hospitalar do SUS . Doenças do aparelho respiratório XV.9 4 9.2 9 69.8 1 50 4 26.1 N72 % 12.3 3 23.42.0 10 - - 262 82.9 58 316 100 13 100 43 100 387 15 100 2.1 2.2 15 34.6 7.3 29 9..por local de residência –internações por capítulo CID 10 e faixa etária.7 5.9 14 543 3.9 4.2.7 2 0.2 .6 47. Doenças do aparelho Total circulatório X.9 1578 6.6 297 53.7 13 4.0 1 50 218 37.9 384 33.6 1 7.6 6 1.

1 7. Algumas doenças infecciosas e parasitárias II.6 - - - - - - 1 22 10 26 0.2 0.7 0.2 5.0 0.7 6.1 1. Doenças do aparelho respiratório XV.7 58 15.Ouricuri.4 1 2.6 13 4. Gravidez parto e puerpério XX.8 1.4 0.Quadro 3 .5 43 100 11.8 0.2 3.3 0.0 14 3.óbitos de residentes do sexo feminino de acordo capítulo CID 10 e faixa etária.6 0.2 3.6 6 1.6 0.1 0.0 38 100 7 2 6 4 2 67.7 0.8 20 5 33.1 15 100 2.7 9.4 9 69.5 6 14.1 3 1 23.6 - - - 3 7.7 5.3 7.3 14 32.1 0.7 1.3 1.8 15 34.6 - - 82.3 29 31 100 15. Neoplasias (tumores) IX.2 0.1 0.2 - - - 9.7 11.0 0.6 1 1 6. 2012 Capítulo CID-10 I.6 . Doenças do aparelho circulatório X.3 0. Causas externas de morbidade e mortalidade Demais causas Total N 0 a 9 anos % Coef/1000 N 10 a 49 50 a 59 anos % Coef/1000 N % Coef/1000 N 60 e mais % Coef/1000 N Total % Coef/1000 4 26.6 1.7 2.6 - 4 2 26 4 26.7 0.9 4.9 12.2 0.3 13 100 5.9 0.2 1.

cerca de 1. do alcoolismo. controle das doenças e agravos e também formular políticas e implementar programas de saúde. ou seja. onde coexistem a fome e a miséria. ou seja. evidenciando a necessidade de haver um maior engajamento político em programas sociais que visem às famílias de baixa renda. assim como. em 2010. O Brasil tem hoje seu maior enfrentamento na área de saúde: o cenário pandêmico da morbimortalidade cardiovascular. Dados do Ministério da Saúde verificaram a ocorrência. com precários serviços de infraestrutura urbana. adjacente a tais medidas é necessário um maior investimento em saneamento básico sanando doenças que acarretam mortes evitáveis. Por essa situação tão alarmante são necessárias políticas públicas de saúde na prevenção de DCV.000 mortes/dia. caracterizada por o topo em estreitamento e o meio e a base em processo de alargamento. Outro ponto importante é que a faixa etária predominante é de 20 a 29 anos. Segundo a tabela 2 as principais doenças que acometem a população feminina do município de Ouricuri são: as doenças do aparelho circulatório com 33. Na atenção primária deve-se informar a população através os riscos do tabagismo.1. a construção de Unidades de Saúde da Família para que haja um maior engajamento na diminuição de agravos clínicos na saúde destas famílias. de 326 mil mortes por Doenças Cardiovasculares (DCV).ANALISE DA SITUAÇÃO DE SAÚDE DA POPULAÇÃO DE OURICURI E AÇÕES NECESSÁRIAS De acordo com o Quadro e a Tabela 1. são necessárias estratégias para reduzir os fatores de risco à saúde por meio da prevenção. . As doenças infecciosas estão relacionadas às áreas de grande concentração humana. pelo contrário a diferença entre eles não chega a 2%. como saneamento e habitação. É possível observar na tabela 3 que em Ouricuri há um grande abastamento de óbitos em crianças menores de um ano do sexo Feminino. fato esse demonstrado quando se compara o COEF de menores de um ano com os de 60 ou mais a diferença entre eles é de 0. configurando assim uma pirâmide de uma população emergente. jovens economicamente ativos. E a menor parcela da população são crianças menores de um ano e a quantidade de idosos está elevando-se. do consumo exagerado de sal e explicar os benefícios e incentivar uma alimentação saudável. É necessário um sistema de informação com os dados epidemiológicos sobre as doenças infecciosas e parasitárias para detectar ou prevenir mudança nos fatores determinantes e condicionantes da saúde individual e coletiva e adotar medidas de prevenção. Ouricuri é uma cidade sem discrepância entre os gêneros.7 %. Por isso.3% e em segundo lugar as doenças infecciosas e parasitárias e também as doenças do aparelho respiratório com o valor de 16.

58.9 %. Segundo os dados em Ouricuri as mães possuem uma estimativa maior para 8 a 11 anos de escolaridade.50%. Os dados da tabela 7 descrevem o número de consultas pré-natais e a idade da mãe. que segundo dados da OMS. constatado pela alta taxa de natalidade e pela reprodução precoce dessas mulheres. a mãe tem mais o parto tipo . com o percentual de 76. é necessária ações de promoção de saúde. consideradas em idade fértil. Em relação à idade da mãe. A tabela 6 revela os dados relacionados a raça e cor da mãe o tipo de parto que elas tiveram. A Organização Mundial de Saúde preconiza que o índice de partos cesáreos seja de 15% do total de partos.8% destas tiveram 7 ou mais consultas pré-natais em 2012.2% fizeram 7 ou mais consultas pré-natais. esses dados mostram que o percentual de cesáreos da cidade ainda é alto e está longe do que é preconizado pela OMS. duas no segundo e três no terceiro trimestre. Quando analisamos esta instrução da mãe. seis consultas de pré-natal para cada gestante. Demonstrando mais uma vez os altos índices de partos cesáreos. quanto comparamos a faixa etária de 10 a 19 anos podemos ver que apenas 23. 89. mas há casos de gravidez na faixa etária de 10 a 14 anos. Quando comparamos as mães pardas com as de outras raças. possuem a mãe na faixa etária fértil. Em Ouricuri podemos ver que a assistência ao pré-natal com as gestantes está de acordo com o que o Ministério da Saúde preconiza.9 %.8%. pois. Em Ouricuri o percentual de partos por via vaginal é de 52. Segundo a tabela a raça que tem mais filhos são as consideradas pardas. 74% do total de nascidos vivos. A tabela 8 mostra dados que relaciona o tipo de parto e a escolaridade da mãe. enquanto que o de cesáreos é de 47.6% do total de partos em 2012. e 32.13%. E este aumento se enquadra para as análises de 1 a 3 e 4 a 6 consultas também. 90. È possível observar. podemos ver que quanto maior a idade da mãe. desde as ações nas políticas públicas que venham incentivar a população feminina sobre os benefícios do parto normal e humanizado. Por isso. Porém esse dado confirma mais uma vez a realidade do Brasil. vemos que o tipo de parto mais realizado em mães pardas é tipo cesáreo. Ainda segunda a tabela podemos ver que a faixa etária de 20 a 49 anos. que mesmo em quantidade inferiores mulheres entre 40 e 44 anos estão parindo. A maior taxa de fecundação esta entre as jovens de 15 a 19 anos. 47.Na tabela 4 é possível observar que o planejamento familiar de Ouricuri esta falhando. faremos uma comparação desta com as de outras raças. é a que tem mais filhos. mas quando analisamos as de 20 a 49 anos de idade podemos ver o aumento de número de consultas. vemos que de 8 a 11 anos de instrução. O Ministério da Saúde preconiza que sejam realizadas no mínimo.4%. é o país líder no tipo de parto cesáreo. maior o número de consultas prénatais. uma no primeiro trimestre. também.8% tiveram de 4 a 6 consultas. E devido ao alto percentual de nascidos vivos de mães pardas. assim como a OMS preconiza. Pois. enquanto que o do tipo vaginal é de 88. A tabela 5 nos mostra os dados relativos ao quantitativo de nascidos vivos e o tipo de parto.

7%). parindo ou na fase do puerpério. Legenda: • = Expectativa de vida ao nascer • = Anos Médios de Estudo . Quando comparamos a escolaridade da mãe com nenhuma instrução. O município de Ouricuri deve dá atenção a saúde da mulher e investir em preventivo ginecológico. As lesões enven. pré-natal e obstetrícia. As doenças do aparelho respiratório acometem mais a população mais de 60 anos ( 14%).6%. Concluímos então que quanto maior o índice de instrução da mãe maior o preferência pelo parto cesáreo. Que tem como indicadores : Número de óbitos de residentes com menos de um ano de idade/ Número de nascidos vivos de mães residentes x 1.5%). conseq causas externas é mais comum na população de 0 a 9 anos (26. Para aquilatar a situação de saúde desta localidade é necessário que haja mais afinco na construção de USF’s. além de intensificar programas. alg. OUTROS INDICADORES DE SAÚDE •Mortalidade infantil. contratação e preparação de uma equipe multidisciplinar qualificada e capacitada para trabalhar educação em saúde nas comunidades. educação e PIB do município.000.7%). vemos que em todas estas o índice de cesáreo é menor. Em 2012 só houve um caso de neoplasia na população de mais de 60 anos.9% da população feminina na faixa etária de 10 a 49 anos está grávida.E também o Índice de crescimento urbano. 1 a 3 e de 4 a 7 anos. parindo ou na fase do puerpério.6%. As doenças do aparelho circulatório acometem mais a população de mais de 60 anos ( 32. enquanto que o vaginal em menor índice. Cerca de 82.que engloba a expectativa de vida ao nascer. Posto de Saúde nas Escolas. pois 82.cesáreo 53. out. como o. O quadro 2 e 3 nos revela que no município que as doenças infecciosas e parasitárias acometem mais as crianças de 0 a 9 anos (26.9% da população feminina na faixa etária de 10 a 49 anos está grávida. 42. para assim fortalecer o vinculo profissional de saúde e adolescente consonantemente a tais medidas é preciso criar espaços para eles sentirem-se livres a adentrarem á unidade de saúde e tirarem suas duvidas sobre sua saúde.

1025-1029. Rio de Janeiro . Epidemiologia . Luiz Fernando Costa. HAIDAR.para as questões discutidas no decorrer deste trabalho. Disponível em: http://apps. Morbidade.pe. Declaração da OMS sobre Taxas de Cesáreas.pdf?ua=1 .int/iris/bitstream/10665/161442/3/WHO_RHR_15. Além do DATASUS outras fontes de dados que podem conter alguns subsídios . v. 1982”. além de informações sobre recursos financeiros e informações Demográficas e Socioeconômicas. 4.02_por. n. Raul Aquino.manual técnico. Humanização do parto e do nascimento / Ministério da Saúde. Pré-natal e Puerpério: atenção qualificada e humanizada . 17. NASCIMENTO.who. OLIVEIRA. REFERÊNCIAS Livro “Ouricuri: História e Genealogia. 2005 BRASIL.bde. 2014. Escolaridade materna: correlação com os indicadores obstétricos. Brasília: Ministério da Saúde.• = Anos Esperados de Escolaridade • = Produto Interno Bruto (Paridade do Poder de Compra) per capita As fontes de dados que podem ser acessadas para construção desses indicadores são: o Departamento de Informática do SUS. o TABNET uma plataforma que é acessada através do DATASUS a qual contem informações das Estatísticas Vitais ( Mortalidade e Nascidos Vivos). Ministério da Saúde. os cadastros das redes hospitalares e ambulatoriais. Aug. – Brasília : Ministério da Saúde. p. Cad. BDE- http://www. Indicadores de Saúde. Urânia Fernandes. 2001 Organização Mundial de Saúde. Universidade Estadual do Ceará.. além de informações sobre Assistência à Saúde da população. mais conhecido como DATASUS.aspx? codFormatacao=1531&CodInformacao=1283&Cod=3 BRASIL. Ministério da Saúde.gov. Fátima Hussein. seriam o Banco de Dados do Estado de Pernambuco (BDE-PE ) e o Instituo Brasileiro de Geografia e estatística(IBGE).br/visualizacao/Visualizacao_formato2. Saúde Pública. o cadastro dos estabelecimentos de saúde.

Interesses relacionados